Ultimate Fighter

Membros
  • Content Count

    428
  • Joined

Community Reputation

0 Neutra

About Ultimate Fighter

Recent Profile Visitors

2579 profile views
  1. Em busca de um adversário para seu próximo compromisso no octógono do Ultimate, Khamzat Chimaev tem utilizado suas redes sociais e qualquer aparição na mídia para desafiar alguns dos principais nomes das divisões meio-médio (77 kg) e peso-médio (84 kg), categorias nas quais atua. Até então sem sucesso em sua empreitada, a nova sensação do UFC parece, enfim, ter conseguido chamar a atenção de um importante nome do plantel da entidade. Na última semana, Chimaev afirmou, através de publicação em sua conta no ‘Twitter’ (veja abaixo ou clique aqui), que Stephen ‘Wonderboy’ Thompson e Chris Weidman teriam recusado propostas do UFC para enfrentá-lo. Apesar de demorar alguns dias, o ex-campeão do peso-médio aparentemente tomou ciência da alegação e rebateu o russo naturalizado sueco. Pela mesma rede social (veja abaixo ou clique aqui), o americano se mostrou disposto a encarar a jovem promessa e, inclusive, sugeriu uma data para o confronto. “Eu só quero que meus fãs saibam e as pessoas que me apoiam que o UFC me ofereceu Wonderboy (Stephen Thompson) e ele recusou, na 77 (kg), e também Chris Weidman, no 84 (kg), que também recusou. Eu estou vindo para todos”, escreveu Khamzat, no último dia 9. “Esse cara Chimaev precisa aprender a ser humilde, (eu) adoraria fazer isso. Janeiro, eu estou dentro! UFC faça isso acontecer”, respondeu Weidman. No UFC desde julho deste ano, Khamzat Chimaev conquistou três dominantes vitórias em suas primeiras apresentações pela principal liga de MMA do mundo, todas no curto período de dois meses, duas delas com apenas dez dias de diferença, novo recorde da entidade. A postura extremamente confiante e o desempenho dentro do octógono lhe renderam apelo na mídia e entre os fãs, além de garantir a ele, de acordo com Dana White – presidente do Ultimate -, a chance de liderar um card do evento em seu próximo compromisso, provavelmente contra um rival ranqueado. Por sua vez, Chris Weidman vem de importante vitória sobre Omari Akhmedov, em agosto deste ano, no seu retorno à divisão até 84 kg, após rápida e frustrada passagem pelos meio-pesados (93 kg). O triunfo quebrou a sequência de duas derrotas por nocaute consecutivas, sofridas pelo ex-campeão dos médios, décimo colocado no ranking da categoria. https://agfight.com/noticias/weidman-su ... r-humilde/
  2. Cara o borrachinha atacando não é um cara ruim, ficou essa impressão depois da luta com o Adesanya, mas ele troca direitinho. Eu não acho o Rumble uma promessa no MMA, já ao borrachinha é, borrachinha teve uma evolução rápida que impressionou até lutadores profissionais até perder pro Adesanya. O Rumble bate pesado, luta bem mas não é um cara que promete muito, pode derrubar qualquer um com um soco, mas é se não derrubar?o que lhe resta?Vitor Belfort em pé obrigou o Rumble a levar pro chão senão ia apanhar adoidado. O borrachinha já mostra um talento razoável pra coisa, só precisa focar. Romero é tão ogro quanto o Rumble, e não me lembro de alguém bater de frente com o Romero em condição de igualdade no quesito força e explosão como o Borrachinha fez, nunca vi o Romero sendo caçado e acuado na grade como ficou naquela luta. Essa derrota pro Adesanya foi humilhante, borrachinha amarelou, sentiu a pressão , fez palhaçada durante a lura pra disfarçar mas isso não apaga o que ele fez antes de enfrentar o Adesanya. É aquilo, tem que por a cabeça no lugar, focar em aprender cada vez mais, tapar buracos no seu jogo e merecer novamente o respeito dos "fãs" ao invés de bater boca com lutador pelo Twitter.
