pipo

Classificando os desafiadores ao título do UFC: Quem tem a melhor chance de ganhar o cinturão?

Recommended Posts

 

"E novo!" podem ser as duas palavras mais emocionantes nas artes marciais mistas. Eles alertam a todos ao alcance de uma voz muito alta que houve uma mudança na estrutura de poder. Há uma nova camada de tinta. Há ascensão acompanhada pelo potencial de grandeza memorável. Mesmo que dure apenas uma noite.

Nos próximos meses, a frase que traz arrepios - "E novo campeão do mundo!" - poderia ser berrado em várias madrugadas em arenas ao redor do mundo. Ou essas palavras mal podem ser ouvidas, se os campeões que colocam cintos em jogo cuidarem dos negócios.

São quase uma dezena e meia de lutas pelo título no calendário de MMA de agora até meados de janeiro no UFC e nas outras promoções de alto nível, Bellator, PFL e One Championship. Alguns dos desafiadores nessas lutas enfrentam batalhas íngremes. Em outros casos, a coroação de um novo campeão é extremamente provável ou praticamente garantida.

O PFL começa em grande na noite de quarta-feira, encerrando sua temporada de 2021 com as finais dos playoffs em seis categorias de peso. Apenas duas dessas lutas incluem os campeões de defesa ( Kayla Harrison , Ray Cooper III ), e mesmo nessas lutas o formato de temporada e playoff faz com que cada coroação pareça nova.

O Bellator continua a luta pelo título disputada no dia 12 de novembro com uma de suas maiores estrelas, Cris Cyborg , defendendo seu título de penas contra Sinead Kavanagh . E em 3 de dezembro o campeão dos pesos mosca, Sergio Pettis, enfrentará o ex-campeão Kyoji Horiguchi .

O One Championship entra em ação em 5 de dezembro. No mesmo card que apresenta o ex-campeão peso mosca do UFC Demetrious Johnson competindo em uma luta incomum de regras mistas contra o campeão de Muay Thai Rodtang Jitmuangnon , dois cinturões de MMA estarão em disputa. Bibiano Fernandes defende sua faixa de peso galo pela primeira vez em mais de dois anos, enfrentando o ex-candidato ao UFC John Lineker. E Thanh Le enfrenta o desafio do peso-pena do campeão mundial de jiu-jitsu Garry Tonon , que está invicto no MMA.

E ainda tem o maior espetáculo do esporte, o UFC, que até o dia 22 de janeiro terá sete campeões defendendo seus títulos. São apenas 11 detentores de cinturões na promoção, então os próximos meses podem realmente agitar as coisas no topo do esporte.

Não seria a primeira vez. Até o momento, em 2021, os campeões do UFC já defenderam 11 vezes, e dessas lutas vimos o surgimento de três novos integrantes do clube campeão: Francis Ngannou , Brandon Moreno e, em renovação, Rose Namajunas . Além disso, Charles Oliveira ingressou no clube ao vencer uma luta em que um título vago estava em disputa.

Quem vai liderar a próxima leva de novos titulares do cinturão do UFC? Aqui está uma classificação dos próximos desafiantes, classificados de acordo com o que cada um enfrenta e quem tem mais probabilidade de ouvir essas duas palavras mágicas: E novo!

Assista UFC 267: Blachowicz vs. Teixeira 30 de outubro na ESPN + começando às 10:30 ET

7. Juliana Peña

Desafiadora campeã peso galo feminino Amanda Nunes no UFC 269 em 11 de dezembro

Assim como todo mundo que já assistiu Nunes operar dentro do octógono, Peña sugeriu fortemente que esta não é uma luta equilibrada. A questão é, porém, a desafiante acredita - ou pelo menos diz que acredita - que a luta não é nem porque é um descompasso a seu favor. Isso parece absurdo, é claro, mas vamos lembrar o ditado dos esportes de combate: um lutador confiante é um lutador perigoso. Espere, esse é o ditado ou é: um lutador confiante é um lutador em perigo?

De qualquer forma, é justo dizer que este confronto entre a desdenhosa e tempestuosa Peña e o maior lutador da história do MMA feminino é de fato um confronto equilibrado - em termos de confiança. Além disso, é difícil imaginar que esta termine de forma diferente das últimas doze lutas do Nunes: com a campeã das duas divisões levantando a mão. As probabilidades de aposta que favorecem Nunes em melhor do que 6 para 1 não são desprezíveis especificamente para Peña. Praticamente qualquer mulher que pisa em uma gaiola com "A Leoa" pode muito bem estar escalando o Matterhorn.

