Deckard

Membros
  • Content Count

    68
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutra

About Deckard

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. A aposta de Ngannou x Jones seria pra qual UTI na cidade que sediará o evento o Bones vai ser enviado depois da luta..
  2. Carreira relâmpago do lobo que se vai. Nunca saberemos se o hype era real..rs
  3. Esse Chimaev overhypado não fez nada ainda, tem que liberar o Edwards logo pra categoria ter desafiantes reais pro Usman.
  4. Durinho deveria tentar ter esse desempenho nessa escalada até o TS na categoria de baixo. Ele é pequeno pra WW.
  5. Dana disse que daria uma luta pro Diaz extremamente empolgante e que uma vitória desse o catapultaria pra briga pelo TS. Ou seja, toda a cara de ser o Gaethje.
  6. Renato Rebelo lá no Bellator e fora já é infinitamente melhor
  7. E ai vem um Volka que ganhou de Aldo, Mendes e o Max 2x, com desvantagem física, e nego ainda acha que ele 'não é nada demais'. É um puta lutador.
  8. Pô, eu detesto o McPrego como 'pessoa, 'personalidade', mas ele tem tudo pra nocautear rápido nessa aí. Não vai ter nada de sangrento nessa luta, ou o Irlanda entra bem e nocauteia nos primeiros dez minutos ou morre no gás e dá os três tapinhas protocolares no terceiro ou quarto round.
  9. Sempre foi um peso pesado lutando na LHW. E tinha babador que arrumava todo o tipo de contorcionismo lógico pra tentar contestar o óbvio. rs Só que, com essa carcaça ai tem que ver como vai ser o desempenho. Não vai ter o mesmo gás, vai regular envergadura com vários caras, e esse queixo que na de baixo era realmente muito bom, vai ser testado como nunca. Isso tudo com ele numa descendente física e técnica pós USADA e polêmicas diversas. E com um monstro assassino camaronês que em condições normais arranca a cabeça dele sem dó. Essa jornada dele na HW vai ser boa de ver.
  10. Foi um sparring de toque né. Dá pra ver que os dois, principalmente o Tyson tá com a pegada em dia, são duas lendas máximas do esporte, mas se for pra ver luta de comadre melhor assistir os highlights das antigas deles mesmo..
  11. Toda essa lista na era pré-Usada. E vários nessa lista aí tem seus devidos asteriscos. Rampage já na descendente da carreira, Rashad e Lyoto bem menores e que tiveram um auge muito curto no fim das contas. Belfort é um peso médio unidimensional que coleciona nocautes fulminantes e derrotas aonde foi completamente dominado...Enfim, é um cartel de respeito, o Jones é o maior lhw da história mas esse papo de 'enfileirou várias lendas' é argumento desonesto de fanboy, o não deve ser o seu caso é claro, só aproveitei o ensejo. E ele poderia muito bem ter perdido do Marreta e perdeu do Reyes pós-usada. E essas imagens ai só provam o óbvio, que ele sempre foi um peso pesado clássico na categoria de baixo. Tem gente que releva tudo isso e acha o cara o GOAT. Beleza, achem o que quiserem, só não cola tentar forçar isso como verdade absoluta. A carreira do Janjão é muito questionável e aberta ao debate sim.
  12. Eu acho que nunca conheci alguém que gostasse do Anderson como pessoa...rs Mas dentro do cage era o melhor de assistir. Toda luta no no auge era uma resenha top. Até quando caiu pro Weidman nas duas vezes foi algo explosivo. O cara sempre foi a antítese do tédio.
  13. A gente extrapola, mas na real mesmo eu acho que não só o JJ, mas esses tops todos jogam essas paradas pra continuar em evidência mesmo, faz parte do jogo. E nem tô falando que o Jones corre o risco de cair no esquecimento ou nada do tipo. Ele é o pai da LHW do UFC, e o cara que teoricamente venceu ele levou um pau, então quando ele quiser voltar e levar a cinta pra casa de novo faz num estalar de dedos. Talvez ele nem se incomode com nada disso e os fãs peguem pilha.
  14. Vera Verão sentiu. rs Não só a popularidade titânica que o Khabib alcançou, mas o respeito e aura 'heróica' que o russo tem e que o Janjão nunca teve e nunca terá. A não ser que lute nos pesados e persevere.
  15. Tem duas formas de ver essa discussão: Só sob o olhar objetivo e dos números frios ou analisar o contexto da carreira de cada um. Se olhar só o cartel e resultados oficiais, o Jones fica tranquilamente na frente de todo mundo pra essa conversa. Agora se considerar que foi um cara que quase sempre lutou com vantagem física absurda, que a dominância de fato dele nas lutas foi numa época em que ele estava provavelmente bem 'aditivado', e que pós-usada o rendimento do cara simplesmente despencou, e que sempre contou com a boa vontade dos juízes ( poderia ter perdido pro Marreta e perdeu do Reyes, e nem vou citar a primeira com o Gustafsson ), tu já pode colocar vários asteriscos nessa trajetória. Eu prefiro muito mais a carreira de um Couture, 3 vezes campeão dos pesados, 2 vezes dos meio pesados, que enfrentou várias lendas de gerações mais novas, que perdeu e soube se levantar, se reinventar e vencer na técnica e no mental caras muito mais fortes. O cartel dele vai estar lá cheio de derrotas, mas eu consigo ver muito mais mérito no tipo de desafio que ele se impôs do que em alguém que mantém o cartel zerado cheio de vantagens e poréns, por exemplo. Então é subjetivo pra caramba isso ai.