Sign in to follow this  
pipo

Dana White: Colby ‘parecia lento e velho’. Chandler se posiciona. Belal Muhammad detona Colby "“Isso é o que acontece quando você tira do sofá um vagabundo (Covington)

Recommended Posts

 

 

LAS VEGAS – Dana White não gostou do que viu de Colby Covington em sua volta ao octógono.

O antigo candidato aos meio-médios do UFC perdeu por decisão unânime para o campeão Leon Edwards no último sábado, na luta principal do UFC 296 . Este foi um grande momento para Covington (17-4 MMA, 12-4 UFC), pois foi sua terceira e provavelmente sua última chance pelo título indiscutível do UFC.

Apesar da grande pressão, White não acha que isso tenha sido um fator, mas acredita que o tempo do pai o alcançou.

“Acho que a pressão atinge todo mundo”, disse White na coletiva de imprensa pós-luta do UFC 296. “Tenho certeza que Leon sofreu muita pressão. Leon estava falando sobre o que disse ao pai, e você sabe, a última coisa que você quer é sair e perder para aquele cara.

“Todos esses caras lidam com pressão, mas Colby já esteve em grandes lutas antes. Este não é o primeiro rodeio de Colby, ele já esteve em grandes lutas. Colby parecia lento e velho esta noite, na minha opinião.”

Covington não luta desde março de 2022 e falta apenas dois meses para completar 36 anos. White acredita que foi um erro de Covington sentar e esperar pela disputa pelo título, já que a inatividade o afetou.

“Eu acho que minha opinião sobre isso, e deixe-me saber o que vocês pensam, mas quando você tem 35 anos ou qualquer idade neste esporte, e você pensa, 'Sim, vou esperar', esperando nunca é uma boa ideia neste esporte”, disse White. “Esse esporte não espera por ninguém.

“Acho que ele parecia lento esta noite. Ele foi derrotado. Leon parecia bem. Ele parecia rápido. (Covington) Parecia que ele teve problemas para lidar com sua velocidade e também para ser derrotado. E sem mencionar o fato de que Leon destruiu totalmente aquela perna.”

 

 

Michael Chandler: Colby Covington ‘deveria lutar nas preliminares’ após apresentação no UFC 296

 

Michael Chandler não ficou impressionado com o desempenho de Colby Covington no UFC 296.

Covington (17-4 MMA, 12-4 UFC) perdeu uma decisão sem intercorrências para o campeão meio-médio Leon Edwards (22-3 MMA, 14-2 UFC) na luta principal do último sábado na T-Mobile Arena, onde foi incomumente hesitante no primeiras rodadas.

Chandler zombou do desempenho de Covington usando sua referência à guerra de 1776 – a Declaração de Independência dos Estados Unidos da Grã-Bretanha. Ele acha que Covington falou muito e não o apoiou.

“Eu disse que depois de três rounds, Colby levou 1.776 tiros no rosto e não teve nenhum ataque.” Chandler disse em entrevista ao Inside Fighting . “Se a ofensa de Colby fosse uma representação precisa das forças armadas dos EUA, nunca teríamos conseguido a nossa independência, perdido a Primeira Guerra Mundial e perdido a Segunda Guerra Mundial. Cem por cento (ele decepcionou Trump). Foi pior do que fraco. Na verdade, é apenas porque Colby deu muita importância a isso.”

Chandler, que deve receber Conor McGregor de volta na luta dos meio-médios em 2024, foi questionado se algum dia gostaria de lutar contra Covington.

“Não agora, não depois daquela apresentação”, disse Chandler. “Colby deveria estar lutando nas preliminares. Essa é a minha opinião."

Covington argumentou que venceu as rodadas 3, 4 e 5  , mas só recebeu o frame final dos três juízes.

 

 

 

Chael Sonnen questiona se Colby Covington voltará a lutar após a perda do título do UFC 296

 

Chael Sonnen não tem certeza sobre o futuro de Colby Covington após o UFC 296.

Covington (17-4 MMA, 12-4 UFC) ficou aquém de sua terceira chance pelo ouro indiscutível ao perder por decisão unânime para o campeão meio-médio Leon Edwards (22-3 MMA, 14-2 UFC) na luta principal do último sábado em Arena T-Mobile.

