rivvithead

Colaboradores
  • Content Count

    3582
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by rivvithead

  1. rivvithead

    Rizin 15 / resultados

    E a diminuição dos ditos freak shows?
  2. Eu acho engraçado quando as pessoas se referem a elas mesmas na terceira pessoa. Acho que ela mandou a real sobre a Amanda, e deu até dó dela quando ela fala da torcida na época da luta contra a Ronda. E falo isso sem ironia, e de um jeito positivo mesmo: Queria ter a auto estima dela.
  3. O que chocou além do fato de o Randleman ser um wrestler, é que acho que nem no K1 ngm tinha visto o Crocop feder daquele jeito estirado no ringue.
  4. rivvithead

    Rizin 15 / resultados

    cara, to achando que o Rizin vai mudar a estratégia agora para abrir a audiência para o mercado de fora do japão tbm, pois provavelmente já estão consolidados lá.
  5. Não é apenas o judiciário mas como a força policial. Mas eu devo ter errado ou me expressei mal, não quis dizer que você falou ou deu a entender que você acha que seria um substituto. Quis falar que em geral, quando se tem essa ideia de que as armas irão fornecer algo que o estado não fornece direito (segurança e justiça), é como se dissessem que estariam substituindo esse sistema, isso que eu quis dizer, não que as pessoas acreditam realmente nisso (acho que deu pra entender). Mas por os outros casos que eu trouxe, eu digo que o porte de arma seria, acredito, pior do que melhor num geral, e seria mais eficaz o povo unir forças para dar um basta não só em políticos, mas também nos juízes, policiais e quem mais tiver a oportunidade de corromper ou ser corrompido, acho que isso seria muito mais proveitoso, e uma revisão urgente da constituição e códigos penais. E também, muito importante, um debate sobre MORAL E ÉTICA, que é algo muito difícil mesmo de se debater, e as pessoas acham que é fácil.
  6. Em lugares remotos, o acesso as armas já é diferenciado, e acredito que sempre foi. Estamos falando das cidades, aonde grande parte da população está. A pergunta feita é em relação ao argumento de que como o sistema judiciário é falho, a solução seja armar as pessoas, você acha mesmo que a população brasileira é capaz de punir as pessoas de maneira justa? A sociedade brasileira NÃO é capaz disso. Nenhuma é na verdade. Por exemplo, aqui é o país com o maior com números de linchamentos, e esses casos são totalmente arbitrários. Eu posso pegar duas pessoas que cometeram o mesmo crime, e dependendo de vários fatores sociais (credo, raça, gênero), a população pode ter uma conduta diferente e linchar um mas não o outro. Por exemplo, e é pesquisa isso, mulheres que cometem os mesmos crimes que os homens tem menos chances de serem linchadas, isso pq o senso de justiça popular está mais ligado a esteriótipos, do que racionalidade (não é esteriótipo um crime bárbaro ser cometido por uma mulher, por exemplo). Então a pergunta se mantém: O povo brasileiro é capaz de substituir o judiciário de maneira justa? pq se a premissa é de que o sistema não funciona (e não funciona mesmo), e a solução é armar a população e liberar o porte (não estou falando de posse, o qual sou a favor, e sim porte, o qual sou contra), logo se entende que quem fala isso acredita no poder de justiça com as próprias mãos do brasileiro. Mas eu não consigo acreditar. Acho que é uma medida ineficiente que pode gerar mais ocorrências, ocasionar mais processos que ficarão parados e entupir ainda mais o sistema jurídico que não trabalha de maneira eficiente e, ainda por cima, é corrupto. Melhor seria na minha opinião, pressão popular para cobrar melhorias estruturais no país, mas isso é um mundo perfeito e ideal, o qual é utópico kkkkk.
  7. Olhando pelo outro lado, vc confia na capacidade de julgamento da população para decidir quem merece ser, e como merece ser, punido? O exemplo está aí mesmo, o cara levou um soco e decidiu que a punição para a agressão física soco era um atropelamento. Pode-se argumentar que a maioria seria contra. OK, claro que seria, mas o atropelamento ocorreu da mesma forma, pois na hora do ocorrido, ele não parou para perguntar a opinião de todo mundo. Além do que, em vias normais, provavelmente até esse motorista seria contra, mas na hora que o sangue sobe a maioria que era contra iria se manter assim? o que garante isso? Não é difícil concordar que o sistema penal brasileiro é ineficiente e a polícia despreparada e desamparada, mas a alternativa da sociedade é reivindicar o que é seu por direito, ou seja um sistema que funciona proporcionalmente ao que se paga de tributos, ou deixar na mão da própria sociedade a justiça?
  8. Aldo acho que vence todos na categoria, menos o campeão, na minha opinião. Cigano eu acho que ele passa pelo Ngannou. Mas como disseram, tem Cormier e Miocic na parada, e eu não colocaria ele favorito contra esses dois não.
  9. rivvithead

