João P

Em luta de despedida, Minotouro promete resgatar versão de 2005 e diz que vencer Shogun "é fechar com chave de ouro"

Recommended Posts

10 horas atrás, Daniel Mendoza disse:

Estive revendo a maioria dos eventos do Meca há um tempo, existia muita amarração e luta ruim também. Acho que a gente fica com as guerras na memória, esquece as lutas chatas e acaba romantizando o passado. Natural lembrar do que marcou. Isso rola muito com pessoal falando que os eventos do Pride tinham lutas muito melhores que no UFC. Tinham luta sofríveis tbm. Qualquer evento atual do UFC é consideravelmente melhor se comparar todas as lutas do evento, principalmente as dos não famosos. Esporte evoluiu muito. Tinham lutas antigamente de níveis deploráveis. A maioria não era boa. Um evento antigo que me surpreendeu positivamente foram os BVTF. 

Romantizar o passado é algo bem comum, em todos os assuntos. "Antigamente havia respeito, as pessoas viviam melhor, não tinha tanta corrupção, eu era mais feliz, não tinha tanta doença etc."

Mas basta uma olhada franca pra trás pra ver q isso é balela.

Share this post


Link to post
Share on other sites
11 horas atrás, Daniel Mendoza disse:

Estive revendo a maioria dos eventos do Meca há um tempo, existia muita amarração e luta ruim também. Acho que a gente fica com as guerras na memória, esquece as lutas chatas e acaba romantizando o passado. Natural lembrar do que marcou. Isso rola muito com pessoal falando que os eventos do Pride tinham lutas muito melhores que no UFC. Tinham luta sofríveis tbm. Qualquer evento atual do UFC é consideravelmente melhor se comparar todas as lutas do evento, principalmente as dos não famosos. Esporte evoluiu muito. Tinham lutas antigamente de níveis deploráveis. A maioria não era boa. Um evento antigo que me surpreendeu positivamente foram os BVTF. 

Antes tinha um termo usado chamado trocação de MMA que justificava aquela coisa aberta e bizarra.

Uma época eu lembro de nego querer i.itae isso no boxe e era esporro certo

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 minutos atrás, gabriel floripa disse:

Romantizar o passado é algo bem comum, em todos os assuntos. "Antigamente havia respeito, as pessoas viviam melhor, não tinha tanta corrupção, eu era mais feliz, não tinha tanta doença etc."

Mas basta uma olhada franca pra trás pra ver q isso é balela.

Vou lembra 2006/2009 já não existia violência?

Eu via facada em festa, moleque armado hj com a rede social tudo se escancarou

Share this post


Link to post
Share on other sites
10 horas atrás, pipo disse:

o que fizeram com o Ninja no Pride foi criminoso. Talvez a maior falta de noção/planejamento que uma equipe podia ter com um atleta seu. Mesmo sendo em épocas que se entrava pra luta e era igual a uma carnificina, colocar o Ninja bem mais leve pra lutar contra um 49 da vida, Randleman, e talvez até o Rampage foi bizarro. O cara sempre teve estrutura pra 84kgs.

 O cara ta ai hoje super sequelado. É de ter pena qndo ele da entrevista

Verdade Pipo. Infelizmente até certo ponto o Ninja e outros tantos foi vítima de um esporte que por ser novo não tinha critérios científicos e técnicos em vários níveis.

Tem isso, mas no caso do GP dos pesados do Pride não passo pano pra Chute Boxe não, foi um absurdo mesmo. O 49 quase comete mata o Ninja que ganhou peso de forma desenfreada sem nenhum preparo.

Não me lembro bem mas se não me engano na época a CB tinha o Assuério Silva na categoria dos pesados.

