Sartori

Atletas
  • Content Count

    5436
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutra

About Sartori

  • Birthday 03/11/1984

Profile Information

  • Gender
    Male
  • Location
    Brasília

Recent Profile Visitors

11946 profile views
  1. 1- Fato, Campeões se fazem. Porém no sentido de que não importa a estrutura a sua volta, sem o famoso " espirito de campeão" você pode inclusive ter talento que nada adiantará a longo prazo. 2- Por mais que você "se faça" estar no lugar certo ou errado digamos assim, pode te adiantar OU atrasar bons anos ( o segundo na verdade provavelmente pode fazer com que você sequer chegue "lá"). Eu conheço uma quantidade razoável de atletas que ultrapassaram a "capacidade" dos seus professores ( o que é normal até), porém mesmo fazendo isso e atingindo resultados surpreendentes era nítido o quanto possuíam limitações técnicas básicas que provavelmente com uma base construída com professores "melhores" pelo menos na questão técnica seriam melhores. 3- Tido isso, o lutador é formado por muito mais do que conhecimento técnico do professor e seu espirito de campeão, obviamente sem ambos é quase impossível você ser um grande campeão, mas variáveis não tão controláveis como por exemplo o quanto você gosta dos seus parceiros de treino, o quanto a atmosfera da academia que você frequenta te empurra para frente, o quanto você confia no final das contas que " vai chegar lá estando treinando onde esta treinando" e assim vai, grandes academias que surgiram ao longo dos anos não surgiram apenas porque seus mestres eram excelentes tecnicamente e sim por essa junção de competência técnica + espirito de grupo se propondo a serem os melhores ( o que também pode ser aprendido como doutrinador da equipe). Tudo isso deve ser metido, é igual mudança de categoria, adianta você teoricamente achar que vai ficar melhor em uma categoria e na verdade sua vida vira uma merda para isso? A longo prazo quanto você vai aguentar? E assim vai..... Procurar novos ares vários atletas já o fizeram e deu bom, mas vários já se deram mal também galera e muitas vezes pessoal fala que " já era esse cara, passou o tempo dele, nem mudando os ares adiantou" e na verdade a própria mudança de ares pode ter sido o responsável pela estagnada dele? Percebem? Logo depois de todas essas elucidações, sendo mais racional possível sem muito segredo, como sempre caminho a tentar se tomar seria um equilíbrio entre todas essas variáveis, do mesmo jeito que podemos colocar que alguns campeões treinam em academias pequenas ou vieram delas, não podemos dizer que é irrelevante treinar em grandes academias, cabe aos lutadores descobrirem o quanto ganham e o quanto perdem tomando essas decisões e assim lidar com elas. OBS: Tem uma ultima indagação para deixar como reflexão também, muitas vezes o que a gente de fora acha que é "ruim" como por exemplo um lutador estar em uma academia que não conhecemos na verdade não passa de achismo, pois pode ser que apenas não conhecemos " ainda" o trabalho dessa academia, mas na verdade pode estar sendo feito um ótimo trabalho lá dentro ou até melhor do que de outras academias mais famosas, afinal lucidamos aqui que um campeão ou lutador de nível alto faz parte de um conjunto maior. Abraço
  2. Pensando aqui o que levaria a uma declaração dessas a não ser ter algo pessoal contra o Durinho se fosse direcionado a ele ter pego algum atalho ou coisa similar, mas continuando o " debate" na conta do Borrachina ele comenta que foi mais em relação ao UFC não querer aumentar salários e ter chamado o Durinho do que propriamente o durinho não merecer a disputa, o que acho indevido o exemplo de qualquer forma, mas aparentemente " aliviou" um pouco o primeiro comentário seja para fugir de polemicas por ter falado besteira de outro brasileiro ( que ao meu ver era merecedor sim da disputa) ou simplesmente porque é o que pensa realmente.
