Lucas Timbó

Membros
  • Content Count

    5961
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutra

1 Follower

About Lucas Timbó

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Sobre o Ferguson, ainda acho que é o único lutador dos leves que pode vencer o Khabib. É um cara porradeiro, queixo de aço, gás infinito, resistente ao extremo, com ótimo psicológico, trocação perigosa mesmo não tendo lá muita técnica se utiliza muito da grande envergadura, além de uma guarda ativa e flexível com bons ataques, principalmente triângulos de mão, fora os danos que causa aos adversários com aqueles cotovelos que parecem facas Porém é um lutador bem vulnerável, que em basicamente todas as suas lutas levou algum atraso consistente do oponente. Contra o Castillo pra muitos perdeu a luta, contra o Trujillo levou KD, contra o Barboza que pegou a luta com poucos dias tava tomando um belo atraso até o brasileiro cansar, contra o RDA tava sendo dominado em pé até dar uma dedada feia no olho do brasileiro, contra o Vannata bem menor e mediano levou uns 3 KD, contra o Pettis tomou KD tbm, contra o Lee foi quedado e montado com facilidade, enfim, é um cara muito plástico, mas vulnerável tbm. Até que ponto isso pode ser negativo contra um lutador como o Khabib, um dos mais sólidos do MMA e que correu poucos riscos até hoje?
  2. É muito difícil achar defesas contra as quedas do Khabib, pq ele varia tudo, freestyle, greco, judô e sambo. Se numa entrada não acha a queda, já tem a possibilidade de variar pra outra Contra o RDA defendeu uma queda já variando pra um Osoto Gari perfeito, contra o Barboza tava tentando quedar no double e depois variou pro Ouchi Gari, contra o MJ quedou partindo do freestyle clinchando e colocando um gancho entre as pernas do americano, contra o Iaquinta partiu quedando do single, contra o Conor idem. Contra o Poirier achei absurdo um movimento dele em que o Poirier tenta se sair das costas movendo o quadril pro lado e catando uma perna, sendo que o Khabib acompanha perfeitamente Sterling explica essa movimentação:
  3. Um lutador pra ser considerado um dos maiores da história de uma categoria tem que ter no mínimo defesas de cinturão. Acho meio absurdo considerarem o Ferguson top 3 da história dos leves
  4. Curioso ele dizer que foi o Ferguson, visto que ainda venceu dois rounds e tava claramente superior até aquela dedada absurda do Ferguson entrar no olho dele
  5. Lucas Timbó

    Moicano X Hadzovic - UFC Brasília

    Hadzovic é daqueles porradeiros que batem pesado, mas no geral é um cara limitado. Foi amarrado pelo Nuguete, inclusive. Moicano deve fazer uma luta estratégica usando o grappling
  6. Lucas Timbó

    Wallid x Renzo: sai ou não sai?

    Renzo claramente peidou, ficou realmente feio pra ele. Botou a maior banca dizendo que ia invadir 'acadimia', meter a porrada, o Wallid chamou, tentou organizar até um evento com ppv, daí o Renzo deu pra trás inventando maior historinha
  7. Não tem nada de bizarro, é um treinamento pra defesa de quedas quando se defende do double leg, principalmente
  8. Tem minha eterna torcida contra. Puta troço insuportável essa coisa de inventar desculpa pra derrota, chega a ser patético
  9. 'Ele precisa provar que é um campeão ou não. Não ganhou de ninguém ainda. Se ele quiser realmente provar que é um campeão, lute comigo.' kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk que sujeito idiota, pqp
  10. Lucas Timbó