Edited by Bombtrack

Share this post


Link to post
Share on other sites
22 horas atrás, Daniel Mendoza disse:

Estive revendo a maioria dos eventos do Meca há um tempo, existia muita amarração e luta ruim também. Acho que a gente fica com as guerras na memória, esquece as lutas chatas e acaba romantizando o passado. Natural lembrar do que marcou. Isso rola muito com pessoal falando que os eventos do Pride tinham lutas muito melhores que no UFC. Tinham luta sofríveis tbm. Qualquer evento atual do UFC é consideravelmente melhor se comparar todas as lutas do evento, principalmente as dos não famosos. Esporte evoluiu muito. Tinham lutas antigamente de níveis deploráveis. A maioria não era boa. Um evento antigo que me surpreendeu positivamente foram os BVTF. 

Meca eu fui em quase todos pessoalmente e realmente tinham lutas muito ruins, com nível técnico baixo, amarradas, mas o que forma memória é emoção e tanto lá como no Pride com aquelas lutas valendo pisao, tiro de meta não tinha como não se emocionar e não  guardar aquilo com saudosismo. O fato do nivel tecnico ter aumentado muito com a evolução do esporte traz tbm algo ruim que são lutas muito chatas, amarradas na grade, monótonas mas você pode ter certeza que daqui 15, 20 anos o que vamos recordar do UFC de agora com saudosismo tbm vão ser as guerras como por exemplo esta última luta do Gaethe contra o Fergunson, entre outras. No meu exemplo o meu saudosismo não tá ligado as lutas em si mas de um aspecto que a evolução do esporte, como business, tirou da lealdade a arte marcial, a equipe, ao mestre, a bandeira que você defende mas entendo tbm a parte positiva da evolução. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Leve favoritismo pro shogas por estar menos estragado fisicamente. Mas é uma luta ruim de botar grana . Se ficar só na trocação já q shogas n chuta direito mais e nem tem tanta explosão, fico com o boxe do minoto.

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, Bombtrack disse:

Verdade Pipo. Infelizmente até certo ponto o Ninja e outros tantos foi vítima de um esporte que por ser novo não tinha critérios científicos e técnicos em vários níveis.

Tem isso, mas no caso do GP dos pesados do Pride não passo pano pra Chute Boxe não, foi um absurdo mesmo. O 49 quase comete mata o Ninja que ganhou peso de forma desenfreada sem nenhum preparo.

Não me lembro bem mas se não me engano na época a CB tinha o Assuério Silva na categoria dos pesados.

Concordo, aquilo foi praticamente um crime, engordaram o Ninja pra lutar no GP dos Pesados igual engorda um boi pro abate. Acho que o Assuerio não tinha um nome bom comercialmente e o Ninja tinha, então tomaram esta decisão pra ter um representante da equipe no GP. Acredito que boa parte da sequela do Ninja venha daquele nocaute do 49.

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 horas atrás, João P disse:

Concordo, aquilo foi praticamente um crime, engordaram o Ninja pra lutar no GP dos Pesados igual engorda um boi pro abate. Acho que o Assuerio não tinha um nome bom comercialmente e o Ninja tinha, então tomaram esta decisão pra ter um representante da equipe no GP. Acredito que boa parte da sequela do Ninja venha daquele nocaute do 49.

Sim, o Assuério não tinha nome mas era forte, trocava bem acho que não faria feio. Era o certo a se fazer, ao invés de colocar um cara com estrutura física muito menor pra se lascar ali.

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Bombtrack disse:

Sim, o Assuério não tinha nome mas era forte, trocava bem acho que não faria feio. Era o certo a se fazer, ao invés de colocar um cara com estrutura física muito menor pra se lascar ali.

Essa parada do ninja foi uma das coisas mais amadoras q presenciei. O cara entrou igual suíno. N teve ganho de massa nenhum. Se apresentou fora de forma, lento... Covardia e falta de senso da parte da equipe.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 7/23/2020 at 12:42 PM, JCVD disse:

Vdd Mendoza, nivel tecnico era bem menor sem dúvida nenhuma. Muitaaaa luta ruim, horrivel!!! Mas não tinha mimimi, nem frescura, então quando os brawlers estavam em ação era espetacular!!!!!

