FAT

Membros
  • Content Count

    303
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutra

About FAT

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. As vezes acho que esse hype não tem fim. Cara já tomou tapa na cara e gravata de maconheiro. Já perdeu no boxe para um ex-atleta que brincou com ele. Já foi estuprado pelo russo. Tomou um pau bem dado na última luta e ainda se acha e tem fãs.
  2. Amigo meu apanhou na rua e o pai dele vendo, falou: vai lá filhão. Ele foi mais uma 2x e apanhou de novo. Aí o pai expulsou o agressor. Falou: vaza moleque. Kkkk
  3. Essa frase era famosa. Lembrei até de um colega de infância de infância. Sonho dele sempre foi participar de uma gangue. Aí arrumou uns manos lá quando tinha uns 15 anos e depois que apanhava, chamava a gangue. Aí apanhava de novo em grupo. Kkk
  4. Não gosto dele, mas, infelizmente, ninguém dá um cala-bola nesse cara dentro do octógono. Sempre quase. Aí tem que aguentar o cara sendo mala. No mais, falar que o cara foi preso, não tem absolutamente nada a ver com sua performance como lutador, isso o torna um lixo como pessoa, mas não o faz ser menos eficiente como lutador.
  5. Teve fase do Belfort que bastava segurar a onda por 20 segundos.
  6. McGregor evoluiu a cada nova luta. Se torna cada vez mais um lutador completo. Antes já tinha tomado tapa na cara, finalizado, etc. Agora também já tomou um TKO. Pura evolução.
  7. Obrigado. Um exemplo mais extremo serve para mais fácil entendimento de todos os participantes daqui. Afinal, muitos gostam de argumentar que se determinada ação não resolve 100% a ocorrência de um problema, então devemos descriminalizar o problema. Para alguns ter eficiência diferente de 100% não serve para nada.
  8. Assassinato é proibido pela lei e nem por isso deixou de existir. Logo deve ser liberado cobrando-se um devido imposto? Assalto a banco também é perigoso para integridade dos assaltantes, sabemos que muitos morrem pela prática clandestina do mesmo (que não são feitos em clínicas clandestinas), então devemos liberar e dar mais segurança aos praticantes?
  9. Lembrei dele quando comecei a ler sobre as esquivas no boxe. Aliás, se eu você muitos deles, eu já teria parado.