Rappa Hemp

Membros
  • Content Count

    4465
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutra

About Rappa Hemp

Previous Fields

  • Cidade:
    Porto Alegre

Profile Information

  • Gender
    Male

Recent Profile Visitors

10259 profile views
  1. Revi a luta (fazia uns 20 anos a última vez q vi). Fatos q me chamaram a atenção e eu não lembrava: Tito Ortiz deu um knockdown no Wand no início do segundo round. Diretaço de encontro q o brasileiro caiu de cara no chão e só não foi a nocaute pq se agarrou nas pernas, tentando ele a queda. Tito reverteu caiu por cima e administrou o round. Aproveitando de 100% nas quedas. O mesmo roteiro em todos os rounds. Na minha cabeça tava marcante aquela corridinha do Tito p fugir do Wand em pé, mas foi só aquilo mesmo. Tito foi muito superior na luta. Outro ponto q me chamou a atenção é a diferença de tamanho. Tito era mto maior. Naquela época ainda ele era esguio/fininho. Depois do UFC 40 e as várias lesões ficou mais pesado e lento em pé. Vários LHW desceram de peso com o passar dos anos (incluindo Wand). Tito não conseguiu.
  2. Falo faz tempo e mantenho: acho o Vera mto superestimado. Ta aí uma boa chance p Deiveson
  3. Exatamente isso (tirando as menções a Aldo e Popó q tem doses cavalares de patriotismo rs). Pela média de peso da população é mto mais fácil ter um volume maior de talentos nas categorias mais leves. E a carência de pesos moscas é pq UFC ainda não dominou o continente asiático onde concentra o maior número de lutadores de alto nível desse peso.
  4. Foi Inoue. Me confundi. No doc traz essas 3 lutas (Vovchanchy, Inoue e Fujita)
  5. https://aventurasnahistoria.uol.com.br/noticias/reportagem/mark-kerr-veja-a-historia-do-lutador-que-sera-interpretado-por-the-rock.phtml E lembrando q antes do Fujita o Kerr já tinha feito lutas apáticas. Venceu Shoji numa decisão dividida e foi nocauteado pelo Vovchanchyn q depois viraria NC.
  6. Procura pelo documentário The Smashing Machine. Foi produzido pela HBO em 2002. Kerr tava fu*** completamente. Viciado em remédios, depressivo e com problemas familiares e até financeiros. Se não me engano, esse doc vai até virar filme com atores interpretando e tudo mais.
  7. Eu lembro dessa corridinha do Tito rs. A real tb é q Tito nunca mais foi o mesmo pós derrota do Frank Shamrock. Ele era soltinho em pé tb e nunca mais foi. O modus operandi dele contra o Wand foi o mesmo contra Matyushenko q era um wreslter de alto nível e mesmo assim ele foi p luta agarrada e dominou em uma luta tediosoa de 5 rounds. Aliás ali era p ser Tito x Belfort, o brasileiro acabou se lesionando. Fizeram uma ótima luta anos depois. E sobre Fujita, tem um doc sobre os bastidores da luta com kerr. Ali o americano já entrou derrotado. No auge ele faria o japonês de boneco de pano.
  8. Com o jogo/ferramentas q eles tinham na época, não seriam contenders. Teriam q evoluir. Um paulão teria q virar um Durinho em pé e eu acho q potencial ele tinha p ser um cara desses viu Arona hoje não sobreviveria no LHW. Ali a maioria tem o peso e tamanho de um Werdum. Teria q baixar p MW e aí não sei se conseguiria. P mim ele teria o jogo perfeito p UFC de 15/20 anos atrás no ql poucos eram escorregadios.
  9. A luta contra Tito foi em abril de 2000. Wand já vinha de 3 vitórias no Pride. Sobre o monólogo q me refiro foi pelo amplo domínio. Foi 50-45 sem nenhuma margem de dúvida. O fato de Tito não chegar perto de finalizar ou nocautear não modifica o fato dele ter controlado completamente a luta. Aliás, era esse o esperado do Tito. Ficar por cima controlando do q tentar finalização ou nocaute. Tito é wrestler de elite clássico do MMA q Wand enfrentou. Os demais ou viraram strikers (Hendo e Rampage) ou não compuseram o nível de elite no MMA como Van Arsdale. Mas concordo contigo q ele era um cara escorregadio e com bom jogo antigrappling, só não tinha essa fama de pesadelo de wrestlers pq de fato ele poderia se complicar. No UFC havia mais "Titos" q no Pride. Um Matyushenko, Evan Tanner, Randleman, Couture poderia incomodá-lo naquele jogo murrinha de derrubar e ficar por cima pontuando. No Pride com rounds de 10 minutos e valendo tiro de meta, pisão, joelhada e cia o papo já era outro. Só lembro do Arona domando a fera na primeira luta. Esse sim já teria um jogo perfeito p lutar no UFC na época.