    Rodolfo Vieira lutará contra russo em março no UFC 248

    Quem faz, ou pelo menos fazia isso, era o Dedé com a NU
  11. Lucas Timbó

    Rodolfo Vieira lutará contra russo em março no UFC 248

    Como eu havia dito, ele é de mediano pra fraco mesmo. Lutador que se baseia mais na raça do que qualquer coisa, pq no geral é limitado em tudo. Creio que o Rodolfo seja mais forte fisicamente inclusive
  12. Foi recente a ida dele pra ATT. Ele e Marlon vazaram do Cachorrão, se mudaram pra ATT até pela questão do clima Eu acho a ATT uma academia com ótima estrutura, mas sem uma base realmente boa pra acompanhamento de lutadores
  13. É isso mesmo, Barboza tem uma boa defesa de quedas no geral, tanto que até enfrentar o Khabib tinha aproveitamento de 86%. O problema é que quando ele enfrentar um wrestler, joga acuado, se colocando na grade, o que facilita o trabalho do oponente com as quedas, mas o sprawl dele é muito bom, por exemplo
  14. Nesta terça-feira (31), o Rizin promoveu seu evento de fim de ano na Saitama Super Arena, no Japão, com disputas de cinturão e a definição do Grand Prix peso-leve (70 kg) da entidade, que contava com a participação dos brasileiros Patricky ‘Pitbull’ e Luiz Gustavo. E na final do GP dos leves, ‘Pitbull’ acabou derrotado por Tofiq Musaev, do Azerbaijão, na decisão unânime dos juízes. Nas semifinais, ‘Pitbull’ precisou de apenas 28 segundos para superar Luiz Gustavo via nocaute técnico. Agressivo desde o início, o potiguar mostrou mãos rápidas para levar o compatriota ao solo com golpes potentes e finalizar o serviço com um ‘tiro de meta’, permitido nas regras da organização japonesa. Já Tofiq Musaev derrotou o ex-UFC Jhonny Case na outra semifinal, também por nocaute técnico no primeiro assalto do combate. Apesar do favoritismo atribuído ao brasileiro antes da final, Musaev utilizou bem a estratégia montada para sair vitorioso após três rounds nas papeletas dos jurados. O lutador do Azerbaijão combinou bons momentos na trocação com boas quedas, utilizando seu wrestling, para garantir a conquista do GP peso-leve do Rizin. Outro brasileiro presente no card do evento desta terça-feira, John ‘Macapá’ Teixeira foi derrotado por Mikuru Asakura. Assim como o veterano ex-UFC CB Dollaway – que driblou a suspensão de dois anos imposta pela USADA (agência antidoping americana) –, e acabou nocauteado pelo campeão Jiri Prochazka, em disputa válida pelo cinturão meio-pesado (93 kg) do Rizin. https://agfight.com.br/patricky-pitbull-perde-final-do-gp-peso-leve-do-rizin-para-atleta-do-azerbaijao/
  15. Revelação do peso-galo russo, Petr Yan não está nem um pouco satisfeito com Henry Cejudo, atual campeão da categoria. Em entrevista ao site "BJPenn.com", o lutador disse ter perdido todo o respeito pelo americano após ter ouvido que ele havia pedido para colocar seu cinturão em disputa contra José Aldo mesmo após a derrota do ex-campeão peso-pena diante de Marlon Moraes no UFC 245. Na opinião de Yan, que tem um cartel profissional de 14 vitórias e apenas uma derrota, e venceu as seis lutas que fez no UFC, Aldo não merece disputar o título sem jamais ter vencido uma luta na categoria, e também por vir agora de duas derrotas seguidas - o amazonense havia sido derrotado por Alexander Volkanovski na luta anterior a que encarou Moraes. - Perdi todo o respeito por Henry Cejudo. Ele não quer defender seu cinturão contra o desafiante número um de verdade. Ele prefere enfrentar um lutador sem nenhuma vitória no peso-galo e que vem de duas derrotas seguidas, além de estar longe do auge. O UFC não deveria apoiar esse tipo de coisa se quiser manter a relevância do seu cinturão. Honestamente, isso é ruim para o esporte. O russo também fez uma brincadeira com o apelido que Cejudo se deu ("Triplo C"), por conta dos dois cinturões do UFC e do ouro olímpico no wrestling em Pequim-2008. O americano costuma dizer que conquistou a "Tríplice Coroa" do mundo das lutas, que em inglês se traduz por "Triple Crown". Yan chamou Cejudo de "Triple Clown", ou "Palhaço Triplo". - Ele é o "Palhaço Triplo" que vem tentando transformar o nosso esporte em um circo. Cejudo sabe que sou uma luta péssima para ele, e é por isso que ele vem tentando me evitar. Eu amo lutar e aceito qualquer um que mereça me enfrentar. Não importa se vou varrer a divisão antes ou depois de conquistar o cinturão. Só garanto uma coisa: jamais vou pedir para lutar contra alguém que venha de derrota. https://globoesporte.globo.com/combate/noticia/petr-yan-detona-henry-cejudo-por-pedir-luta-pelo-cinturao-contra-jose-aldo-palhaco-triplo.ghtml