Eder Jofre55

Moderador
  • Content Count

    4937
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutra

About Eder Jofre55

Profile Information

  • Gender
    Not Telling

Recent Profile Visitors

10844 profile views
  1. Concordo 100% ,mas curti a sinceridade do cara ,assumiu sem rodeios que o negócio é grana em primeiro lugar,coisa que o UFC ainda tem vergonha em fazer, as vezes dá sinais que tem alguma seriedade e em outras chuta o balde sem constrangimento! A tendência é isso virar rotina! Se eu tivesse comprado o evento por 4 bilhões ia querer recuperar a grana logo, sem essa de esporte, ranking, mérito etc... mma é um negócio disfarçado de esporte, cada vez mais! O engraçado é que muitos que concordam com essas palhaçadas querem depois cobrar coerência do Dana em outras questões!
  2. Exato ,foi isso que eu entendi ,se rolasse essa maluquice o Floyd só precisaria treinar raspagem pra tirar o russo de cima e ganhar no chão também já que o adversário estaria moído de tanto ter apanhado em pé ,kkk!
  3. Torcida pelo Glover ,mas acredito que dê Smith!
  4. Deve ter percebido ou alguém deu o alerta ,se continuasse nessa de querer escolher aonde lutar só porque já foi campeão da categoria ia ver outros disputando a cinta no seu lugar ,antes tarde do que nunca!
  5. Se eu fosse o Floyd talvez aceitasse ,pelo que entendi da proposta seria ato continuo ,onze rounds de boxe e um de chão ,são onze rounds para o cara moer o russo que quando rolasse o chão provavelmente ele iria dormir em cima do americano ,como sempre só o pai fala essas abobrinhas e para mídia russa ,Nurma fica mudo depois dos compromissos fora da jaula,tática interessante ...
  6. Sei lá ,pra mim continua tudo ótimo para o UFC caso o Ferguson vença ,podem casar Conor x Ferguson pela cinta,revanche imediata (sou contra mas é muito possivel) Nurma x Conor ,Feguson x Justin ,todas vão vender muito e o careca vai continuar enchendo os bolsos !
  7. Pai de Nurmagomedov quer duelo com Mayweather com regras especiais Pai do campeão dos leves quer que astro da Nobre Arte aceite duelo com um round de MMA após 11 de boxe Por Combate.com Não é só Conor McGregor que sonha em um novo duelo com Floyd Mayweather. Pai do campeão dos leves, Khabig Nurmagomedov, Abdulmanap Nurmagomedov revelou ao site russo “Tass.ru” o desejo de ver seu filho enfrentando o astro do boxe, mas com uma regra especial. - Mayweather tem um currículo de 50 vitórias e nenhuma derrota. Ele é o maior no boxe e quer lutar com o mesmo campeão que não perde uma única luta, que é o Khabib. Tudo está certo, mas agora nós temos o Tony Ferguson pela frente. Nós oferecemos qualquer dia, em qualquer lugar, com uma única condição: 11 rounds de boxe e um de MMA. Nós vamos ficar 11 rounds em pé contra o melhor boxeador, então por que não fazer um round nas regras do MMA conosco? Khabib Nurmagomedov defenderá seu título dos leves no dia 18 de abril contra Tony Ferguson no UFC 249.
  8. Empresário revela motivo para Tyron Woodley ter aceitado luta com Edwards em Londres Ag Fight Apesar da relutância inicial, Tyron Woodley cedeu e aceitou enfrentar Leon Edwards em território inimigo, na luta principal do UFC Londres, marcado para o dia 21 de março. O longo período sem competir e a intensa movimentação recente da divisão fizeram o americano mudar de ideia, de acordo com seu empresário, Abraham Kawa. A última vez em que Tyron pisou no octógono mais famoso do planeta foi no dia 2 de março de 2019, quando foi superado por Kamaru Usman e, consequentemente, perdeu o cinturão meio-médio (77 kg) do Ultimate. Desde então, Woodley sofreu com uma lesão na mão e viu a categoria na qual reinou soberano durante anos ser movimentada por um grande ano de Jorge Masvidal, pela confirmação de Usman como campeão indiscutível após nocautear Colby Covington, e também pelo potencial interesse de Conor McGregor em concorrer pelo título até 77 kg. Para seu agente, a vontade do americano de não perder território fez com que ele mudasse de ideia e aceitasse encarar o quarto colocado no ranking da divisão em seu país natal. “Acho que Tyron olhou para o panorama (da divisão), e disse para si mesmo: ‘Ok, eu tenho que voltar para o bolo’. Nós esquecemos, Tyron sempre lutou com o concorrente número um, todas as vezes. Nós estamos vivendo em um período em que todo mundo está desafiando a grande superestrela, escolhem quem está ok para (disputar o título), e quem não está”, cutucou Abraham Kawa, antes de completar. “Ele está (pensando) somente: ‘Eu vou matar as pessoas’. É aí que Tyron está mentalmente agora. Ele quer ser esse assassino. Ele vai ser esse matador, então eu não acho que importa quem, onde e o que. Não importa mais para ele. Ele quer lutar”, revelou o empresário, ao site ‘MMA Junkie’. O empresário ainda minimizou o impacto que a luta em território inimigo possa causar no seu cliente. De acordo com ele, Woodley possui mais fãs do que Leon Edwards em seu próprio país de origem. Para Kawa, a situação será similar a que passou Jorge Masvidal em 2019, quando enfrentou o