Daniel Mendoza

[UFC 234] Israel Adesanya x Anderson Silva

Recommended Posts

Agora, Valderazzi disse:

Eu marquei pro Anderson, mas é um indicativo que nao foi tão claro assim. Nao revi pra afirmar com certeza, até porque não gostei da luta. 

Eu tb nao revi, mas pra mim o 1° round foi parelho com vantagem para o Nigeriano, 2° claro para o Anderson e 3° claro para o nigeriano. Aonde isso é tranquilo eu nao sei.

Share this post


Link to post
Share on other sites
11 minutos atrás, Valderazzi disse:

Dois dos tres juizes marcaram 30x27, torcedor.

Exato.... Não foi um baile como todos " inclusive eu" imaginávamos.

Mas também tá longe dessa pedra preciosa que foi a apresentação do Anderson que estão pintando aqui. 

Do jeito que estão falando, parece que foi uma guerra estilo Edgard x Maynard 2 kkkkk

Mas foi um 30 x 27 onde o Israel foi superior sem deixar nenhuma margem alguma de Vitória..... Mas é como eu falei, os cara comemora até hj o 30 x 26 contra o cormier como se fosse algo de outro mundo.....

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora, Wand Forever disse:

Eu tb nao revi, mas pra mim o 1° round foi parelho com vantagem para o Nigeriano, 2° claro para o Anderson e 3° claro para o nigeriano. Aonde isso é tranquilo eu nao sei.

Adesanya nao correu qualquer risco e ganhou lutando na segurança, sem nem precisar se arriscar. Anderson lutou muito bem, dentro de suas possibilidades, o que nao impediu uma vitoria tranquila do nigeriano. 

Deve ser reconhecido sim, mas vocês enxergam muito mais que o ocorrido. 

Eu apostei no Adesanya em uma combinada de NOVE LUTAS onde acertei TODAS. Botei mixaria no Anderson como Hedge, pra garantir. Assisti de sangue doce e nao tive qualquer dúvida da vitoria do Israel. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora, JOAO MIR JJ disse:

Exato.... Não foi um baile como todos " inclusive eu" imaginávamos.

Eu falei que essa luta iria pra decisão. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

@Lucas Timbó pergunta na moral, pq to vendo que os ânimos estão meio exaltados nesse tópico, mas queria perguntar algo diretamente a vc, mas para saber sua opinião mesmo, na moral, sem duvidar de nada.

A pergunta é a seguinte:

Anderson perdeu o primeiro round, ganhou o segundo e perdeu o terceiro.

Sendo o primeiro um tanto quanto apertado, certo?

Muitos golpes que entraram, principalmente nesse 3 round, que foram pontos importantes para a vitória de Israel, foram golpes que Anderson se deixou acertar, inclusive, em um breve momento, a lá Mark Hunt vs Ray Sefo GUARDADAS AS DEVIDAS PROPORÇÕES.

Caso o que eu falei, faça sentido para vc, como isso se configura como uma luta fácil?

 

Edited by rivvithead
Erro no texto, errei o round que achei apertado, rsrs

Share this post


Link to post
Share on other sites
53 minutos atrás, jaspion89 disse:

Isso serve pra todos os usuários? pq eu percebo q existem alguns foristas q fazem isso e não são punidos.

Claro. Mas pedimos paciência pq nem sempre é fácil definir o que é punível ou não. A fronteira entre manter um bom clima e exagerar é complexa. Geralmente discutimos as denúncias e consideramos o histórico, se é pontual ou não e votamos. Mas algumas pessoas já estão na perlinda por conta disso.

Abs.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Israel lutou na segurança, não correu risco, mas não foi uma luta tão fácil quanto eu imaginei que seria. AS conseguiu deixar o Israel inseguro em muitos momentos para soltar o jogo e, na minha opinião, ganhou um round. Foi um vitória clara do Israel, mas AS deu muito mais luta do que eu imaginei que daria. Esse jogo psicológico de que não está afetando, de crescer e fintas são impressionantes. 

Pessoal falou de palhaçada que o AS ficava fazendo, nada daquilo era papagaiada e sim estratégia, quebra padrões, faz o oponente focar receoso, mais difícil ler os padrões, inibe de atacar. Aqueles movimentos do braço são de uma forma que dificuldade a entrada dos golpes e tira a visão de onde vira o ataque ou contra golpe. Se não fosse elas possivelmente o Isarel acertados muito mais.

Achei uma boa luta do AS. Israel venceu claramente, mas não foi uma luta tão fácil e dominante quanto imaginei, a performance do AS foi muito melhor que imaginei. Israel lutou muito bem também, foi calmo, não se expôs. Eu achei que o AS iria cair defendo em uma daquelas corridas que ele deu atrás do Israel.

