bom-ba-ye

Colaboradores
  • Content Count

    548
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by bom-ba-ye

  1. um dia você consegue dar a bun…ops…abraço no Poatan, eu realmente torço por vc meu amigo pois não tenho preconceitos 🌈😉. tenha um excelente 2024 e que realize todos os seus desejos mais profundos que existem dentro de sua alma caridosa, tenha uma grande entrada no ano novo e tudo de bom e muitas felicidades amigo 🥰😃 ps: Lyoto não lutou kickboxing e os resultados dele no MMA são fantásticos
  2. Se o Rodtang está fora acho que só não confirmou para não estragar as vendas de ingressos, Superlek vs Takeru seria uma grande luta, mas sem o mesmo apelo que Rodtang. Rodtang foi o unico adversário que fez uma luta equilibrada com Tenshin Nasukawa e a luta com Takeru era a mais esperada pelo público para comparação, e o próprio Takeru tinha desejo de enfrentar Rodtang.
  3. Já faz quase um mês que começou essa especulação de que Rodtang poderia estar lesionado, ao aparecer com o braço enfaixado nas redes sociais, mas que logo foi apagado. A luta ainda não foi cancelada porque a expectativa é que Rodtang ainda tenha tempo para lutar, e Superlek também não foi confirmado. Vai ser um golpe muito grande para o ONE se essa luta não ocorrer, porque é a grande aposta do ONE para entrar no mercado japonês. E faltando menos de um mês para a luta a venda de ingressos também está bem abaixo da expectativa, mas que pode mudar após a virada do ano, pois os holofotes esta totalmente no Rizin de fim de ano no momento.
  4. Concordo, Poatan já está em fim de carreira e o que vier é lucro, não vai vencer Aspinall eh óbvio, mas se levar uma surra pelo menos vai encher os bolsos de dinheiro. Poatan tem um jogo de pé razoável levando em conta que o nível de trocação no Brasil é muito irrelevante, tanto no boxe como no kickboxing que eh inexistente. Os números dizem tudo porque a quantidade de brasileiros campeões mundiais de boxe é irrisória. E no kickboxing os únicos que tiveram resultados favoráveis a nível mundial foi Francisco Filho, Glauber Feitosa e Lyoto, todos oriundos do Karatê. Mas o que Poatan conseguiu alcançar é fantástico, mesmo vindo de um país sem tradição no boxe é kickboxing.
  5. Foi realizado hoje a pesagem para o Rizin 45 , todos os lutadores das 17 lutas programadas bateram o peso, exceto Juan Archuleta, atual detentor do cinturão bandamweight do Rizin(61kg), que pesou 63.85 kg , excedendo em 2,8 kg o peso combinado! O oponente bateu o peso em 60,9 kg. O anúncio após a pesagem foi feito pelo CEO do Rizin, um visivelmente contrariado e irritado Sakakibara, que anunciou a perda imediata do cinturão. A luta seria o co-main evento e valia o cinturão 61 kg do Rizin. A luta ainda vai ser confirmada após reunião, porque ao contrário da luta em que Kleber lutou após perder o cinturão por exceder 400 g em junho deste ano, desta vez a diferença é muito gritante. O oponente Kai Asakura disse que gostaria que a luta fosse realizado, mas a diferença de peso de 2,8 kg eh muito grande e precisa se reunir com a equipe. Provavelmente a luta deve ser realizado, com o cinturão válido apenas em caso de vitória do japonês, e perda de uma porcentagem da bolsa de Archuleta. Provavelmente se Archuleta receber nova chance no Rizin deve ser obrigado a subir para a divisão de 66 kg do Rizin.