também britânico Darren Till na Inglaterra. “Leon, eu acho, tem o mesmo problema que Kamaru (Usman). As pessoas não se identificam com eles. É muito difícil para eles venderem pay-per-view. Grandes lutadores, eu não estou negando suas habilidades, não estou os criticando (como lutadores). Estou dizendo quando Tyron tem mais fãs do que o próprio país da pessoa… Eu disse a Tyron: ‘Se você for a Londres e nocautear Leon, você vai fazer a mesma coisa que Jorge Masvidal fez um ano atrás’. A única diferença é que Masvidal entrou lá e tirou os fãs de (Darren) Till, enquanto Tyron está indo para Londres e está dando fãs para Leon”, concluiu o agente. Tyron Woodley conquistou o cinturão dos meio-médios em julho de 2016, ao nocautear o então campeão Robbie Lawler, no UFC 201. O americano – que possui 19 vitórias, quatro derrotas e um empate – manteve o título da divisão até março do ano passado, quando foi superado por Kamaru Usman, atual campeão até 77 kg.
  9. Dana White revela condições para Adesanya conseguir superluta contra Jon Jones Ag Fight Desde que se tornou campeão do peso-médio (84 kg) do Ultimate, em outubro de 2019, Israel Adesanya não tem papas na língua para provocar Jon Jones, detentor do cinturão dos meio-pesados (93 kg) e contra quem almeja uma superluta no futuro. No entanto, no que depender do presidente da organização, Dana White, o nigeriano precisa passar por muitas etapas para poder sonhar com um confronto diante de ‘Bones’. Em entrevista ao ‘Submission Radio’, o mandatário da franquia adiantou que Adesanya primeiro precisa vencer cerca de três lutas, mantendo seu título, antes de cogitar uma disputa contra Jones. Entretanto, Dana admitiu que não gostaria que o nigeriano subisse de categoria e afirmou que prefere que ele se mantenha em alto nível em sua divisão de origem. “Israel está no caminho se vencer (Yoel) Romero e depois (Paulo) Costa. Se ele vencer Costa, também vai aparecer mais algum adversário que faça sentido. Acontecendo esta luta, e ele vencendo, então pode começar a falar sobre Jon Jones, caso o Israel realmente queira essa luta”, disse o mandatário, emendando. “Mas se você me perguntar o que eu acho, ele deveria ficar onde está. Enfrentando esses caras pelo tempo que puder e, dessa maneira, construir um legado fenomenal”, completou o cartola. No próximo dia 7 de março, o nigeriano enfrenta Yoel Romero, em sua primeira defesa de cinturão dos médios, no UFC 248. Já Jon Jones, no dia 8 de fevereiro, também busca manter sua coroa dos meio-pesados em duelo contra Dominick Reyes, na luta principal do UFC 247.
  10. UFC anuncia duelo entre Glover Teixeira e Anthony Smith para o dia 25 de abril Ag Fight Nesta sexta-feira (24), o UFC anunciou, através de suas redes sociais (veja abaixo ou clique aqui), o confronto entre dois meio-pesados (93 kg) que buscam uma nova chance de disputar o cinturão da categoria. Em boa fase, o veterano Glover Teixeira encara Anthony Smith no dia 25 de abril, no evento marcado para a cidade de Lincoln, no estado de Nebraska (EUA). Em dezembro, durante entrevista ao site ‘MMA Junkie’, Anthony Smith sugeriu o nome do brasileiro como um possível próximo adversário. O desafio foi respondido por Glover, que em entrevista exclusiva à Ag. Fight deu seu aval para o agendamento do duelo. Vindo de três triunfos consecutivos, sendo dois por finalização, Glover Teixeira busca se reaproximar do topo do ranking dos meio-pesados para pleitear uma nova chance pelo cinturão da categoria. Atualmente na nona posição na lista, o mineiro teve sua chance de conquistar o título em abril de 2014, mas acabou derrotado por pontos pelo campeão Jon Jones. Já Anthony Smith conquistou seu title shot após abandonar o peso-médio (84 kg) e se estabelecer nos meio-pesados com três expressivos triunfos consecutivos, sobre Rashad Evans, Maurício ‘Shogun’ e Volkan Oezdemir, respectivamente. No duelo contra Jon Jones pelo cinturão, realizado em março de 2019, o americano – que ocupa atualmente a terceira posição no ranking até 93 kg – acabou derrotado na decisão unânime dos juízes. Em sua última apresentação, ‘Lionheart’, como é conhecido, superou o sueco Alexander Gustafsson por finalização. Ativo no MMA profissional desde 2002, Glover Teixeira, de 40 anos, acumula 30 vitórias e sete derrotas em seu cartel. Por sua vez, Anthony Smith, de 31 anos, possui 32 triunfos e 14 reveses na carreira.
  11. Excelente análise, aquele Cigano antes da revanche para o Cain era outro lutador, movimentação de médio lutando nos pesados ,batia e não era atingido na maioria das vezes ,com certeza podia fazer carreira só no boxe, Cain acabou com ele ,dentro e fora do cage!
  12. Mister Abdul ,faz exigência de grana quem faz grana para o evento, você sabe que essa luta vai rolar e também está certo em valorizar o filho, se o Dana não gostar quem falou foi o pai e não o Nurma, boa estratégia !
  13. Não quis perder o camp ,dá pra entender, mas a Randa é uma adversária mais complicada de lutar, tem que vir com a defesa de quedas em dia e o cardio também!
  14. Eder Jofre55

