kachorro_loko

Membros
  • Content Count

    2826
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutra

About kachorro_loko

  • Birthday 09/12/1983

Previous Fields

  • Cidade:
    Curitiba/PR

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    Japão

Recent Profile Visitors

5695 profile views
  1. Rolou no domingo aqui no Japão o Rizin 28, duas vitórias importantes de brasileiros radicados no Japão e representantes do Jiu Jitsu. Roberto"Satoshi" Souza finalizou o campeão do troneio peso leve, Tofiq Musayev, conquistando o cinturão inaugural peso leve do Rizin. Em 2019 Tofiq venceu o Patrick Pit Bull na final do torneio. Kleber Koike também conseguiu uma importante finalização, apagou o japonês Minuto Asakura com um triângulo, Asakura é uma das maiores estrelas do evento e o principal peso leve/pena aqui no Japão. O astro Tenshin Nazukawa fez uma luta contra 3 adversários diferentes na mesma noite, um por round, 2 foram anunciados previamente o terceiro era um nome surpresa. A luta contou com regras especiais, era basicamente boxe com socos rodados e Superman punch liberados. O adversário surpresa foi Hidro Tokoro veterano dos eventos aqui no Japão, pelas regras vitória somente por nocaute então todos os 3 rounds terminaram sem resultado anunciado mas o Tenshin venceu todos os 3. Além disso tive a primeira rodada do torneio peso galo com uma série de nomes conhecidos. RIZIN 28 Results Kleber Koike def. Mikuru Asakura by submission (triangle choke), Round 2 Tenshin Nasukawa vs X (Hideo Tokoro) had no result announced – custom rules bout Tenshin Nasukawa vs Hiroya had no result announced – custom rules bout Tenshin Nasukawa vs Koki Osaki had no result annoucned – custom rules bout Roberto “Satoshi” Souza def. Tofiq Musayev by submission (triangle choke), Round 1, 1;12 – for the inaugural Rizin lightweight championship Kai Asakura def. Shooto Watanabe by TKO, Round 1, 1:22 – 1st Round bantamweight Grand Prix Naoki Inoue def. Shintaro Ishiwatari by TKO (soccer kick/punches), Round 1, 1:58 – 1st Round bantamweight Grand Prix Hiromasa Ougikubo def. Takeshi Kasugai by unanimous decision – 1st Round bantamweight Grand Prix Yuki Motoya def. Ryo Okada by unanimous decision – 1st Round bantamweight Grand Prix Yutaka Saito (c) def. Vugar Karamov by split decision – non-title fight Shoma Shibisai def. Tsuyoshi Sudario by submission (rear-naked choke), Round 3, 1:38 Satoshi “Dominator” Yamasu def. “Black Panther” Bey Noah by split decision
  2. Que verme, merece uma punição exemplar. Mas não tem relação nenhuma com a nacionalidade, racismo desse tipo existe em qualquer lugar. Brasileiros fazem isso o tempo todo. Su do sul do Brasil e no meio social onde eu cresci e vivi boa parte da minha vida o racismo era praticamente comportamento padrão, exceção era quem não era racista, homofóbico e preconceituoso de modo geral. Por muito tempo não só fazia esse tipo de coisa como achava completamente normal já praticamente todo mundo ao meu redor fazia. Felizmente consegui mudar a tempo mas até hoje boa sorte da pessoas continua agindo da mesma forma. Por aqui a comunidade brasileira não é muito diferente, reclamam de sofrer preconceito e fazem exatamente o mesmo com pessoas de outras nacionalidades principalmente se tiver a pele mais escura.
  3. Sinceramente esse movimento criado pelos irmãos Paul pode ser muito benéfico para os atletas, eles estão batendo muito na questão das bolsas e contratos e isso pode acelerar uma melhora nas condições dos atletas em geral. Floyd x Paul vendeu 1 milhão de PPV, é muita coisa, fizeram muito dinheiro. No mais, obviamente que os irmãos não vão pro MMA, um deles até já falou que é um esporte muito duro, treinos muito complexos que exigem demais do corpo. No boxe eles só precisam treinar uma modalidade e fazem caminhões de dinheiro.
  4. Marreta foi do céu ao inferno em duas lutas, esse esporte muitas vezes é cruel. Saiu de campeão moral a atleta que está lutando pra não ser cortado em pouquíssimo tempo. Luta com pouco retorno e alto risco, mundiça walker é limitado tecnicamente mas tem poder de nocaute e é explosivo. Acredito que a vantagem técnica e o poder de nocaute somados ao queixo duvidoso do Walker sejam fatores decisivos nessa luta. Na torcida pelo Marreta.