6. Ciryl Gane (campeã interina dos pesos pesados do UFC)

Desafiando o campeão dos pesos pesados Francis Ngannou no UFC 270 em 22 de janeiro

Gane já lutou 13 vezes e venceu todas, fazendo com que pareça fácil em cada etapa do caminho. Seu nocaute técnico no terceiro round sobre Derrick Lewis em agosto, em uma luta que Gane dominou do início ao fim contundente, foi o nono nocaute no currículo brilhante do francês. Ninguém chegou perto de pará-lo.

Mas preciso lembrá-lo das marretas que estarão balançando na direção de Gane? Ngannou destronou Stipe Miocic em março em uma noite em que ele basicamente trabalhou horas extras. Segunda rodada. Antes desse nocaute no primeiro minuto do segundo round, Ngannou havia vencido quatro lutas consecutivas, todas por nocaute - em 45 segundos, 26 segundos, 71 segundos e 20 segundos. Essas surras em alta velocidade vieram contra dois ex-campeões ( Cain Velasquez , Junior dos Santos ) e dois dos cinco principais candidatos ( Curtis Blaydes , Jairzinho Rozenstruik ). Não há um atleta no jogo - em qualquer categoria de peso - que esteja correndo como "O Predador".

5. Glover Teixeira

Desafiando o campeão meio-pesado Jan Blachowicz no UFC 267 em 30 de outubro

Oh, cara, a preparação para o evento principal deste fim de semana com certeza foi aquecida, não foi? Nah, você não perdeu nada. Nenhuma sílaba de conversa fiada foi lançada para frente e para trás entre esses caras. Eles são um par bem combinado, ambos lutadores, não oradores.

Para mim, o que é especialmente interessante sobre Teixeira ser tão discreto é que isso empurra Blachowicz para um lugar desconhecido: sob os holofotes. Suas últimas três reservas foram contra um superstar ( Israel Adesanya ), um herdeiro aparente ( Dominick Reyes ) e um candidato em ascensão ( Corey Anderson ). Agora ele é o campeão. Ele é o vencedor de nove de suas últimas 10 lutas. E ele é o lado A de um álbum que não está chegando à platina, nem mesmo ao ouro, mas tem potencial para receber críticas cinco estrelas.

4. Colby Covington

Desafiando o campeão dos meio- médios Kamaru Usman no UFC 268 em 6 de novembro

Covington deve achar o maior elogio que ele está no topo da lista, apesar de enfrentar o lutador peso por peso nº 1 do mundo . Mas é improvável que um cara que interpreta o papel de vítima ache a marca para aceitar um elogio. O que ele provavelmente diria em resposta é que ele é o peso por peso nº 1, não Usman. Ele acredita nisso? Quem sabe o que ele realmente acredita sobre qualquer coisa.

É um desafio compreender a realidade enquanto nadamos pelo mar túrgido de desorientação de Covington. Ele culpa o juiz pela derrota em 2019 para Usman. Ele não foi derrubado naquela noite, ele insiste, ele escorregou em uma casca de banana. Mas deixando de lado a superação do filme B, o homem pode lutar. Aquele primeiro encontro com o campeão foi um estrondo . Parece, porém, que Usman se tornou ainda mais nítido desde então. Vamos ver se Covington ainda consegue se igualar a ele.

3. Deiveson Figueiredo

Desafiando o campeão peso mosca masculino Brandon Moreno no UFC 270 em 22 de janeiro

As memórias mais fortes dessas duas demolições são as mais recentes. Portanto, é tentador perceber Moreno como um degrau acima de Figueiredo, porque certamente ele estava na noite de junho quando o estrangulou para tirar o cinturão. Mas não vamos esquecer o que aconteceu exatamente seis meses antes. A equipe lutou até o empate em uma luta cujo resultado foi abalado por Figueiredo que venceu o ponto por uma greve ilegal. Figueiredo parecia ser o melhor homem naquela época. E agora? Agora temos a trilogia, onde a verdade aparecerá.

2. Zhang Weili

Desafiadora campeã peso-palha Rose Namajunas no UFC 268 em 6 de novembro

Nocautes rápidos são uma jornada emocionante, mas deixam muito por fazer. Imagine se Conor McGregor e Jose Aldo tivessem ficado frente a frente por cinco rodadas, não 13 segundos. E se Ben Askren tivesse durado o suficiente para derrubar Jorge Masvidal ? Nunca saberemos sobre as duas coisas, mas estamos prestes a ver um pouco mais do que os 78 segundos que tivemos entre Zhang e Namajunas em abril. Essa foi a primeira derrota de Zhang desde sua estreia profissional em 2013, encerrando uma sequência de 21 vitórias consecutivas. Tudo poderia desmoronar novamente?

