fninja

Membros
  • Content Count

    2578
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutra

About fninja

Recent Profile Visitors

5946 profile views
  1. Se vc tiver a chance de ir e poder voltar sem se complicar com trabalho, etc. eu daria o conselho para você ir... não só por grana, mas para ver que existem outras culturas, que as pessoas são em geral bem mais educadas do que nós, etc. Para mim foi importante, mudei bastante a maneira de ver as coisas e me comportar depois que morei fora.
  2. Ser empresário não é fácil... muitos impostos, depender de outras pessoas, legislações trabalhistas, etc. Obviamente tem gente que ganha muito bem com isso, mas tem gente que não ganha. o PF ganha 12 mil mais férias, mais 13o , 14o , licença prêmio, fundo de garantia, se é mandado embora tem rescisão, etc... se tem dor de barriga fica em casa, tira licença médica, volta quando quer. No caso de concurso público não é mandado embora de jeito nenhum, então tem a garantia que não vai perder o emprego. O cara chega em casa à noite e não está preocupado com o que aconteceu no trabalho ( em geral ) , dorme tranquilo. O empresário não tem férias, se tirar paga do bolso, não tem 13o, licença, fundo de garantia, etc. Se ficar doente vai trabalhar na marra pq se deixar o negócio solto dá merda... ( estou falando de negócios pequenos e alguns médios ). Se o governo aumenta os impostos paga do bolso, se a economia dá alguma problema ele é quem sente. Se aparece algum concorrente mais forte o cara fica ameaçado de perder tudo, ainda mais hoje em dia com vendas online. Chega à noite em casa e dorme preocupado com os problemas, as dívidas, etc. Pergunte se teve algum PF preocupado em perder o emprego na pandemia... agora veja quantos empresários quebraram pq não podiam parar de vender pq tinham contas para pagar. Os dois tem prós e contras, aqui coloquei os prós do emprego e os contras do empresário, mas poderia fazer o contrário também. No caso dos EUA, na minha opinião, a não ser que você tenha uma vida confortável aqui no Brasil, você terá uma vida melhor lá. Lembrando que estou falando de ir legalmente, ilegalmente é outra história ( embora tenha gente que também consiga ter uma vida confortável por lá imigrando ilegalmente ).
  3. Morei nos EUA em 2001, posso dizer que financeiramente lá é mais fácil (ou menos difícil) ... todos podem ter uma casa própria, o poder de compra é muito maior, a economia é estável, os juros não são este absurdo que temos aqui. Os serviços eram caros ( porque são mais valorizados que aqui ) empregada doméstica lá é coisa de quem tem muita grana... por isso tem essas lojas para vc comprar ou alugar ferramentas e fazer você mesmo, inclusive a limpeza. Tem uma frase famosa que diz que lá é bom mas é ruim, aqui é ruim mas é bom. Lá tem muito menos violência, mais oportunidades, melhor qualidade de vida... mas não é moleza, vai trabalhar duro também, vai ser um estrangeiro ( pode sofrer algum preconceito ) e não tem esse calor humano e alegria que temos aqui. Difícil te dizer se é melhor ou pior, depende de onde você vive, sua situação, etc. do que você quer para sua família. Diria que com família e filhos os valores mudam e neste caso acredito que lá seja melhor, mas isto é muito pessoal.
  4. A luta contra o Khabib já foi bem estranha... já achei que não estava muito bem ali. Talvez fosse só algo momentâneo, mas o Gaethje não estava lá ( by Royce ).
  5. Ele acordou mas não muito... um mês não dá para nada !!! Tinha que ficar vários meses em outra equipe, pelo menos um camp inteiro. Um mês só serve para deixar o cara preocupado pq vai descobrir um monte de coisas que não sabe e ainda correr risco de lesão pq vai mudar o treinamento e não vai ter tempo de se adaptar.
  6. Se o Anderson que vendia infinitamente menos fez várias lutas duvidosas imagine o Mc Gregor...
  7. Não é o meu caso... quanto a terem favorecido o Mc Gregor, na minha opinião favoreceram sim. Ele fez o que tinha que ser feito mas o caminho dele foi muito bem pensado, principalmente na promoção dele para criarem este fenômeno de vendas que ele é.
  8. Eu não discuto a vitória em si, discuto o caminho para chegar até ali... Muitos caras ficam pelo caminho e acabam não chegando na disputa do título, às vezes um nocaute, alguma lesão mais séria, acabam mudando o lutador. Não discuto a qualidade dele, só acho que ele ( e todos os outros ) deveria ter trilhado o caminho correto para chegar ao título.
  9. Eu não considero muito o cinturão dele da categoria de cima que ele ganhou contra o Álvarez como não considero o do GSP e não consideraria se o JJ subisse e ganhasse. O difícil do MMA não é ganhar a luta do título, tudo pode acontecer em uma luta ( vide Matt Serra entre outros ). O difícil é fazer uma sequência de vitórias suficiente para chegar à disputa do cinturão, como ele fez no peso de baixo e depois manter o cinturão ( coisa que ele também não fez ). Vc acha que o GSP seria campeão na categoria de cima trilhando o caminho normal ? Eu acho que não. Resumindo o que penso, o Connor tem muito valor sim, mas teve ajuda da organização para ter estes dois títulos e se tornar este grande vendedor de ppv. Ah, editei aqui para lembrar que infelizmente para todos nós o grande responsável para o Mc Gregor se tornar o que se tornou, na minha opinião, foi o Aldo...
  10. Estava indo bem até tirar os méritos do Poirer... Se o Poirer não fez nada o Mc Gregor fez o que ? Acho bom ele começar a se acostumar a perder para os tops, vai ter que voltar a pegar lutadores intermediários para voltar a vencer.
  11. Espero que esta luta não seja um mal sinal para o Paraense voador, que também é chegado em dar umas cambalhotas...
  12. Achei que acusou muito rápido, de um na hora para outra