Sign in to follow this  
André Filho

[Rumor] One FC próximo a falência

Recommended Posts

13 minutos atrás, bom-ba-ye disse:

O Pride dependia muito dos patrocinadores na época, o PPV já existia mas não com a facilidade de acesso como hoje , então a renda principal era dos ingressos e dos grandes patrocinadores na época, que tinha as grandes montadoras de veículos e indústrias eletrônicas, além dos bancos e outras empresas de entretenimento.

Mas com a perda da transmissão para a tv aberta, com a rescisão de contrato da TV Fuji, toda a engrenagem do Pride começou a ruir,  e para piorar tinha as altas bolsas pagas aos seus lutadores. 

Hoje o Rizin tem situação financeira estabilizado porque a maior fonte de renda vem do PPV e do marketing digital. Além das bilheteiras, com eventos lotados mesmo com o valor dos ingressos terem aumentado de 50 a 100% pos pandemia. 

Os atletas locais têm um peso gigantesco na audiência do Rizin e como vc disse às maiores estrelas também são influenciadores e atrai uma multidão.

Share this post


Link to post
Share on other sites
17 minutos atrás, André Filho disse:

Entendo estamos aqui pra debater mesmo kkkk

Mas querendo ou não Scott Coker "quebrou dois eventos".

E quando muitos achavam que esse evento incomodaria o UFC ele fecha as portas.

Talvez a com a fusão Bellator-PFL e com o grande investimento do fundo árabe talvez consiga pescar uma fatia do mercado.

Verdade. Parece que existe uma barreira onde o UFC chegou no topo e os demais só chegam até certo nível bem abaixo.

Quando eu falo de marca, é louco pensar que por exemplo, pega uma grande empresa de promoção de eventos(não conheço de nome) e coloca ela junto com uma ESPN, Showtime ou sei lá quem.. Coloca um fundo de investimento Árabe que tem dinheiro que não acaba...

Ainda que esse grupo monte um evento, não consigo ver eles batendo o UFC. Ainda que metada dos nomes do UFC imigrem pra lá...

É doido isso! UFC montou uma marca forte demais.

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 minuto atrás, Silverchair disse:

Verdade. Parece que existe uma barreira onde o UFC chegou no topo e os demais só chegam até certo nível bem abaixo.

Quando eu falo de marca, é louco pensar que por exemplo, pega uma grande empresa de promoção de eventos(não conheço de nome) e coloca ela junto com uma ESPN, Showtime ou sei lá quem.. Coloca um fundo de investimento Árabe que tem dinheiro que não acaba...

Ainda que esse grupo monte um evento, não consigo ver eles batendo o UFC. Ainda que metada dos nomes do UFC imigrem pra lá...

É doido isso! UFC montou uma marca forte demais.

O fato é o UFC é  maior que o MMA  ali superou e muito tudo que foi visto.

Faça um super plantel um evento top e organizado  , boas bolsas , Bellator fez e quebrou!!

One regras excelentes  , doping liberados, nível técnico  alto , bolsas boas ao contrário que falaram deu nocautr 50 mil  de bônus. 

Lutas de kickboxing,  Muay thai de luva pequenas, muay thsi normal, kickboxing  de luva pequena e MMA  , MMA  com.um.eound de muay thai é um round de  MMA,  grappling  com.os melhores do mundo .

Ou seja todos os níveis de luta e gostos para todos os públicos,  não  deu certo pelo visto .

Ufc é  gigante  , Poatan  lendo do kickboxing  mundial no Brasil  ninguém  o conhecia  agora campeão  do UFC  extremamente  famoso

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
14 minutos atrás, NEGO DÁGUA disse:

O fato é o UFC é  maior que o MMA  ali superou e muito tudo que foi visto.

Faça um super plantel um evento top e organizado  , boas bolsas , Bellator fez e quebrou!!

One regras excelentes  , doping liberados, nível técnico  alto , bolsas boas ao contrário que falaram deu nocautr 50 mil  de bônus. 

Lutas de kickboxing,  Muay thai de luva pequenas, muay thsi normal, kickboxing  de luva pequena e MMA  , MMA  com.um.eound de muay thai é um round de  MMA,  grappling  com.os melhores do mundo .

Ou seja todos os níveis de luta e gostos para todos os públicos,  não  deu certo pelo visto .

Ufc é  gigante  , Poatan  lendo do kickboxing  mundial no Brasil  ninguém  o conhecia  agora campeão  do UFC  extremamente  famoso

 

O UFC não é só um esporte de combate, entretenimento acima de tudo, a máquina promocional é gigantesca. 