Essa luta do auge poderia ter outro resultado, mas tudo especulação.

Foi uma bela luta entre dois grandes strikers. Não teve nada de só showzinho, eu admiro muito métodos não tradicionais de luta e de formas de acuar o adversarios, de distrair e morar na mente e criar espaços. Meio segundo que ganha de distração mental se adequando ali aos movimentos "doidos" - mas metodicamente escolhidos - já pode definir uma não boa entrar e definir a luta.

AS lutou muito.

Share this post


Link to post
Share on other sites
15 horas atrás, Rappa Hemp disse:

Mas não foi tranquila, cara. Eu fiz um combinho de apostas nesse evento e coloquei a vitória dele e fiquei tenso até o final pq a luta foi tensa.  Adesanya em diversos momentos refutou ou andou pra trás enquanto AS explodia em sua caça.  O nigeriano sendo mto mais novo e condecorado na trocação, além de sempre falar q era um especialista nos pontos falhos do AS, fez eu imaginar um roteiro bem diferente.    Se AS conseguisse um knockdown no último round poderia dar margem p uma vitória e foi lá q ele preparava o bote.  O início do terceiro round me pareceu claro q a falta de reflexo o prejudicou.  O q eu mencionei ali não foi um questionamento do juíz intervir e sim uma malandragem clara do AS p tirar o foco do Adesanya.   A explosão p aquela joelhada mostrou o quanto ele tá velho.  Anos atrás seria o fim, cara.  E isso q eu não sou um saudosista ou fã do AS, não. 

concordo

a luta não foi tranquila pro Israel nunca

Share this post


Link to post
Share on other sites
14 horas atrás, Daniel Mendoza disse:

O Israel lutou na segurança, não correu risco, mas não foi uma luta tão fácil quanto eu imaginei que seria. AS conseguiu deixar o Israel inseguro em muitos momentos para soltar o jogo e, na minha opinião, ganhou um round. Foi um vitória clara do Israel, mas AS deu muito mais luta do que eu imaginei que daria. Esse jogo psicológico de que não está afetando, de crescer e fintas são impressionantes. 

Pessoal falou de palhaçada que o AS ficava fazendo, nada daquilo era papagaiada e sim estratégia, quebra padrões, faz o oponente focar receoso, mais difícil ler os padrões, inibe de atacar. Aqueles movimentos do braço são de uma forma que dificuldade a entrada dos golpes e tira a visão de onde vira o ataque ou contra golpe. Se não fosse elas possivelmente o Isarel acertados muito mais.

Achei uma boa luta do AS. Israel venceu claramente, mas não foi uma luta tão fácil e dominante quanto imaginei, a performance do AS foi muito melhor que imaginei. Israel lutou muito bem também, foi calmo, não se expôs. Eu achei que o AS iria cair defendo em uma daquelas corridas que ele deu atrás do Israel.

Essa luta do auge poderia ter outro resultado, mas tudo especulação.

Foi uma bela luta entre dois grandes strikers. Não teve nada de só showzinho, eu admiro muito métodos não tradicionais de luta e de formas de acuar o adversarios, de distrair e morar na mente e criar espaços. Meio segundo que ganha de distração mental se adequando ali aos movimentos "doidos" - mas metodicamente escolhidos - já pode definir uma não boa entrar e definir a luta.

AS lutou muito.

Perfeito!

Tem uma galera q  tem q deixar o egocentrismo de lado.  Errar é natural, agora querer insistir nisso é burrice.  Foi uma vitória clara, mas tranquila nunca.  Eu chupei manga nessa.  Apostava num domínio completo das ações por parte do Adesanya (apostei $) e o q se viu foi a luta sendo decidida no último round e com Adesanya receoso de um contra golpe do AS q se pega poderia dar margem p vitória do brasileiro (e pra um garfo tbm, já q dois juízes não viram o q 90% dos analistas dos grandes sites viram).  Luta tensa p caralho.

E concordo com vc Daniel quanto a qualidade da luta. Eu sempre me identifiquei mais com as modalidades de trocação como praticante e espectador.  Me instiga a leitura de olhares que há. Ali não teve nada de firula, eram dois caras com um jogo psicológico fora do normal, tentando destabilizar o adversário e dar o bote final.  Tenho implicância com AS pq atitudes fora do octagon e declarações me aborrecem, mas em termos de imprevisibilidade é um cara raro.   

Edited by Rappa Hemp

Share this post


Link to post
Share on other sites
31 minutos atrás, Rappa Hemp disse:

Perfeito!

