Sign in to follow this  
pipo

Oleksandr Usyk torna-se campeão indiscutível na batalha épica com Tyson Fury. Revanche em outubro?

Recommended Posts

 

 
 
18 de maio de 2024, 21h00 horário do leste dos EUA
 

Tyson Fury era maior. Oleksandr Usyk foi melhor. E, como este último sugeriu de antemão, a habilidade geralmente supera todo o resto.

Usyk superou alguns rounds iniciais instáveis para marcar um knockdown dramático no Round 9 e derrotar Fury por decisão dividida no sábado na Kingdom Arena em Riyadh, Arábia Saudita, tornando-se o primeiro campeão indiscutível dos pesos pesados em um quarto de século.

Um juiz marcou para Fury, 114-113, mas os outros dois tiveram a vitória de Usyk, 115-112 e 114-113, em uma luta emocionante que não poderia ter sido muito mais disputada.

Depois, Fury, que insistiu que merecia a aprovação, deixou claro que pretende exercer uma cláusula de revanche no contrato dos lutadores. E Usyk, embora claramente exausto, confirmou que não tem objeções a uma segunda luta.

“É um ótimo momento, é um ótimo dia”, disse Usyk quando questionado sobre sua reação depois de levantar a mão.

Lennox Lewis se tornou o último campeão indiscutível dos pesos pesados quando derrotou Evander Holyfield em 1999, após o que os títulos ficaram perpetuamente divididos. Essa é uma das razões pelas quais a luta de sábado foi tão importante, até mesmo histórica.

Fury e Usyk certamente conquistaram o direito de lutar pela maior honra do boxe, já que ambos nunca perderam e tiveram sucesso no mais alto nível do esporte.

Suas performances fizeram jus ao momento.

Fury (34-1-1, 24 KOs) começou a assumir o controle da luta por volta do terceiro round, quando encontrou um bosque lutando atrás de seu jab e acertando socos poderosos – muitos no corpo – com consistência surpreendente dada a habilidade de Usyk.

O ucraniano não caiu muito desde então até o sexto round, mas nunca parou de avançar, prova de um espírito de luta que logo renderia dividendos.

Usyk (22-0, 14 KOs) teve um round 8 forte, mas depois descarregou em Fury no round seguinte, quando acertou uma esquerda que dobrou os joelhos de Fury e o machucou gravemente. Usyk, quase 40 quilos mais leve que Fury, seguiu com uma barragem brutal que fez Fury cambalear pelo ringue.

Essa pode ter sido a justificativa para o árbitro Mark Nelson interromper a luta a qualquer momento. Em vez disso, Nelson deu um knockdown em Usyk nos segundos finais do round, o que manteve Fury na luta.

Fury, conhecido por seus poderes de recuperação, de alguma forma recuperou o rumo no Round 10, mas a essa altura, Usyk estava rolando, superando Fury e acertando mais socos certeiros para ganhar a decisão acirrada.

O knockdown parece ter feito a diferença no placar. Se Fury tivesse perdido o round por 10-9 em vez de 10-8, os dois placares de 114-113 teriam sido 114-114, o que significa que a luta teria terminado empatada.

Fury achou que fez o suficiente para vencer, apesar do knockdown.

“Acredito que não farei essa luta, Alexander”, disse ele diretamente ao oponente depois. “Acredito que você venceu alguns [rounds], mas eu venci a maioria deles. O que você pode fazer? Foi uma daquelas decisões [ruins] no boxe.

“Nós dois fizemos uma boa luta, o melhor que podíamos fazer. Seu país está em guerra. Então as pessoas estavam do lado do país em guerra. Mas não se engane, venci essa luta, na minha opinião, e voltarei. Eu tenho uma cláusula de revanche.”

Esse fato foi um tema significativo nas entrevistas pós-luta.

Frank Warren, co-promotor do Fury, confirmou que o contato continha uma cláusula de revanche. E Fury reiterou seu desejo de fazer isso de novo quando questionado se deseja uma revanche imediata.