É verdade, quando a luta era entre trocadores, principalmente o pessoal da Chute Boxe, o que faltava em regino ténico, eles compensavam com coração. Fora uma ou outra exceção, que acredito que eram lutadores que iam para a chute boxe treinar e não cria deles. Mesmo eu não achando o estilo mais inteligente, é inegável a efetividade. Merecem respeito e admiração.

Em 7/23/2020 at 12:43 PM, gabriel floripa disse:

Romantizar o passado é algo bem comum, em todos os assuntos. "Antigamente havia respeito, as pessoas viviam melhor, não tinha tanta corrupção, eu era mais feliz, não tinha tanta doença etc."

Mas basta uma olhada franca pra trás pra ver q isso é balela.

Verdade. Fazem isso em diversos aspectos. Nossa memória é sempre enviesada.

Em 7/23/2020 at 12:45 PM, NEGO DÁGUA disse:

Antes tinha um termo usado chamado trocação de MMA que justificava aquela coisa aberta e bizarra.

Uma época eu lembro de nego querer i.itae isso no boxe e era esporro certo

Pois é, o pessoal do thai que me perdoe, mas a maioria tem um boxe que é triste de ver. Ainda hoje vemos isso, mas antigamente era sem dúvida muito pior. Todo soco com um mínimo de mecânica ali quando pega é efetivo, mas é muito soco e sequência extremamente telegrafada, sem equilíbrio, sequência sem base, etc. Tinha umas que era quase uma 'briga de bar treinada' haha 
 

18 horas atrás, João P disse:

Meca eu fui em quase todos pessoalmente e realmente tinham lutas muito ruins, com nível técnico baixo, amarradas, mas o que forma memória é emoção e tanto lá como no Pride com aquelas lutas valendo pisao, tiro de meta não tinha como não se emocionar e não  guardar aquilo com saudosismo. O fato do nivel tecnico ter aumentado muito com a evolução do esporte traz tbm algo ruim que são lutas muito chatas, amarradas na grade, monótonas mas você pode ter certeza que daqui 15, 20 anos o que vamos recordar do UFC de agora com saudosismo tbm vão ser as guerras como por exemplo esta última luta do Gaethe contra o Fergunson, entre outras. No meu exemplo o meu saudosismo não tá ligado as lutas em si mas de um aspecto que a evolução do esporte, como business, tirou da lealdade a arte marcial, a equipe, ao mestre, a bandeira que você defende mas entendo tbm a parte positiva da evolução. 

Legal o relato. Você está repleto de razão. A nossa memória é formada em grande parte pelo que nos marcou emocionalmente, que acabamos 'generalizando' muitas vezes. Eu fico preocupado até como esse aspecto de business vai interferir no esporte, acho que a tendência é mesmo termos cada vez regras mais restritivas para ampliar a aceitação em diferentes públicos, acredito que isso que falou talvez se torne verdade mesmo. E estou de acordo com o seu saudosismo, não atoa admiro tanto quando algum atleta levanta alguma bandeira, seja da sua arte marcial (Demian, Machida, etc) seja da sua equipe. Mas infelizmente quanto mais $ entra no jogo, mais individualista ele fica, e com essa pegada de 'entretenimento' que o UFC abraço de vez nos últimos anos, os valores das artes marciais tradicionais viram apenas demagogia para entrevistas, infelizmente.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
16 horas atrás, victordomingues disse:

A meu ver, 1,2,3. 4 e 5 claros pro Shogun.

Isso que eu acho louco. Todo mundo que reassiste a luta fala a mesma coisa shogun venceu.

Essa luta foi aqueles garfos descarados ao ponto do dana ficar envergonhado. 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Concordo que o Shogun esteja em decadência faz tempo já, e também que poderia ter se dedicado mais em alguns momentos da carreira, mas parte da galera exagera nas declarações.

