Genilson Lopes

Membros
  • Content Count

    347
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutra

About Genilson Lopes

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Genilson Lopes

    Pai de Nurmagomedov quer duelo com Mayweather com regras especiais

    Que viagem kkkk Vamos viajar...seriam 11 de boxe e 1 de MMA...o MMA viria antes ou depois? Se vir antes, o Floyd tem que sobreviver ao round de MMA e não ser finalizado depois colocariam luvas de boxe e mais 11 rounds...Se vir depois, o Khabib teria que sobreviver aos 11 rounds de boxe e não ser nocauteado daí colocariam luvas de MMA e fariam o último round de MMA.... Em ambas as situações, o Floyd não passaria do primeiro round de MMA nem o Khabib dos 11 rounds de boxe (talvez nem 1 ou 2)...
  2. Conversa pra boi dormir...deve ter tomado uma prensa do UFC, não está em posição de escolher ou rejeitar lutas...quanto ao número de fãs, eu nunca fui fã do seu estilo nem é um lutador que me prenda a frente da TV pra assistir...chato por chato eu me identifico muito mais com o Kamaru...
  3. Genilson Lopes

    [Bellator 238] Julia Budd x Cris Cyborg

    Coitada da Budd...atual campeã e ninguém menciona ela aqui no fórum...só sai Amanda e Crys...kkk
  4. ...e soube mudar a estratégia contra o DC acertando a linha de cintura... Muito bom mesmo o Miocic. Quem tem me surpreendido no boxe nas últimas lutas é o Poirier, depois da derrota pro Johnson evoluiu demais...distância, movimentação, contra golpes, potência...
  5. ...e soube mudar a estratégia contra o DC acertando a linha de cintura... Muito bom mesmo o Miocic. Quem tem me surpreendido no boxe nas últimas lutas é o Poirier, depois da derrota pro Johnson evoluiu demais...distância, movimentação, contra golpes, potência...
  6. Eu acho sinceramente que se vencer o Ferguson só terá mais 1 defesa contra o Connor...isso se o GSP não ressurgir das cinzas e propor um duelo...
  7. Genilson Lopes

    [Bellator 238] Julia Budd x Cris Cyborg

    Boa mano...sou um grande fã tbm...🤝
  8. Venceu nos penas, lá atrás... Edson consta no ranking dos leves ainda.
  9. Genilson Lopes