  3. Chimaev ironiza nível de Darren Till e reforça desejo de encarar Demian Maia A busca do Ultimate por um novo adversário para Khamzat Chimaev continua a pleno vapor. Apesar de não ter nenhum compromisso na ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi (EAU), o sueco está no local, tanto que concedeu uma entrevista coletiva na última quinta-feira (15). Como não poderia ser diferente, o tema sobre sua próxima luta foi o mais abordado. Após recentemente o lutador ter revelado negativas de Stephen Thompson e Chris Weidman, agora Chimaev foi questionado sobre um possível duelo contra Darren Till, no peso-médio (84 kg). No entanto, o sueco surpreendeu e ironizou o inglês, que atualmente é o número seis do ranking e que em dezembro encara Jack Hermansson. “Esse cara é legal, mas não é o meu nível. Vou derrubá-lo, vou esmagá-lo. Eu disse a ele, venha para Abu Dhabi, estou esperando por você”, disparou Chimaev, que acumula três vitórias seguidas no Ultimate, sendo duas por nocaute e uma por finalização. Outro nome que já foi ventilado até por Dana White, presidente do UFC, para ser o próximo oponente de Chimaev é Demian Maia. Ao que tudo indica, esse rival tem a aprovação do sueco, que também fez questão de provocá-lo. “Quero lutar com o Demian Maia. Pode ser que eu o estrangule e pegue a faixa-preta (de jiu-jitsu), veremos. Se ele quiser lutar comigo, estou pronto” Desde que estreou no Ultimate, em julho deste ano, Khamzat Chimaev venceu seus três primeiros compromissos com pouco mais de dois meses e sempre de forma soberana, com nocaute ou finalização. O último triunfo veio ao nocautear Gerald Meerschaert aos 17 segundos de luta, no UFC Las Vegas 11, que aconteceu no dia 19 de setembro. https://agfight.com/ufc/chimaev-ironiza ... mian-maia/
  4. Depois de três vitórias avassaladoras em suas primeiras apresentações no UFC, Khamzat Chimaev caiu nas graças de Dana White, presidente da organização. Por isso, o mandatário prometeu ao sueco um próximo adversário ranqueado e um main event no fim deste ano. Porém, até o momento, a missão de convencer algum atleta deste patamar para enfrentar o europeu não parece fácil. Em coletiva de imprensa em Abu Dhabi (EAU), o lutador o momento que atravessa no Ultimate. Apesar da boa fase, o sueco reclamou dos rivais que se negaram a enfrentá-lo com a justificativa de ele ainda não fazer parte do ranking oficial da franquia. Anteriormente, Chimaev revelou que Stephen Thompson e Chris Weidman, ex-campeão do peso-médio (84 kg), recusaram um duelo com ele. “Estou esperando alguém. Muitos caras falam: ‘Ele não está entre os dez melhores, ninguém o conhece’. Todo mundo fala sobre mim. Como podem dizer isso, que ninguém me conhece? Acho que eles estão com medo”, disparou o lutador, antes de completar. “Para mim, não importa. Eu quero lutar. O cinturão está chegando. O que eles vão fazer? Eu acabo com todos os meus rivais. Eles têm que me dar esse cinturão”, concluiu. Nova sensação do UFC, Khamzat Chimaev venceu seus três primeiros compromissos no Ultimate com pouco mais de dois meses, sempre de forma soberana, com nocaute ou finalização. O último triunfo veio ao nocautear Gerald Meerschaert aos 17 segundos de luta com apenas um golpe, no UFC Las Vegas 11, que aconteceu no dia 19 de setembro. https://agfight.com/noticias/chimaev-ac ... -com-medo/
  5. Dificil essa revanche acontecer, cyborg afinou na minha opinião saindo do UFC. Uma candidata a nova estrela do mma feminino brasileiro caso as duas se aposentem é a Amanda Ribas, que acabou de entrar pro top 10 da sua categoria, vejo ela como uma futura substituta ao posto de grande estrela, outra promessa é a Mackenzie Derm.
