pipo

Membros
  • Content Count

    30583
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutra

About pipo

Recent Profile Visitors

19814 profile views
  1. Luta dura? Ele não se encontrou hora nenhuma. Bem preciso com Cody x Dominick Cruz. Atropelo grande mas um cara do nível do Max, com tudo que já mostrou na carreira, pode sim se reinventar e vencer.. mas tem que mudar muito o jogo, a estratégia.
  2. Eu que não duvido nada de um cara do nível do Aldo.. li muita coisa parecida nas lutas contra o Stephens, Moicano, e até mesmo que seria surrado pelo Marlon.. so espero que ele chute, só isso..
  3. uma coisa eu acho que acontece.. essa luta não vai pra decisão
  4. Claro.. entendi Tb sempre torci muito pro Shogum.. mas o jogo no UFC era foda. O Shogum raspava muito de meia guarda, pendulando, no UFC ele não conseguiu nem a pau, tentou inclusive com o Jon Jones.. a base de wrestling dos caras do UFC sempre foram infinitamente melhores que no Pride, a prova que muitos brasileiros começaram a focar nessa modalidade.. ai veio o round mais curto, onde da pra amarrar 5 minutos (e ainda levando cotovelada pra todo lado), e retirada dos tiros de meta, onde ele o Wand massacravam.. muda demais o jogo. E ainda acho que pesou pra caralho o medo do dopping
  5. e que massacre penso como vc. Acho que o Glover ta num momento melhor
  6. eu preferia ver o Glover x Jan, inclusive via muitas chances pro brasileiro já que o cara joga plantado.. mas acho que é muito mais coisa da minha cabeça em não querer agora dois brasileiros se enfrentando em relação a lutam, pra mim e aberto. Não sei mesmo como o marreta vai voltar
  7. Não. Na luta contra o Marreta torci muito pelo Brasileiro, contra o Reyes tanto faz tanto fez que vencesse.. o Badr eu só gostava de assisti pq realmente luta bonito, mas torcia pra ele sair nocauteado
  8. Sempre fui um dos maiores críticos do JJ aqui no fórum pelo seu caráter. Como lutador é fora da curva, sim. Eu reconheço. Mas é um marginal como um Badr Hari, por exemplo. Gênio, mas devia ta preso
  9. eu não entendo como HOJE, com o nível que chegou o MMA, um atleta profissional não tem assessoria, um relações públicas.. é muito ser burro. Se o cara entender o qnto perde de fãs, de possíveis patrocinadores, sendo um babaca assim..
  10. vc é um cara inteligente, não diga isso.. foram diversos fatores que fizeram os tops do Pride sofrerem um pouco no UFC. Principalmente as regras e o jogo nas grades com rounds mais curtos. Mas o Shogum foi campeão por lá, o Minota tb. Lembre que o Shogum explodiu no Pride em 2005, sua derrota pro Jon Jones pro exemplo foi em 2011. O tempo passa, vem gente com sangue novo o Hendo migrou muito bem, o Overeem, o Minotauro em 8 lutas só perdeu 2 no UFC... depois disso a idade e o corpo começaram a pesar.. o Rampage migrou muito bem tb o Mousasi que saiu do Pride foi pro Dream, StrikeForce, e qndo foi pro UFC sempre foi top
  11. A saída de Gilbert Durinho do card do UFC 251 – onde enfrentaria o campeão meio-médio Kamaru Usman – após testar positivo para o coronavírus, deu início à uma grande polêmica envolvendo Paulo Borrachinha. Lutador peso-médio da organização, o brasileiro publicou em suas redes sociais, em alusão à notícia envolvendo a retirada de Durinho do evento, que o “MMA pune” quando o UFC tenta, segundo o mineiro, usar algum “atalho” para lutas importantes. O atleta relembrou a disputa do cinturão de “lutador mais casca-grossa” entre Nate Diaz e Jorge Masvidal e, também, a escolha do cubano Yoel Romero como desafiante de Israel Adesanya. Irmão de Durinho e também lutador do Ultimate, Herbert Burns não gostou das declarações de Borrachinha e, também através do Twitter, disse que Gilbert chegou ao primeiro lugar do ranking e, consequentemente, à disputa de cinturão dos meio-médios por méritos: “Tá viajando hein! Falou muito e falou besteira! Durinho é o nº1 desafiante, como pode ser a opção n⁰4!? O mundo pune quem fala besteira também”, disparou Herbert. Ao perceber que Herbert Burns se irritou com sua declaração, Paulo Borrachinha procurou esclarecer sua afirmação e, em resposta direta ao atleta peso-leve do Ultimate, disse que se referiu ao UFC, e não a Gilbert Durinho. Invicto no MMA, o peso-médio aproveitou para falar que Gilbert “fez o seu papel” ao chegar à disputa de cinturão nos meio-médios, deixando para trás atletas como Colby Covington e Jorge Masvidal – antes de testar positivo para o coronavírus. “Sabemos que outros (lutadores da divisão meio-médio) não lutaram por questão salarial, o que é horrível para todos lutadores. Durinho não tem nada a ver e fez o papel dele, mas quando o UFC faz essas ‘trapaças’, sempre dá m***. Quando disse que o MMA pune, me referi ao UFC, não ao Durinho”, que também explicou a situação em postagem na sua conta oficial. “Bom que fique claro pra quem não entendeu. Estava na torcida pelo Durinho e continuarei. A pancada pro UFC foi bem pior que para o Durinho. Apesar de perder a oportunidade agora, ele vai lutar em breve com certeza pelo título e será campeão”, encerrou. Polêmicas à parte, o Ultimate agiu rapidamente e, depois do teste positivo de Gilbert Durinho para o coronavírus, a organização confirmou que Jorge Masvidal será o seu substituto na disputa de cinturão contra o campeão meio-médio Kamaru Usman, que acontece no próximo sábado (11), na luta principal do UFC 251, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.
  12. Não acho que tenha faltado. Ainda em alto nível ele lutou onde estavam o maiores do seu peso. O Affliction e o StrikeForce eram foda essa categoria. O UFC tava morto
  13. Talvez não justifique, mas eu sempre acho que a adrenalina na hora da luta é foda. São milésimos de segundos pra vc tomar uma decisão
  14. Vai ver o Mike Tyson é respeitado por ter sido um dos maiores atletas da historia no seu esporte. E admirado em todo mundo. quem é o Borrachinha? Esse só quer crescer em cima do nome dos outros. Pq no MMA ele ainda não é absolutamente ngm. Se ele não voltasse dessa lesão no bíceps, eu aposto que ngm falava mais o nome dele em 2 meses so não sou mais puto com o Borracha pq o campeão é outro babaca