    exame de testosterona

    To nessa tbm meu caro, força pra vc!
  10. Não apostaria em Aldo e nem Cigano... mas podem surpreender rs.
  11. Só de expor o cara já ia ser uma punição pra ele... Mesmo pq duvido que o monstro ai tenha grana pra pagar uma indenização grande. Só de o expor negativamente e fazer o cara pagar cesta básica e dar uma dor de cabeça pra ele, já seria de bom tamanho, não precisava matar ele
  12. Descordo que seja válido, e olha que incrivelmente eu sou a favor do cidadão poder ter uma arma em casa se ele quiser. Mas é tudo uma questão de finalidades. A finalidade do carro não é matar, é transportar. O carro mata pq é uma parada de mais de 1 tonelada que pode atingir alvos a mais de 50km/h, mas quando o carro foi criado, é óbvio que ele não foi criado para isso. A finalidade da arma é defender, ok, mas também atacar; ambos culminam na morte de alguém, então a finalidade da arma é matar no máximo, e no mínimo ferir a pessoa a ponto de pelo menos tira-la de atividade. Podem vir com mil teorias de que não, dos vários usos da arma, mas duvido que quando o revólver foi criado, era para fins esportivos ou de recreação. Era pra matar, sejam animais ou sejam seres humanos, e não tem problema admitir isso.
  13. Dois lados errados, um pagou mais caro do que devia, mesmo que tenha começado. Um b.o junto de um processo pro cara parar de ser otário já estava bom, não precisava matar o maluco.
  14. rivvithead