    [Bellator 238] Julia Budd x Cris Cyborg

    Antes que comecem...o post é Julia Budd x Cris Cyborg... 😂 Comparações com Amanda já deu...
  10. Acho que tem muito potencial pra retomar o caminho de volta a uma disputa de cinturão... Vejo ele favorito (exceção do Ferguson) contra os que ainda falta se testar: Iaquinta, Edson, Cerrone, Felder e até contra o Connor...
  11. O RDA é um dos meus lutadores preferidos pra ver em ação...mas eu não consigo visualizar ele sendo campeão nessa divisão, não mesmo...pra mim ele é como o Gastelum, são pequenos pra divisão e não querem fazer um esforcinho a mais pra chegar mais leve na pesagem...acredito que nos Leves ele tem sim mais chances de pelo menos chegar a disputar o cinturão, ganhar já são outros 500... Em relação ao cancelamento da luta com o Connor, foi muita má sorte...primeiro por conta da lesão, segundo por conta daquele cruzadinho do Alvarez que entrou sem querer...kkk lógico que em uma luta tudo pode acontecer, mas naquela época o RDA era muito mais lutador... Em relação a declaração "tem que me enfrentar", não tem mesmo!!!
  12. Na minha opinião vai ficar só no sonho mesmo esse título...longe de ser o Cigano que conquistou o cinturão e entrava nas lutas com sangue nos zóio...melhor voltar a dançar mesmo kkk Me tirem uma dúvida, não lembro de ver o Cigano jogar de costas pro chão ainda...levou uns atrasos do Cain, mas logo levantou...ficou bastante encurralado ali nas grades, mas nunca o vi sofrer um gpnd...o Blaydes faz isso bem...sei não...do que jeito que anda entregando...
  13. Ex-campeão do peso-pesado do Ultimate, Junior Cigano ainda circula pelo topo da categoria. Em 2017, nocauteado por Stipe Miocic, enterrou a chance de faturar o título novamente. Três anos depois, o catarinense entra no octógono, sábado, no UFC Raleigh, nos Estados Unidos, contra Curtis Blaydes, ainda alimentando o sonho de reconquistar o mundo. - Eu me sinto muito bem, agora, com 35 anos. Tenho mais experiência, sinto que posso fazer melhor. É um sentimento muito bom, que me motiva, me traz uma boa sensação. O objetivo principal é me tornar campeão do mundo novamente. Sei que não é fácil. Acho que 80% de uma luta é o psicológico, tem que estar bem, acreditar de verdade e fazer funcionar da forma que é. Você pode cometer erros, pagar até caro, mas quem é de verdade não se preocupa, segue em frente. Independentemente dos resultados positivos ou negativos, sei refazer. É seguir em frente, dando o melhor, que as coisas vão acontecer - declarou, em entrevista exclusiva ao Combate.com. Derrotado por Francis Ngannou em sua última apresentação, em 2019, Junior Cigano reconstrói sua trajetória na categoria e, além do cinturão, ele conta que revanche é um outro ponto que o motiva a entrar no cage. O peso-pesado cita o camaronês, Stipe Miocic e Daniel Cormier como oponentes interessantes para o futuro. - Sinceramente, tanto faz (Miocic ou Cormier), são dois grandes atletas. Eu não tenho rixa, nem rivalidade, nem a intenção de lutar contra ninguém. Meu objetivo é ser o número 1, independentemente de quem esteja lá, seja o Miocic ou o Cormier. Eu os respeito bastante, já lutei contra o Miocic por duas vezes. Respeito pela trajetória e pela forma de condução das carrerias. O Cormier eu pouco sei, acompanho mais de longe... Qualquer um dos dois seria uma grande luta, estou empolgado para fazer acontecer logo. A gente tem várisog randes lutadoers no peso-pesado, mas uma coisa que me motiva bastante é ter essas revanches contra caras qeu sofri resultado negativo, como o Ngannou. É uma revanche que quero muito fazer, me motiva bastante. Essa terceira luta contra o Stipe é uma coisa que me motiva bastante também. Estou trabalhando duro para que as coisas aconteçam de uma forma boa para a gente - explicou o atleta, cuja infecção na perna esquerda, ano passado, o tirou do duelo contra Alexander Volkov, no UFC Rússia. A expectativa é a melhor possível, estou feliz por estar competindo novamente. É uma luta difícil como todas as outras, a próxima é sempre a mais difícil. Vai ser uma batalha de estilos. Gosto de procurar o nocaute, de usar o boxe. Ele gosta de derrubar, cansar os adversários, para tirar vantagem disso. Se no octógono Junior Cigano tem seu trabalho conhecido - e reconhecido - há mais de uma década, fora do cage, o peso-pesado se destacou na última temporada do "Dança dos Famosos", do programa "Domingão do Faustão". O atleta - que não foi o campeão do quadro dominical - enalteceu a experiência e o fato de ter alcançado um público fora do nicho das artes marciais. - Eu sentia isso nas ruas, aonde quer que fosse nos aeroportos... As pessoas apontavam, vinham falar comigo, passei a não ser mais o lutador, era o Cigano da dança (risos). Foi algo diferente, que me motivou bastante. Foi um desafio que trouxe uma felicidade muito grande, um ritmo diferente para a minha vida. Geralmente, é academia e casa, mas ter esse desafio foi bem legal. Eu me diverti muito, aproveitei demais, gostei muito. Foi um privilégio participar de tudo isso e ter ido bem. O lutador que se descobriu dançarino. Fiquei impressionado como aprendi rápido o que a professora estava me passando. Fiz um ótimo trabalho. Estou esperando o convite do "Dance With Stars" aqui nos Estados Unidos (risos).
  14. Genilson Lopes

    Fabrício Werdum desafia Oleynik

    Se for pro chão pode rolar um combate interessante e até movimentado... Se ficar em pé vai ser chato pra kct.