  10. Não me recordo do Wand ter essa alcunha, viu?! Alías Wand quando já vinha de vitórias no Pride e começava a ter boa popularidade (ainda nada perto do q seria após as vitórias em cima do Sakuraba) ele voltou ao UFC numa tentativa do evento americano se popularizar no Japão. Fizeram um UFC Japão com Wanderlei disputando o cinturão vago dos meio-pesados contra o Tito Ortiz. Ele foi amplamente dominado só pela luta agarrada. Foram 25 min de monólogo. Não teve antídoto nenhum ali e n lembro de outro grande wrestler q tentou impor o jogo de luta agarrada sem sucesso. Dan Henderson foi pro infight com ele como já seria clássico do americano. Viraria um striker dos bons
  11. Wanderlei era algo fora do comum. Foi meu primeiro ídolo no MMA. Primeiro evento q acompanhei ainda criança foi o Pride 10 e a luta dele com Mezger foi bem marcante, meses depois lutaria com Henderson e aí foi ápice, daquele roteiro q se tornaria clássico do Wand, muita violência e ataque, até ser golpeado e ficar a um passo de ser nocauteado e de repente voltar e virar resultado com mais brutalidade ainda. Isso era início dos anos 2000, me lembro dos meus primeiros acessos a internet ainda discada e uma das buscas eram as lutas anteriores dos lutadores favoritos. Essas mais antigas do Wand onde ele abusava de cabeçadas no clinch é uma doideira. Contra Artur Mariano quase sem um olho ele dava cabeçada com ferimento aberto. Mariano tinha um boxe bem alinhado, parecia mais técnico q o Wand, mas já tava sucumbindo ao mesmo roteiro clássico. Wand não era um lutador de um golpe, aquele terceiro nocaute em cima do Sakuraba (em q ele acerta um cruzado qdo o japa dá um low kick) foi uma das raridades. As vitórias vinham pelo volume de golpes naquele progresso de brutalidade.
  12. essa revanche com Jiri não vende, mas fazer o quê?! O cara não pode esperar o desafiante p lutar e não há outro nome a não ser o Jiri. A alternativa seria uma luta no peso pesado, mas aí o risco é maior
  13. Vc fala do Poatan de hj ou daquele q estreiou no ufc com 4 lutas no MMA? Poatan hj tem 8 lutas no UFC. Já tá aprendendo atalhos p sobreviver. Na primeira luta contra Adesanya qdo ele caiu no solo ficava evidente q ele tava totalmente cru. Não precisaria de um Weidman naquela época não. Qualquer lutador experiente com bom grappler iria se grudar nas pernas dele no primeiro ato. Um Gastelum com Cordeiro no corner não iria querer testar o jogo do Poatan em pé Hj a parada tá diferente, não é esse já meu ponto
  14. Mano, tu q acompanha mais as entrevistas do Poatan, tem algo aí dele falando sobre o nocaute sofrido pelo Adesanya na última luta deles? No YB só encontro o contrário: Adesanya falando sobre as derrotas
  15. UFC sabe q tem uma jóia na mão. Vão trilhar um caminho perfeito p esse cara chegar nesse cinturão. Por óbvio não existe luta entregue ou frangos, mas não sejamos ingênuos q há casamentos q favorecem. Próprio Poatan se beneficiou disso. Se tivessem colocado um grappler no caminho dele ao invés de strikers talvez mal falaríamos dele agora. O currículo e a a popularidade (ou potencial de alcance) pesam demais. Mas como disse, o cara vai ter q corresponder pq não há barbada ali. Sage Northcutt talvez seja o caso mais famoso de morrer nesse caminho