hvalentim

Poirier sonha com luta sangrenta contra McGregor no UFC 257: ‘Vamos ver quem é o melhor’

Recommended Posts

Coloquei aqui em outro tópico um 65/35 para o Conor...e pra mim a análise é exatamente esta dos colegas...um Conor preciso e ganhando rápido ou um Poirier com muito mais coração levando na decisão ou no final. So acho que se o Poirier quiser trocar apenas, pra provar algo pra ele mesmo, a chance de derrota aumenta bastante, se entrar pra fazer mma as chances aumentam. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tô falando que o Diamond vai azedar para o Connor! Poirier fica com o mérito esportivo e Connor com o mérito financeiro!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vejo Connor melhor nos dois primeiros rounds e o Justin castigando o McGregor; que vai abrir o bico no final do quinto round.

Mas há chances reais do McGregor levar no primeiro round

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 horas atrás, Daniel Mendoza disse:

As maiores chances do Poirier, a meu ver, é de fato uma luta sangrenta mesmo, obrigando o Connor a fazer uma luta de trocação franca, seja por cansar o irlandês, seja por acertar uma mão forte que balançará ele. Na média pra curta a vantagem é do Poirier, da média para longa é do Connor. O Poirier tem um boxe ofensivo muito bom, um volume e combinações boas, mas a parte defensiva deixa muito a desejar, tanto que com frequência apanha bastante nas lutas. Isso contra um contra golpeador e um cara que ataca de forma muito precisa como o Connor é um perigo. Eu vejo vantagem do Connor na luta, o Poirier avança de forma displicente, acho que ele vai sentir as mãos do Connor antes do contrário. 

Permita-me discordar de uma coisa Daniel. Eu acho que o pior cenário do Poirier é ele ditar um ritmo de luta frenético contra o Connor, com trocação franca. O Connor gosta disso. O contra golpe vai estar armado e vai ser um golpe só.

Aliás, o próprio Poirier vem dizendo que vai fazer uma luta sangrenta contra o Connor. Mas isso é perigoso demais. O Connor é um striker muito mais lapidado, com mãos muito mais duras. Se for pra derramar sangue, eu acho que só veremos sangue do Poirier no octógono.

Se o Poirier quer sangue, ele tem que aceitar que esse sangue vai ser o dele. Vai ter que suportar castigo, golpes duros e vai ter que sobreviver até o momento em que o Connor começa a descer a ladeira. A mesma coisa que o Diaz fez nas duas lutas.

O ponto aí é que o Diaz é um meio-médio. Aguenta mais pancada, tem mãos tão duras quanto o Connor e ainda tinha a vantagem de ter um chão fino. O Diaz tinha muito mais possibilidades que o Poirier e ainda assim, enquanto a luta ficou em pé, o Diaz foi trucidado. Na primeira luta, o Diaz virou o primeiro round em frangalhos. Ele é muito casca grossa mesmo de voltar e vencer no segundo round.

Lutar contra o Mcgregor deve ser difícil cara. Ele dita o ritmo do combate de uma forma que eu nunca vi ninguém fazer. Caminha no octógono com uma desenvoltura incomum, encontra ângulos que talvez apenas Thompson e Anderson Silva já mostraram neste esporte. Revendo a luta contra o Khabib, ele fez o russo andar pra trás em pé. Coisa que ninguém consegue porque o Khabib tem aquele jogo de abafa. Ele vem pra cima sim ou sim. Mas contra o irlandês ele chegou a colocar as costas na grade.

O Connor é uma tarefa indigesta demais para um cara com as características do Poirier, que se vale de volume, coração e resistência. O Connor entrega algo que sobrepuja essas valências.

Eu só acho que tem um fator preponderante aí. O Connor nos últimos 4 anos deve ter feito 2 lutas e isso, por si só, é uma desvantagem tremenda. Contra o Khabib ele já tinha chegado sem ritmo de luta. Jogou golpes fora que não era comum vermos.

Esse pode ser o maior inimigo do Connor para essa luta. De resto, se virmos um Connor bem preparado, forte, com cardio em dia, pra mim, vence o Poirier por nocaute antes do terceiro round.

