hvalentim

Membros
  • Content Count

    637
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutra

About hvalentim

Recent Profile Visitors

612 profile views
  1. O que foi noticiado foi que não houve acordo financeiro com o Masvidal, que aparentemente sempre esteve mais interessado em money fights do que no cinturão (direito dele). Sinceramente estou surpreso com o aceite do Masvidal, já tinha recusado várias vezes antes por causa de dinheiro, aceitar agora com uma semana? UFC deve ter subido bem a oferta, em contraponto a postura deles anteriormente, já que não estavam fazendo absurdos com ninguém.
  2. O Edwards foi chamado antes do Durinho, recusou por causa do coronavirus, pelo tempo de preparação e pq tava meio preso da Inglaterra ainda. Vão pagar uma bolada pro Masvidal aceitar no laço? Acho quase impossível. Acho que o mais provável é remarcarem e o Durinho continuar como desafiante. Nesse caso não estraga tanto o card pq já tem outras 2 disputas por cinturão.
  3. Inegavelmente é uma lenda! Acho que esse hate da galera com ele é que por mais que tenha feito uma carreira extraordinária, muitos consideram que tinha potencial pra mais ainda. Dizem que nos treinos ele absurdo, aprendia tudo muito rápido, que dava show na academia sempre...
  4. Pois é, que o Khabib faça a melhor escolha pra ele e pra família dele, com certeza tocar o legado do pai será uma grande homenagem. Mas também é inegável, sendo um pouco egoísta e pensando em nós como fãs e no esporte em geral, que a perda dele será gigantesca. Mas que ele faça o que for melhor pra ele.
  5. Também to achando que vai ser muito difícil as coisas continuarem como era, mas tomara que eu esteja errado, pois perder o Khabib será uma grande perda pro esporte. Um dos principais objetivos do Khabib era montar uma das maiores academias da Rússia, com tudo do bom e do melhor pro pai fazer o que ama e sempre fez na vida, mesmo com condições precárias, quando ele consegue, o pai parte assim relativamente jovem, triste...
  6. Deixo aqui minhas condolências e força ao Khabib, que consiga seguir em frente. Quanto ao Mestre Nurmagomedov fica o legado de ter sido o mentor do gênio Khabib, assim como treinado centenas de crianças na região.
  7. Pai de Khabib Nurmagomedov morre na Rússia, vítima da Covid-19, aos 57 anos de idade Abdulmanap Nurmagomedov, que também era o treinador principal do campeão dos pesos-leves do UFC, estava internado em Moscou, onde teve um ataque cardíaco por causa da doença Por Combate.com — Moscou 03/07/2020 09h15 Atualizado há 4 minutos O mundo do MMA está de luto. Morreu nesta sexta-feira, Abdulmanap Nurmagomedov, pai de Khabib Nurmagomedov, atual campeão dos pesos-leves do UFC e um dos maiores nomes do MMA no planeta. Treinador do filho durante toda a sua vida, Abdulmanap Nurmagomedov tinha 57 anos e foi infectado pelo novo coronavírus, tendo tido complicações cardíacas em decorrência da Covid-19. A informação é do site russo "RT.com". Abdulmanap Nurmagomedov UFC — Foto: Getty Images O treinador havia sido hospitalizado pela primeira vez no Daguestão em abril, e diagnosticado com pneumonia, mas se recusou a fazer o teste para o novo coronavírus. Após seu estado de saúde piorar, ele foi levado em um avião especial para Moscou, onde foi internado em um hospital militar. Lá, o teste para Covid-19 foi feito, e logo após a doença ser diagnosticada, Abdulmanap Nurmagomedov sofreu um ataque cardíaco decorrente da doença. Os médicos colocaram o veterano em coma induzido, e ele chegou a voltar à consciência, mas já não conseguia falar. Ele ainda conseguiu se comunicar com parentes antes de sucumbir à doença. Khabib Nurmagomedov foi treinado por toda a vida pelo pai, um dos mais condecorados treinadores de sambo, uma arte marcial russa. Abdulmanap transformou a sua casa em uma academia, onde ensinou wrestling ao filho desde os primeiros anos de vida. Por ter formados diversos campeões mundiais, o treinador ganhou o apelido