Daniel Mendoza

Membros
  • Content Count

    8805
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutra

About Daniel Mendoza

Recent Profile Visitors

9865 profile views
  1. Não. Rickson não tinha tamanho, o mínimo de habilidade defensiva em pé e nem quedas suficientes. Não o vejo derrubando. Acho que seria mais wrestlers pesos pesados mesmo, que se não quedasse de primeira, clincharia e dali conseguiriam uma queda. A aura no entorno do Tyson faz a gente o ver como sobre-humano, mas no final das contas ele é humano, e todo ser humano é vencível. Striker puro, por melhor que seja ofensivamente, é muito vulnerável contra grappler, em especial os especialistas em quedas. Mas se ele tivesse uma boa base de defesa de quedas antes de se aventurar no Vale Tudo ou MMA, aí já seria outra história. hehe De acordo. É sempre um prazer ouvir opiniões bem embasadas, independentes do quanto concordamos com elas. Sempre um prazer trocar uma ideia. Abs.
  2. Acho que dinâmica se mantém, sem movimentação evasiva e boa base de wrestling ou equivalentes, ele seria quedado fácil por lutadores fortes que mergulhassem na perna. E mesmo se não, Tyson só faria uma luta por noite, iria quebrar a mão na primeira luta lutando sem luva hahahahaha
  3. Se vc pensar só das categorias dos pesados vc já diminui o número de lutadores de uma forma absurda hehe Mas não acho que o Tyson tem o melhor estilo para MMA lutadores que encurtam ficam muito vulneráveis a clinch e queda. Grappler é muito pior para um boxeador que os chutadoresm a meu ver. Vejo lutadores que lutam na longa, ou da média para a longa, com muita movimentação evasiva, boa envergadura, e preferencialmente bons contra golpes, com mais chances de terem sucesso no MMA. E claro, boa defesa contra chutes hahaha Preferencialmente com punch hahaha
  4. Claro, respeito seu ponto de vista. Sempre muito lúcido e bem embasado. Eu acho que ele foi um dos mais impressionantes, sem dúvida. Mas isso de o que faz alguém ser o melhor é sem dúvida subjetivo. Até mesmo a questão conceitual quando a ser técnico hehe Eu vejo a 'técnica' como a forma com a qual se consegue aplicar determinado movimento com o maior aproveitamento racionais do corpo e das forças mecânicas que o envolvem, junto a efetividade ao usar ela, não necessariamente na efetividade do resultado sobre o oponente em si. Então a técnica, a meu ver, seria para cada golpe. Um lutador pode ter um jab muito técnico, mas um chute sem técnica, digamos assim. Eu tendo a dar mais valor para o movimento em si, a forma com a qual ele é executado, pq acho que isso o lutador controla totalmente e pode mudar só com dedicação, treino e estudos. Cada indivíduo pode melhor isso por si só. O poder de efetividade no resultado, o poder de finalização dele e da técnica, não é só ele que controla. Alguns nascem com mais punch e explosão, outros menos. Vc pode melhorar, mas nisso a natureza se sobrepõe. Então acaba que vejo valorizar mais o 'fim' como sendo um pouco injusto, já que um lutador pode ter uma técnica perfeita, que potencialize todo o poder do golpe, mas não ter punch e por isso o poder de finalização, ou seja, da efetividade no resultado, ser muito baixo. hehe Dito isto, é importante frisar que a técnica, tal qual eu vejo, quanto a forma mais racional, eficiente mecanicamente de aplicar um movimento, não é necessariamente o fator mais decisivo de um combate, ou não faz necessariamente um lutador melhor que outro. Como bem disse, o Tyson deitava lutadores muito mais 'técnicos' em outros elementos do boxe que ele. hehe Mas também há de se considerar que o Tyson era muito mais técnico na aproximação e ataque na curta que o oponente na defesa desta situação. Mas aí entra explosão, punch, etc., fatores que o atleta pode aprimorar, mas não controla. Eu não vejo o Tyson entre os melhores pq vejo ele como "desequilibrado", digamos assim. Excepcional na curta, a meu ver MUITO técnico em todos os elementos que envolvem ela, mas caia muito o nível nas outras distâncias e outros jogos. Não que fosse ruim na média distância, por ex, mas bem pior que na curta. Houveram outros que conseguiam lutar na curta, média e longa com maestria, verdadeiros gênios. Dominar um estilo de jogo já é absurdo, todos então, e aplicar eles em cima dos melhores do mundo, é algo que eu acho absurdo. Mesmo que estes não tivessem o poder de finalização do Tyson, acho que isso, e a forma com a qual eu olha a técnica, faz com que eu os considere boxeadores melhores. Eu tendo a valorizar muito o 'como' e não priorizar necessariamente mais o 'fim', pelo que já expliquei hehe Mas sem dúvida o seu posicionamento é legítimo e totalmente compreensível. No final das contas, o resultado mais efetivo é deitar o adversário hahahaha Quanto ao poder de destruição, pensando na possibilidade de finalizar uma luta rápida frente a qualquer um, sem dúvida ele está entre os melhores. Não sei se o melhor, mas sem dúvida está entre os melhores. Era um monstro. E nem acho que seria racional tentar fazer dele um boxeador completo, pelas valências físicas, o melhor era treinar ele tal qual foi treinado mesmo. E independente do ranking, sem dúvida é e sempre será uma lenda no Boxe.
