victorrsantoss

Membros
  • Content Count

    1994
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutra

About victorrsantoss

Recent Profile Visitors

4627 profile views
  1. Sim. Eu cogitei que isso que eu estava vendo fosse apenas subjetivo, apenas psicológico meu, pelo fato de eu saber que o Aldo tem perdido as últimas lutas, vem falando em se aposentar e tal. Eu de fato o vi mais nervoso, menos seguro. Mas realmente é algo subjetivo, uma sensação minha. Eu não poderia provar que é a verdade. O fato de eu estar vendo ele assim, menos seguro, tornou ainda mais impressionante a vitória dele, como falei. Uma volta por cima, uma vitória contra si mesmo. Agora, o que é algo objetivo e inegável é que o Aldo estava bem ágil, esquivava muito bem, e foi absolutamente destruidor no final! Impressionante.
  2. José Aldo é um fenômeno. Eu não acompanhei a carreira dele tão de perto, mas nessa luta vi algo fenomenal. Pareceu-me a luta toda que José Aldo perderia. Moicano estava mais tranquilo, testando golpes, concentrado. José Aldo agitado, parecia nervoso. Não é fácil o psicológico de um atleta quando ele começa a perder. A confiança estava toda do lado do Moicano. Ao menos me pareceu. Mas aí, em uma luta dificílima, o José Aldo dá um jeito e consegue reverter isso na base da raça, da técnica! Conseguir reverter essa tendência da decadência, que inevitavelmente vem com a idade, com as derrotas, com a perda de confiança, é algo tão difícil quanto chegar ao topo. Ou até mais difícil talvez. E o Aldo conseguiu isso nessa luta. Fenômeno.
  3. Algumas pessoas estão dizendo que falar de "decadência" do Fedor seria como dar uma "desculpa" para a derrota dele. É confundir as coisas. A decadência é inegável, até pela idade, 43 anos. Quando eu falo de decadência do Fedor não significa que acho que ele era perfeito no auge e que venceria todo mundo do universo. Não. Eu sei que ele tinha problemas, eu sei que o MMA evoluiu, tecnica e fisicamente, e ele não acompanhou. Mas a decadência física é um fato, ora. Eu sou coerente, e acho que, modéstia à parte, acertei em cheio nisso, até por ser um fã verdadeiro do cara e acompanhá-lo de perto e com preocupação. Desde a luta contra o HUNT, aqui no fórum mesmo, eu vinha dizendo que, por alguma razão, o Fedor não era o mesmo. Alguns poucos concordavam comigo, mas a maioria não, achavam que estava tudo normal. Procurem aí, se tiver como. Eu acho que eu matei a charada em relação a isso, e é o seguinte: até 2006, o Fedor vencia E CONVENCIA. A partir de 2006 ele passou a vencer, mas não convencer (exceto em algumas lutas como Tim Sylvia e Pedro Rizzo, lutas muito rápidas, porém). Repito: ele é meu lutador predileto, pelo estilo, personalidade e tudo. Mas, sou realista, não o considero o GOAT. Considero-o apenas ("apenas") um dos melhores de todos os tempos no MMA e o cara imbatível, na época dele, entre 2002-2006. E essa derrota humilhante dele, ou qualquer outra que ele ainda possa ter no futuro (espero que não) muda NADA nisso. Ponto.
  4. Putz, estou um mix de puto com triste. Sou fãnzasso do Fedor desde 2004, quando passei a acompanhá-lo de perto. O pessoal daqui que me conhece sabe que só posto sobre ele desde então. Eu sabia que Bader era favoritíssimo, mas perder desse jeito é lamentável demais. Um homem não pode entrar em um ringue assim. É até perigoso para a saúde. Alguém talvez dirá: "acontece, talvez ele estivesse bem preparado, mas entrou um golpe". O caramba! Era evidente. Fedor lento demais ultimamente. Contra o Sonnen cansou rapidasso, contra o Mir idem. Venceu de ambos porque ambos estão decadentes também. E o Sonnen fez palhaçada. Na verdade, eu venho dizendo aqui no tópico desde 2006/2007 que o Fedor tinha começado a cair. Na luta contra o Hunt já tinha algo diferente ali. Em 2011 nem se fala. Não só a idade afetou muito claramente, ou negócio de antidoping ao sair do Japão, sei lá, mas também o MMA evoluiu, o nível técnico e físico subiu. O Fedor vive dizendo que "luta pela Rússia". Então ele fez a Rússia passar vergonha