  6. Boa análise, essa discussão de melhor de todos os tempos é difícil de ter uma resposta em qualquer esporte. O Naoya Inoue está com 30 anos e pranejava lutar até 35, mas disse recentemente que se mantiver a forma e os resultados pode lutar até os 37, mas creio que deve subir mais 2 ou 3 divisões de peso porque seria o limite para continuar lutando em alto nível com lutadores maiores. Quanto a ser o melhor na atualidade, independente do peso, como ele é campeão das 4 maiores entidades de boxe do mundo, WBC,WBA, WBO e IBF , em 2 categorias de peso, ele sim pode ser considerado o melhor da atualidade ao lado do americano Terence Crayford. Até meados do ano o japones era o número 1 do ranking pound for pound da atualidade , mas perdeu o posto quando Crayford conseguiu unificar os 4 cinturões em 2 categorias de peso antes de Inoue em meados do ano, tornando se o primeiro a atingir tal feito na história. Como Inoue igualou seu feito creio que ele volte a ser o número 1 PFP da atualidade. O que faz a mídia ( não só a japonesa) especular que Inoue pode se tornar o maior de todos os tempos eh seu retrospecto de nocautes nas suas 23 lutas consecutivas pela disputa de cinturão.
  7. No ONE Bibiano era top de sua categoria, mas se fosse no UFC creio que seria intermediário, então ele optou continuar no ONE porque receberia uma bolsa muito acima do que receberia no UFC inicialmente. Hoje se ele continuar lutando seria muito difícil conseguir um contrato no Rizin , pela sua idade. Só se for em eventos menores como o Deep ou Pancrase e recebendo bolsas muito inferiores ao ONE. Creio que não pegou bem a declaração de Bibiano e compromete um futuro contrato.
  8. Essa inatividade dos lutadores do ONE realmente é complicado, eh uma reclamação corriqueira dos lutadores japoneses, que fez o ONE perder inúmeros lutadores nos 2 últimos anos. O CEO do One já comentou que Aoki já não apresenta os mesmos resultados e caso perder a próxima luta não deve ter seu contrato renovado. Mas Aoki não demonstra preocupação porque ja tinha falado ano passado que ia cumprir o contrato com o ONE e depois pensar no futuro, que pode ser a aposentadoria ou o RIZIN. Mas se o ONE pretende realizar outros eventos no Japão este ano, só com Takeru como principal estrela japonesa não será suficiente, até porque Takeru é kickboxer. Porisso não acredito que o ONE consiga entrar no mercado japonês.
  9. Concordo em partes, porque Manny Pacquiao também lutava nas categorias leves na maior parte de sua carreira. E é um dos maiores de todos os tempos. Com 25 anos ele lutava na super-galo, mesma categoria que Inoue unificou os 4 cinturões ontem. Logicamente Manny tem estrutura corporal maior o que permitiu encerrar a carreira na meio-médio . Nos EUA e Europa , e por influência no Brasil também as categorias mais pesadas tem mais destaque o que fazem seus lutadores serem mais conhecidos nessas regiões. Mas na Ásia, principalmente nas Filipinas e Japão onde estão os melhores lutadores do mundo abaixo de 60 kg, os pesos leves se destacam. O próprio Mayweather eh um peso leve é considerado o maior de todos os tempos. Então a questão da visibilidade varia de região e da capacidade de gerar mídia na minha opinião, não depende do peso do lutador.
  10. 26 vitórias com 23 nocautes sobre os melhores lutadores do mundo das 4 categorias em que ganhou o cinturão , sendo 23 lutas consecutivas valendo disputa de cinturão, com 20 nocautes, Naoya varreu as 4 categorias de peso em que ganhou o cinturão e unificou os cinturões das 4 principais entidades de boxe do mundo, em 2 categorias de peso. Extremamente agressivo e quase não recebe golpes, nunca sofreu uma queda .Esta com 30 anos e disse que pretende lutar em alto nível até os 37 anos. Com certeza vai se tornar o maior lutador de boxe de todos os tempos.
