Eder Jofre55

Sonnen faz autocrítica após aposentadoria: "Pareceu que já tinha usado a minha última bala"

Recommended Posts

Sonnen faz autocrítica após aposentadoria: "Pareceu que já tinha usado a minha última bala"

Veterano de 42 anos deixa o MMA com 30 vitórias, 17 derrotas e três disputas de cinturão do UFC, lutando contra Anderson Silva (2) e Jon Jones, além de Fedor, Shogun e Wanderlei Silva

Por Combate.com

Se não foi uma carreira espetacular, também não passou despercebida. A aposentadoria de Chael Sonnen aos 42 anos de idade após a derrota para Lyoto Machida por nocaute técnico no Bellator 222, na última sexta-feira, encerrou a caminhada de um dos maiores promotores de lutas que o MMA já viu. Sonnen não era o mais habilidos, o mais forte ou o mais ameaçador lutador no esporte. Mas conseguiu, com inteligência e senso de oportunidade, estar sempre presente nos desafios diante de alguns dos maiores nomes do esporte. Com um cartel de 30 vitórias, 17 derrotas e um empate, o "Gângster Americano" tem em seu currículo nada menos que três disputas de cinturão do UFC - duas contra Anderson Silva e uma contra Jon Jones - além de duelos contra ninguém menos que Fedor Emelianenko, Maurício Shogun, Wanderlei Silva, Quinton "Rampage" Jackson e tantos outros.

dsc04083.jpeg

Chael Sonnen se disse conformado com a decisão de se aposentar: "Não sou mais como era" — Foto: Evelyn Rodrigues

Logo após a luta contra Machida, na coletiva de imprensa, Sonnen falou sobre como se sentiu no cage, e revelou ter se sentido frustrado por não ter superado o brasileiro na parte do jogo em que ele teoricamente seria melhor.

- É preciso ser durão para estar nesse esporte. Sinto que usei toda a minha dureza. Houve algumas posições na luta em que eu, em outro momento da minha carreira, passaria por cima com tudo. Não me incomodo em ser superado por Lyoto Machida no jogo dele - ele foi bem nos chutes e deu boas joelhadas voadoras. Mas me incomodei em perder para ele no meu jogo. Ele estava por cima de mim no chão, e isso eu achei que não aconteceria. Acho que poderia ter saído dali e me levantado.

dsc04360.jpeg

Chael Sonnen e Wanderlei Silva protagonizaram uma das maiores rivalidades do MMA — Foto: Evelyn Rodrigues

Sonnen também revelou que não planejava se aposentar após a luta. Segundo ele, seus planos eram vencer Lyoto Machida e desafiar Ryan Bader pelo cinturão dos meio-pesados da categoria. O Falastrão, no entanto, admitiu que já não é mais o lutador que era no passado, e que sentiu que seu tempo já passou.

- Eu não tinha planejado me aposentar. Achei que venceria essa luta e desafiaria Ryan Bader pelo cinturão. Tudo estava acontecendo a meu favor, até que não aconteceu mais. Não me arrependo. Era a luta pelo posto de desafiante número um ao cinturão, e eu achei que era uma ótima oportunidade. E era mesmo. Eu costumava ser mais duro do que fui hoje, costumava ter mais vontade e mais pegada na luta. Talvez eu já tivesse usado a minha última bala. Não fui como costumava ser, e acho que chegou a hora de seguir em frente fazer outra coisa. Agora é a vez de outro lutador.

ufc_chaelsonnen_mauricioshogun_get.jpg

Chael Sonnen finalizou Maurício Shogun em 2013 — Foto: Getty Images

 

Confira a carreira de Chael Sonnen em números:

 

- Único lutador a enfrentar Anderson Silva, Jon Jones e Fedor Emelianenko - os três considerados os melhores de todos os tempos.

- Venceu oito lutas por nocaute, quatro por finalização e 18 por decisão dos juízes.

- Perdeu sete lutas por nocaute, nove por finalização e apenas uma por decisão dos juízes.

- Foi finalizado por "triângulo" em quatro oportunidades - Anderson Silva, Demian Maia, Renato Babalu e Forrest Griffin.