Tem uma galera q  tem q deixar o egocentrismo de lado.  Errar é natural, agora querer insistir nisso é burrice.  Foi uma vitória clara, mas tranquila nunca.  Eu chupei manga nessa.  Apostava num domínio completo das ações por parte do Adesanya (apostei $) e o q se viu foi a luta sendo decidida no último round e com Adesanya receoso de um contra golpe do AS q se pega poderia dar margem p vitória do brasileiro (e pra um garfo tbm, já q dois juízes não viram o q 90% dos analistas dos grandes sites viram).  Luta tensa p caralho.

E concordo com vc Daniel quanto a qualidade da luta. Eu sempre me identifiquei mais com as modalidades de trocação como praticante e espectador.  Me instiga a leitura de olhares que há. Ali não teve nada de firula, eram dois caras com um jogo psicológico fora do normal, tentando destabilizar o adversário e dar o bote final.  Tenho implicância com AS pq atitudes fora do octagon e declarações me aborrecem, mas em termos de imprevisibilidade é um cara raro.   

Em resumo Anderson provou o que ser um artista marcial .

Aonde técnica prevalece sobre a força.

Não só o jiu jitsu que tem máxima de técnica pra vencer os fortes , na verdade fosse assim todo mundo ia pra uma academia tomar bomba e ser bom de luta.

Foi bela luta , Anderson não venceu porém não perdeu e ficou na história de vez pra mim, como é bom ver o gênio em ação

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 minutos atrás, NEGO DÁGUA disse:

Em resumo Anderson provou o que ser um artista marcial .

Aonde técnica prevalece sobre a força.

Não só o jiu jitsu que tem máxima de técnica pra vencer os fortes , na verdade fosse assim todo mundo ia pra uma academia tomar bomba e ser bom de luta.

Foi bela luta , Anderson não venceu porém não perdeu e ficou na história de vez pra mim, como é bom ver o gênio em ação

sempre disse.. e já tem muito tempo, o AS é gênio. Está um nível acima. 

 

poucos na história do MMA tem a leitura de luta desse cara

se fala asneira fora do octágono, pra mim pouco importa

Share this post


Link to post
Share on other sites

Para mim também não teve firula, pois ambos tem a mesma intenção, desestabilizar para dar o bote e nocautear. O Adesanya conseguiu em alguns momentos, vide as duas corridas que o Anderson deu para cima dele, fiquei tenso num contra-golpe ali e do Anderson cair fedendo.
Concordo com a maioria que acha que foi uma vitória clara, mas tranquila nunca.
Bela luta do Adesanya, que não se expôs e evitou cair nas artimanhas do Anderson, que era meter um contra-golpe fulminante. E o Anderson parabéns, foi melhor do que o esperado, pois, eu sou um daqueles que imaginava um KO/Tko para o Adesanya.

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 minutos atrás, pipo disse:

sempre disse.. e já tem muito tempo, o AS é gênio. Está um nível acima. 

 

poucos na história do MMA tem a leitura de luta desse cara

se fala asneira fora do octágono, pra mim pouco importa

Pra mim Anderson sempre foi um Ferrari dirigida pro amadores ele transcende demais quem o treina .

Ele é muito melhor que seus professores em pé

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, NEGO DÁGUA disse:

Em resumo Anderson provou o que ser um artista marcial .

Aonde técnica prevalece sobre a força.

Não só o jiu jitsu que tem máxima de técnica pra vencer os fortes , na verdade fosse assim todo mundo ia pra uma academia tomar bomba e ser bom de luta.

Foi bela luta , Anderson não venceu porém não perdeu e ficou na história de vez pra mim, como é bom ver o gênio em ação

A primeira demonstração de boxe no Brasil, foi em um parque, aonde um francês magrelo nocauteou Luís Sucupira, conhecido como Apolo brasileiro, em São Paulo.

 

A primeira luta realizada no Brasil foi em 1913, na cidade de São Paulo, entre um pequeno ex-boxeador profissional que fazia parte de uma companhia de ópera francesa e o atleta Luis Sucupira, conhecido como o Apolo Brasileiro, em razão de seu físico avantajado. Embora surrado, Apolo reconheceu que a técnica pode superar a força e tornou-se um grande entusiasta do boxe e seu primeiro grande divulgador.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 minutos atrás, rivvithead disse:

A primeira demonstração de boxe no Brasil, foi em um parque, aonde um francês magrelo nocauteou Luís Sucupira, conhecido como Apolo brasileiro, em São Paulo.

 

A primeira luta realizada no Brasil foi em 1913, na cidade de São Paulo, entre um pequeno ex-boxeador profissional que fazia parte de uma companhia de ópera francesa e o atleta Luis Sucupira, conhecido como o Apolo Brasileiro, em razão de seu físico avantajado. Embora surrado, Apolo reconheceu que a técnica pode superar a força e tornou-se um grande entusiasta do boxe e seu primeiro grande divulgador.

 

Vc não conhece bombados que achem que um supino resolve tudo???

Adorava eles KKK.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now