Daniel Mendoza

Membros
  • Content Count

    8416
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Daniel Mendoza

  1. Todo bom boxer explosivo e com punch é perigoso para qualquer um. O brasileiro não pode subestimar, mas acredito que, se não ir pra trocação franca ou se expor demais em pé, vence.
  2. Connor "sempre" correspondeu vencendo, mas os casamentos de luta até a cinta da 66 sempre favoreceram ele poder mostrar o melhor do jogo dele mesmo.
  3. Acho que você está confundindo o que é machismo. Até pq não é "coisa de honem", é uma crença social que faz parte da nossa cultura, a maioria das mulheres e gays tbm reproduzem pensamentos machistas. Assim como racismo não é "coisa de branco", nem homofobia é "coisa de hétero". São crenças difundidas. Como um vírus, ele não "é" de ngm e atinge a todos. Nem tudo É por causa do machismo, mas possivelmente também tem machismo por trás já que ele faz parte da nossa cultura. Por isso que acho que parte da militância exagera às vezes na interpretação da relação causal em algo. Existe uma pequena parcela que é muito radicais e que exageram mesmo, mas é uma pequena parcela. É como a pequena parcela de policiais corruptos que acaba criando um estereótipo de todo policial ser corrupto. Maioria absoluta não são desses pequenos grupos. Outro ponto é que não é o pensamento de esquerda que cria ou que é uma ferramenta de segregação. Essa é uma confusão bem comum. A segregação sempre existiu na história da humanidade, isso só foi constatado, não só por teorias que são associadas ou embasam o espectro da esquerda política. É meio surreal ignorar elas. Eu não concordo por ex que TUDO é SEMPRE explicado ou causado pelo conflito entre diferentes interesses de grupos e relação de poder e dominação entre eles, nas negar que isso sempre existiu na história da humanidade conhecida é bem fantasioso. Assim como negar que isso é uma variável muito importante em muitas relações atuais. Pense, por ex, só na história do Brasil, que começou muito antes do "pensamento de esquerda", nos últimos 520 anos houve segregação sistemática e institucionais de mulheres, negros, indígenas, homossexuais ou não? Será que a segregação é um fato ou é "criada"/mantidas por essas teorias? O que a esquerda faz é: é necessário jogar luz sobre elas, reconhecer que existe e sempre existiu a segregação para tentar mudar elas e as consequências delas que existem até hoje. Se parte do pressuposto que admitindo o problema, reconhecendo e agindo sobre ele teremos uma sociedade mais igualitária. Se você ignora uma doença séria no seu corpo ela não melhora sozinha, correto? É a mesma lógica. Espero ter esclarecido isso. Pq é uma confusão comum que as pessoas fazem. E, por favor, galera, defender um tratamento justo e igualitário para todos não querer "lacrar". É algo que deveríamos todos fazer para ter uma sociedade melhor. Não acham?
  4. A moderação deveria te punir por dizer essa heresia. Hahaha Hahahahahahaha pior que é Penso que falar do que é exposto na foto é inevitável, ela expôs aquilo. Sabe perfeitamente que fazendo uma pose de menção sexual não vai despertar uma admiração "conceitual" da foto, e está usando isso pra atrair atenção, views e comentários, fato. Mas é a rede social dela, falar da foto é uma coisa, mas isso ainda não legitima desrespeito ou muito menos assédio. Acho que é fundamental de ter em mente que nada legitima assédio, e me preocupa como esse tipo de fala como a sua acaba legitimando.