“Sim, com certeza”, disse ele. “Voltaremos, descansaremos um pouco, passaremos um tempo com nossas famílias e voltaremos em outubro. Como eu disse, acho que venci a luta.

“Mas não vou chorar e dar desculpas. Foi uma boa luta.”

Usyk foi então questionado se ele estava disposto a encontrar Fury novamente no outono.

“Sim, claro”, disse ele. “Se ele quiser, estou pronto para uma revanche.”

Parece que nada está resolvido no topo da divisão dos pesos pesados.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vou assistir e estudar essa luta para tecer uma opinião  detalhada !!

Realmente  vejo muito kickboxing  e pouco boxe vejo mais lutas do Canelo  e muito boxe olímpico. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)

Caso alguém saiba como da pra assistir fico grato. Combate passou? Comprei a assinatura de volta deles para ver um documentário e ver o One, Glory...quero ver mais Kickboxing e Muay Thai...só MMA não tá me satisfazendo mais em termos de estudo.

Edited by João P

Share this post


Link to post
Share on other sites
15 minutos atrás, João P disse:

Caso alguém saiba como da pra assistir fico grato. Combate passou? Compre a assinatura de volta deles para ver um documentário e ver o One, Glory...quero ver mais Kickboxing e Muay Thai...só MMA não tá me satisfazendo mais em termos de estudo.

Eu sempre achei que  o estudo do MMA  estava mais envolto a  trocação  do que ao grappling  em geral. 

Eu vejo muito boxe olímpico  por links de amigos que estão na seleção  e me mandam . Boxe profissional  tem Danz que vc oaga assinatura  e tem tudo e também  tem o combate sempre  passa sábado a noite muta luta de boxe, eu geralmente  estou na rua esse horário, mas do Canelo eu vejo pq sou fã Terrent também  , sou fã do Fury , vou ver essa luta .

Veja que professores  de boxe pela vivência  da luta  são  bem ouvidos no mundo do MMA, vivência  no sentido de muita luta e muita história  do boxe .

Eu sempre disse o campo neutro das lutas ou a Suíça é  o boxe .

Grappling  sempre  foram lá seja para defesa pessoal  ou desafios de vale tudo .

Muay thai e kickboxing  idem par melhorar suas mãos. 

Ramon Derek  afirmou que estou lutas de boxe para vencer tailandeses em suas regras.

Karatecas falam  mal( ignorância  ) do muay thai mas gostam do boxe.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora, NEGO DÁGUA disse:

Eu sempre achei que  o estudo do MMA  estava mais envolto a  trocação  do que ao grappling  em geral. 

Eu vejo muito boxe olímpico  por links de amigos que estão na seleção  e me mandam . Boxe profissional  tem Danz que vc oaga assinatura  e tem tudo e também  tem o combate sempre  passa sábado a noite muta luta de boxe, eu geralmente  estou na rua esse horário, mas do Canelo eu vejo pq sou fã Terrent também  , sou fã do Fury , vou ver essa luta .

Veja que professores  de boxe pela vivência  da luta  são  bem ouvidos no mundo do MMA, vivência  no sentido de muita luta e muita história  do boxe .

Eu sempre disse o campo neutro das lutas ou a Suíça é  o boxe .

Grappling  sempre  foram lá seja para defesa pessoal  ou desafios de vale tudo .

Muay thai e kickboxing  idem par melhorar suas mãos. 

Ramon Derek  afirmou que estou lutas de boxe para vencer tailandeses em suas regras.

Karatecas falam  mal( ignorância  ) do muay thai mas gostam do boxe.

 

Concordo. Karatecas falam mal de Muay Thai por um misto de coisas mas principalmente por ego pois em 80% (ou mais!) dos confrontos tomaram porrada. Eu tô vendo aqui de ir treinar com o Glauber Feitosa, quando eu morei em SP treinei na academia do Ademir da Costa...tem que beber nas fontes diferentes e não fazer isto...

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
6 minutos atrás, João P disse:

Concordo. Karatecas falam mal de Muay Thai por um misto de coisas mas principalmente por ego pois em 80% (ou mais!) dos confrontos tomaram porrada. Eu tô vendo aqui de ir treinar com o Glauber Feitosa, quando eu morei em SP treinei na academia do Ademir da Costa...tem que beber nas fontes diferentes e não fazer isto...