  5. Verdade, no clinch eles param a luta. Isso é paia também. Interessante ver as regras. Uma pena que limitem tanto. Mas já é melhor do que o light contact hehe
  6. @masterblaster esse deslocamento que comentou, concordo plenamente. A movimentação, deslocamento e posicionamento às vezes são tratadas como tudo sendo a mesma coisa quando se fala em "movimentação", mas são elementos que podem - e devem - ser vistos separados mesmo. Saber para onde ir, como ir, como e onde se posicionar, em especial na curta, enche muitos os olhos mesmo. O Tyson sempre fez isso muito bem. Aqueles pequenos passos abrindo ângulos, os giros dele acompanhando a fuga do Jones eram lindos, mesmo errando os golpes, a mecânica do movimento é muito bonita. A própria movimentação dele de cercar e abafar sempre foi muito boa, ainda está lá, tanto que praticamente todo oponente para vencer teve que apelar para clinchs. O "problema" Tyson é que ele se limitava a isso, não sabia fazer bem outros elementos, ele foi afiado para fazer um certo tipo de jogo. A meu ver o ponto fraco dele sempre foi não saber boxear andando para atrás. Mas nesse jogo dele, de abafar, cercar, encurtar e soltar a mão, ele enchia muito os olhos em diversos elementos, nunca foi só soltar a mão com ignorância na curta. Eu acho exagero falar que ele está entre os melhores lutadores da história, mas falar que ele está entre os melhores boxeadores infighters da história não é. hehe No que ele se propõe a fazer e foi 'afiado' para fazer, ele enche os olhos de quem assiste. O deslocamento e posicionamento dele na curta são impressionantes. Eu acho muito "mais fácil" saber saber se movimentar, descolar e se posicionar corretamente na longa do que na curta. Um outro cara, mais recente, que fazia esses deslocamentos e posicionava muito bem na curta - claro, nas devidas proporções - era o Ricky Hatton, gostava muito de ver ele lutando na curta. Mas é incomparável a qualidade deles. A performance do Tyson foi muito boa mesmo, melhor do que eu imaginava. O Roy Jones que me decepcionou. Soltou só jab praticamente, nem cruzado vimos, quando raramente soltou a mão de trás foi só para fazer sequência rápido, mas sem nenhuma contundência. Acho que, no contexto dele, era totalmente plausível lutar mais na defensiva contra o Tyson, mas esperava ver uma "defesa agressiva", não só uma defesa evasiva e com o único objetivo de anular o Tyson. Mas achei muita boa a luta também. Tomara que as próximas sejam sem restrições, como Tyson podendo caçar a cabeça também. Quem sabe as próximas não sejam longe de comissões atléticas dos EUA haha Sempre um prazer falar com você também, meu caro. Fico feliz que esteja melhor. Abs.
  7. Já vi algumas lutas. Tem muitos brasileiros. Quando vai pro chão, tem 5 segundos de solo e param a luta. Então tem alguma GnP rápidos e quedas. E a dinâmica da luta é muito mais realista já que o juiz não para quando golpe entra. Mas não sei quais são as regras quanto a cotovelada e joelhadas. Acho que são proibidas, não me lembro de ter visto. Pra quem gosta de karate e lutadores que lutam na distância é uma boa. Mas eles dão uma pegada meio de vídeo game que me irrita às vezes. Mas acho que já é MUITO melhor que as lutas de karatê de campeonatos oficiais. Espero que dava sucesso e que o karatê tenha lutas mais realistas.
  8. Algum luta que vale a pena assistir?
  9. Achei de ver a luta. Eu achei muito melhor do que eu esperava. Como entretenimento é bom ver essas lendas lutando, mas considerando a saúde deles, não acho que seja. Mas aí é uma decisão deles, né. Tyson se apresentou muito bem. Uma surpresa agradável. O Roy Jones parece que morreu no gás cedo, mas o jogo dele, o excesso de clinch e golpes no corpo que sofreu acho que podem ter contribuído. Além do jogo dele, de usar muito reflexo e ser muito reativo, consumir mais energia. Mas achei que o juizão foi permissivo demais com o clinch, tinha que separar mais rápido. O Roy Jones veio pra fazer anti jogo, né, contra um cara como o Tyson, tem que ser. Se ele lutar com o Holyfield haverão muitos clinchs também. A demora para colocar o banco no corner do Tyson em alguns momentos estava me incomodando haha Acho que é algo para se ver para as próximas lutas.
  10. https://globoesporte.globo.com/combate/noticia/mestre-roberto-leitao-pioneiro-na-luta-olimpica-no-pais-morre-aos-83-anos-vitima-da-covid-19.ghtml Uma pequena homenagem a essa lenda do esporte.