de "Pai do MMA do Daguestão". Khabib Nurmagomedov ao lado do pai, Abdulmanap Nurmagomedov, no Daguestão — Foto: Maxim Shipenkov/EFE Abdulmanap Nurmagomedov teve negado o visto para entrar nos EUA diversas vezes, e por isso nunca conseguiu acompanhar o filho em suas lutas no país. Entretanto, esteve presente na última luta do filho no UFC, contra Dustin Poirier, em Abu Dhabi, no UFC 242. O campeão dos pesos-leves do UFC ainda não se manifestou pela morte do pai. Quatro disputas de cinturão e 28 brasileiros em julho no Combate Play! — Foto: Infoesporte Quatro disputas de cinturão e 28 brasileiros em julho no Combate Play! Fonte: https://globoesporte.globo.com/combate/noticia/pai-de-khabib-nurmagomedov-morre-na-russia-vitima-da-covid-19-aos-57-anos-de-idade.ghtml?utm_source=Twitter&utm_medium=Social&utm_content=Esporte&utm_campaign=globoesportecom
  8. Também não vejo como ele chegar ao TS só fazendo uma luta, só se sentar e esperar MUITO o cenário mudar, mas aí não sei se vale a pena...
  9. Cara, eu acho que via de regra o UFC ainda paga mais, pra maioria. Salvo casos específicos de lutadores de elite que não são campeões do UFC, e que obviamente interessam as outras equipes, por isso há esse esforço pra tira-los do UFC e se paga mais, ex campeões em declínio, são casos especifícios, mas pra massa o UFC paga mais. Bolsa básico de entrada do UFC é 12 + 12k dolares (mais Rebook que é fixo) , nos outros eventos se paga BEM MENOS, os campeões ganham BEM MAIS no UFC também, é o que eu to te falando, são casos especificos. Se um Edson Barboza, Masvidal, Jacare entrarem em litígio com o UFC, provavelmente vão conseguir contratos melhores pq chegarão como grandes estrelas nesses outros eventos, são exceções...
  10. Acho que você foi certeiro, ele é um excelente comunicador para leigos e explica as coisas de forma clara e lógica, te faz aprender. Como eu me considero e sou leigo, talvez seja por isso que gosto tanto do conteúdo dele. Mas como foi falado realmente ele se destaca em análises acerta de aspectos extra octógono, negociações, casamentos de lutas, preparação, entre outros... Quanto a análise de lutas em si num nível mais sofisticado, quem você indicaria? Além do Vitor Miranda, que tenho acompanhado e gostado bastante.
  11. É que ele partiu da premissa que com essa suposta grana absurda (5M de doláres) se passa por cima de qualquer entrave, pra você o Fedor não se importava tanto assim com dinheiro. É um aspecto subjetivo mesmo, não tem como saber, só os envolvidos da época, e mesmo assim com um telefone sem fio das informações.
  12. Eu não vejo o pq também, particularmente eu gosto muito, ele segue uma linha de raciocínio clara em suas análises, tenta ser bastante imparcial e tal, mas mesmo asism MMA tem aspectos muito subjetivos, é normal discordamos em vários pontos, dele e de qualquer um. Eu comecei a acompanhar nos últimos anos, comparado aos outros do meio (até lutadores), acho um dos melhores. E sim, realmente é há uma clara evolução na qualidade das análises. Concordo! Que eu saiba o background dele na luta realmente mais de chão, mas ele é jornalista né, ele é faixa roxa ou marrom de jiu jitsu eu acho, realmente é raso na trocação mesmo. Mas na minha visão juntando tudo, ele pra mim é um dos melhores do meio, tem sempre uma linha de raciocínio clara sobre as coisas, não tira opinião do nada como vejo muitos fazendo.
  13. Então, o Durinho continuou na academia dele, o Hooft realmente não vai ficar no corner do Durinho, mas a mudança do Usman é definitiva, foi até com família já pelo o que eu li.
  14. Usman aproveitou que vai pegar o Durinho e mudou até de cidade né, foi pra Denver, pra academia do Justin Gaejthe... Foi super respeitoso com o Durinho, até exaltou e defendeu ele das baboseiras do Nate Diaz, mas meteu o pé, foi pensar no dele, procurar um camp mais personalizado, tá mais que certo.
  15. Fui ingenuo nesse, realmente é muito pouco provável que seja só TRT hahahaha