  11. Eu particularmente não vi essa notícia sobre alguma declaração recente de Sakakibara sobre Anderson , Sakakibara fez essa declaração acho que no início do ano. Hoje eu não sei se Sakakibara tem planos de por vários lutadores “ lendários “ pq não sei se venderia PPV. Para ser sincero se trouxer o outro “Silva”, o Wand , teria muito mais impacto no Japão. O Anderson não tem muita história no Japão e nem se destacou no Pride. O Wand sim. Mas eu acho que associaram essa declaração do Sakakibara no início do ano à especulação de Anderson no Japão, mas creio que a sondagem que Anderson recebeu foi do Breaking Down, evento de lutas de 1 minuto mas que eventualmente fazem 3 rounds de 1 minuto quando se traz uma lenda. Ja lutaram no Breaking Down este ano o Jerome Lebanner, Bob Sapp, Albert Kraus, Cyril Abid.
  12. Aoki Shinya, que também é contratado do ONE quase na mesma época do Bibiano e o conhece de longa data , fez críticas sobre as declarações de Bibiano, mas de forma respeitosa e construtiva . O lembrou que quando o evento Dream acabou em 2012 no Japão, onde ambos eram contratados, muitos lutadores assim como eles ficaram sem rumo e quem os contratou foi o ONE na época, e disse que tanto ele como Bibiano receberam as mais altas bolsas do ONE ao longo dos anos, onde nem o UFC pagaria tanto, e Aoki disse que é grato até hoje por receber bolsas impensáveis até em suas lutas por de glappling. Disse que o tempo chega para todos ,e entende o ONE, lembrou que Bibiano com 43 anos ainda se quiser pode tentar lutar em algum outro evento em alto nível. Disse que ele (Aoki) está com 40 anos, e apesar de fazer ainda uma luta de MMA em janeiro não recebeu nenhuma proposta de renovação, mas que ele não se importa e eh grato ao ONE por tudo até hoje. Essa entrevista do Bibiano repercutiu no Japão também, mas ao contrário do que ele disse , ele não ficou 3 anos de fora, sendo que no início de 2022 fez uma luta no ONE com John Lineker. Concordo com Aoki, o tempo chega e temos que aceitar, e com certeza Bibiano recebeu muito dinheiro do ONE. E sobre não ter tido muitas oportunidades nos último anos, isso foi para todos os atletas do ONE , pois teve a pandemia e o ONE passou 2023 mais focado no muay thai e kickboxing. Motivo pelo qual vários lutadores japoneses rescindiram contrato e foram para o Rizin ou outros eventos menores.
  13. O maior lutador de boxe da atualidade ao lado do americano Terence Crawford , o Japonês Naoya Inoue (26-0-0*23KO) venceu por nocaute o filipino Marlon Tabales (41-37-4) hoje em Tokyo, e unificou os cinturões da WBC, WBO, WBA e IBF da categoria super-bandamweight, somente um ano após ter unificado os mesmos cinturões mas na categoria bandamwieight. Inoue é o segundo boxeador na história a unificar os cinturões das 4 principais associações de boxe do mundo em 2 categorias diferentes de peso. O outro é Terence Crawford que conseguiu o feito em julho deste ano, quando Inoue perdeu a posição de número 1 do ranking PFP do boxe. Com esta vitória Inoue deve voltar a ser o número 1 PFP do boxe mundial novamente. Inoue já foi campeão em 4 categorias de peso diferentes, e após conseguir unificar os cinturões da WBC, WBO, WBA e IBF, em dezembro do ano passado na categoria bandamweight , este ano subiu para a Super Bandamweight e em julho deste ano venceu o até então invicto e campeão da WBC e WBO , o Americano Stephen Fulton. Assim se credenciou para desafiar o atual campeão da super bandamweight da WBA e IBF , Marlon Tabales, que foi derrotado hoje por Inoue por KO no Décimo round e conseguindo assim sua segunda unificação de títulos das 4 principais associações de boxe do mundo. Em 81 lutas de boxe amador e 26 lutas como profissional , Naoya Inoue nunca sofreu uma queda, em 26 lutas venceu 23 por KO e permanece invicto. Caso consiga terminar a carreira invicto e nocauteando seus adversários deve se tornar o maior lutador de boxe de todos os tempos.