Share this post


Link to post
Share on other sites
10 horas atrás, hvalentim disse:

Me surpreende a quantidade de pessoas tirando o Porier pra nada, um lutador que nas ultimas 12 lutas, ganhou 10, com nomes como Eddie Alvarez, Pettis, Hollaway, Justin Gaethje, Hooker... 

Pra mim luta durissima, realmente não consigo ver um favorito claro.

Concordo...A única coisa que pode ferrar o Poirier é ele cair na pressão psicológica de enfrentar um ícone como o McGregor. Acho que ele , Chad Mendes e outros, cairam nessa armadilha.

Tem que ver se ele sabe lidar com isso...Cartel (26-6) pra ter aprendido, ele tem.

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 horas atrás, JOAO MIR JJ disse:

Mas o connor não demonstrou em momento algum que esta em declinio.

Até pq a última luta ganhou de um Cerrone em fim de carreira e praticamente não luta.

 

Difícil saber.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se a luta durar e for uma guerra acredito mais na raça e gás do Poirier... Conor precisa nocautear até o segundo round,se a luta durar Poirier pode vencer um Conor cansado e assustado...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acho que o Poirier tem as mãos mais pesadas que o Conor já enfrentou mas vamos ver se entra né? Talvez ele nem tenha muito tempo pra isso... Durar 60 segundos acho pouco provável mas se o Conor encaixar bem no primeiro,complica... Depende do quanto o Poirier vai se expor,o quanto será afoito...

Share this post


Link to post
Share on other sites
20 horas atrás, hvalentim disse:

Se você está falando de estratégia, o que eu quero para nós dois é que estejamos pingando sangue, nos machucando e sofrendo logo no começo da luta. Aí, podemos descobrir quem é o verdadeiro lutador. É isso que eu quero. Quero estar sangrando no primeiro minuto do primeiro round”, afirmou o norte-americano, ao ‘This Past Weekend’.

Duas coisas.

1 - Se esse papo for verdadeiro, e for pra porradaria , infight, vai deitar.

2 - Pode ser estrategia da ATT, daí na hora do fight ele apresenta um gameplan diferente desse papo furado e aí sim trabalhar jogo de grade e por o mc frango para baixo e trabalhar na crueldade.

Share this post


Link to post
Share on other sites
21 horas atrás, Ralf Logan disse:

Que restos do Conor? Ele fez o maior PPV de 2020 em janeiro

Se vc levar em consideração apenas $ OK, agora se vc levar em consideração que uma derrota agora para um lutador que anos atrás ele tirou pra nada, faz sentido sim que os restos dele começarão a descer ladeira abaixo. Que é algo que só não aconteceu antes pela "proteção" do Dana White nas escolhas das lutas, justamente pela questão da $ em PPV.

Share this post


Link to post
Share on other sites
21 horas atrás, André Filho disse:

Antes do Khabib ele foi nocauteado pelo Michael Johnson, curiosamente outro striker canhoto de mão pesada.

Valeu, não lembrei dele.

Share this post


Link to post
Share on other sites
11 horas atrás, junior-sjc disse:

Permita-me discordar de uma coisa Daniel. Eu acho que o pior cenário do Poirier é ele ditar um ritmo de luta frenético contra o Connor, com trocação franca. O Connor gosta disso. O contra golpe vai estar armado e vai ser um golpe só.

Aliás, o próprio Poirier vem dizendo que vai fazer uma luta sangrenta contra o Connor. Mas isso é perigoso demais. O Connor é um striker muito mais lapidado, com mãos muito mais duras. Se for pra derramar sangue, eu acho que só veremos sangue do Poirier no octógono.

Se o Poirier quer sangue, ele tem que aceitar que esse sangue vai ser o dele. Vai ter que suportar castigo, golpes duros e vai ter que sobreviver até o momento em que o Connor começa a descer a ladeira. A mesma coisa que o Diaz fez nas duas lutas.