  5. Concordo com a maioria discutir as condições de contrato e remuneração é absolutamente necessário, os irmãos Paul vem fazendo um ótimo trabalho nesse sentido e os atletas do MMA tem q aproveitar o momento. Mas não é o caso do Borrachinha, está extremamente queimado depois da humilhação sofrida o caminhão de desculpas absurdas, hoje ele é motivo de chacota não só por parte dos fãs como também pelos atletas, muito lutador tirando onda com o Sarradinha. Adesanya postou uma merda de foto experimentando o novo uniforme da Venun e quem virou alvo foi o o brasileiro, até os fãs do Borrachinha estão reclamando nas redes sociais que está difícil ser fã não brasileiro atualmente.
  6. Borrachinha falou que o UFC anunciou a luta sem ele ter assinado o contrato e que se o evento quer que ele faça um main event ele tem que ser pago como atleta de main event... Não sei se está em posição de fazer esse tipos e exigência na atual situação. Lutou 3 vezes nos últimos 3 anos, uma luta por ano, foi humilhado na última luta e teve aquele caminhão de desculpas na sequência.
  7. Por motivos ainda não informados Paulo Costa está fora da luta contra Jared Cannonier. Gastelum aceitou substituir o brasileiro novamente. https://mmajunkie.usatoday.com/2021/06/ufc-news-paulo-costa-out-kelvin-gastelum-steps-in-vs-jared-cannonier-main-event-aug-21 Será que não conseguiu estar sóbrio para esse confronto???
  8. Na atual situação do Woodley não é de se espantar que tenha começado como azarão nas casas de aposta. Não ficarei surpreso se perder pro youtuber, além de ter sido finalizado e quase nocauteado na última luta, se não me falha a memória ele perdeu todos os rounds das 3 lutas anteriores, não consegue vencer um único round desde 2018. Não vi o youtuber lutando mas dizem que está levando o boxe a sério já a algum tempo, tem uma estrutura de treino de alto nível, é bem mais jovem e um pouco maior que o Woodley.
  9. Maryna Moroz já saiu de umas 200 lutas, impressionante. Não fosse a beleza já teria sido cartada a muito tempo. Ótimo para a brasileira.
  10. Zabit foi removido do ranking não se sabe ainda se foi por inatividade ou se aposentou. Edson chegou a pedir o daguestão, seria uma ótima luta. Também acho que dificilmente o Yair arruma alguma coisa contra o Max, só um daqueles golpes imprevisíveis como na luta contra o Zumbi, mas o Max até hoje se mostrou impossível de ser nocauteado, mesmo passando por alguns momentos difíceis nunca sequer tomou knockdown. Acredito que a luta seja definida pelo controle de distância, acho que uma vez que o Max ache a distância e comece a pressionar com o volume intenso de golpes que ele coloca é questão de tempo pro Yar abrir o bico. Havaiano até aqui além de muito mais testado se mostrou um atleta muito mais sólido.
  11. Julio Cesar Chavez Junior não é nem sombra do que o pai foi e como boxeador é bem mediano, mas tem mais do que a obrigação de vencer o Anderson sem dificuldades.
  12. Luta confirmada main event, 5 rounds e muito provavelmente eliminatória pra saber quem será o próximo desafiante. Vejo o Max muito favorito pra essa luta. https://mmajunkie.usatoday.com/2021/05/max-holloway-vs-yair-rodriguez-main-event-ufc-july-17-mma-fight-booking-matchup
  13. Surpreso com o Cody No chin, duroub5 rounds, esperava mais um nocautão pra conta do Font. A barba está ajudando a amortecer as pancadas.
  14. Chandler valorizou demais, além de sobreviver ao chão do brasileiro chegou muito perto de nocautear, a luta esteve muito perto de acabar no primeiro round. Em determinado momento o Charles estava com a cara no chão tomando socos na cabeça praticamente sem reagir, muitos árbitros teriam parado. Lutassa pra ficar pra história, Charles surpreendeu justamente na resistência e no coração que eram incógnitas nessa fase atual dele. Essa luta foi pra sanar todas as dúvidas, mas ele precisa trabalhar nessa defesa em pé, tem sido atingido em todas as lutas e hoje quase perde a chance da vida.