Rucci

Membros
  • Content Count

    2149
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutra

About Rucci

Profile Information

  • Gender
    Male

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Rucci

    Karate combat

    Vi sobre esse evento pela primeira vez mais pro início do ano, num canal que eu sigo de um Karateca chamado Seth. Volta e meia ele dá as caras no canal do Wonderboy. As regras tem algumas restrições mas é mais fluido do que o sistema mais tradicional de pontuação em que para toda vez que um golpe contundente acerta. Valem golpes de mãos na cabeça, desde que de punhos fechados na parte frontal ou lateral da face. Chutes no mesmo esquema em relação a cabeça, no tronco desde que acima da linha de cintura ou, no caso de chutes semi circulares, abaixo do joelho, caso você queira chutar as pernas. Valem sweeps (aquelas bandas típicas de karate, não lembro o nome em português), catadas de perna quando chutado e arremessos (tipo os do judô). Caso a luta vá para o chão rola ground and pound por um tempo limitado (acho que são 10 segundos), quem tá por cima pode socar mas não vale aquele soco tipo "martelada", quem tá por baixo pode socar e chutar, desde que respeitando os critérios das regras anteriores. A lista de faltas é meio grande mas resumindo muito: Não vale Joelhada, cabeçada ou cotovelada. Não valem golpes na nuca, espinha, traqueia, virilha etc. Não pode chutar ou pisar um oponente caído Não vale single ou doubleleg. Não vale segurar a cabeça do adversário (tipo chinch de thai) Clinche se ocorrer é separado pelo árbitro. Não vale suplex ou qualquer arremesso que mova o oponente acima da altura da cabeça Basicamente é isso. Tem outras faltas mas essas são as mais relevantes.
  2. A questão é, não é puro jiu jitsu o que esses atletas praticam no octógono. Charles é obviamente conhecido pelas finalizações, mas isso por si só não significa que ele seja infalível nesse setor, tudo depende de quem está no octógono junto com ele, como é em qualquer luta. Charles, assim como Pettis, cortava muito peso para lutar nos penas. Você pode dizer o que quiser do Pettis, mas ele é um ex campeão e tem nomes muito relevantes em seu cartel e tem, inclusive boas finalizações sendo uma a que lhe rendeu o título dos leves. O que acho sobre o Charles hoje é que ele está em outro momento na carreira, provavelmente em seu auge. não sei se será suficiente para lidar com a pressão do Ferguson, mas certamente para gerar uma luta empolgante.
  3. Valeu, Mendoza. Como não vi mensagens de outros foristas presumi que fosse outro esquema. Obrigado pelo esclarecimento.
  4. Nada a ver com o assunto, mas como é você quem normalmente atualiza os eventos, reparei que não foi listada a luta entre o Mike Tyson e o Roy Jones Jr. Tá programada pra ser em uma semana, no dia 28 de novembro de 2020.
  5. Tu não tá me confundindo com outro forista não? Eu disse lá no início do tópico que acho que o chão contra o Ferguson seria uma aposta arriscada para o Charles, pois o adversário treina com o Eddie Bravo, tem uma guarda ativa muito eficiente e joga muito com os cotovelos para cortar e infligir danos no solo. Se cair nesse jogo e não arrumar uma finalização rápida o Charles provavelmente irá cansar e morrer no gás, o que sabemos que não deve acontecer com o americano. Ferguson vence lutas pressionando os caras com volume e fazendo-os cansar, mas está longe de ser um striker limpo. Ele geralmente toma muito dano para fazer esse tipo de jogo e esse tipo de dano, se acumulado com o tempo, costuma deixar sequelas. Não, não sou imediatista de achar que ele é carta fora do baralho, mas num esporte tão extenuante como o MMA, as vezes pequenos detalhes podem fazer toda a diferença. Charles é mais novo, vem de uma boa