neurotico

Membros
  • Content Count

    760
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutra

1 Follower

About neurotico

Recent Profile Visitors

5030 profile views
  1. Cara de pau do Dana falar bem do Adesanya como se apenas p Romero ficasse passivo na luta.
  2. Yoel é mais ou menos como um George Foreman depois dos quarenta da era moderna. Ele apesar de explodir mais que o Foreman na hora de atacar, tem um jogo parecido no boxe com ex-campeão de boxe, principalmente defensivamente. Eles até caminham para frente com a guarda bem fechada e soltam fortes golpes quando enxergam os espaços, as possibilidades. Dificílimos de serem nocauteados devido a parte defensiva, quando são derrotados geralmente é por decisão. Tanto George Foreman trabalhava, quanto o Yoel trabalha de acordo com suas possibilidades físicas e de maneira inteligente.
  3. neurotico

    PBP - UFC 247 - Jones x Reyes - Shevchenko x Chookagian

    Luta dura, mas Jones venceu, apertado, mas venceu.
  4. O Romero só foi nocauteado.na primeira luta dele no Strikeforce e na categoria meio-pesado pelo Rafael Feijão. Ainda era muito inexperiente.
  5. O respeito é recíproco, mas eu apesar de achar que vai ser luta dura, acho que o Tony vai surpreender o Khabib.
  6. Não vai haver revanche. Tony vencerá Khabib, depois Conor vencerá Tony e Conor irá pedir luta de boxe, depois nos meio-médios e se obtiver o cinturão da 3a categoria diferente não fará questão de lutar com Khabib. Quem viver, verá! 😁
  7. Time Strikeforce todos tinham o Glapping como carro chefe, o Babalu mesmo tendo o Muay Tati como sua luta de origem, ao longo da carreira tornou o glapping como sua principal arma unindo a luta livre esportiva, o wrestling e o jiu-jitsu.
  8. Perfeita sua comparação musical. O Adesanya é um músico de Jazz, o Borrachinha de Metal.
  9. Johnny Walker bem mais preciso e com muito mais recursos que o Borrachinha. Walker tem a força do Borrachinha com a criatividade do Adesanya. Porém, ainda precisa ser testado em uma luta longa e contra um wrestler como o Borrachinha foi contra o Romero. Ps. Pra mim perdeu para o Cubano po 2x1.
  10. Concordo plenamente com seu comentário. O UFC inteligentemente usou a rivalidade entre Ronda e Bethe para criar a figura da mocinha e da vilã objetivando um grande retorno para o combate entre as duas e conseguiu. A maioria dos brasileiros, expectadores rasos de de mma compraram fácil a idéia e com uma atitude ante-patriota exaltou a norte-americana e execrou a brasileira, com certeza se fosse o contrário isso não aconteceria. Eu estava lá e pude assistir esse momento lamentável dos fãs brasileiros de mma. Veja como exemplo os irlandeses que estão com o Connor acima de tudo. É por causa dessa falta de união que o mma brasileiro está como está, só com uma campeã e sem grandes perspectivas de conquistar um cinturão a curto e talvez médio prazo. Pra mim a Bethe tem muitos méritos, era administradora de empresa, estabilizada, casada e largou tudo por paixão ao mma, mesmo sem o apoio da família, começou com uma idade relativamente avançada e teve que aprender tudo de uma vez, mesmo assim, usando muito marketing através de suas provocações chegou com apenas 3 vitorias a disputa de cinturão ainda invicta, mérito e inteligência exclusivamente dela. Ela não é um primor de técnica, tem suas dificuldades, tudo bem, mas já fez história no feminino brasileiro, chegando ao titleshot no UFC muito antes das fenomenais Amanda Nunes e Cris Cyborg. Ao invés de achincalhá-la temos é que ter mais respeito.