  14. Uma curiosidade para quem é das antigas, a Yamamoto Miyuu, que na verdade tem 49 anos, foi casada com o ex-lutador do UFC e Pride Enson Inoue no início dos anos 2000, antes disso foi casada com o jogador profissional de futebol Nobuyasu Ikeda. Após se separar de Enson se casou com o esquiador olímpico Akira Sasaki. Atualmente está casada desde 2020 com o lutador de MMA Kyle Aguon, 14 anos mais novo. Seu filho Arsen também é lutador de MMA do Rizin. Miyuu é tri-campeã mundial de Wrestling e 8 vezes campeã japonesa , se classificou para as olimpíadas do Rio, mas foi impedida por problemas na documentação. Ela é naturalizada Canadense, e mora atualmente em Guam.
  15. Shogun no Pride foi muito melhor que no UFC em termos de resultados, achei o Shogun mediano no UFC. No Pride no inicio ele teve vida fácil porque lutou com japoneses que hoje seriam de uma ou 2 divisões de peso abaixo, mas quando pegou lutadores do seu peso continuou vencendo. O Pride era no ringue e facilitava seu jogo, assim como para Wand, mas o UFC era cage e facilitava o jogo dos wrestling americanos. Porisso os resultados não apareceram . Lyoto Machida teve uma carreira muito acima de Shogun e Wand no UFC.
  16. Essa é a explicação para o japonês não se interessar pelo UFC e o último UFC Japan ter sido um fracasso…😄
  17. mas se vc ver o card desta edição tem o Juan Archuleta, Dodson, Morales, mas creio que a partir do ano que vem a tendencia eh trazer mais lutadores de fora, estas edições de fim de ano costumam ser algo a parte, mais voltado para o Japão. Porque no plantel do Rizin tem inúmeros lutadores estrangeiras sobre contrato. Como já comentei em outro post, a pandemia impediu a entrada de lutadores estrangeiros e nesse período surgiram as estrelas japonesas, que com as redes sociais alavancaram a audiência e lucro do Rizin. Sakakibara disse semana passada que continuaria utilizando alguns lutadores devido a sua influência, mas não ia deixar de trazer lutadores de outros países.
  18. Mas o foco é o mercado japonês, que compra os ingressos cada vez mais caros e os PPV, se o Rizin focar para agradar o mercado externo não dá lucro. Mas toda luta tem um história por trás, quem está fora não é interessante porque não entende, mas eu particularmente acho essa edição deste ano muito mais interessante do que a do ano passado, que tinha vários lutadores do Bellator que o Rizin trouxe a peso de ouro. As únicas lutas de estrangeiros que os japoneses gostam acabam sendo o dos estrangeiros radicados no Japão como o Roberto Souza ou Kleber.
  19. O Rizin anunciou hoje a ordem das 17 lutas do evento, Apesar de Sakakibara dizer que seria um main-evento duplo por ser 2 disputas de cinturão e não teria um co-main evento , chamou a atenção pelo fato da luta principal ser entre Horiguchi vs Shinryu, e a penúltima ser Juan Archuleta vs Kai Asakura, ao contrário do que era esperado por todos. Indagado sobre isso Sakakibara disse que tinha os motivos mas prefere não entrar em detalhes, enfatizando que seria um duplo main-evento. Creio que pesou na escolha o retrospecto de Horiguchi no Rizin e no Bellator e por ser uma luta entre 2 japoneses que fecharia o evento com um cinturão para o Japão, enquanto que numa eventual vitória de Archuleta , o evento fecharia com o cinturão indo para o exterior. Outro motivo é um rumor de que seria um pedido pessoal de Asakura em ser o co-main evento.