nesta noite. E ele deve estar pensando exatamente isso. Sei que não é "culpa dele", ele deu o máximo, não podia abandonar o torneio no meio, venceu dois caras. Mas um cara de 43 anos, nessas condições físicas, lento, não pode lutar com um cara de 35, gigante, bombado, rápido, técnico. É claro que vai acontecer isso. Evidente que isso não apaga o que ele fez no passado do russo, mas suja o histórico. Por outro lado, dá para entender: isso é típico na carreira de atletas. Provavelmente acontecerá com o Bader, com o Jon Jones etc. etc. Acontece com quase todos eles: entram em decadência, não conseguem parar e têm um final melancólico. É triste, mas algo natural. É o fim definitivo do Fedor. Fez história no seu tempo, foi "o imbatível" entre 2002-2006, e terminou coroa, com 43 anos, aniquilado por um grande lutador da nova geração. É assim com os leões na savana. Foi assim com o Fedor. Terminou lutando.
  5. Que história é essa de os caras exigirem bolsa de x ou y? Não são empregados do UFC? Estou por fora de como funciona
  6. Revendo a luta, falarei algo polêmico: essa luta prova que Judo >> Wrestling! O tanto que posições que o Fedor reverteu LINDAMENTE com o Sonnen tentando derrubar! Revejam e me contem depois. Aqui um link de melhores momentos, em HD: Eu sei o que dirão: "vamos ver contra o Baden então...". Hehehehe é... mas tem que considerar que o Baden está muito melhor fisicamente também... sempre achei Judô mais top ?
  7. Esse primeiro golpe aqui quase nocauteou o Sonnen. Impressionou-me que não tenha apagado de vez, porque pegou no queixo (e a patada do russo é monstra):
  8. Eu acho que é falta de suquinho no caso do Fedor. Vão rir de mim por achar que o Fedor não toma as paradas. Mas pelo corpo dele ele obviamente ou não toma ou toma bem menos. (No Pride acho que devia tomar) Será que uma reposição hormonal, deixar o cara cheio de testosterona de novo, não resolveria isso? O próprio Mitrione, tem 40 anos, olha o corpo do cara... O Romero também. E muitos outros. Não sei se é isso. Só uma hipótese mesmo
  9. Eu acho que ele arregou. Viu que estava apanhando e afrouxou. Mas pelo que estão falando aí, isso é típico dele. Agora, "entrar para perder" acho exagero
  10. Sim. Vários golpes entraram e entraram fortes. Um knock down, por exemplo. É verdade que também achei que ele poderia ter aguentado bem mais e deu uma afrouxada no final, até pela condição que estava mostrando até então. Mas golpes anteriores entraram sim, embora não suficientes para destruí-lo.
  11. De jeito nenhum, po. Ninguém vai entrar para perder. Por mil motivos: ninguém gosta de apanhar; se vencer ganha mais grana; vencer é melhor para o legado; vencer é melhor para a autoestima. Etc. etc. etc. Acho isso uma viagem bizarra. Ele entrou para venceu, mas não conseguiu mesmo. Ok, pode ter ficado intimidado, pode ter tido pouca confiança, pode ter desistido fácil. Mas acho óbvio que entrou para vencer sim.
  12. Fedor ainda muito forte, explosivo, talentoso e inteligente. Porém, o cansaço ficou evidente. Foram estranhos aqueles momentos em que ele se levantou com dificuldade, meio desconjuntado. Mas típico do cara mais velho mesmo, cansadão. Se ele melhorar esse gás, tem chances reais contra o Bader... senão, pode até vencer, num pombo sem asa, mas acho muito improvável. Tem que focar sinistramente no gás. Não sei se é possível melhorar muito do que já está.
  13. Kharitonov hoje em dia parece que está melhor que o Fedor, eu acho. Mas é 4 anos mais novo também. 38 anos, Fedor tem 42 já. Fortasso, pesadão, técnico no boxe. Claro que o Fedor poderia vencer dele levando para o chão... mas o Fedor tá velhinho, achei-o lentão contra o Mir ontem, e parece que não toma os suquinhos, como o Kharitonov claramente toma. O cara deve estar com uns 115kg, e tá até razoavelmente seco.
  14. Esse evento passa em algum canal de TV? Qual? Como assistir? Estou querendo saber para amanhã também (Fedor x Sonnen) E alguém tem um link aí? Os ali de cima não funcionaram para mim, disse que na minha localidade não funciona