  5. Não foi para você não, Cesar. De forma alguma, acabou que fui me empolgando na resposta. Para você foi só a parte do Gabriel mesmo. Mas quanto as músicas, com isso está desconstruindo toda a crítica que ele faz na música aos 'pitboys' do Rio, alvo da música, e ao comportamento criminoso e covarde deles, a masculinidade tóxica que pregavam de mostrar virilidade batendo em pessoas e toda essa "ignorância anti-civilizatória" deles, ou mesmo a crítica que fez a músicas (machistas) as mulheres que usam apenas o corpo e a adequação extremo aos padrões de beleza e a valorização apenas da aparência da sociedade, está pegando toda uma linha de argumentos sólidos que ele mostra em entrevistas e letras e o colocando como '"inveja dele". Eu discordo bastante dessa colocação. Até pq ele usa o esteriótipo propositalmente para fazer uma ironia, é um recurso proposital. Como eu falei, para mim, falar que uma crítica embasada em argumentos sólidos de "inveja enrustida" é emburrecer um debate, e um tipo de ad hominem, o colocando como tendo sido ou sendo "invejoso/frustrado", e por isso faz a crítica que faz, independente do embasamento da crítica. Não acho que o problema seja um homem falar que uma mulher é gostosa para um amigo, colegas ou em um fórum que é 99% masculino. O problema é falar pra mulher que não deu liberdade pra ele ou não perguntou nada. Falar aqui não é um problema, mas potencialmente problemático. Não diria que seria problemático se isso fosse um dos atributos que falassem junto a os atributos dela como atleta e lutadora, luta, etc, e não passasse muito do 'gostosa'. Tem muitos que fazem isso, e não acho que em absoluta tenha nada errado nisso "Essa amanda é muito gostosa. Ela ainda pode evoluir ta e tal coisa, na luta x ela fez isso e isso", e não vejo nada demais ou desrespeitoso considerando que só homem vai ler. Não cabe qualquer militância nisso. Seria exagero, coisa que ocorre também a meu ver.(exagero por parte dos militantes de causas legítimas). Mas a real é que com frequências vemos muitos foristas falando de lutadoras como se fosse uma stripper e de forma bem vulgar e desrespeitosas, que foi a intenção da fala do colega que gerou a polêmica, problematizar isso. Muitos se apegaram a palavra "gostosa" no meio e ignoraram o resto da reflexão dele onde ele fala isso. E em muitos comentário gostosa seria um elogio gentil até. Quando isso ocorre muito mostra que só olham a mulher como um pedaço de carne e que 'não tem problema' falar em locais públicos assim. Acho que quando isso ocorre com frequência e muitos comentários são APENAS essa objetificação e sexualização de atletas executando seu trabalho, isso em um local público, é problemático sim, pq é uma clara descriminação de gênero por parte de alguns. Mas infelizmente não vale a pena essa discussão aqui. Vivemos um momento de extrema polarização ideológica, não se discute mais ideias e embasamentos delas, tudo vira time X versus time Y. E se tal bandeira é do time rival, vou atacar por mais legítima e justa que ela seja. Mas enfim, acho que aqui é o de menos, é muito mais simbólico que concreto, ao meu ver, o fundamental hoje pra mim é as pessoas entenderem que precisam passar a respeitar as mulheres de verdade, e que "mexer com mulher" na rua, algo que sempre foi visto como 'coisas de homem' e forma de mostrar virilidade para os amigos, em sua maioria são assédios, desrespeitos e não "elogios". Que ficar olhando ininterruptamente igual um estuprador pra mulher uma mulher, que não correspondeu ao olhar, comendo ela com os olhos (algo muito diferente de admirar o corpo ou beleza), é assédio, que pegar no braço/cabelo sem consentimento, tentar beijar a força ou usar o físico de qualquer forma sob uma mulher para 'insistir' mesmo ela mostrando que não quer é covardia, é assédio, é crime e não é nada 'normal' ou aceitável, independente da roupa da mina. Isso não pode ser relativizado ou justificado de forma alguma. Todo ser humano tem direito a respeito e a não ser importunado, tem direito a não sofrer covardia de alguém muito mais forte impondo algo contra sua vontade. Muito homem precisas parar de achar que 'ser macho' é desculpa ou justificativa para ser covarde e criminoso com mulheres. Pra mim isso que é fundamental. Já seria um senhora avanço se os homens entendessem que todo mundo merece o mesmo respeito. Não é tratar melhor, ou pior, é tratar com o mesmo respeito. Me empolguei de novo. Novamente o final não foi para você, mas sim uma divagação para ter a consciência limpa. hahahaha