O ponto aí é que o Diaz é um meio-médio. Aguenta mais pancada, tem mãos tão duras quanto o Connor e ainda tinha a vantagem de ter um chão fino. O Diaz tinha muito mais possibilidades que o Poirier e ainda assim, enquanto a luta ficou em pé, o Diaz foi trucidado. Na primeira luta, o Diaz virou o primeiro round em frangalhos. Ele é muito casca grossa mesmo de voltar e vencer no segundo round.

Lutar contra o Mcgregor deve ser difícil cara. Ele dita o ritmo do combate de uma forma que eu nunca vi ninguém fazer. Caminha no octógono com uma desenvoltura incomum, encontra ângulos que talvez apenas Thompson e Anderson Silva já mostraram neste esporte. Revendo a luta contra o Khabib, ele fez o russo andar pra trás em pé. Coisa que ninguém consegue porque o Khabib tem aquele jogo de abafa. Ele vem pra cima sim ou sim. Mas contra o irlandês ele chegou a colocar as costas na grade.

O Connor é uma tarefa indigesta demais para um cara com as características do Poirier, que se vale de volume, coração e resistência. O Connor entrega algo que sobrepuja essas valências.

Eu só acho que tem um fator preponderante aí. O Connor nos últimos 4 anos deve ter feito 2 lutas e isso, por si só, é uma desvantagem tremenda. Contra o Khabib ele já tinha chegado sem ritmo de luta. Jogou golpes fora que não era comum vermos.

Esse pode ser o maior inimigo do Connor para essa luta. De resto, se virmos um Connor bem preparado, forte, com cardio em dia, pra mim, vence o Poirier por nocaute antes do terceiro round.

Concordo plenamente, uma luta franca como foi a primeira facilitaria demais a vida do Conor. 

O próprio Proirer já afirmou que dos caras que enfrentou o irlandinha é de muito longe o que bate mais pesado. 

O caminho é cansar os braços do Conor no início e tentar minar a movimentação com chutes nas pernas, ficando o mais longe possível da esquerda do Conor. 

Terá que fazer uma luta taticamente perfeita os dois primeiros rounds mesclando graplling, jogo de grade e muitos chutes nas pernas. 

Se partir pra porrada desde o início vai cair tão rápido quanto na primeira luta. 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
11 horas atrás, junior-sjc disse:

Permita-me discordar de uma coisa Daniel. Eu acho que o pior cenário do Poirier é ele ditar um ritmo de luta frenético contra o Connor, com trocação franca. O Connor gosta disso. O contra golpe vai estar armado e vai ser um golpe só.

Aliás, o próprio Poirier vem dizendo que vai fazer uma luta sangrenta contra o Connor. Mas isso é perigoso demais. O Connor é um striker muito mais lapidado, com mãos muito mais duras. Se for pra derramar sangue, eu acho que só veremos sangue do Poirier no octógono.

Se o Poirier quer sangue, ele tem que aceitar que esse sangue vai ser o dele. Vai ter que suportar castigo, golpes duros e vai ter que sobreviver até o momento em que o Connor começa a descer a ladeira. A mesma coisa que o Diaz fez nas duas lutas.

O ponto aí é que o Diaz é um meio-médio. Aguenta mais pancada, tem mãos tão duras quanto o Connor e ainda tinha a vantagem de ter um chão fino. O Diaz tinha muito mais possibilidades que o Poirier e ainda assim, enquanto a luta ficou em pé, o Diaz foi trucidado. Na primeira luta, o Diaz virou o primeiro round em frangalhos. Ele é muito casca grossa mesmo de voltar e vencer no segundo round.

Lutar contra o Mcgregor deve ser difícil cara. Ele dita o ritmo do combate de uma forma que eu nunca vi ninguém fazer. Caminha no octógono com uma desenvoltura incomum, encontra ângulos que talvez apenas Thompson e Anderson Silva já mostraram neste esporte. Revendo a luta contra o Khabib, ele fez o russo andar pra trás em pé. Coisa que ninguém consegue porque o Khabib tem aquele jogo de abafa. Ele vem pra cima sim ou sim. Mas contra o irlandês ele chegou a colocar as costas na grade.