  6. Tudo na vida tem um preço, borrachinha está pagando o preço pelas tiradas pesadas que fez com o Adesanya, essas zuadas duraram muito tempo, na época eu não comentava mas me colocava no lugar do Adesanya e dava aquela embrulhada no estômago bicho, borrachinha foi muito insistente nas provocações. Por outro lado o Rumble cedo ou tarde vai colher o que ta plantando com essa declaração "pesada" sobre o borrachinha. Em um eventual confronto entre os dois, com o borrachinha focado, disposto a matar ou morrer e sem a vaidade de querer trocar porrada mesmo levando a pior( tem que levar pro chão ) vejo certa vantagem dele contra Antony Johnson. Vão dizer que é viagem, que o Rumble da "dois" do borrachinha, mas não se esqueçam que esqueçam ele trocou porrada franca com o Romero e não fez feio, nem o próprio Adesanya se arriscou com o Romero. Tô começando a torcer pro borrachinha, negou tá tratando o cara como se tivesse cometido um crime ediondo, que Deus ilumine seu caminho e ele volte a focar só em treinar, de preferência sem câmeras em sua volta.
  7. O khahib realmente não gosta do Connor. Mas acho que um motivo que ele não citou é a possibilidade de perder em uma revanche. Acho que o Connor lutou muito bem na primeira luta e pode engrossar mais ainda o caldo em um segundo confronto. Isso se ele levar a serio e esquecer um pouco o trahs talking.
  8. Curioso como esse urso tinha técnica pra quedar o khahib, rolou até um single leg
  9. Não avaliei o Ferguson por uma luta, citei a surra que ele levou do justin pois estava mais fresca na memória, mas dei uma olhada nas vitórias do Ferguson, os nocautes dele, sem dúvida ele é um guerreiro, tem raça, tem um chão arisco etc, mas definitivamente em pé ele não se movimenta com fluidez, é meio descordenado, mesmo nas vitórias pude perceber isso, quando pegou o Justin gaeth, um cara que não se intimidou com seus socos, esse jeito desengonçado do Ferguson em pé ficou mais "evidente". Mas ele não deixa de ser um grande lutador de MMA. Agora falando sobre o khahib, veja esses trechos da luta dele contra o poirier, me diga se ele não tem punch, e ainda tá evoluindo, mostrou calma ao escapar dos ataques certeiros do poirier, se virou bem pra um wrestler considerado quase "unidimensional" por alguns.
  10. Khahib tem punch e em uma troca de golpes meio maluca ainda que não dure muito a mão dele pode entrar, o Justin é meio brigador as vezes, gosta de dar a cara pra bater. E quanto ao fato do khahib ter mais cordenação e golpes mais alinhados do que o Ferguson eu não tenho duvidas disso, pelo menos Ferguson que eu vi dando narigadas na mão do justin gaeth parecia até um leigo em pé, bicho totalmente sem cordenação, não entendo quando dizem que ele seria o grande perigo pro khahib, só se for no chão fazebdo guarda, vou rever algumas lutas do Ferguson pra opinar melhor, mas a apresentação dele contra o Justin me deu a impressão que qualquer kickboxer mediano espanca ele em pé.
  11. ‘Dudu’ Dantas explica saída do Bellator e mira vaga no UFC: “Desafio para mim” Ci Sem lutar desde junho de 2019, ‘Dudu’ Dantas surpreendeu ao anunciar que não fazia mais parte do plantel de atletas do Bellator. Ex-campeão dos pesos-galos (61 kg), o brasileiro revelou que teve seu contrato encerrado com a liga no início deste ano e que está aberto para negociar com qualquer outro evento. E o atleta não demorou para eleger o ex-rival UFC como seu favorito. No entanto, antes de revelar os motivos de sua preferência pelo Ultimate, ‘Dudu’, em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight, fez questão de explicar como foi sua saída do Bellator. De acordo com o relato, ele, após ser nocauteado por Juan Archuleta em sua última apresentação, decidiu ficar um tempo afastado das lutas para voltar sem lesões. Porém, quando estava pronto para retornar, teve uma surpresa. “Depois da minha última luta, decidi procurar um médico para ver se podia lutar logo. Ele me aconselhou a ficar um mês sem tomar pancada na cabeça (devido ao nocaute sofrido) e decidi seguir os conselhos dele. Acabou que não fiz uma luta no fim de novembro e logo em janeiro eu viajei. Depois teve a pandemia em março. Nessa época eu fui pegar meu contrato e vi que ele tinha acabado. Conversei com o ‘Dedé’ (Pederneiras) e decidi não negociar com eles para deixar como está”, afirmou o atleta, antes de completar. “Teve a pandemia e eles não falaram nada, então achei que estava na hora de anunciar isso. Dar uma satisfação para a galera que acompanha meu trabalho. Fiquei nove anos no Bellator, tenho uma história grande, fui campeão. Quero coisas novas e que me motivem mais para que eu possa levantar cedo e correr atrás do meu sonho. Estou pronto para negociar com qualquer outro evento”, finalizou o carioca de 31 anos. Livre no mercado depois de tantos anos defendendo a bandeira do Bellator, o atleta da ‘Nova União’ adiantou que pretende se testar no principal evento de MMA do mundo. Aberto a negociações e após revelar que já negou uma proposta de outra liga, ‘Dudu’ destacou sua confiança de que pode fazer sucesso no UFC e que está pronto para o novo desafio na carreira. “Ainda estou estudando. Vou sentar com o ‘Dedé’ para ver o que acha. Temos algumas propostas e ver o que o futuro reserva para a gente. Mas sim (o desejo é lutar no UFC) e vou explicar o motivo. Nós somos movidos por desafios e se não tem desafio não tem crescimento. Lá tem grandes desafios para mim. Tem o (Petr) Yan, que é o campeão, que ganhou do Aldo e já treinou com a gente. Tem o Marlon Moraes, o Junior (José Aldo) que é meu irmão, meu parceiro. Ele me dá muita força e me dá inspiração. É um lugar que meu coração vai bater mais forte. Vai fazer com que eu evolua mais”, explicou. Apesar de ainda não saber qual será sua futura casa, Dantas tem uma certeza: quer lutar ainda este ano. O brasileiro afirmou a vontade de recuperar o tempo perdido longe dos cages, mas pregou cautela para não decidir seu futuro com afobação. “Pretendo lutar esse ano. Estou com muita vontade de lutar. O corpo necessita daquela adrenalina. Estou treinando desde o camp do (José) Aldo antes da luta com o Marlon (duelo que aconteceu em dezembro de 2019). Estou com muita apetite. Só temos que negociar para ver o que é melhor e não cometer o mesmo erro de aceitar qualquer coisa”, concluiu o lutador que possui 21 vitórias e sete derrotas no MMA. https://agfight.com/entrevistas/dudu-da ... -para-mim/
  12. Em relação a luta, se o Justin que entrar pra enfrentar o khahib for o mesmo que fez aquele lutao com o Contra Palomino tem grandes chances de ganhar. Mas eu não me surpreenderia se o khahib vencer nocauteando em pé, khahib tá evoluindo nessa área e tem punch tb. Na minha opinião o khahib em pé é melhor e mais coordenado socando do que o Ferguson, alem de bater mais forte, creio que ele oferecerá mais perigo ao Justin em pé do que o Ferguson representou.
  13. Sim, me refiro aos fãs, a luta nem aconteceu e já tem gente se apegando nisso. Khahib dificilmente dará Desculpas e já se mostrou insatisfeito com as perguntas frequentes da imprensa de como ta sendo lidar com a perda do pai.
  14. Acho o borrachinha talentoso, mas na trocacao precisa evoluir tecnicamente, mas creio que ele não nasceu com o dom pra desenvolver um refino técnico, vai ser mais um brigador mesmo, adesanya e Anderson silva só são técnicos pq eram fracos e leves no inicio de carreira, não restava outra coisa ah não ser desenvolver a técnica, vejo o borrachinha fazendo sombra no Instagram e acho ele bem meia boca, corpo meio duro, e o cara fica se olhando no espelho não pra corrigir os movimentos e sim pra se admirar, parece ser meio vaidoso. Alguém tem que dizer pra ele que ele não é um bom trocador, pelo menos não o suficiente pra trocar com um striker de ponta.