Vitor Azevêdo

Qual a primeira lembrança de MMA dos foristas?

Recommended Posts

9 horas atrás, NEGO DÁGUA disse:

Ate hj eu fico em dúvida  como era antigamente  essa lutas tinha alguma veracidade?

As do Ted Boy e Fantomas sim, eram escancaradamente fake, muito teatrais. As do Bushido me encanaram no princípio! Eu era meio verde e inocente e me impressionava com o tamanho do falecido Gary Albright (350 lb - 160 Kg) quando lutava contra o astro do Bushido, o Takada - que veio a perder do Rickson tempos depois.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Legal essa postagem, dá uma grande nostalgia... Lembro que conversava com alguns amigos na academia em meados de 2004, aí não tinha TV à cabo, procurava na internet as lutas e lembro que as primeiras que baixei foram a primeira do Wand x Rampage e a do Minotauro x Bob Sapp, fiquei impactado com essas lutas e comecei a ir pesquisando tudo em relação à MMA/Vale Tudo, ali pra 2006 descobri o fórum aqui e comecei a acompanhar e ler tudo que era publicado aqui e de lá pra cá acompanho bastante...

Share this post


Link to post
Share on other sites

meados dos anos 90 uma amigo emprestou uma vhs gravada com o UFC 6 eu acho...a final foi Tank e Oleg...depois vi as outras fitas com royce, ruas, vitor, vale tudo na band ...depois veio a era do pride, em 2004 conheci o PVT ai fiquei mais antenado nos detalhes.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu chegando em casa com a fita VHS do UFC1, meu pai no inicio dizendo que era "telequete" , mas depois das porradas valendo, ficamos vidrados assistindo. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

UFC 1, vendo o Royce Gracie passar o carro geral. Treinava judo na época, mas o Jiu Jitsu, apesar de saber que existia, nunca tinha visto em ação mesmo. Lembro que na época tinha umas revistas especializadas e vira e mexe rolva desafio do Ralph e Renzo Gracie contra uns malucos do Hapkido, algo do tipo. Início dos anos 90, moleque de tudo (41 anos hoje), ficava vidrado nessas paradas.

Ainda acreditava que ninjitsu funcionava, que era a arte mais mortal do mundo kkkkkkkkk.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Abril de 1995, estava viajando na Califórnia, hospedado em um hotel em Carmel, praia entre San Francisco e LA. 

Ligo a TV e ali está passando uma luta entre um magrinho de kimono e um brutamontes, ambos enroscados no chão. 

Logo em seguida, Uma luta entre um bigodudo fora de forma e um outro cara, ambos acabando na mesma posição. 

As lutas? UFC 5, Royce Gracie x Shamrock e Dan Severn x Oleg Taktarov. 

Um ano depois, entrei no jiu jitsu. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

UFC 1, 1993, eu tinha uns 10 anos, a cena mais impactante foi uma luta do Pat Smith contra um branquelo do hapkido que entrou pra lutar com uma calça e camiseta regata preta, começou a luta e o Pat Smith mandou um pisão no peito que fez o cara do hapkido voar um metro pra trás e cair atordoado, em seguida o Pat montou e deu uma saraivada de socos e cotoveladas que deixaram o cara completamente destruído,  foi bem pesado ver aquilo.

Mas o Royce dominou o Pat Smith como se o negao fosse uma mulher chiliquenta, na minha visão de criança eu achava que o Royce era forte pra caralho pela facilidade que dominava os gigantes. Um ano depois entrei no Jiu-jitsu com o mestre Sérgio Gós, um senhor que já devia ter seus 50 anos, fazia parte de uma turma de mestres aqui de SP do Octávio de Almeida.

Depois descobri um fórum da revista tatame, o ano era 1996, ou 97 não lembro bem, mas tinha uma galera boa que entendia bem de luta além de umas figuras, tinha um sujeito de Nick "Colorado" que se dizia da capoeira e desafiava todo mundo no fórum e o pessoal pegava pilha, quando o fórum fechou todos migraram pro fórum do Magapi  que rapidamente virou  a melhor e principal fonte de notícias sobre "vale tudo", o auge do fórum durou até 2001, mas lembro que em 1999 descobri o site portal do Vale Tudo, que já demonstrava potencial que ia crescer, tinha um fórum com um layout bacana mas quase nenhum participante, acho que só dois caras postavam, um tal de Pride-Mateus e Marcos Lamenha, com a decadência do fórum do Magapi em 2000 pra 2001 todos que eram de lá foram  migrarando pro PVT, e provavelmente tem gente daquela época aqui ainda.

Edited by Ultimate Fighter

Share this post


Link to post
Share on other sites
21 horas atrás, Valderazzi disse:

Abril de 1995, estava viajando na Califórnia, hospedado em um hotel em Carmel, praia entre San Francisco e LA. 