sequência, já teve derrotas e altos e baixos na carreira para aprender com os erros. As vezes é tudo uma questão de tempo. Ouvi dizer que essa luta deve ser de 3 rounds, o que é algo que eu acho positivo para o brasileiro poder implementar o próprio jogo sem tanto receio de cansar. Pra mim, a estratégia seria estudar as falhas do Ferguson em pé e só ir para o chão se a luta for parar lá naturalmente. Derrubar no fim dos rounds para garantir uns pontos nas papeletas e minar muito as pernas e o corpo, porque é o que vai comprometer o jogo de pressão do Ferguson no transcorrer da luta.
  6. Nunca o vi competir exclusivamente no jiu jitsu contra eles então eu não saberia dizer. O que sei é que ele foi finalizado apesar de ser mais conhecido pelo chão.
  7. MMA não é só jiu Jitsu, né? Posições em que você está relativamente seguro no jiu puro te expõe a ground and pound, então não sei se vejo isso de forma tão simples. Acho que o Pettis simplesmente era um atleta mais completo quando eles se enfrentaram. Charles é muito bom ofensivamente no solo, muito agressivo mas não é tão consciente defensivamente. Ele joga muito volume nas tentativas de finalização o que obriga os oponentes a pensarem rápido, mas um cara mais paciente pode aproveitar as brechas posicionais e tirar seus coelhos da cartola.
  8. Charles não foi finalizado por caras irrelevantes na arte suave. Pettis e Lamas são faixa preta em bjj, o Pettis inclusive tem uma guarda muito perigosa, é ex campeão e mesmo não estando em seu auge está longe de ser luta fácil para quem quer que seja.
  9. Pelo que vi será luta de 3 rounds, o que acho vantagem para o brasileiro cujo gás é suspeito.
  10. Estava vindo postar sobre isso agora. Too late for me. Chance da vida do Charles. Acho que ele pode surpreender se focar na luta em pé. Não que ele não possa vencer no jiu, mas o caminho é mais arriscado a meu ver. Tony virá faminto, mas ao mesmo tempo não é mais um garoto e o estilo dele cobra caro com o tempo.
  11. Compara com o que a concorrência fez. GSP esperou um campeão que ele sabia que poderia vencer para fazer esse movimento. Jones, bem, ainda estamos aguardando a estréia. Nem acho que o Anderson seja o GOAT, mas compara a concorrência nesse quesito que você mesmo colocou como critério e volta na sua afirmação sobre quem mais fez o que ele fez. O desafio ao GSP aconteceu somente porque ambos eram considerados os dois melhores da própria geração. Havia interesse nessa luta para dizer quem era o Goat. Ainda que ele tenha feito uns desafios meio sem noção, o Conor por exemplo, ele lutou na meio pesado com resultados exemplares considerando que é um médio. Única derrota que teve por lá foi contra Cormier numa luta que ele nem treinou e fez um mês depois de operar para retirar a vesícula, e não fez feio. Feio é fingir que nada disso aconteceu.
  12. Você tá sendo contraditório. Ele lutou na categoria de cima fora do auge e nocauteou um ex campeão que tinha acabado de perder a cinta por lá, aliás um dos seus melhores nocautes. Alguns caras simplesmente fazem os outros parecerem comuns. Alguém poderia dizer que o Gaethje é um cara ruim? Aposto que daqui há uns anos vão dizer para se referir ao Khabib. O esporte evolui, é apenas isso. Anderson foi o melhor da sua era, mas ela já passou há muito tempo. Concordo que ele tá fazendo hora extra, mas o cara é lenda e é respeitado por todo o mundo. A reação do Hall ao fim da luta já diz tudo.
  13. Foda. Estava muito bem até o finzinho do terceiro, mas o tempo é implacável. Hall lutou cagado mas ainda tem a pedrada e a juventude.
  14. Sim, segundo ele, a última no UFC. Se vai lutar ainda fora é uma incógnita, mas no UFC é a última dele.
  15. Na torcida pelo Anderson. Que feche esse capítulo com um vitória. Lenda.