Raphael Rezende

Membros
  • Content Count

    9982
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Raphael Rezende

  1. Apresentação de gala do Max Holloway, merece todos os créditos, trocar porrada com o Justin Gaethje por cinco rounds, e além disso, nocauteá-lo no último segundo de luta, é realmente histórico.
  2. Só pra reforçar o que digo, acho que se tivesse rolado Rickson Vs Sakuraba, o Gracie tinha grandes chances de se sair vencedor. Era bem forte e técnico, e tinha um jogo de chão muito fino.
  3. Pô... Em relação ao primeiro parágrafo, quem o Rickson enfrentou, a portas fechadas, que configurou uma ameaça de verdade? Creio que o Hugo Duarte, mas sempre achei que este tava iniciando sua carreira, salvo engano, nem tinha lutado profissionalmente ainda, e além disso, falando friamente, quem foi Hugo Duarte no mundo do Vale Tudo? Outro nome conhecido foi o Mark Shultz, mas foi grappling, nem soco valia... Teve o Yoji Anjo, mas acho que esse não conta né... Em relação a ser esperto na era moderna... Rickson lutou os Japan Opens 94 e 95, onde não tinha um lutador de ponta. Já a partir da edição 96, já tinham bons nomes, Dan Severn, Igor Zinoviev, Randy Couture, Enson Inoue, e cadê o Gracie? Foi buscar o Takada no Pride. A alcunha "Rei das Ruas" do Marco foi por conta de seu nome, Marco Ruas, onde aproveitaram seu sobrenome (não que Ruas não tivesse brigado clandestinamente, mas todos sabem que esse não era seu foco). Respeitavam-no nas ruas do RJ, pois todos sabiam de sua fama, que treinava tudo, era bem completo e forte, e principalmente, por sua apresentação contra o Pinduka. Quanto ao último parágrafo, não acredito em "pipocar", mas não sabemos como o Ruas estava no momento... E se de fato, não tivesse bem preparado ali, e tomar um prejuízo e isso queimar sua futura carreira, que ele tanto almejava? Mais uma vez, respeito todos esses caras das antigas, mas não dá pro colocar o Rickson como semi-Deus, teve várias oportunidades de se testar contra tops, mas preferiu se aposentar invicto.
  4. Rickson merece todo o respeito do mundo, colocou o jiu-jitsu em outro nível, mas teve todas as oportunidades de se testar de verdade nos ringues/octógonos, e não fez. Beleza, alguns vão dizer que passou por aquela fatalidade com seu filho e por essa razão, não lutou contra o Kazushi Sakuraba... Mas, e antes? Não lhe faltaram desafios, por que não lutou contra Mark Coleman, Bas Rutten, Dan Severn e etc? Royce enfrentou Ken Shamrock, Matt Hughes e Kimo (entre outros); Renzo, contra Maurice Smith, Carlos Newton, Pat Miletich e Oleg Taktarov (entre outros); Royler, contra Kid Yamamoto e Genki Sudo (entre outros); Ralph, contra Takanori Gomi (entre outros)... Só o Rickson que não pode enfrentar nenhum top? Enfim, esse assunto é mais do mesmo, vamos em frente...
  5. Talvez tenha sido a 1° mordida explícita, mas como um colega falou acima, isso veio a acontecer no UFC I, Royce Gracie Vs Gerard Gordeau.
  6. Quando venceu o Yuri Misha na final, né? Não lembro se foram quatro ou cinco...
  7. Ninguém nunca lutou contra dois oponentes em uma noite, é isso mesmo que eu entendi??? E Royce Gracie no UFC II, superando quatro adversários???
  8. Irmão, posso estar enganado, mas sempre vi exatamente o que você postou, creio que muitos não enxergam (ou não tem conhecimento) o que o Murilo Bustamante foi pro mundo das artes marciais.
  9. Sim, era conhecido como Sombra da Noite, enfrentou bons nomes na época, chegou a lutar contra o Wanderlei Silva no IVC II... Era esforçado, tinha coração, mas não passava disso.
  10. Verdade, irmão... Afirmei, erradamente, que o Bebeo nunca tinha lutado MMA, falha minha. No mais, concordo com tudo.
  11. Vi essa reportagem, muito boa. É o que falo, eu curto rivalidades, mas as reais, como foi BTT vs Chute Boxe, não essas de novelas mexicanas de hoje em dia. * uma observação: acho que não foi nesse vídeo, mas já vi algumas entrevistas do Bebeo, porra ele fala pra cacete, que era vibrador, que caia pra dentro, mas não me lembro de nenhuma luta dele, nem no jiu-jitsu (MMA sei que nunca botou a cara).
  12. Eu achei uma bizarrice Popó Vs Bambam, galera fazendo churrasco, bares lotados, tá de sacanagem... Pior que alguns ainda acreditavam no Bambam, pqp.
  13. Exatamente. Quando "leigos" querem se aventurar, por exemplo, no jiu-jitsu, eles entram em um campeonato de faixa branca, e vão galgando etapas... Até mesmo no submission, que é um esporte mais novo e não é uma arte marcial, não se vê Justin Bieber Vs Roger Gracie, existe uma hierarquia, um respeito... Desses freaks atuais do boxe, eu vou parar pra ver Mike Tyson Vs Jake Paul, por ser fã do Iron Mike, e saber como ele vai se comportar com quase 60 anos.
  14. Força, guerreiro!!! Acompanho sua carreira desde o início, sempre fui fã do Mark Coleman!!!
  15. Também não curto a postura dele não. Mas, logicamente, como lutador, foi um dos grandes.
  16. Porra, Jake Paul tirou onda nessa, devemos admitir!!! No mais, se o Mike Tyson vier com a explosão, rapidez e punch em dia, deita seu adversário!!! Essa eu gostei, bem mais que o freak Popó Vs Bambam.
  17. Total. Tem muitos outros, como o Don Frye, Randy Couture, Murilo Bustamante, Wand, Shogun, Minotauro, Fedor, Igor Vovchanchin, Kazushi Sakuraba... Negócio é se manter saudável, treinando, se alimentando bem, bebendo água, pra que possamos ver muitos mais iniciando e se aposentando...
  18. Horrível não é, tem muita força, agressividade e punch, não dá pra dizer que alguém com essas valências seja ruim... Porém, faço coro que talvez não seja isso tudo, vou compará-lo com o Marreta, sempre disse que este não ia se manter no topo, não tinha jogo pra isso, creio que seja igual ao Problema.