    Nurmagomedov vs Fergunson em números

    Tá todo mundo careca de saber que ele toma sufoco na maioria das lutas ,faz parte do estilo do cara ,ele não fica se preservando e com isso se arrisca, do jeito que você colocou me pareceu sim querer diminuir as vitórias dele ,tomou sufoco sim e daí, só faltou dizer que perderia do Rafael se o dedo no olho (involuntario )não tivesse entrado, quem saiu com a mão levantada depois de doze combates consecutivos foi ele e não quem deu KD ,montou nas costas alguém acha que perdeu etc... Certeza que quando perder não vai faltar especialista dizendo que o cara era superestimado, é fim de carreira e outras pérolas, como vemos toda hora por aqui! Se quer fechar o portal entra em contato com o dono e faz o pedido, eu discordar da sua opinião e você da minha faz parte do jogo ,desde sempre no PVT !
  15. Eder Jofre55

    Nurmagomedov vs Fergunson em números

    Ferguson e Conor são os caras que melhor representam o entretenimento-show-negócios no mundo das lutas atualmente ,o americano ainda leva vantagem por ir pra cima como se não houvesse amanhã ,se expõe com isso mas não faz luta chata nunca ,doze vitórias consecutivas ,sete premios de luta da noite ou performance e ainda tem quem desmereça com o papo de ,ha mas ele leva KD contra esse e aquele ,fulano pegou a luta em cima da hora entre outras ,nada contra o russo ,campeão legitimo ,mas prefiro dez vezes caras como Ferguson ,não é gostar de sangue ,o cara tem muita técnica ,só não entra pra lutar na segurança e sair com o rosto limpinho ! Pode até perder ,se cortar bem a cara do Nurma e colocar o carrapato em apuros já me dou por satisfeito !