Lá na metade dos anos 2000 quando o UFC estava quase fechando as portas eles entenderam como iriam pescar a audiência e lançaram o TUF que foi um sucesso absurdo.

Entenderam como funciona o mercado americano com os realities espremeram essa fórmula até o limite.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Chatri Sityodtong agita o mundo do MMA: “ONE está se preparando para assumir”

 

O presidente e CEO do ONE Championship, Chatri Sityodtong, confirmou os planos da promoção de iniciar o primeiro trimestre de 2024 com três eventos premium.

Chatri Sityodtong

Ele fez o anúncio em uma postagem no Facebook no domingo, 19 de novembro.

 
 
 
 

“UMA está se preparando para tomar o mundo em 2024 com o nosso maior ano da história”, escreveu ele.

O destaque desta revelação é a intenção da promoção de fazer um retorno triunfante ao Japão em 2024 com ONE 165.

A última vez que ONE agraciou as costas japonesas foi em 2019, hospedando três cartões de grande sucesso no icônico Ryogoku Kokugikan de Tóquio.

Notavelmente, Sityodtong também compartilhou uma atualização significativa sobre a estreia da ONE no Qatar.

Originalmente programado para 1o de dezembro, o evento do Qatar — agora numerado UM 166 — acontecerá em 1o de março, sem motivos explícitos para a mudança.

Vale a pena notar que os shows do Catar e do Japão marcam o retorno de eventos numerados no calendário da ONE. ONE 164 é o mais recente e caiu nas Filipinas em dezembro de 2022.

Somando-se à emoção, Chatri divulgou que Cingapura seria o anfitrião de ONE Fight Night 19 no Prime Video. Está marcado para acontecer em 17 de fevereiro, de acordo com o site da ONE.

estrela livre

Chatri Sityodtong, ONE Campeonato olha além das fronteiras asiáticas em 2024

Chatri Sityodtong, conhecido por suas surpresas, não parou por aí.

Em particular, ele provocando “algumas notícias empolgantes” sobre a Europa, deixando os fãs à beira de seus assentos com especulações sobre possíveis desenvolvimentos no continente.

Alimentando ainda mais a intriga, Chatri anunciará as datas e locais iniciais para a série de quatro eventos da ONE nos Estados Unidos no próximo ano nas próximas semanas.

Esse movimento sinaliza o compromisso da promoção em ampliar sua presença no cenário global de artes marciais.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 minutos atrás, pipo disse:

Chatri Sityodtong agita o mundo do MMA: “ONE está se preparando para assumir”

 

O presidente e CEO do ONE Championship, Chatri Sityodtong, confirmou os planos da promoção de iniciar o primeiro trimestre de 2024 com três eventos premium.

Chatri Sityodtong

Ele fez o anúncio em uma postagem no Facebook no domingo, 19 de novembro.

 
 
 
 

“UMA está se preparando para tomar o mundo em 2024 com o nosso maior ano da história”, escreveu ele.

O destaque desta revelação é a intenção da promoção de fazer um retorno triunfante ao Japão em 2024 com ONE 165.

A última vez que ONE agraciou as costas japonesas foi em 2019, hospedando três cartões de grande sucesso no icônico Ryogoku Kokugikan de Tóquio.

Notavelmente, Sityodtong também compartilhou uma atualização significativa sobre a estreia da ONE no Qatar.

Originalmente programado para 1o de dezembro, o evento do Qatar — agora numerado UM 166 — acontecerá em 1o de março, sem motivos explícitos para a mudança.

Vale a pena notar que os shows do Catar e do Japão marcam o retorno de eventos numerados no calendário da ONE. ONE 164 é o mais recente e caiu nas Filipinas em dezembro de 2022.

Somando-se à emoção, Chatri divulgou que Cingapura seria o anfitrião de ONE Fight Night 19 no Prime Video. Está marcado para acontecer em 17 de fevereiro, de acordo com o site da ONE.

estrela livre

Chatri Sityodtong, ONE Campeonato olha além das fronteiras asiáticas em 2024

Chatri Sityodtong, conhecido por suas surpresas, não parou por aí.

Em particular, ele provocando “algumas notícias empolgantes” sobre a Europa, deixando os fãs à beira de seus assentos com especulações sobre possíveis desenvolvimentos no continente.

Alimentando ainda mais a intriga, Chatri anunciará as datas e locais iniciais para a série de quatro eventos da ONE nos Estados Unidos no próximo ano nas próximas semanas.