O pessoal  do kyokushin  é  tirado a Saitama kkkk, mas tem suas coisas boas já fiz um pouco do estilo e faço  bem o Brazilian  kick.

Mas não  me adaptei bem a falta de soco  no rosto para mim a luta fica irreal apesar de dura .

Edited by NEGO DÁGUA

Share this post


Link to post
Share on other sites
14 minutos atrás, NEGO DÁGUA disse:

O pessoal  do kyokushin  é  tirado a Saitama kkkk, mas tem suas coisas boas já fiz um pouco do estilo e faço  bem o Brazilian  kick.

Mas não  me adaptei bem a falta de soco  no rosto para mim a luta fica irreal apesar de dura .

Só treinar na aula de Kickboxing deles...foi o que eu fiz em SP e o que eu pretendo fazer com o Glauber...o forte deles são os chutes altos, dos mais diferentes formatos de chute e o calejamento deles...as vezes dava a impressão que eu tava chutando um tronco de uma árvore quando eu tava fazendo sparring com os graduados.

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, João P disse:

Só treinar na aula de Kickboxing deles...foi o que eu fiz em SP e o que eu pretendo fazer com o Glauber...o forte deles são os chutes altos, dos mais diferentes formatos de chute e o calejamento deles...as vezes dava a impressão que eu tava chutando um tronco de uma árvore quando eu tava fazendo sparring com os graduados.

Exatamente  falo com o mestre @masterblaster direto sobre o calejamento  todos hj dizem que  ele  lenda, eu digo trrina com o calejado de verdade que verá que coxa tem calejamento  sim, tronco tem calejamento. 

Vou te falar vc faz kyokushin  realmente  o treino  vc sente a diferença  do calejamento  pq ali é  uma luta que a grosso modo é  um teste de resistência  alguns são técnicos  a maioria  são Brutus que ficam  ali vendo quem aguenta maus e tem maior genética  de força  .

Jq no kickboxing  dele o Ichegeki muda toda configuração  vc com o estilo normal de kickboxing  brinca com eles , são duros sem movimentação  lutam kickboxing  comp tivessem no karate de contato não  tem boas combinações , ou boxe apurado.

Veja que FF ganhava pq era excepcional  no que fazia mas não  tinha um kickboxing  realmente  tec ocupar  sim um anti jogo aestilo um Mike Bernado que só boxeava e fazia o anti  chute.

O Glaube até era bom no kickboxing  mas tinha suas limitações  o Ewerton  foi fraco.

Sinceramente  para kickboxing  eu não  gosto do estilo deles apesar de terem armas invejáveis  como o Brazilian  kick  que entra viu eu adoro da ele , como gosto de da o chutes do tkd tem enraizadas no estilo curitibano de lutar , o  calejamento  do kyokushin  é  muito bom o cara se frustrar e só que boxear ainda mais hj em dia que vc ver nego sem calejamento  algum

Share this post


Link to post
Share on other sites

Assisti só o Highlight estendido até então. Lutão. Tentarei ver completa também para ver mais detalhes

Share this post


Link to post
Share on other sites

assisti a luta rounds 4567 claros do fury, rounds 1,2,8,9(knockdown) 10 e 11 claros para Usyk, porém o 3 e o 12 poderiam ir para qqr um

então era uma luta onde o usyk pode ter vencido claro ou apertado, o fury n tinha como vencer, agora que lutador é o usyk no momento em que ele estava sendo dominado retoma a luta com maestria a partir do oitavo round

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Juizão salvou o Fury na cara dura. Tyson tava entregue nas cordas pra tomar mais uma esquerdaça e provavelmente dormir, ou não... A recuperação do inglês é absurda, mas no mínimo teria ido pra lona. 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
23 horas atrás, NEGO DÁGUA disse:

Exatamente  falo com o mestre @masterblaster direto sobre o calejamento  todos hj dizem que  ele  lenda, eu digo trrina com o calejado de verdade que verá que coxa tem calejamento  sim, tronco tem calejamento. 