    OUTRA entrevista de IGOR VOVCHANCHYN

    Boa noite! Havia traduzido uma entrevista de Igor aqui, mas não estava satisfeito com ela. Conforme apontado pelo @Valderazzi, era de fato uma entrevista fraca. Depois de muito procurar, finalmente achei uma entrevista (Em 4 partes) completa, aonde Igor fala bastante. Farei como o relato de Nick Nutter, e soltarei as partes conforme eu for traduzindo. Igor Vovchanchyn Entrevista. Parte I de IV. Ele é um lutador único, e eu o considero o melhor do mundo. Ele se lembra de tudo, e é praticamente impossível pegar ele com o mesmo golpe duas vezes. Alexei Oleinik, Amigo de Igor e antigo parceiro de sparring. Nós combinamos de encontrar Igor em Cracóvia, e ele chegou para nosso encontro sem nenhum atraso. Ele estava dirigindo uma BMW 5 e estava vestido como um atleta profissional. Concordamos em ir ao seu escritório, aonde poderíamos conversar calmamente. Igor tem um restaurante chamado “Pharaoh”, então estávamos lá. O restaurante é muito bom, e de um lado, tinha uma sala de bilhar que ainda estava em construção quando chegamos lá. Um momento interessante: Igor apertou a mão de todos os trabalhadores que estavam realizando a construção da sala de bilhar. Num geral, ele é muito natural e legal, se comunicou conosco como se fossemos amigos a muitos anos. HF = Hybrid Fighting IV = Igor Vovchanchyn. HF: Bem, primeiro de tudo, poderia nos dizer alguma coisa sobre você, pois seria muito interessante finalmente ouvir alguma verdade sobre você, pois tem tantos rumores sobre sua pessoa, que as pessoas não sabem no que acreditar. IV: Falando francamente, eu estou ficando um pouco cansado de falar sobre as mesmas coisas toda vez (Sorrisos) HF: Sim, você está certo, nós lemos muitas de suas entrevistas, então seria interessante conhecer alguns detalhes sobre você, deixando de lado questões como “nos diga sobre sua infância” ou “quais seus planos para o futuro”. IV: OK. A propósito, falando em meus planos para o futuro próximo, eu não posso dizer nada com certeza. Existe uma situação dupla no Pride agora mesmo, aonde eles não estão conseguindo se entender com o pessoal do K-1. Os chefes destas organizações são parentes ou coisa parecida, e estão tentando dividir algo entre eles, mas sem sucesso. Eu tenho um contrato de mais 4 lutas, mas quando eu lutarei novamente eu não sei, planejo lutar em dezembro no PRIDE 24. HF: Por causa da sua lesão nas costelas? IV: Sim, na costela também. Mas tem outros pequenos problemas com meu cotovelo direito, então eu preciso de algumas sessões de fisioterapia. HF: É uma lesão séria? IV: Eu apenas preciso pegar um tempo para descansar e me recuperar. Então, se eu lutar no Pride em dezembro, pegarei umas férias de 3 meses. Eu quero cuidar de minha saúde. Eu tive um ótimo descanso no último verão, minha esposa e eu fomos para Transcarpátia, e andamos pelas montanhas 15 km por dia. Você sabe o caminho de Dovbush? Eu vim de lá bem descansado, mas eu tenho que cuidar das minhas lesões seriamente. HF: Claro, saúde é o principal. Na verdade, muitas pessoas estão