  6. O Gabriel Pensador já fez muito auto-crítica sobre muitas músicas com conteúdo machistas e sexista dele, sou fã mas ele errou na mão em muitas músicas, inclusive nem canta mais algumas por isso. Auto criticas que infelizmente muito homem não faz pq acha que ser um "macho dominador" é poder desrespeitar mulheres na rua ou rede social quando ele mesmo julga que pode "mostrar virilidade" desrespeitando e assediando seres mais fracos que eles (mulheres) com atitudes e palavras. Independente se concordo ou não, normalmente acho legitima suas linhas de raciocínio, mas falar "falam isso por inveja" sempre é emburrecer qualquer discussão. Sério. Sinceramente, eu penso que se o cara quer ter a postura de macho dominador agressivo e tratar mulher de forma vulgar, que faça isso na esfera intima com ela, com quem deu consentimento a ele, não com pessoas que nunca deram liberdade ou intimidade a ele para isso, muitas vezes desconhecidas que estão só exercendo seu direito de ir e vir e se vestir como quiserem. Não ser assediada ou importunada é direito de qualquer pessoa. E via de regra é homem que faz isso que mulheres. Todos nós já fizemos ou vivenciamos isso com amigos, mas aprendemos a naturalizar e não ver a covardia que é essa imposição. Que é normal, "coisa de homem". Maioria das vezes fazem para aparecer para os outros homens, pq convenhamos, a taxa de eficiência real é muito baixa. Falta QI de fato em homens que não fazem auto crítica e mesmo sendo informados não entendem a diferença entre cantada/elogio e assédio/desrespeito. E mesmo sabendo não mudam a postura. Falta QI, caráter ou valores morais, a meu ver, básicos para uma boa convivência social justa para todos. É um absurdo ver um conjunto de pessoas (mulheres) falarem "olha, tal postura/fala de vocês (homens) para conosco sem nossa permissão é desrespeitosa e nos dá medo, temos direito de não passar por isso" e os homens falarem "Foda-se, sou macho e faço o que quiser". É muita covardia isso, cara. Nesse sentido que o "ser macho".usado para justificar esses atos de imposição que é criticado. Se ser macho para alguém aqui do fórum é impor sua vontade por ser mais forte que a mulher e saber que ela não poderia te dar um soco na cara como outra homem faria se o tratasse assim, tenho um recado para esse alguém: você não é macho, só é um covarde de merda que se impõe a alguém mais fraco incapaz de se defender. Sinceramente, conversem com muitas mulheres sobre o que acham de ser chamada de gostosa por desconhecidos na rua e veja se é elogio ou se gostam. Foda-se o que você pensa sobre o que acham, não é você que passa por isso. Converse com a sua mãe, suas tias, sua irmã, prima, namorada, esposa, filha, amigas do trabalho, vizinhas, com várias, várias mesmo. Ou busque pesquisas sobre. Veja o que a MAIORIA acha. Pergunte como elas se sentem quando desconhecidos mexem com ela falando do corpo dela na rua, secando ela sem parar por muito tempo, chamando de gostosa quando passa ou falando coisa de conotação sexual. Por favor, façam isso e vejam como elas se sentem, e o que o "ser macho" está fazendo outro ser humano passar. Se alguém pensa que ser macho é ter o direito de ser covarde e impor a uma pessoa mais fraca que você algo, obrigar ela a escutar o que não quer ou importunar ela fisicamente mesmo ela não querendo ou te dando liberdade para isso, definitivamente deveriam repensar o que é ser "macho". Pensar no outro ao invés de só em você mesmo. Pensar se acha essa imposição justa. Se alguém aqui do fórum não consegue controlar seus impulsos, sinceramente você precisa procurar ajuda médica e/ou psicológica. E se acharem que achar que as mulheres merecem esse respeito é colocar "mulher em um pedestal", precisam rever demais certos conceitos. Sério. Faça isso por todas as mulheres da sua família, de hoje e das próximas gerações. Se quer chegar na mulher, chega na moral, conversa, se quer elogiar, elogie respeitosamente, trate com respeito como qualquer pessoa merece. Deixa pra tratar ela de forma vulgar depois que já tiverem intimidade e relação desse tipo. Respeitar a mulher não faz ngm menos macho. É uma merda para o homem perder o poder de poder falar o que quiser? É. Perder qualquer poder é uma merda. Mas é justo e legítimo moralmente e legalmente. E nós homens, temos que mudar isso. E entender que ser macho não é ser covarde e assediador.