Esse movimento sinaliza o compromisso da promoção em ampliar sua presença no cenário global de artes marciais.

 

 

Assim,  minha opinião,  que o One para meu gosto e do público  em geral melhor que o UFC  primeiro  tem luta em pé  pura , ninguém  que ver grappling  em sua maioria .

E melhor atende o nicho do jiu jitsu  que tem luta só de grappling. 

Enfim tem tudo e no mais alto nível. 

O problema  é  que UFC hj é  maior que o MMA  o Guto Inocente  está no One lutando só kickboxing  ninguém  sabe .

O  Adriano foi o cara que venceu um dos goats do esporte ninguém  sabe..

Poatan venceu o Adesanya o mundo sabe

O Daico ganhou na 57 todos sabem o Pantoja todos sabem.

Não  adianta o UFC tem instituto para os atletas  , o Ngannou  mesmo é  o que por causa do UFC !!

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Para o ONE FC ter sucesso no seu retorno ao Japão em 2024, creio que deve estar nos planos uma luta de Takeru vs Roadtang no seu card principal, fora Takeru só vejo Shinya Aoki como outro nome capaz de levar grande publico talvez numa revanche com o veterano Yoshihiko Akiyama. 

Mas não se sabe ainda se Aoki irá renovar seu contrato com o ONE, porque o Rizin pode ser seu próximo destino em 2024,  um antigo desejo dos fãs do MMA no Japão.

Sem Aoki ou Takeru no card principal o evento do ONE no Japão dificilmente terá sucesso, porque os principais nomes do MMA estão no Rizin, e uma parceria entre ambos está praticamente descartado devido ao mal relacionamento e atritos entre eles. 

 

 

Edited by bom-ba-ye

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 horas atrás, André Filho disse:

O UFC não é só um esporte de combate, entretenimento acima de tudo, a máquina promocional é gigantesca. 

bem isso. eles entenderam a questão do marketing, investem muito nisso,
pega o tanto de nomes envolvidos com o UFC q tem canais fortes no youtube, tipo joe rogan, cejudo, DC, vitor miranda ( e um canal como o dele, q tem análises muito boas serve pra atrair pessoas q acham q MMA é só violência), entre outros

outro ponto, é q eles meio q viraram sinônimo de MMA. os torneios q não tinham divulgação por uma questão da época, e mesmo o pride e strike force, sumiram e o UFC seguiu vivo.

é tipo o q a marvel studios virou pro cinema de HQs. tem uma oscilação entre uma leva de filmes e outro, mas tá ali, lucrando pra caralho e focando no lucro em detrimento da qualidade

Share this post


Link to post
Share on other sites
17 horas atrás, bom-ba-ye disse:

O Pride dependia muito dos patrocinadores na época, o PPV já existia mas não com a facilidade de acesso como hoje , então a renda principal era dos ingressos e dos grandes patrocinadores na época, que tinha as grandes montadoras de veículos e indústrias eletrônicas, além dos bancos e outras empresas de entretenimento.

Mas com a perda da transmissão para a tv aberta, com a rescisão de contrato da TV Fuji, toda a engrenagem do Pride começou a ruir,  e para piorar tinha as altas bolsas pagas aos seus lutadores. 

Hoje o Rizin tem situação financeira estabilizado porque a maior fonte de renda vem do PPV e do marketing digital. Além das bilheteiras, com eventos lotados mesmo com o valor dos ingressos terem aumentado de 50 a 100% pos pandemia. 

Verdade, tem razão. Só tenho a agradecer os esclarecimentos, você com certeza é nosso colega mais capacitado para trazer essas informações relativas à Ásia, muito obrigado!

E espero que você tenha razão em relação ao One e seja uma fase de transição mesmo, de longe é o evento que mais gosto.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 11/22/2023 at 5:13 PM, pipo disse:

Chatri Sityodtong agita o mundo do MMA: “ONE está se preparando para assumir”

 

O presidente e CEO do ONE Championship, Chatri Sityodtong, confirmou os planos da promoção de iniciar o primeiro trimestre de 2024 com três eventos premium.

Chatri Sityodtong

Ele fez o anúncio em uma postagem no Facebook no domingo, 19 de novembro.

 
 
 
 

“UMA está se preparando para tomar o mundo em 2024 com o nosso maior ano da história”, escreveu ele.

O destaque desta revelação é a intenção da promoção de fazer um retorno triunfante ao Japão em 2024 com ONE 165.

A última vez que ONE agraciou as costas japonesas foi em 2019, hospedando três cartões de grande sucesso no icônico Ryogoku Kokugikan de Tóquio.