O Connor é uma tarefa indigesta demais para um cara com as características do Poirier, que se vale de volume, coração e resistência. O Connor entrega algo que sobrepuja essas valências.

Eu só acho que tem um fator preponderante aí. O Connor nos últimos 4 anos deve ter feito 2 lutas e isso, por si só, é uma desvantagem tremenda. Contra o Khabib ele já tinha chegado sem ritmo de luta. Jogou golpes fora que não era comum vermos.

Esse pode ser o maior inimigo do Connor para essa luta. De resto, se virmos um Connor bem preparado, forte, com cardio em dia, pra mim, vence o Poirier por nocaute antes do terceiro round.

Bela análise 

Share this post


Link to post
Share on other sites
15 horas atrás, junior-sjc disse:

Permita-me discordar de uma coisa Daniel. Eu acho que o pior cenário do Poirier é ele ditar um ritmo de luta frenético contra o Connor, com trocação franca. O Connor gosta disso. O contra golpe vai estar armado e vai ser um golpe só.

Aliás, o próprio Poirier vem dizendo que vai fazer uma luta sangrenta contra o Connor. Mas isso é perigoso demais. O Connor é um striker muito mais lapidado, com mãos muito mais duras. Se for pra derramar sangue, eu acho que só veremos sangue do Poirier no octógono.

Se o Poirier quer sangue, ele tem que aceitar que esse sangue vai ser o dele. Vai ter que suportar castigo, golpes duros e vai ter que sobreviver até o momento em que o Connor começa a descer a ladeira. A mesma coisa que o Diaz fez nas duas lutas.

O ponto aí é que o Diaz é um meio-médio. Aguenta mais pancada, tem mãos tão duras quanto o Connor e ainda tinha a vantagem de ter um chão fino. O Diaz tinha muito mais possibilidades que o Poirier e ainda assim, enquanto a luta ficou em pé, o Diaz foi trucidado. Na primeira luta, o Diaz virou o primeiro round em frangalhos. Ele é muito casca grossa mesmo de voltar e vencer no segundo round.

Lutar contra o Mcgregor deve ser difícil cara. Ele dita o ritmo do combate de uma forma que eu nunca vi ninguém fazer. Caminha no octógono com uma desenvoltura incomum, encontra ângulos que talvez apenas Thompson e Anderson Silva já mostraram neste esporte. Revendo a luta contra o Khabib, ele fez o russo andar pra trás em pé. Coisa que ninguém consegue porque o Khabib tem aquele jogo de abafa. Ele vem pra cima sim ou sim. Mas contra o irlandês ele chegou a colocar as costas na grade.

O Connor é uma tarefa indigesta demais para um cara com as características do Poirier, que se vale de volume, coração e resistência. O Connor entrega algo que sobrepuja essas valências.

Eu só acho que tem um fator preponderante aí. O Connor nos últimos 4 anos deve ter feito 2 lutas e isso, por si só, é uma desvantagem tremenda. Contra o Khabib ele já tinha chegado sem ritmo de luta. Jogou golpes fora que não era comum vermos.

Esse pode ser o maior inimigo do Connor para essa luta. De resto, se virmos um Connor bem preparado, forte, com cardio em dia, pra mim, vence o Poirier por nocaute antes do terceiro round.

Sem dúvida para ele fazer uma guerra tem que ser depois de cansar o McGregor, ou depois do Irlandês estiver baqueado, indo atacar de forma muito consciente, o que faria com que ele possa ser engolida pela pressão do Connor. Mas acredito que a vantagem dele seja nesta forma de luta, o connor não tem contra golpes tão bom mais na curta distância, acho que seria inteligente para ele fazer um jogo de grade pra cansar os braços do Connor, mas acho que ele não tem gás para um jogo de isometria. Mas se ele for seco pra cima vai ser um prato de mão cheia para o irlandês. O ideal penso que seria fintar quedas, pra clinchar, jogar pra grade e soltar a mão ali, da média pra curta com o irlandês preso contra a grade. Pq ele avançando no striking, penso que ele vai acabar tomando golpes fortes também. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now