Vou te falar vc faz kyokushin  realmente  o treino  vc sente a diferença  do calejamento  pq ali é  uma luta que a grosso modo é  um teste de resistência  alguns são técnicos  a maioria  são Brutus que ficam  ali vendo quem aguenta maus e tem maior genética  de força  .

Jq no kickboxing  dele o Ichegeki muda toda configuração  vc com o estilo normal de kickboxing  brinca com eles , são duros sem movimentação  lutam kickboxing  comp tivessem no karate de contato não  tem boas combinações , ou boxe apurado.

Veja que FF ganhava pq era excepcional  no que fazia mas não  tinha um kickboxing  realmente  tec ocupar  sim um anti jogo aestilo um Mike Bernado que só boxeava e fazia o anti  chute.

O Glaube até era bom no kickboxing  mas tinha suas limitações  o Ewerton  foi fraco.

Sinceramente  para kickboxing  eu não  gosto do estilo deles apesar de terem armas invejáveis  como o Brazilian  kick  que entra viu eu adoro da ele , como gosto de da o chutes do tkd tem enraizadas no estilo curitibano de lutar , o  calejamento  do kyokushin  é  muito bom o cara se frustrar e só que boxear ainda mais hj em dia que vc ver nego sem calejamento  algum

eu aprendi algo na arte marcial que eu levo pra vida - toda área de conhecimento tem coisas boas e ruins. Eu estudo neurociência, psicologia, economia comportamental, marketing, finanças, vendas, negócios de maneira geral e junto tudo no que eu faço, tento pegar o melhor de cada área...o mesmo vale para a arte marcial - se eu quero ficar bom em luta eu posso aprender o chute alto do Kyokushin, o chute na coxa, o cotovelo e o clinch do Muay Thai, as combinações do Kickboxing holandês, o boxe puro para os socos, o JJ e a LL para o chão, o wrestling americano, o russo e o judo pra quedas, o Sambo para as transições e por ai vai...

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, João P disse:

eu aprendi algo na arte marcial que eu levo pra vida - toda área de conhecimento tem coisas boas e ruins. Eu estudo neurociência, psicologia, economia comportamental, marketing, finanças, vendas, negócios de maneira geral e junto tudo no que eu faço, tento pegar o melhor de cada área...o mesmo vale para a arte marcial - se eu quero ficar bom em luta eu posso aprender o chute alto do Kyokushin, o chute na coxa, o cotovelo e o clinch do Muay Thai, as combinações do Kickboxing holandês, o boxe puro para os socos, o JJ e a LL para o chão, o wrestling americano, o russo e o judo pra quedas, o Sambo para as transições e por ai vai...

Cara vc é  formado nisso  tudo ?

Sim..seu pensamento  das lutas é  idêntico  ao do Ruas, Bruce Lee ,Hélio  Gracie, Euclides  Pereira  entre outros 

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 minutos atrás, NEGO DÁGUA disse:

Cara vc é  formado nisso  tudo ?

Sim..seu pensamento  das lutas é  idêntico  ao do Ruas, Bruce Lee ,Hélio  Gracie, Euclides  Pereira  entre outros 

Formado eu sou em Administração e Publicidade mas já fiz pós graduação em Neurociência, Marketing, Business e estudo bastante, nunca parei, independente do trabalho estar corrido. Uso o trabalho para testar tudo, aprender na prática, este para mim é o segredo, o curso tem que dar retorno sobre o investimento. O mesmo vale na luta, se eu vou num seminário tento incorporar algo, nem que seja uma posição ao meu jogo. Todas as academias, artes marciais pelas quais eu passei, nem que seja uma aula, um seminário temos que ir com a cabeça aberta desta forma e estar aberto para isto, para estas experiências. Gosto muito da filosofia do Marco Ruas neste sentido, ainda vou num seminário dele. Como você falou o Hélio era assim e muitos outros grandes mestres. O Carlson tbm eu vejo assim (incentivava os alunos a treinar Judô, Boxe...)

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this