O comentarista do UFC, Jon Anik, sugeriu Shavkat Rakhmonov como o próximo para Covington, que Covington encerrou na entrevista coletiva pós-luta. Sonnen não vê Covington subindo a escada e se pergunta se algum dia ele lutará novamente.

“Adoro sua sugestão de Rakhmonov. Só não tenho certeza se Dana fará essa sugestão a Colby”, disse Sonnen durante o show pós-luta do UFC 296 . “O que me preocupa é se ele aceitará? Não sei onde está o coração dele. Subir aquela montanha tantas vezes quanto ele. A carreira de Colby é um enigma.

“Ele já fez três lutas pelo título mundial, foi campeão interino, nunca perdeu, acordou um dia, não era campeão interino. Ele lutou contra o atual campeão do 'BMF', dominou-o e nunca se tornou campeão do 'BMF'. Acho que há algumas frustrações reais. Só não sei se ele quer recomeçar. Essa é a dura verdade. Não sei se veremos Colby Covington novamente.”

Apesar da derrota sem brilho, Covington disse que não tem intenção de ir embora. “Chaos” não gostou da sugestão de lutar contra Rakhmonov, mas em vez disso chamou o ex-desafiante ao título Stephen Thompson, que foi finalizado por Rakhmonov no UFC 296 .

Share this post


Link to post
Share on other sites

Belal Muhammad: Leon Edwards x Colby Covington no UFC 296 ‘foi uma piada para a categoria’

 
 
 

Belal Muhammad criticou bastante a luta principal do UFC 296.

O campeão meio-médio Leon Edwards (22-3 MMA, 14-2 UFC) derrotou Colby Covington (17-4 MMA, 12-4 UFC) por decisão unânime para manter o cinturão no último sábado na T-Mobile Arena em Las Vegas, e Muhammad não fiquei impressionado.

Foi um jogo um tanto sem brilho – especialmente nas primeiras rodadas, onde Covington foi estranhamente hesitante. Edwards admite que a abordagem de Covington o confundiu, mas Muhammad esperava mais de ambos os lutadores.

“Honestamente, foi uma piada para a categoria”, disse Muhammad à ESPN após o UFC 296. “Isso é o que acontece quando você tira do sofá um vagabundo (Covington) que está afastado há dois anos, que não merecia a chance, e ele foi lá e não apoiou o papo. Para Leon Edwards, você também deveria ter apoiado sua palestra. Pelo que Colby disse, ele merecia ter o maxilar quebrado.

“Achei que o Leon deveria ter ido lá, deveria ter envergonhado e colocado isso nele, mas ele fez aquele joguinho. Então acho que o UFC sabe quem será o próximo. Eu preciso entrar lá. Preciso tornar o meio-médio grande novamente porque vou lutar todas as lutas. Estarei na sua cara sem parar, 100 por cento. Não haverá nenhuma respiração para Leon Edwards.”

Muhammad (23-3 MMA, 14-3 UFC), que pesou como reserva, está ansioso pela disputa do título. Sua primeira luta com Edwards terminou em no contest, e ele promete pressionar o campeão se ele voltar atrás.

“Vou estar na cara dele”, disse Muhammad. “Vou fazê-lo sangrar. Vou fazê-lo respirar com dificuldade. Vou fazer com que ele olhe para o canto e o treinador repetirá a mesma afirmação: 'Não deixe que ele intimide você, filho.' Ele vai dizer isso a cada round, e quando a luta terminar, ele (vai dizer): 'Você deixou ele intimidar você, filho.' É isso que vou fazer com ele. Eu vou intimidá-lo.”

Edwards insiste que não acha que Muhammad deveria ser o próximo , e o CEO do UFC, Dana White, também se recusou a se comprometer com a ideia. Mas Muhammad está pronto para intervir sempre que receber a ligação e implora a White que lhe dê sua chance.

“Estou pronto”, disse Muhammad. “Ele não sofreu nenhum dano. Colby teve cerca de 500 rebatidas. Provavelmente um deles foi significativo. São todas picadas de mosquito, então Leon Edwards provavelmente só precisa tomar um banho rápido, tirar toda aquela sujeira e ele estará pronto para ir. Espero que ele não faça sua longa turnê novamente.