  7. Não acho que isso dê ao direito de ngm tratar outra pessoa com desrespeito. Acho que esse pensamento está na linha dos que dizem que uma mulher que gosta de exibir o corpo na rua com certas roupas estaria "procurando" comentários desrespeitosos também. Estão procurando admiração e olhares, fato, mas não assédio de homens que não respeita os limites de outra pessoa. Uma coisa é comentar sobre o corpo em foto que ela postou exibindo, outro é o objetificar e sexualizar a atleta em seu ambiente de travalho, tratar uma lutadora de forma vulgar como fazem, e como entendo que foi o sentido da fala do colega que respondeu. Acho que julgar internamento todos podem, claro, mas falar/comentar/agir de forma desrespeitando e do tipo sexual pra lutadoras não é direito de ngm, independe se a pessoa exibe o corpo ou não. Mas essa discussão nem vale a pena. Não estou falando de você, mas infelizmente a maioria dos homens não quer perder o "direito"* de ser escroto e de atropelar o direito das mulheres de serem respeitadas, independente das roupas que usem ou fotos que postem. * "Direito" que acham que têm por um machismo intrínseco à nossa cultura. Preferem se dar o "direito" de tratar elas como eles próprios julgam que ela merece. Tentando legitimar o assédio que cometem muitas vezes. Mas que não é um direito, é assédio mesmo.
  8. Me pareceu que só tem cruzado de melhor qualidade mesmo, em especial o de direita, que parece ser o golpe mais forte. Se o boxe é o forte dele, ele não pode ser dependente só de cruzado não, e tem que melhorar bastante a defesa. Para não ser injusto, parece ter um overhand razoável também. Mas para um cara que aparentemente depende das mãos, achei que deixou a desejar. Mas não lembro de outras lutas dele, estou falando só por essa.
  9. Na luta contra o Zabit, o Stephens mostrou uma movimentação horrorosa. Se o Edson não conseguir circular e vencer mantendo-o longe, pode desistir. Certamente o americano vai vir para pressionar, já que é o fraco do brasileiro. Se o jogo de pernas do brasileiro não for superior, não terá futuro na categoria.
  10. Bem dependente do cruzado de direita o armeno.
  11. Ele sempre fala nas entrevistas que se dedicou muito a superar as instabilidades emocionais que tinha. Que fez muita terapia. Que essa foi a maior luta dele, etc. Que hoje ele entende pq era assim. Um bom tempo de boa terapia faz milagre. Hehe Acredito que ele era um homem sensível (no sentido de sentir intensamente as coisas) e isso junto ao ambiente de onde ele nasceu que não deu base emocional e afetiva pra ele, ter tido uma "socialização violenta", a tendências mais agressivas e desenvolvimento físico precoce, fez com que ele desenvolvesse uma forma ainda mais agressiva de se manifestar quando ficava frustrado ou intimidado emocionalmente, eu acho. Na violência ele se impunha e virou a ferramenta dele para lidar com mundo, ser aceito e se sentir seguro. Canalizava tudo na agressividade e violência, vira uma auto defesa, por sorte pôde canalizar no boxe. Se não fosse o boxe, pela ficha dele aos 13 anos, possivelmente estaria preso ou morto hoje. Isso tudo somado a chegar no auge muito cedo e perder o mentor/pai dele, que foi o que deu afeto, aceitou e valorizou o cara, fez com que a grana, status, drogas e urubus piorassem tudo. Acredito que por isso muito das reações que ele teve que achamos "psicopata", era um cara que tinha emoções fortes e não aprendeu a lidar minimamente bem com essas emoções, isso sempre gera comportamentos disfuncionais. Acredito que hoje em dia é outra pessoa quanto a isso. Pelo que acompanho da trajetória dele, acredito que seja outra pessoa sim. Se dedicou muito a melhorar isso tudo e tudo que isso gerou psicologicamente, emocionalmente, etc. Fora o amadurecimento que outros acontecimentos da vida dele trouxeram. Ao menos é essa a leitura que faço em diversas pseudas análises de entrevistas que já vi dele hehe
