André Filho

Cyborg admite enfrentar Kayla Harrison no peso-leve: "Chance de lutar com alguém como a Ronda"

Recommended Posts

Brasileira, que atualmente é campeã peso-pena do Bellator, diz que subida de categoria faria história e ajudaria a construir uma nova divisão de peso no MMA feminino

Por Combate.com — Rio de Janeiro

08/01/2021 14h00  Atualizado há 20 horas

 

Dona do Grand Slam do MMA (conquistou os cinturões peso-pena do Strikeforce, Invicta FC, UFC e Bellator), Cris Cyborg almeja voos mais altos nos próximos anos. A brasileira disse, em entrevista ao podcast "Mundo da Luta", que planeja, em um futuro próximo, enfrentar a americana Kayla Harrison, bicampeã olímpica de judô e uma das principais estrelas da Professional Fighters League (PFL) no peso-pena, divisão cujo limite é de 70,3kg - cerca de 4kg acima da sua.

Cris Cyborg tem interesse em enfrentar Kayla Harrison no peso-leve, categoria acima da sua — Foto: Getty Images Cris Cyborg tem interesse em enfrentar Kayla Harrison no peso-leve, categoria acima da sua — Foto: Getty Images

- A Kayla vai lutar pela PFL esse ano, eles estão montando um torneio no peso-leve feminino. Se ela vencer o torneio, eu com certeza gostaria de subir para a categoria dela para fazer essa luta. É uma luta que os fãs querem que aconteça. Eu tenho vontade de lutar no peso-leve antes de me aposentar, para ajudar a construir a divisão. A Kayla não tem muitas adversárias ainda, porque ainda não existe a divisão consolidada do peso-leve feminino, mas a PFL está buscando montar a categoria até 70kg. Sabemos que ainda não há muitas atletas nesse peso, mas se houver o investimento, elas vão aparecer, e isso ficará para a história.

Cyborg sabe que o desafio não deve acontecer em 2021, já que Harrison ainda está no começo da sua carreira no MMA e deve fazer mais algumas lutas antes de enfrentá-la. A brasileira, no entanto, vê uma eventual disputa como uma forma de, finalmente, enfrentar uma rival parecida, ou até melhor, do que Ronda Rousey, que por anos foi o seu maior desafeto no MMA, e que jamais aceitou enfrentá-la no peso-casado, já que Cyborg não conseguia chegar ao limite de 61kg do peso-galo.

Bicampeã olímpica de judô, Kayla Harrison é contratada da PFL e segue invicta no MMA — Foto: Invicta FC Bicampeã olímpica de judô, Kayla Harrison é contratada da PFL e segue invicta no MMA — Foto: Invicta FC

- Ela é jovem ainda, e está começando no MMA, e talvez precise fazer mais algumas lutas antes. Eu vi que ela está baixando o peso para lutar no peso-pena, mas eu gostaria mesmo de enfrentá-la no peso-leve. De repente seria a chance de eu enfrentar alguém como a Ronda Rousey, que foi uma luta que nunca aconteceu, né?

Prestes a completar 36 anos de idade, Cyborg sabe que não tem mais muitos anos de carreira, e quer se manter o mais ativa possível. Segundo a atleta, esse foi a principal razão da assinatura do contrato com o Bellator, já que, no UFC, a paranaense diz saber que ficaria muito tempo sem lutar.

- O Bellator tem isso de bom, eles estão abertos a fazer esse duelo entre os atletas deles contra atletas de outros eventos. No UFC eu sabia que ficaria parada, como a Amanda está. Vai ter a luta contra a Megan Anderson, mas e depois? Ela já limpou o peso-galo, e não existe a categoria do peso-pena. Isso é ruim. Esse foi um dos principais motivos para eu assinar com o Bellator. Eles estão buscando construir a categoria peso-pena, e tem meninas para isso. O UFC nunca quis contratar atletas desse peso.

Fonte:https://www.google.com/amp/s/globoesporte.globo.com/google/amp/combate/noticia/cyborg-admite-enfrentar-kayla-harrison-no-peso-leve-chance-de-lutar-com-alguem-como-a-ronda.ghtml

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não sei quem correu mais. Ronda ou AS com o JJ.

Mas em ambas sabemos que resultado teriam. Então a correria talvez tenha feito sentido. Contudo não sei quanto de dinheiro deixaram de levar. Eram lutas que todos gostariam de ter visto.

Share this post


Link to post
Share on other sites
19 minutes ago, danielxisto said:

Não sei quem correu mais. Ronda ou AS com o JJ.

Mas em ambas sabemos que resultado teriam. Então a correria talvez tenha feito sentido. Contudo não sei quanto de dinheiro deixaram de levar. Eram lutas que todos gostariam de ter visto.

A própria Cris contra a Amanda

Share this post


Link to post
Share on other sites

A Kayla é grande hein. Mas essa luta tem que acontecer o quanto antes.

A Cyborg já está na decadente. Quanto mais o tempo passa, mais vencível ela fica.

Se esperar mais algumas lutas da Kayla, quando forem lutar, já vai ter 38 anos, beirando os 40. Aí é fim de linha

Share this post


Link to post
Share on other sites

A Cyborg sabe do papel dela na história, vai deixar um legado enorme pro mma feminino. Me desculpem mas uma derrota não faz uma carreira, ela foi maior do que a Amanda é...pode ser que a Amanda a ultrapasse mas se as duas se aposentarem agora eu não tenho dúvida disto.