“Ele é muito inativo. Fique na academia, fique pronto para ir. Quando você estiver pronto, estou pronto para ir. Você pode me ligar com uma semana de antecedência, estou pronto para ir. Não importa quando o UFC liga. Eu só quero essa luta pelo título. Nas palavras do famoso ‘GSP’ (Georges St-Pierre), ‘Dana, por favor, me dê minha chance’”.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ray Longo desabafa sobre o “idiota do caralho” Colby Covington após o UFC 296: “Esse cara é um pedaço de merda”

 

O técnico de MMA Ray Longo não é fã de Colby Covington.

 

Covington fala ousadamente e não tem medo de dizer nada, o que Longo diz ser frustrante para a comunidade do MMA. Mas, após os comentários de Covington sobre o pai de Leon Edwards antes do UFC 296, Longo ficou irado e descarregado no 'Chaos' durante sua aparição no Podcast Anik & Florian enquanto falava o que pensava sobre o ex-campeão interino.

 

 

“Escute, eu não tenho absolutamente nenhuma utilidade para o cara. Eu simplesmente não. Desde que ele ameaçou você (falando com Anik), ele sabe onde você mora, ele pode se foder. Não dava a mínima para aquele cara. O que ele fez com Leon Edwards, considero atroz. Você sabe, há uma promoção de uma briga e depois há um total desajuste na vida, e é assim que eu vejo com aquele cara. Quero dizer, em primeiro lugar, Leon Edwards com seu pai, quero dizer, foi de partir o coração ouvir Leon falar. Leon é um cara querido. Eu realmente gosto muito de Leon Edwards, cara. Ao ver isso, estou chorando enquanto ele faz isso, e é raiva de Colby. É isso que isso faz comigo”, disse Ray Longo sobre Colby Covington.

“O cara ataca o Wonderboy, você vê o Wonderboy lidar com isso como se você não pudesse nem atacá-lo, o cara é tão legal, ele está lá em cima e está sorrindo. Ele está chamando o cara de pedófilo, esse cara de merda. Chama Wonderboy de pedófilo, Wonderboy está fazendo algo que retribui à comunidade. Colby, você suga a vida da comunidade, como uma lixiviação para a sociedade e agora está atacando esse cara”, continuou Longo.

“É demais para mim, não ligo para isso, e cara, fale de carma porque que merda foi aquela luta. O cara não fez absolutamente nada. Para pegar uma torcida pró-Colby e no final da luta ter a torcida contra você, boa sorte meu cara, espero que tenha valido a pena, os 25% extras de qualquer coisa, espero que tenha valido a pena para você. Já estou por aí há muito tempo, posso prometer que você vai se arrepender de muita merda pelo resto da vida”, concluiu Longo sobre Colby Covington.

Ray Longo não se conteve em relação a Colby Covington, já que o treinador de MMA diz que está cansado da atitude que faz. Longo também ficou feliz em ver Covington perder para Leon Edwards em uma luta sem brilho no UFC 296.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Colby fez seu jogo. Leon foi quase perfeito no anti jogo. Pessoal exagera demais.

Não duvido o Colby voltar na próxima luta e amassar alguém com aquele jogo chato de derrubar e bater com mão de alface 

Share this post


Link to post
Share on other sites
8 minutos atrás, gabriel floripa disse:

Colby fez seu jogo. Leon foi quase perfeito no anti jogo. Pessoal exagera demais.

Não duvido o Colby voltar na próxima luta e amassar alguém com aquele jogo chato de derrubar e bater com mão de alface 

ele vai ter dificuldade de conseguir adversários rankeados

além da derrota, o cara saiu queimado de um nível que faz tempo que não via igual

e como realmente ele só luta de ano em ano, pode ser que leve ume mega geladeira

Usman, Belal, Nomade, Durinho.. ngm luta com ele.. vai restar quem de nome?

Share this post


Link to post
Share on other sites

Colby lutou muito mal… a idade e o tempo parado estão pesando! Daqui em diante tem que cavar lutas rentáreis, talvez com Poirer, ou se contentar em servir de escada!