Dele mudar pra 84 kg, também não acho que seja viável, mesmo que fique pequeno para a 93kgs, como disseram aí, peso em off do Shogun é de pelo menos 105kg, pra bater 93 o cara já perde 12kg! Realmente não precisa ser especialista pra opinar, mas tem que opinar com embasamento, galera não entende nem de fisiologia nem do que aconteceu nos bastidores.

Temos vários exemplos de caras que baixaram muito de peso e tiveram atuação ruim ou abaixo do esperado, o próprio Lyoto mesmo, ficou visivelmente mais lento e sem punch na 84 kg, isso que ele é mais leve que o Shogun(pesa uns  100 em off), Wand outro exemplo, ficou raquítico e sem explosão na 84 kg, sua melhor apresentação depois que foi nocauteado pelo Rampage foi justamente na 93 kg contra o Brian Stann, Robert Whittaker e Darren Till se deram melhor quando subiram de categoria.

Depois que proibiram soro intravenoso e os venenos fica difícil um lutador perder mais de 13kg e lutar bem, com gás, não dá. Talvez uma alternativa seria criar uma categoria intermediária entre a 93 kg e a 84 kg, ou entre a 93 e os pesados.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 7/27/2020 at 1:18 PM, UDL disse:

Concordo que o Shogun esteja em decadência faz tempo já, e também que poderia ter se dedicado mais em alguns momentos da carreira, mas parte da galera exagera nas declarações.

Dele mudar pra 84 kg, também não acho que seja viável, mesmo que fique pequeno para a 93kgs, como disseram aí, peso em off do Shogun é de pelo menos 105kg, pra bater 93 o cara já perde 12kg! Realmente não precisa ser especialista pra opinar, mas tem que opinar com embasamento, galera não entende nem de fisiologia nem do que aconteceu nos bastidores.

Temos vários exemplos de caras que baixaram muito de peso e tiveram atuação ruim ou abaixo do esperado, o próprio Lyoto mesmo, ficou visivelmente mais lento e sem punch na 84 kg, isso que ele é mais leve que o Shogun(pesa uns  100 em off), Wand outro exemplo, ficou raquítico e sem explosão na 84 kg, sua melhor apresentação depois que foi nocauteado pelo Rampage foi justamente na 93 kg contra o Brian Stann, Robert Whittaker e Darren Till se deram melhor quando subiram de categoria.

Depois que proibiram soro intravenoso e os venenos fica difícil um lutador perder mais de 13kg e lutar bem, com gás, não dá. Talvez uma alternativa seria criar uma categoria intermediária entre a 93 kg e a 84 kg, ou entre a 93 e os pesados.

A discussão é quão maior, e onde Shogun chegaria, por todo o potencial dele, que é até redundancia citarmos novamente... obviamente que existem vários fatores a serem considerados, mas o ponto é que o Maurício continua lutando, msm com a queda de rendimento, idade, sequelas, contusões e lastros das batalhas travadas desde cedo... certamente tem uma boa bolsa, mas sabemos que não é somente pelo dinheiro... então, já que quer continuar lutando, pq não fazer um trabalho com um foco maior, e se adequar a nova realidade do MMA, onde os atletas estão cada vez maiores e com condicões fisicas excelentes??? Claro que, para isso, o próprio Mauricio teria que estar disposto a todo o sacrificio, e rotinas pesadissimas para extrair seu potencial máximo... é ai que citei a MW, e sem dúvidas que não seria nada fácil, e precisaria de uma equipe acompanhando (nutricionista, fisiologista, endócrino, preparador fisico, etc, etc, etc)... não seria um trabalho de desidratação, mas sim perda de gordura e adequação da musculatura para a nova categoria... neste cenário, vc realmente acredita que o Shogun não conseguiria bater 84 kg??? 

As opiniões aqui são livres, é assim um forum de discussões, mas vc tbm tem q considerar todo o contexto antes de dizer que alguem não entende de fisiologia... já treinei e competi, e sei bem como as coisas funcionam... 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now