1. Dustin Poirier

Desafiando o campeão dos leves Charles Oliveira no UFC 269 em 11 de dezembro

 

 

Parece trapaça para classificar Poirier aqui. Parece uma contorção semântica até mesmo se referir a ele como um desafiador. Quando Khabib Nurmagomedov deixou o título há um ano, grande parte do público do MMA olhou para Poirier. Ele estava um nível abaixo do campeão, mas era a segunda melhor opção e era sua vez. Em vez de competir pelo título, porém, ele optou por lucrar com sua segunda dança em um ano com Conor McGregor. Mesmo assim, Poirier continua sendo o rei do consenso no peso leve.

Oliveira certamente não gosta disso, e não só tem um currículo digno de argumentar contra essa hierarquia, mas também tem a oportunidade, no mês que vem, de deixar bem claro por que usa o cinto. Quanto a Poirier, agora que montou sua família financeiramente para toda a vida, é hora de aumentar seu legado. Não será fácil derrubar Oliveira. Ele é habilidoso em todos os lugares, e seu mojo está agitado atualmente. Mas Poirier é o homem até prova em contrário.

 

https://www.espn.com/mma/story/_/id/32471466/ranking-ufc-title-challengers-best-chance-winning-gold

Share this post


Link to post
Share on other sites

Poirier leva até o terceiro round (podem me cobrar).

Gane tem ferramentas para embaçar pro campeão.

Deiveson vai perder mais rápido dessa vez.

Glover terá a chance real da vida de conseguir o cinturão e consagrar sua grande carreira. Jan é bruto, mas o brasileiro é mais bruto ainda. 

Colby vai dar bastante trabalho pra Kamaru.

Edited by Último Imperador

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 horas atrás, Último Imperador disse:

Poirier leva até o terceiro round (podem me cobrar).

Gane tem ferramentas para embaçar pro campeão.

Deiveson vai perder mais rápido dessa vez.

Glover terá a chance real da vida de conseguir o cinturão e consagrar sua grande carreira. Jan é bruto, mas o brasileiro é mais bruto ainda. 

Colby vai dar bastante trabalho pra Kamaru.

Eu não sei se quem está escrevendo aqui e agora sou "eu torcedor" ou "eu comentarista", mas eu estou achando que o Charles vai embrulhar o Poirier.

Se tem alguém nessa divisão que pode atacar o único ponto fraco do Poirier (ainda que nem seja um ponto tão fraco assim), esse alguém é o Charles.

A estratégia e o game plan vão ser fundamentais, e eu acho que o Charles está pronto para isso

Share this post


Link to post
Share on other sites
21 horas atrás, Último Imperador disse:

Poirier leva até o terceiro round (podem me cobrar).

Gane tem ferramentas para embaçar pro campeão.

Deiveson vai perder mais rápido dessa vez.

Glover terá a chance real da vida de conseguir o cinturão e consagrar sua grande carreira. Jan é bruto, mas o brasileiro é mais bruto ainda. 

Colby vai dar bastante trabalho pra Kamaru.

Eu acho o Poirier mais lutador tb

Ngganou derruba mais um

Deiveson perde

To torcendo muito pelo Glover. Ia ser fantástico

Acho que o Usman atropela dessa vez

Share this post


Link to post
Share on other sites
52 minutos atrás, pipo disse:

Eu acho o Poirier mais lutador tb

Ngganou derruba mais um

Deiveson perde

To torcendo muito pelo Glover. Ia ser fantástico

Acho que o Usman atropela dessa vez

Concordo, Charles é  bom , porém Dustin  muito mais lutador  a meu ver, na boa acho que o Chardle tem jogo pro Charles também  tipo 50% pra cada.

Ngannou  o monstro matará mais um .

Devessem chegou onde podia chegar mas vejo alguma chance.

Usman tá invencível  nesse peso

Share this post


Link to post
Share on other sites

Glover torcida total pro cara é  sua chance porém jogo casa muito não  tá com o Poatan pra reforçar  o stricker esse Jan é  foda

Share this post


Link to post
Share on other sites

Minha opinião é que os únicos que se tornarão novos campeões será o Glovão e o Daico ...

Pena por TKO

Gane por KO

Colby por Brutallity

Zhang por finalização

Poirier por finalização

Share this post


Link to post
Share on other sites

Teremos excelentes desafios nos próximos eventos, sobre as lutas:

Peña vs Nunes não merece nem comentários... 

Gane vai ser o adversário mais duro do Ngannou aqui e o que atualmente junto com Miocic é o que tem mais chance de vencê-lo, acho que da Gane por decisão ou até por finalização. 

Teixeira vs Blachowicz será uma luta dura, acho possível o Glover vencer com a estratégia correta mas o Jan mudou muito, é outro lutador desde que venceu Reyes, muito mais inteligente, técnico e articuloso então as chances do Glover são bem poucas, Golver ta mais lento, mais velho com poucos recursos em pé, porém tem um coração gigante e um jogo de quedas muito refinado. 