Tem muito cara novo e sedento, o muçulmano do olho puxado, o Ian Garry tb é muito bom, Belal é parada dura, Leon tem 32 e pode render um bom tempo! Já passou o timming pro Colby.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Disse em outro tópico e repito aqui:  Leon Edwards fez a estratégia quase perfeitaErrou apenas em não ter mantido a luta de pé no último round, mas de qualquer forma foi constrangedor ao americano e era esse o desfecho idealNenhum desafiante constrangido volta a cena com facilidade e digo mais, esses cuja o desfecho é de dominância é pior do q os nocauteados.  

É mais fácil até um Borrachinha com uma sequência de vitórias voltar ao páreo contra um Adesanya e trazer mais expectativa de vendas e promoção do q um cara q por 25 minutos não consiguiu atingir um soco numa "luta" monótona e entediante.  

Um colega no outro tópico discordou e disse q basta Colby fazer barulho q o público americano compraria uma revanche.  Não se enganem.  Os números do Colby não são bons e performance ditam o jogo não o trash talkSonnen vs. Anderson Silva I teve vendas medíocres em meio a um festival de trash talk do americano.  A revanche explodiu em vendas pq a primeira luta o americano deu knockdown e venceu 4 rounds de maneira dominante.  

Repito:  ninguém paga pra ver luta brochante.  Leon deu o pior destino possível a Colby.  Muito pior q um nocaute brutal.

Edited by Rappa Hemp

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ele falou merda pra caralho e realmente achava que ia vencer! Lutou mal e agora está pagando preço da soberba vazia. Virou piada!

ótimo ótimo!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Foda-se.

Tenho certeza que o Colby Covington abraçou um personagem que, nos dias de hoje, tem se tornado lucrativo... Mas, acho que tudo tem um limite. Posso tá ficando velho e chato, não curto redes sociais, não curto essas músicas atuais (leia-se trap, sertanejo mela-cueca, pagodes de cortar os punhos e etc), dentre outras coisas, mas os trash talkings do passado eram mais reais, falavam sobre suas performances nos ringues, equipes rivais, era mais uma questão de homens mesmo, de honra... Hoje, fala-se da esposa, filho, pai, o que é isso, irmão... Que loucura.

Resumindo, foda-se.

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 horas atrás, Rappa Hemp disse:

Disse em outro tópico e repito aqui:  Leon Edwards fez a estratégia quase perfeitaErrou apenas em não ter mantido a luta de pé no último round, mas de qualquer forma foi constrangedor ao americano e era esse o desfecho idealNenhum desafiante constrangido volta a cena com facilidade e digo mais, esses cuja o desfecho é de dominância é pior do q os nocauteados.  

É mais fácil até um Borrachinha com uma sequência de vitórias voltar ao páreo contra um Adesanya e trazer mais expectativa de vendas e promoção do q um cara q por 25 minutos não consiguiu atingir um soco numa "luta" monótona e entediante.  

Um colega no outro tópico discordou e disse q basta Colby fazer barulho q o público americano compraria uma revanche.  Não se enganem.  Os números do Colby não são bons e performance ditam o jogo não o trash talkSonnen vs. Anderson Silva I teve vendas medíocres em meio a um festival de trash talk do americano.  A revanche explodiu em vendas pq a primeira luta o americano deu knockdown e venceu 4 rounds de maneira dominante.  

Repito:  ninguém paga pra ver luta brochante.  Leon deu o pior destino possível a Colby.  Muito pior q um nocaute brutal.

Rapaz, tem tanta gente odiando e querendo ver o Colby se ferrar, que mesmo que não consiga mais um TS, é provável que na sua próxima luta as vendas sejam maiores pois todos querer ver ele apanhar kkkkkkk

 

Isso se não apanhar na rua antes disso.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora, Andrey disse:

Rapaz, tem tanta gente odiando e querendo ver o Colby se ferrar, que mesmo que não consiga mais um TS, é provável que na sua próxima luta as vendas sejam maiores pois todos querer ver ele apanhar kkkkkkk

 

Isso se não apanhar na rua antes disso.

Verdade.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Colby estava bem estranho... Não tinha aquele ritmo de outras lutas,de atacar mais... E os chutes dele foram bem ruins tbm

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this