  20. Sim, é por aí mesmo. O Rizin mantém o mesmo formato e concepção do Pride , com muita tecnologia nas entradas dos lutadores e no PV antes das lutas. Mas o conceito mudou e também seu publico, o publico jovem não acompanhou o Pride, esse publico não tem interesse em ver lutadores estrangeiros, pq não tem uma história, as redes sociais interagir, porque tem a barreira da língua. Então o Rizin até tentou no início trazer estrangeiros, mas depois da pandemia e fechamento das fronteiras, surgiram inúmeros lutadores japoneses que souberam usar muito as redes sociais e trash talk, surgiu também os eventos de lutas com 1 minuto de duração que faz muito sucesso. O Rizin não almeja concorrer com o ONE, é um evento 100% voltado para o Japão. Hoje com o PPV o Rizin tem muito mais lucro que na época do Pride, o próprio CEO do Rizin demonstra isso publicamente, e admite que usa muitos lutadores que tem poder de mídia em detrimento da sua capacidade de lutar, porque essa é a realidade atual e a empresa precisa gerar lucros. Isso acontece no mundo todo, nos EUA com os irmãos Logan ou no Brasil com as lutas do Whindersson Nunes. Quanto aos eventos, o Rizin mantém o número de eventos do Pride, em média 8-10 por ano. Essa numeração 45 do evento corresponde a seria numerada do Rizin, mas tem o Rizin Landmark também que é realizado no Cage e teve o Rizin Trigger também, realizado fora dos grandes centros.
  21. Para assistir ao vivo apenas por PPV, no exterior tem que baixar o app FITE e adquirir o PPV. Cerca de 200 reais em tempo real ou 100 reais se for assistir depois. abaixo o link em inglês para adquirir o PPV. https://www.fite.tv/watch/rizin-45/2pe5n/ No youtube é muito difícil tentar assistir as lutas, geralmente quando postam as lutas logo é bloqueado pelo Youtube. Mas no dia se der sorte algum canal asiático posta os videos da luta, que geralmente é bloqueado após algumas horas depois.
  22. Foi a estreia de Mikio no MMA, esses socos no rosto eh a principal desvantagem inicial de um karateka, já que no kyokushin não é permitido golpes no rosto. Ele tem treinado bastante essa parte de trocacao e até fez uma luta no k-1 para se aprimorar. Mas essa luta com Sudário vai ser muito difícil Mikio vencer, e se vencer deve ser com Hi-kick, Sudário é um dos melhores peso pesados do Japão, discípulo de Enson Inoue e tem treinado frequentemente nos EUA . Apesar de sua origem no Sumo, ele é bom na trocacao, e deve estrear no UFC em breve.
  23. Sem troll, mas Poatan não passa do primeiro round porque todos sabem que é só derrubar e no chão ele é galinha morta. Mas como ele já está com quase 40 anos e já perto da aposentadoria dos ringues, tem que aceitar uma luta dessas, apesar de ser improvável que aconteça. Vai ganhar uma bolsa polpuda e torcer para não sair muito machucado. Capaz até de aceitar uma revanche com Artur Kyshenko caso o ucraniano resolva oferecer essa chance novamente .
  24. Tanto para Aspinall como para Sergei lutar com Poatan nos pesados seria dinheiro fácil, Poatan não passaria do primeiro round ,ou talvez nem o primeiro minuto. Muita diferença de força, técnica e tamanho. UFC jamais casaria essas lutas porque forçaria Poatan a uma aposentadoria .
  25. O Pride e o Rizin sempre teve lutas freaks, mas a Miyuu não considero freak, apesar de ser difícil vencer esta luta, A Miyuu sempre foi atleta da elite do wrestler japonês, tinha se classificado para as olimpíadas do Rio em 2016 aos 42 anos pelo Canadá, mas problemas na documentação de naturalização impediram sua participação momentos antes da olimpíada. Foi aí que recebeu convite para lutar no Rizin, hoje aos 49 anos exibe excelente forma física. Essa luta de despedida contra a campeã invicta foi a pedido da própria Miyuu.