- Fez 14 lutas no UFC, com sete vitórias e sete derrotas.

luta_andersonsilva_combate_95.jpg

Anderson Silva venceu sua primeira luta contra Chael Sonnen por finalização com um triângulo — Foto: Reprodução

- Seu cartel contra brasileiros é de três vitórias (Paulão Filho, Maurício Shogun e Wanderlei Silva) e seis derrotas (Renato Babalu, Paulão Filho, Demian Maia, Anderson Silva (2) e Lyoto Machida).

- Enfrentou nove campeões do UFC, com o retrospecto de três vitórias (Michael Bisping, Maurício Shogun e Quinton Rampage Jackson) e sete derrotas (Forrest Griffin, Anderson Silva (2), Jon Jones, Rashad Evans, Tito Ortiz e Lyoto Machida).

- Sua última vitória por nocaute aconteceu em 2007 (Kyacey Uscola).

- Sua última vitória por finalização aconteceu em 2013 (Maurício Shogun).

- Sua maior sequência de vitórias aconteceu no começo da carreira (seis), quando ficou invicto entre 1997 e 2002.

- Sua maior sequência de derrotas foi de três, em 2004.

- Lutas por ano: 1997 - 1 / 2002 - 5 / 2003 - 6 / 2004 - 7 / 2005 - 3 / 2006 - 4 / 2007 - 4 / 2008 - 2 / 2009 - 3 / 2010 - 2 / 2011 - 1 / 2012 - 2 / 2013 - 3 / 2017 - 2 / 2018 - 2 / 2019 - 1

Share this post


Link to post
Share on other sites

Chegou onde muitos lutadores considerados habilidosos não conseguiram. Foi pioneiro na maneira de vender as lutas através do trash talking. Conquistou seu espaço na história do MMA.

Share this post


Link to post
Share on other sites
55 minutos atrás, NEGO DÁGUA disse:

Esse é lenda, será um treinador excepcional!!

Também acho que será um excelente treinador, ele normalmente é bem coerente ao analisar as lutas e as estratégias.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Aprendi a gostar e a respeitar o Sonnen. Ele foi um bom lutador e conseguiu muita coisa no MMA. Deve estar rico e tem um bom legado no esporte.

Share this post


Link to post
Share on other sites
10 horas atrás, neurotico disse:

Chegou onde muitos lutadores considerados habilidosos não conseguiram. Foi pioneiro na maneira de vender as lutas através do trash talking. Conquistou seu espaço na história do MMA.

Pioneiro acho que foi o Tito, mas Sonnen foi o primeiro que fez isso em larga escala e de forma habilidosa. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 horas atrás, Cavernoso disse:

Wrestling de alto nível e foi mto longe com ele.

É eu me arriscaria a dizer que foi um dos grandes wrestlers que o tivemos a chance de ver o MMA. Jogo justíssimo e um cara de personalidade única.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

É rapaz.

Acompanhei a era de ouro. O surgimento dos precursores! A época aonde havia, de fato rivalidade, onde não havia trapaças pois todos trapaceavam e não um ou outro beneficiado por uma organização ou outra.

Hoje é notável a mudança de uma era no esporte.

Quase todos os grande nomes que criaram esse esporte já estão aposentados, alguns que contribuíram já até morreram, outros, ainda teimósos já já e aposentam tb.

 

Confesso que essa nova era não tem me agradado.

Por mais que um Sonnen falasse besteiras pra promover, a gente ainda se confundia se ele estivesse falando a verdade ou não. Hoje tudo parece tão fake. Tão bizarro.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Gostem ou ñ do Sonnen temos q admitir, foi um bom lutador, lutou contra vários nomes de peso e venceu alguns.

Share this post


Link to post
Share on other sites

pra mim ele se rendeu menos fácil do que o normal.... não entendi. por menos já entregou a paçoca várias vezes na carreira. 

depois, omitiu várias questões e fatores técnicos e de casamento de jogo, deixando entender que foi um acaso falha dele 

sempre achei lúcido ao comentar lutas, mas nessa dele ele analisou errado, não sei pq. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

parece que esqueceu que tomou duas joelhadas de encontro que poderiam dar em KO...  impressão que dá é que ele considera que no chão ele caiu em condições normais sem ter tomado um dano antes.  esquisito demais

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now