surpresas de como você tem tantas lutas. IV: Sim, acho que eu sou o único com tantas lutas no PRIDE. HF: Igor, qual é a luta que você considera a que foi a mais difícil? IV: Das últimas lutas, acho que foi a luta contra o Herring. Você a viu? HF: Sim, nos vimos. Você o derrubou algumas vezes mas acabou levando um cartão amarelo, e por causa disso perdeu na decisão em uma luta muito boa. IV: Sim, foi uma luta difícil. O Árbitro argumentou que eu estava muito passivo, e me deu um cartão amarelo. A propósito, agora eles estão pensando em abolir estes cartões amarelos. Deveriam dar eles para alguma violação séria das regras, como dar um soco no saco por exemplo. HF: Falando em golpes baixos. Se lembra de sua luta contra Telligman? IV: Claro, lá não foi um golpe baixo, mas eu ainda assim pedi desculpas. Ele percebeu rapidamente o ocorrido e simulou um golpe baixo. O árbitro acreditou nele e eu tive um aviso. Depois da luta, um pessoal de outros times vieram pra mim e perguntaram: Igor, por que você pediu desculpas por um golpe baixo que você não deu? O que eu posso dizer? (Sorrisos) HF: Eles estão certos, especialmente sabendo contra quem você estava lutando. Em nossa opinião, o time inteiro do Shamrock não é exatamente conhecido por ter integridade. IV: Ouvi dizer que Telligman está no boxe agora. HF: Sim, ouvimos isso também. Também sabemos que você começou sua carreira no boxe também. IV: Sim, em esportes de combate. Eu tenho também uma candidatura em mestre de esporte em boxe. Mas antes disso eu fazia atletismo. Não era ruim nos 100 metros, e também jogava disco. HF: Um homem de muitos talentos. Mas como você decidiu sair do kickboxing e se aventurar no vale tudo? IV: Em 1995… a propósito, eu ganhei o campeonato mundial de kickboxing, na dinamarca, e o campeonato C.I.S de kickboxing… E eu então não lutei kickboxing por quase um ano. Teve um torneio na Cracóvia chamado “Honour of the warrior 2” Eu fui convidado e decidi dar uma chance. HF: Você se lembra desse torneio? Quem você lutou? Eu soube que você perdeu para Besedin naquele tempo. IV: Sim, eu ganhei a primeira luta por KO, contra Sasha Mandrick. Na segunda nocauteei de novo contra Sergey Bondarochitch, e perdi a terceira luta para Andrey Besedin. Naquele tempo eu não tinha ideia de como fazer grappling, então quando fomos para o chão eu não sabia o que fazer (sorrisos), então eu perdi por uma chave de perna. HF: Besedin é da Cracóvia? IV: Sim, Andrey é da Cracóvia também. Ele é um lutador de Sambo muito forte. HF: Depois disso você lutou no AFC1 em Moscou. E então lutou em Donetsk e Minsk certo? IV: Sim, está certo, primeira luta em Moscou, aonde eu venci Akinen e Lima, e perdi para Illiuhin. Então veio Minsk e depois Donetsk. HF: Sasha Mandrik nos disse que ele estava no vestiário do time brasileiro e viu que eles deram alguma injeção no nariz quebrado de Lima, que voltou para a luta como um zumbi. Sasha tinha isso em video, mas essa fita foi perdida. Sim, vimos todos estes torneios, Grandes lutas!
  15. My name is Darren Till, and this is Jackass
  16. rivvithead