Ligo a TV e ali está passando uma luta entre um magrinho de kimono e um brutamontes, ambos enroscados no chão. 

Logo em seguida, Uma luta entre um bigodudo fora de forma e um outro cara, ambos acabando na mesma posição. 

As lutas? UFC 5, Royce Gracie x Shamrock e Dan Severn x Oleg Taktarov. 

Um ano depois, entrei no jiu jitsu. 

Valderazzi, sumiu!!!

E aí mano, tá pela Austrália ainda???

Share this post


Link to post
Share on other sites

Lembro que quando eu comecei a assistir os UFC's, na locadora só tinha as edições I, II, III, IV e V, e logo zerei todas. Depois, chegou a VI e VII, e eu assisti na ordem. Já do Ultimate Ultimate em diante, o pai do meu cunhado, que tinha SporTV em casa, gravava pra mim quando passava e me mandava os VHS's.

Um cara que eu me amarrava era o Don Frye, ele ter vencido aquele UFC VIII foi foda, só gigante, depois atropelou o Amaury Bitetti no IX, que era um cara bem conhecido aqui no RJ... Lembro que quando o vi sendo atropelado no X pro estreante Mark Coleman foi uma surpresa, eu devia ter uns 10, 12 anos, fiquei até triste kkkkkkkkkkkk.

Edited by Raphael Rezende

Share this post


Link to post
Share on other sites

A todps os presentes era muito pequeno nessa época  mas @João P @Andrey vcs falando  do Lewis vs Blayds que o jiu jitsu  não  esta funcionando contra  a besta que ao contrário  do Ngannou  foi pro chão  com nego bom de jiu como o russo que lutou com o Werdum  e sobrevive. 

Ai vc ver o Royce um cara de 1.85 e 76 no máximo    ,sem musculatura  não  era fraco  porem  pegou um brutamontes  desse enorme e venceu .

Hj vc ver caras fortes,preparados  perdendo  e outra cabra macho viu ,fez o mundo  referência  o Brasil  e outra o Hélio  tava ali mostrando que um homem normal  vence um gigante numa luta  através  da arte dele.

Eu vi os bastidores  do UFC  1 não  tinha oba oba sim muita preocupação, hoje eu entendo tava ali 70 anos ou mais de uma teoria maluca de velho brasileiro  que acreditava  piamente  no que dizia  quw teve outros filhos tentando fazer um exército. 

A preocupação  era tanta  que o Rickson  ta ali caso algp desce errado  pra provar a eficiência  e proteger  a família cara isso é  pra filme .

O orgulho do Helio em provar que não  um atleta , forte sim seu filho , normal, sem tanto  talento poderia vencer  homens gigantes. 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
19 minutos atrás, NEGO DÁGUA disse:

A todps os presentes era muito pequeno nessa época  mas @João P @Andrey vcs falando  do Lewis vs Blayds que o jiu jitsu  não  esta funcionando contra  a besta que ao contrário  do Ngannou  foi pro chão  com nego bom de jiu como o russo que lutou com o Werdum  e sobrevive. 

Ai vc ver o Royce um cara de 1.85 e 76 no máximo    ,sem musculatura  não  era fraco  porem  pegou um brutamontes  desse enorme e venceu .

Hj vc ver caras fortes,preparados  perdendo  e outra cabra macho viu ,fez o mundo  referência  o Brasil  e outra o Hélio  tava ali mostrando que um homem normal  vence um gigante numa luta  através  da arte dele.

Eu vi os bastidores  do UFC  1 não  tinha oba oba sim muita preocupação, hoje eu entendo tava ali 70 anos ou mais de uma teoria maluca de velho brasileiro  que acreditava  piamente  no que dizia  quw teve outros filhos tentando fazer um exército. 

A preocupação  era tanta  que o Rickson  ta ali caso algp desce errado  pra provar a eficiência  e proteger  a família cara isso é  pra filme .

O orgulho do Helio em provar que não  um atleta , forte sim seu filho , normal, sem tanto  talento poderia vencer  homens gigantes. 

 

Concordo com quase tudo, só discordo do peso, que variava de 79 a 83kg, no UFC em que ele enfrentou o Severn pesou 83kg. 