  3. Infelizmente é um pouco mais complexo que isso a atual vida dos lutadores de MMA... o principal fato como sempre comento aqui é a questão de que no MMA quem promove os eventos ainda são as " marcas/empresas" sendo assim colocando suas regras, que funcionaram muito bem e popularizaram o esporte, parabéns, mas assim como outros esportes evoluíram na questão financeira para os atletas esta na hora do MMA quem sabe fazer o mesmo. abraço
  4. Acho que quando o cara ganhou dos nomes que ele ganhou ele fala o que quiser a hora que quiser, se vão levar a sério ou não é outra historia hahaha No mais, para mim nomes como ele em termos de " qualidade de lutador / cartel" merecem furar fila sim, tem que ver se economicamente é viável apenas.
  5. A posição corporal de como estão os pés, até inclinação do tronco/ posição do cotovelo já dizem muito sobre os "possíveis e não possíveis" golpes que vão sair do adversário, ou pelo menos se vão sair de forma eficiente como deveria ser ou não, um dos mais clássicos que não falha por exemplo é o pé da frente virado mais para dentro estilo boxeador que gosta de usa jabs fundos, a chance de ele defender uma combinação jab/ chute na coxa quando estiver recuando é basicamente inexistente, só executar sem "medo" que vai funcionar praticamente. Outras questões mais "refinadas", mas que não se dão muito valor é a parte de movimentação, a gente aprende que a perna que esta na frente em direção ao lado que queremos avançar que vai primeiro né? Mas poucos são os professores que dão enfase que apesar disso quem " empurra" primeiro é a perna contraria ( não sei se deu para visualizar), então ao longo do tempo quem não da muita atenção a detalhes assim vai sentir dificuldades de recuar e contra golpear rápido, ou até mesmo de avançar batendo de forma eficiente ( vai ter uma tendencia muito grande a jogar o tronco para frente ou até mesmo cruzar as pernas enquanto avança), só coisas bestas que fazem você ter a percepção do que pode acontecer ou não e ter digamos um risco calculado durante toda a luta ou apenas se encontrar soltando golpes sem saber o que pode acontecer. Outra questão mais detalhista seria por exemplo a importância do " timing" em que você realiza e/ou coloca aceleração durante os movimentos dos golpes, eu posso dar o mesmo direto girando o pé exatamente igual, com quadril exatamente igual e esticando meus braços exatamente igual, dependendo do momento em que esses movimentos são feitos e em que momento coloco mais aceleração o impacto/velocidade vai ser diferente por exemplo.
  6. Concordo com a parte do invencível, ninguém é invencível, qualquer um que luta sabe, tem o cara que te passa carro 300 vezes na academia, 1 dia você rola bem ou em tese " de igual para igual" e provavelmente o respeito que o Rickson tinha/tem de todos daquela época que treinavam com ele deve se dever ao fato que ele devia provavelmente mostrar superioridade suficiente para todos dizerem que ele era o numero 1 daquela época, só isso... O resto é marketing e eu como profissional digo que não foi e nem esta errado fazer o que eles fizeram nesse sentido não, foi isso que projetou o nome da família e gerou dinheiro para todos.... junto com todo isso veio essa maravilhosa arte marcial difundida no mundo inteiro ( E olha que nem sou faixa preta de jiu, espero voltar a treinar para pegar ela um dia).... No mais não adianta colocar exemplos sobre idade de outros atletas e que competiram, cada ser é individualmente diferente, o que acho que temos que entender é que ele já estava em uma idade avançada e cobranças referente ao nível que ele já teria atingindo na vida não se resumem em ele não ter aceito lutas de 2001 para frente depois do falecimento do filho dele.