Esta possível luta com a Kayla apenas solidificaria ainda mais este legado, principalmente se for no peso até 70 kg.

Share this post


Link to post
Share on other sites
39 minutos atrás, junior-sjc disse:

A Kayla é grande hein. Mas essa luta tem que acontecer o quanto antes.

A Cyborg já está na decadente. Quanto mais o tempo passa, mais vencível ela fica.

Se esperar mais algumas lutas da Kayla, quando forem lutar, já vai ter 38 anos, beirando os 40. Aí é fim de linha

Ainda não vi esses sinais de decadência na Cyborg aos quais vc se referiu.

Mas, de fato, o quanto antes enfrentar a Harrison melhor pra brasileira, que tem muito mais bagagem.

Acredito que a americana tenha muita experiência ainda pra adquirir nesta transição Judô-MMA pra chegar no nível da Amanda ou da Cris, tops incontestáveis juntamente com a Valentina, se é que vai chegar tão longe.

Mas, depois que amadurecer, acho que vai ser difícil parar esta moça...

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, LP Ribeiro Silva disse:

Ainda não vi esses sinais de decadência na Cyborg aos quais vc se referiu.

Mas, de fato, o quanto antes enfrentar a Harrison melhor pra brasileira, que tem muito mais bagagem.

Acredito que a americana tenha muita experiência ainda pra adquirir nesta transição Judô-MMA pra chegar no nível da Amanda ou da Cris, tops incontestáveis juntamente com a Valentina, se é que vai chegar tão longe.

Mas, depois que amadurecer, acho que vai ser difícil parar esta moça...

 

Cyborg depois da derrota para Amanda,está lutando melhor,mais inteligente e menos agressiva.

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 hours ago, João P said:

A Cyborg sabe do papel dela na história, vai deixar um legado enorme pro mma feminino. Me desculpem mas uma derrota não faz uma carreira, ela foi maior do que a Amanda é...pode ser que a Amanda a ultrapasse mas se as duas se aposentarem agora eu não tenho dúvida disto.

Esta possível luta com a Kayla apenas solidificaria ainda mais este legado, principalmente se for no peso até 70 kg.

ser campeã do Bellator, strikeforce e invicta, com todo o respeito e grandeza que essas conquistas merecem, não chega próximo do que é ser a atual dupla campeã do UFC.

e o principal parâmetro para avaliar a carreira de ambas e comparar é cartel, e nisso o da Amanda e MUITO MELHOR, tendo inclusive a própria Cyborg na conta, aplicando uma senhora surra, com direito a 5 KNOCKDOWS.

A amanda já ultrapassou ha LÉGUAS o que a Cyborg foi, a única ex campeã que a Cyborg enfrentou na vida venceu de maneira apertada, enquanto a Amanda nocauteou no 1 round tbm...então em qual perspectiva a Cyborg é maior que a Amanda? Por que ficou mais tempo invicta pura e simplesmente? Mas assim, pengando as adversárias que a Cyborg pegou a Amanda deitava e rolava tbm, sinceramente.

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, jon jones disse:

ser campeã do Bellator, strikeforce e invicta, com todo o respeito e grandeza que essas conquistas merecem, não chega próximo do que é ser a atual dupla campeã do UFC.

e o principal parâmetro para avaliar a carreira de ambas e comparar é cartel, e nisso o da Amanda e MUITO MELHOR, tendo inclusive a própria Cyborg na conta, aplicando uma senhora surra, com direito a 5 KNOCKDOWS.

A amanda já ultrapassou ha LÉGUAS o que a Cyborg foi, a única ex campeã que a Cyborg enfrentou na vida venceu de maneira apertada, enquanto a Amanda nocauteou no 1 round tbm...então em qual perspectiva a Cyborg é maior que a Amanda? Por que ficou mais tempo invicta pura e simplesmente? Mas assim, pengando as adversárias que a Cyborg pegou a Amanda deitava e rolava tbm, sinceramente.

História, legado. A Cyborg cortou o mato para as mulheres, atravessou gerações, foi uma pioneira. É o mesmo que falar que o Max ou o Volkanovski são maiores que o Aldo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, João P disse:

História, legado. A Cyborg cortou o mato para as mulheres, atravessou gerações, foi uma pioneira. É o mesmo que falar que o Max ou o Volkanovski são maiores que o Aldo.

Essa questão de maior é algo muito pessoal, depende de qual critério cada um utiliza

Comparando tecnicamente, a Amanda é superior à Cyborg, creio que não resta dúvida

Cartel da Amanda tá longe na frente.

Share this post


Link to post
Share on other sites
11 horas atrás, João P disse:

A Cyborg sabe do papel dela na história, vai deixar um legado enorme pro mma feminino. Me desculpem mas uma derrota não faz uma carreira, ela foi maior do que a Amanda é...pode ser que a Amanda a ultrapasse mas se as duas se aposentarem agora eu não tenho dúvida disto.

Esta possível luta com a Kayla apenas solidificaria ainda mais este legado, principalmente se for no peso até 70 kg.

Concordo com tudo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now