  12. Duvido que o Tyson hoje em dia faça uma desonestidade de quebrar as regras combinadas assim, o cara aparenta ter amadurecido muito. Acredito que vá ser uma luva leve de compadres mesmo. Estão mais que certos de ganhar dinheiro sem se machucarem e acumularem mais dano, eu que criei expectativa de ver uma luta real mesmo. haha
  13. Resumiu bem. Para mim essas luvinhas leves de compadres não tem nenhuma graça de assistir. Já está combinado que não pode nocautear. Vai ser igual a exibição do JCC x Jorge Arce, umas mãozadas de leve com os narradores querendo fazer o público acreditar que é luta, mas de luta mesmo nada.
  14. Estive vendo as lutas dele no Brave e no UFC. Eu acho que o hype está muito alto para o que ele já mostrou até agora. É um cara muito grande, forte, com punch e com senso de urgência. Mas acho que entre os tops essa finta de direto entrando no doble leg vai estar manjado, e não seriam tão passivos nessa queda que ele cintura levantando, se aproveitando do tamanho. Não entendo nada de chão, mas não me parece ter posições tão justas, como as do kahbib, que controla tão bem o quadril do oponente que não o deixa fazer nada, ele me parece que joga bem o peso do corpo, prensa contra a grade, mas até por ser um cara muito grande, dá espaços, me parede que todos oponentes desse checheno tinham um chão bem passivo e aparentemente bem limitado. Em pé é outra questão, aparentemente, se ele não quedar, apesar de ter punch, tem muito o que melhorar no striking ainda. O campeão de sambo que ele KOzou (e não conseguiu quedar) me parece que tinha uma trocação que deixa a desejar, um jab arrastado e lento que ele soube aproveitar bem e dar um KD de encontro nessa mão da frente do russo e depois um KO bonito com upper de encontro nesse jab arrastado. Mas só o fato de usar o upper ali com a mao de trás, para um golpe de encontro, não me passa muita confiança. É uma troca onde se está extremamente vulnerável. Outra questão é o gás, que não sabemos como será, e o jogo dele cansa bastante. Por não ser um atleta desde novo e não ter esse lastro de décadas como o Khabib, não sabemos se ele conseguiria manter esse ritmo 3 ou 5 rounds. Eu suspeito que não. Acho que é novo e tem muito potencial, mas não deveriam jogar ele logo cedo aos leões não. Mas se seguir evoluindo certamente estará entre os tops em pouco tempo. Mas hoje ou em um futuro próximo eu não o vejo escalando para o pelotão da frente não. Na 77 tem muitos que eu acho que poderiam parar o wrestling dele, com trocação melhor ou jiu jitsu em um nível que ele nunca enfrentou,
  15. O americano tem que entrar como na última luta, mais contido. Se conseguir impedir as quedas do russo, a luta vai ficar muito interessante e acho que o cinturão muda de mão. Mas é esse "se" que pega, não sabemos como é o wrestling defensivo do Justin. História na modalidade ele tem bastante, vamos ver como adaptou isso ao MMA, e se ao usar ele defensivamente não compromete muito a defesa e ataque na parte da trocação. De qualquer forma, é a luta a ser feita. Vai ser uma boa luta. Espero que não caia.
  16. Pois é, se o Greg Jackson não conseguir fazer com que ele lute de uma forma mais estratégica, acho que ngm mais consegue. hehe Mas aparentemente ele está indo por esse caminho.