Covington vs Usman. Colby foi o adversário mais duro de Usman até aqui, porém acho o Usman um outro lutador desde a última luta dos dois, está muito mais frio e calculista e ta se tornando um nocauteador duro, Colby vai ter que vir preparado pra essa luta, acho que vai dar Usman. 

Figueiredo vs Moreno, se o Deiveson vier pra ser o lutador que foi na primeira luta acho que ele tem grandes chances de vitória, espero muito que ele vença! 

Wili vs Namajunas, a primeira luta foi um nocaute lindo, muito técnico, resta saber se a Zhang está com mental preparado pra superar essa derrota, ela sempre proporciona batalhas incríveis, espero que a segunda luta entre elas seja uma guerra, vou de Rose de novo. 

Poirier vs Oliveira, a luta que mais quero ver é essa aqui, simplesmente uma incógnita, mas acho o Poirier um cara que foi muito mais testado do que Charles e que viveu e venceu grandes guerras, acho ele com um leve favoritismo porém espero que o Charles vença, nessa eu vou de Poirier.  

Share this post


Link to post
Share on other sites

Em ordem decrescente de chance na minha opinião: Zhang, Gane, Poirier, Glover, Colby, Daico, Pena.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Tá brabo de renovação, heim?

Todos os postulantes a "novos campeões" são macacos velhos, exceto o Cyril Gane. 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
10 horas atrás, oxeboxing disse:

Teremos excelentes desafios nos próximos eventos, sobre as lutas:

Peña vs Nunes não merece nem comentários... 

Gane vai ser o adversário mais duro do Ngannou aqui e o que atualmente junto com Miocic é o que tem mais chance de vencê-lo, acho que da Gane por decisão ou até por finalização. 

Teixeira vs Blachowicz será uma luta dura, acho possível o Glover vencer com a estratégia correta mas o Jan mudou muito, é outro lutador desde que venceu Reyes, muito mais inteligente, técnico e articuloso então as chances do Glover são bem poucas, Golver ta mais lento, mais velho com poucos recursos em pé, porém tem um coração gigante e um jogo de quedas muito refinado. 

Covington vs Usman. Colby foi o adversário mais duro de Usman até aqui, porém acho o Usman um outro lutador desde a última luta dos dois, está muito mais frio e calculista e ta se tornando um nocauteador duro, Colby vai ter que vir preparado pra essa luta, acho que vai dar Usman. 

Figueiredo vs Moreno, se o Deiveson vier pra ser o lutador que foi na primeira luta acho que ele tem grandes chances de vitória, espero muito que ele vença! 

Wili vs Namajunas, a primeira luta foi um nocaute lindo, muito técnico, resta saber se a Zhang está com mental preparado pra superar essa derrota, ela sempre proporciona batalhas incríveis, espero que a segunda luta entre elas seja uma guerra, vou de Rose de novo. 

Poirier vs Oliveira, a luta que mais quero ver é essa aqui, simplesmente uma incógnita, mas acho o Poirier um cara que foi muito mais testado do que Charles e que viveu e venceu grandes guerras, acho ele com um leve favoritismo porém espero que o Charles vença, nessa eu vou de Poirier.  

Tô com você em tudo,mas tenho alguma dúvida se o Ngannou não vai dar um jeito de nocautear mas que o Gane tem mais mais recursos tem mesmo... Deiveson tô meio sem acreditar mas se vier bem fisicamente tem plenas condições de vencer,baseado nas duas últimas eu acho que perde... Se vier com bom corte de peso e com tática bem melhorada nessa nova equipe aí tem condições... Sobre Charles e Dustin não sei o que esperar,mas tomara que o brasileiro finalize... Eu o imagino sendo nocauteado mas quero que vença... Pelo menos são dois caras que eu curto lutando...

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 horas atrás, Bombtrack disse:

Em ordem decrescente de chance na minha opinião: Zhang, Gane, Poirier, Glover, Colby, Daico, Pena.

Apesar do Usman estar cada dia mais monstruoso eu acho que o Colby vai dar muito trabalho... Sobre a chinesa,estou meio com o pé atrás,acho que ela vai apanhar na longa distância mas é uma guerra... São duas das melhores e vimos que a Zhang aguenta lutas longas,consegue buscar até o final...

Share this post


Link to post
Share on other sites
15 horas atrás, pipo disse:

Eu acho o Poirier mais lutador tb

Ngganou derruba mais um

Deiveson perde

To torcendo muito pelo Glover. Ia ser fantástico

Acho que o Usman atropela dessa vez

Deiveson depois das duas últimas chegar passando mal pra lutar deixou a gente sem muita esperança...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now