E na parte de que ele foi um filho do Hélio, sem tanto talento e mesmo assim venceu homens gigantes,  essa parte tbm discordo,  o Royce pra mim entre os irmãos foi o que mais tinha talento pro mma, tinha um bom time pra derrubar, não telegrafava igual Rickson nas entradas de queda, era mais ágil em pé na hora de se esquivar de algumas pancadas mais fortes, nunca engoli muito essa história de que eles botaram o Royce no lugar do Rickson pois senão o Rickson venceria todos facilmente e por ter mais massa achariam que venceu pq é forte e não técnico,  pra mim a família já sabia que o Royce era mais capacitado pra vencer os primeiros UFC do que  o Rickson, tanto que anos depois quem foi lá tentar quebrar a invencibilidade do Sakuraba foi o Royce e não o Rickson, só não enxerga quem não quer o fato do Royce ser mais habilidoso no mma do que o Rickson e que a família confiava mais nele nas provas de fogo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
47 minutos atrás, Ultimate Fighter disse:

Concordo com quase tudo, só discordo do peso, que variava de 79 a 83kg, no UFC em que ele enfrentou o Severn pesou 83kg. 

E na parte de que ele foi um filho do Hélio, sem tanto talento e mesmo assim venceu homens gigantes,  essa parte tbm discordo,  o Royce pra mim entre os irmãos foi o que mais tinha talento pro mma, tinha um bom time pra derrubar, não telegrafava igual Rickson nas entradas de queda, era mais ágil em pé na hora de se esquivar de algumas pancadas mais fortes, nunca engoli muito essa história de que eles botaram o Royce no lugar do Rickson pois senão o Rickson venceria todos facilmente e por ter mais massa achariam que venceu pq é forte e não técnico,  pra mim a família já sabia que o Royce era mais capacitado pra vencer os primeiros UFC do que  o Rickson, tanto que anos depois quem foi lá tentar quebrar a invencibilidade do Sakuraba foi o Royce e não o Rickson, só não enxerga quem não quer o fato do Royce ser mais habilidoso no mma do que o Rickson e que a família confiava mais nele nas provas de fogo.

Cara vc não  entendeu o mais sem talento pro jiu jitsu  não  tinha praticamente  vale tudo oficial nessa época  só  no Nordeste  mesmo só  vc ver o Parazinho  quanto lutou antes do UFC. 

Sobre peso vc deve estar correto porem falei 76 a 80 vc falou 79 a 83 uma variação  plausível  que ocorre  em diversas fontes mesmo  assim era comum em termo de estrutura vc não  viu um cata forte ,sim um homem normal  ele podia ter força  aqui a relatos do mestre Helio ser extremamente  forte apesar de magro.

Sobre o Rickson vc falou besteira, ele era sim melhor aue royce e muito Royce pode ter maia feitos.

O que ocorreu sobre não  lutar UFC  não foi nada disso do Rickson  ser forte sim uma questão  entre ele o Roriin retratado por todos membros e midia especializada  ,Royce declarou que seu irmao mais velho era muito melhor e sim foi uma coisa dita por mesrrs antigos aqui que o Rickson  tava lá  pra segurar a bronca caso o Royce não  segurasse o Hélio  tava ali como patriarca e Gracie  brigam  entre  eles mas nessa época  o jiu jitsu  era ganha pão  e a mina de ouro ate o Carlson  nessa luta  contra  o Kimo fez parte do camping já  que o Rickdon após  firma seus compromissos  financeiros pessoais  no Japão  não  se importou  com Royce mais , porem o Carlson sabia  que o jiu jitsu  era importante o Rillion tava lá  também. 

Cara independente   o Rickson  era o melhor do jiu  jitsu  daquela  época  arte desconhecida tinha experiência ( pra época) lutou com o Zulu(independente  se rolou  regras o Zulu  era melhor que qualquer  um ali) era experiente  nas portas  fechadas, foi professor  do Royce ,treinou com Rolls era seu substituto  natural  .

Royce foi maior , mas o Rickson  meteu a porrada  no japan open se não  se testou depois  ai outra  história  mas fez sua parte também  e detalhe eu sou da trocacao  todos sabem  mas daria luta com o Sakuraba sim..o Gracie  poderia  ganhar  mas..Não  lutou  já  pra mim o jogo com o Ruas  não  casava  o rei das ruas muito mais pesado, forte, alto se fosse com tempo por decisão  sem tempo poderua rolar empate com o Rickson  se jogando no chão  direto e correndo  da luta. 

Rickson era respeitado  issp é  indiscutível  em 94 foi feito um desenho Baki aonde o protagonista  roda o mundo  pra tentar vencer seu pai e dizem no EUA  não  existem  lutadores  de verdade  vá  para  o Brasil  lá  vc encontrara um desafio  era o Rickson..

Não  sou muito fã  dele se deixou levar por una vaidade  exacerbada  essa coisa de invencível  que nunca perdeu nem na fila do Colégio  que  nunca teve medo etc etc mas foi durante um periodo o melhor  do mundo.

A coisa por serr um esporte  novo evoluiu em 96 já  não  dava mais como é  ate hj.

Mas é  inegável  que  os caras foram importantes  e outra  vc ver os cara do jiu jitsu não  pegarem esses  ogros e na época  ele e o Royce pegavam  

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now