Notavelmente, Sityodtong também compartilhou uma atualização significativa sobre a estreia da ONE no Qatar.

Originalmente programado para 1o de dezembro, o evento do Qatar — agora numerado UM 166 — acontecerá em 1o de março, sem motivos explícitos para a mudança.

Vale a pena notar que os shows do Catar e do Japão marcam o retorno de eventos numerados no calendário da ONE. ONE 164 é o mais recente e caiu nas Filipinas em dezembro de 2022.

Somando-se à emoção, Chatri divulgou que Cingapura seria o anfitrião de ONE Fight Night 19 no Prime Video. Está marcado para acontecer em 17 de fevereiro, de acordo com o site da ONE.

estrela livre

Chatri Sityodtong, ONE Campeonato olha além das fronteiras asiáticas em 2024

Chatri Sityodtong, conhecido por suas surpresas, não parou por aí.

Em particular, ele provocando “algumas notícias empolgantes” sobre a Europa, deixando os fãs à beira de seus assentos com especulações sobre possíveis desenvolvimentos no continente.

Alimentando ainda mais a intriga, Chatri anunciará as datas e locais iniciais para a série de quatro eventos da ONE nos Estados Unidos no próximo ano nas próximas semanas.

Esse movimento sinaliza o compromisso da promoção em ampliar sua presença no cenário global de artes marciais.

 

 

Torço muito para esse evento se estabilizar e crescer. Em termos de luta ele e o Rizin não tem igual.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 11/21/2023 at 9:32 PM, bom-ba-ye disse:

Já tinha ouvido rumores  a respeito do ONE no Japão,  mas creio que sejam apenas suposições porque o ONE após a pandemia voltou com tudo , e com a realização de eventos no tradicionail estádio de Lumpinee, que é um dos 2 principais estádios de Muay thai da Tailândia ao lado do Rajadamnerm,  levaram o muay thai a outro patamar ao ser transmitido internacionalmente.

Outro motivo que afasta os rumores da falência é que ao contrário do que muitos pensam, o ONE não paga bolsas tão exorbitantes como o UFC ou Bellator , apenas alguns dos principais lutadores recebem bolsas milionárias . A realidade é que as maiores bolsas pagas aos lutadores na Ásia são do Rizin, o que explica o grande numero de lutadores japoneses que saíram do ONE e agora estão no Rizin.  E isso é falado publicamente pelos lutadores.  Uma das explicações é que os contratos do Rizin não costumam ser de várias lutas, e sim a cada luta, com o lutador podendo ser liberado caso queira lutar em outros eventos e depois retornar ao Rizin. O que faz possível o Rizin pagar bolsas maiores aos lutadores. E isso é possível porque o Rizin tem um número de lutadores e eventos muito menores que o ONE, que hoje é um gigante.

Mas a verdade sobre a situação financeira do ONE nunca saberemos, mas creio que seja mais um boato numa época tão fácil de se fazer fake news.

 

 

Você está errado. Várias mídias conseguiram os balanços financeiros no Accounting and Corporate Regulatory Authority. Não tem nada de fake news, é informação pública. Além disso o próprio Chatri Sityodtong dizia esperar um turning point nos lucros a partir de 2023, o que parece que não está acontecendo.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

O que eu acho mais incrível é como o povo se ilude com esse negócio de "evento concorrente". Desde quando o o PRIDE acabou todo ano arruam algum evento para falar que vai concorrer com o UFC. Ficam reclamando das bolsas do UFC e dizendo que esses eventos "valorizam o lutador". E até hoje, nada.

Já vi lamberem Affliction, ELiteXc, DREAM, Strikeforce, Bellator, e agora One. TODOS caíram e o One é o próximo.

Como eu já disse outras vezes: empreendimento copiado, não funciona. Se algum evento quiser ser "outro UFC" não poderá ser outro, mas sim um novo algo. Terá que se reinventar e fazer algo que revolucione o mercado. Fazer um evento sem marca e pagar uma boa bolsa para meia dúzia de lutadores só para se dizer "mais humano" que o UFC só funciona na cabeça de hater.

Aliás, foi falar algo polêmico aqui, mesmo o UFC anda variável nos seus ganhos. Nos últimos dois anos ganhou muito, mas nos anteriores, nem tanto.

A verdade é que MMA é uma bolha restrita e não atraí muitos recursos de patrocinadores, não é um negócio fácil.