    OUTRA entrevista de IGOR VOVCHANCHYN

    Valeu Henry, semana que vem já começo a tradução! Essa semana aqui é de atividades da faculdade kkkk
  17. rivvithead

    Amanda Nunes promete defender cinturão peso-pena após UFC 239

    Vai ser o primeiro campeão tbm a de fato defender as duas cintas, da feita que os outros conquistaram, posaram para a foto e depois abriram mão de um dos cinturões.
  18. Não tem essa de desrespeito bicho, adesanya tá jogando nas regras do jogo e cavando uma luta rentável. Com modos que podemos condenar? Sim, mas até aí então condenamos 99% do jeito que se faz isso hj em dia no UFC, então nada de novo. Diferente de em uma luta ficar de palhaçada e envergonhar a todos, fazendo com que o UFC fique anos sem fazer um evento em um país... Bem diferente não é mesmo?
  19. rivvithead

    Rizin 15! 21 de abril/ card completo

    Uma coisa que eu to percebendo, mas posso estar errado, é que o Rizin está cada vez mais abrindo as portas para lutadores de outros países, e ficando mais sério tbm
  20. rivvithead

    Anderson Silva repudia ex-técnico que agrediu aluno na rua

    Então bicho, como o @MV8 falou, serão só as versões dele kkkkk. Comprei no estante virtual, tá na faixa de 8 reais. https://www.estantevirtual.com.br/livros/anderson-silva/anderson-spider-silva/2307434872 Comprei na verdade pq é um dos livros que falam o cenário da luta em Curitiba, que está sendo um interesse crescente meu. Achei interessante ele falar que na verdade ele é destro mas luta com base de canhoto, não sabia disso kkkk. Sobre essa história em si, ele disse que já tinha a esposa e uma filha, e após a morte prematura de outra filha dele, ele resolveu que ia fazer de tudo pra dar melhores condições e qualquer oportunidade ele abraçaria. Ele começou a treinar Jiu Jitsu com o Almir Ramos, e quando chegou na faixa roxa, recebeu um convite em uma academia que o primo dele trabalhava chamada Physical center para substituir um dos pretas do Carlson, o Penão, que faltava muito. Primeiro ele recusou, insistiram e ele perguntou ao Almir, que falou que desde que ele aceitasse que mais de uma vez ao mês fosse alguns alunos mais graduados verificarem as aulas, e uma vez ao mês o próprio Almir fosse lá para ver como estava, e que de início os alunos do Anderson não poderiam participar de campeonatos, por ele tudo bem. Anderson aceitou e começou com um aluno. O MMA tava começando a chamar a atenção la em Curitiba, então ele além do JJ passava algo mais voltado tbm para o MMA, com alguns golpes tipo soco e tal, mas sem passar a parte do kickboxing/muay thai, era o JJ pro MMA. Passou um tempo, de 1 aluno foi para 90, eles já tinham autorização para ir em campeonatos e tal e isso incomodou muito o Penão, antigo treinador da academia que o Anderson dava aula. Penão reclamou com o Rafael que um dia chamou Anderson para para conversarlá na chuteboxe (o Anderson ainda não era da chuteboxe) e falou que ele não poderia mais dar aula de Jiu Jitsu. Até comentou que o Pelé tava junto e disse que ele nem era preta de JJ e não fazia sentido ele dar aula. Então Anderson tentou falar algo como "Mestre..." e levou um tapa na cara do Rafael que falou "Não me chama de mestre, e para de dar aula de Jiu Jitsu". No fim Anderson fala que não ia parar porra nenhuma, que o Almir, mestre dele, tinha permitido e ele mesmo ia verificar como iam os treinos... Acontece que o Anderson saiu fudido da vida com isso, e ficou realmente puto. Num momento de raiva falou para um amigo dele que queria matar o Cordeiro. Eles foram lá pra chuteboxe e no estacionamento o amigo dele entregou uma quadrada (treizoitão, revolver, cano etc...) pro Anderson e falou "vai la e mata ele"... ai o Anderson olhou pra arma e arregou, ainda disse que o amigo dele falou "então vou eu" pegou a arma e ia pra academia mas o Anderson conseguiu impedir ele.
  21. rivvithead

    Anderson Silva repudia ex-técnico que agrediu aluno na rua

    Estou lendo a biografia dele. Ele queria matar o Rafael por que ele na época dava aula de jiu jitsu ainda como roxa, e o Rafael proibiu ele. O cara tinha familia pra criar, começou a dar aula para um cara e do nada tinha 90 alunos em uma academia de curitiba, quando Rafael o proibiu, nos vestiários da chuteboxe, ainda deu um tapa na cara dele. Eu ficaria puto tbm kkkkkk
  22. Essa frase explica tudo: "é somente para americano ver". Maurice Smith mandou na lata, que acreditava que se tivesse sido PAUL VARELANS a ter vencido o UFC7, ele estaria no HOF “Apenas uma luta . Conheci o Marco Ruas antes dele lutar com o Paul Varelans. É um cara muito legal. Usou chutes na perna para vencer… A diferença é que a minha luta era por um cinturão. Não digo que ele não merece. Minha pergunta é: quais são os critérios? Disseram que eu mudei o jogo porque conquistei o cinturão. Acho que se o Paul tivesse sido campeão, teria o mesmo que eu”, narrou durante conversa com a reportagem da Ag. Fight em Las Vegas (EUA), logo após ser introduzido ao Hall da Fama.... https://esporte.uol.com.br/ultimas-noticias/ag-fight/2017/07/12/americano-revela-motivo-por-furar-a-fila-de-marco-ruas-no-hall-da-fama-do-ufc.htm?cmpid=copiaecola
  23. Na verdade até o Rock n Roll hall of fame mostra bem como é o pensar dos americanos. A coisa ia bem lá atrás mas depois desandou. Na década de 2000 colocaram uma pá tem gente nada a ver tipo run dmc, madonna, beastie boys (apesar de serem em seu primórdio uma banda de hard core, eles não ficaram conhecidos por esse estilo), public enemy, n.w.a, tupac (frisando que nao tenho nada contra esses grupos, até gosto de alguns, principalmente o public enemy), mas ao mesmo tempo deixam de lado pessoas como Iron Maiden, Motörhead, Judas Priest...
  24. rivvithead

    Ex-lutadora do UFC, Angela Magana entra em coma após cirurgia

    Eita, espero que de tudo certo. Não foi ela que saiu na mão com a Cyborg?