  7. Nos anos 90 o Sakuraba era um ninguém, ele foi ganhar do primeiro Gracie em 1999 que foi o Royler, em 2000 que ganhou dos outros. sabe quantos anos o Rickson já tinha em 2000? 42 anos... Não querendo me referir diretamente a você, mas viu como é " fácil" não entender exatamente onde " nos encontrávamos" na historia dos eventos etc? Independente de nível técnico e outras valências, você acham que faz algum sentido nesse mundo um cara de 42 anos enfrentar no MMA moderno ( o que para mim foi um dos maiores lutadores de todos os tempos) com 31 anos vindo no ritmo para " honrar a família a qualquer custo?" e pelo menos todos os bastidores dizem que essa luta MESMO assim ia acontecer em 2001, quando o Rockson Faleceu nas circunstancias que imagino eu não devem ter sido fácil de lidar.... Ai as criticas de alguns ainda é algo do tipo " devia ter ido la trocar porrada depois de se recuperar do falecimento do filho com 43/ 44 anos porque não, não era o bonzão mesmo?", quase que isso........ contexto galera, contexto.... E sim, eu acho que o Sakuraba ganharia essa luta se acontecesse, mas isso não significa absolutamente nada sem um contexto....
  8. Ela é consolidada até hoje maninho, ganha pão pode ter certeza que vai muito bem para ele e todos os Gracies que estavam/ estão espalhados no mundão inteiro... ou você acha que uma empresa como Netflix ia colocar o investimento que esta se propondo para o documentário dele para um zé ninguém? Ela só não é para amantes do esporte que jamais vão se sentir satisfeito com as façanhas, não tem gente aqui que fica questionando John Jones, GSP, AS e até FEDOR da vida hoje em dia? Imagina esses nomes se o Jon Jones se aposenta hoje daqui 10 anos vão ficar falando " porque ele não deu revanche para O Reyes e porque ele não enfrentou o Francis na categoria de cima!!!!!!! Mais ou menos o que algumas pessoas falam do GSP referente a aposentadoria dele e mais, de acordo com alguns ele só voltou para pegar " um frango" na categoria de cima... mas não levam em conta tempo de inatividade, peso etc etc.... percebe? O que eu sei é sobre o " respeito" que se ganha dos iguais dentro do tatame, esse que conta muito para mim como lutador, se você vê vários daquela época e outros grandes nomes da historia do tatame falando muito bem de um cara, de " graça" não é irmão.... agora o que ele realizou com isso ou não é outra historia.
  9. Grande maioria das pessoas? A do Reyes ainda acho questionável e mesmo assim ainda acho que não foi garfo, agora a do Marreta ao meu ver não tem como dar vitoria para o Marreta de forma alguma, tanto que a maioria dos comentaristas falavam mais em " Nossa como o Marreta foi duro por conseguir chegar até o quinto round mesmo com o Joelho lesionado, quase deu ainda, imagina se estivesse inteiro que pena" algo assim do que exatamente um " nossa Marreta ganhou essa luta".
  10. Pode limpar a categoria inteira dos meio pesados "pela quarta vez", porque já limpou umas 3 vezes que não vai aumentar em nada seu legado, o cara fala em subir e enfrentar teoricamente o " bicho papão" da categoria de cima e a galera fica falando que ele pediu muito, cada um se da o valor que quiser, você acha que o UFC por exemplo não pode pagar milhões para um Jon Jones da vida em uma luta dessa e mesmo assim fazer muito dinheiro? Talvez apenas não quiseram fazer isso pelo momento, ou simplesmente para não abrir " mais um" precedente.... Se eu fosse o Jon Jones pedia era para o UFC liberar ele e ia lutar Boxe contra qualquer um que ganhava mais dinheiro mesmo não sendo boxeador 😂 A real é que o fato dos eventos do MMA pelo mundo ainda serem feitos por " MARCAS" faz com que os atletas em si ainda peguem uma fatia muito pequena do que poderiam.
  11. ROSADO falando da historia do Carlson colocar o filho dele para trocar porrada na rinha foi hilaria! hahaa
  12. Também acho que não, pensando em alguma hipótese plausível seria ele tentar " acompanhar" sempre etc, na verdade como falei independentemente de qual fosse a " realidade" essa declaração dele sobre um mentor e que já faleceu foi descabida.