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 minutos atrás, MMS disse:

O que eu acho mais incrível é como o povo se ilude com esse negócio de "evento concorrente". Desde quando o o PRIDE acabou todo ano arruam algum evento para falar que vai concorrer com o UFC. Ficam reclamando das bolsas do UFC e dizendo que esses eventos "valorizam o lutador". E até hoje, nada.

Já vi lamberem Affliction, ELiteXc, DREAM, Strikeforce, Bellator, e agora One. TODOS caíram e o One é o próximo.

Como eu já disse outras vezes: empreendimento copiado, não funciona. Se algum evento quiser ser "outro UFC" não poderá ser outro, mas sim um novo algo. Terá que se reinventar e fazer algo que revolucione o mercado. Fazer um evento sem marca e pagar uma boa bolsa para meia dúzia de lutadores só para se dizer "mais humano" que o UFC só funciona na cabeça de hater.

Aliás, foi falar algo polêmico aqui, mesmo o UFC anda variável nos seus ganhos. Nos últimos dois anos ganhou muito, mas nos anteriores, nem tanto.

A verdade é que MMA é uma bolha restrita e não atraí muitos recursos de patrocinadores, não é um negócio fácil.

Eu acho que você falou tudo. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, MMS disse:

O que eu acho mais incrível é como o povo se ilude com esse negócio de "evento concorrente". Desde quando o o PRIDE acabou todo ano arruam algum evento para falar que vai concorrer com o UFC. Ficam reclamando das bolsas do UFC e dizendo que esses eventos "valorizam o lutador". E até hoje, nada.

Já vi lamberem Affliction, ELiteXc, DREAM, Strikeforce, Bellator, e agora One. TODOS caíram e o One é o próximo.

Como eu já disse outras vezes: empreendimento copiado, não funciona. Se algum evento quiser ser "outro UFC" não poderá ser outro, mas sim um novo algo. Terá que se reinventar e fazer algo que revolucione o mercado. Fazer um evento sem marca e pagar uma boa bolsa para meia dúzia de lutadores só para se dizer "mais humano" que o UFC só funciona na cabeça de hater.

Aliás, foi falar algo polêmico aqui, mesmo o UFC anda variável nos seus ganhos. Nos últimos dois anos ganhou muito, mas nos anteriores, nem tanto.

A verdade é que MMA é uma bolha restrita e não atraí muitos recursos de patrocinadores, não é um negócio fácil.

Ufc é  maior  que o MMA  de longe sinceramente  poderia se chamar UFC/MMA. 

Ufc dez ser um esporte que furou a bolha, discordo parcialmente  de ser uma bolha.

Rola evento de kickboxing,  o pessoal  fala MMA,  UFC só o boxe tem uma identidade  própria  digo pq já lutei kickboxing  e o público  falar que estavam vendo  MMA. 

O Dana é  um gênio em pleno auge do covid , o cara fez eventos com  recorde de pvv.

Sobre reinventar,  sinceramente  o One fez pq é  um  evento.de arte Marcial  não  de MMA,  tem kickboxing,  muay thai, Kickboxing  e thai com luvas pequenas  , submission,  regras  mistas,  MMA  ou seja foi algo novo porém não é  lucrativo,  sei lá o UFC é  infinitamente  maior que os lutadores  o Bellator  prendia o Patrício  o UFC  dispensou o Anderson  Silva  ...

Ufc cria ídolos,  é  escroto pensa ma empresa totalmente  nela  e está certo 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, NEGO DÁGUA disse:

Ufc é  maior  que o MMA  de longe sinceramente  poderia se chamar UFC/MMA. 

Ufc dez ser um esporte que furou a bolha, discordo parcialmente  de ser uma bolha.

Rola evento de kickboxing,  o pessoal  fala MMA,  UFC só o boxe tem uma identidade  própria  digo pq já lutei kickboxing  e o público  falar que estavam vendo  MMA. 

O Dana é  um gênio em pleno auge do covid , o cara fez eventos com  recorde de pvv.

Sobre reinventar,  sinceramente  o One fez pq é  um  evento.de arte Marcial  não  de MMA,  tem kickboxing,  muay thai, Kickboxing  e thai com luvas pequenas  , submission,  regras  mistas,  MMA  ou seja foi algo novo porém não é  lucrativo,  sei lá o UFC é  infinitamente  maior que os lutadores  o Bellator  prendia o Patrício  o UFC  dispensou o Anderson  Silva  ...

Ufc cria ídolos,  é  escroto pensa ma empresa totalmente  nela  e está certo 

 

Dana disse que o UFC seria a primeira liga a voltar às atividades no período pós covid e ele falou e fez.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this