Jaison79

Membros
  • Content Count

    587
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by Jaison79

  1. Como é notório, as regras do MMA favorecem quem domina as artes de trocar em pé, derrubar e levar ao solo, ou seja, o sujeito tem que dominar todas as valências, sobretudo, porque o tempo é curto. Já o antigo Vale Tudo demandava mais tempo e estudo, pois não havia preocupação com os intervalos curtos de tempo. Daí porque, além do fator surpresa, os lutadores com apenas o do Jiu-Jitsu se destacavam no Vale Tudo. Isso talvez alguns gracies não conseguem ver, talvez porque enxergam o MMA como se fosse o antigo Vale Tudo. Quanto ao Kron, pra quem teve a oportunidade de beber na fonte de Hélio Gracie e ainda tem de Rickson, Royler etc… fez muito pouco até agora, inclusive, no Jiu-Jitsu. Kron deveria parar e ficar só dando aula, mas se quiser continuar, tem que virar um especialista em Wrestling para, por meio dessa modalidade, levar o oponente ao chão e colocar em prática o seu Jiu-Jitsu. Se o Demian não demorasse tanto para perceber isso, teria sido campeão do UFC.
  2. Vitor vs Wanderley - Wand não viu a cor da placa.
  3. Mark Ker X Fábio Gurgel foi brutal também.
  4. A versatilidade e plasticidade dos golpes do Jones nessa luta que redundaram na coça que o Shogun levou, foi impressionante!
  5. Respeitando sempre os que possuem pensamento em contrário essa, pra mim, foi a maior coça que um lutador de MMA já levou! E pra você, qual foi?
  6. Além da diferença de peso e abissal diferença de idade no combate, o que mais me fez refletir nessa matéria, foi o mau caratismo do Waldemar Santana. Desaviou o seu mestre! Imaginem vocês o Walid, o Vitor ou o Murilo Bustamente saírem da academia do Carson e depois desafia-lo (sendo bem mais novos que o Carlson) e encherem ele de porrada!? Tinha que mandar mat…
  7. O tópico proposto é: “Léo Castello Branco fala que Marco Ruas era temido por todos nos anos 80!@o” Fazendo alusão ao tópico, eu trouxe uma matéria do pupilo do Marco Ruas - Sr. Pedro Rizzo - onde ele narra um episódio descrevendo que o Marco temeroso achou que o Rickson estivesse no interfone da casa dele. Foram palavras do Pedro Rizzo não minhas (no vídeo - partir de 01:55 - está muito claro isso). Qual o problema? Você trouxe à baila o fato do Ruas ser temido no Rio e eu, ao revés, trouxe a mesma questão só que em sentido inverso, baseado no que o Rizzo asseverou. Onde está a provocação? Já vi o Rickson e sua família serem ironizados nesse espaço e, inclusive, serem tratados de forma jocosa e, não obstante, não vi ninguém se ofendendo por isso. Até onde eu sei, o espaço aqui é democrático e, nessa condição, cada um manifesta a sua opinião como bem entender, desde que, obviamente, respeitando os demais foristas. Perceba, Rickson, Marco, assim como vários outros lutadores, são figuras públicas, por tal razão, estão sujeitos a críticas. Apesar disso, em nenhum momento critiquei o Marco, apesar de republicanamente e democraticamente poder fazê-lo. Em nenhum momento também disse que o Marco é temido ou não é temido, apenas trouxe uma reportagem do pupilo do Pedro Rizzo. Consignei, inclusive, que o Marco foi um grande lutador. É preciso entender que “quem deve brigar são as ideias e não as pessoas”. Não propus nenhuma discussão - com todo respeito - quem está tentando começar uma é você, quando me chama de infantil. Mas não vai conseguir, pois como bom adepto do Voltarie, entendo: “Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las”. Fica na paz! Abraço!!
  8. O temido Marcos Ruas temeu o Rickson. Explico: no vídeo que segue acostado a essa minha postagem (a partir de 01:55), Rizzo verbera que ligou em uma ocasião ao Ruas e, por sua vez, o Ruas muito nervoso e na adrenalina disse: “Rizzooo tem um cabeludo aqui no meu interfone me chamando, acho que aquele Rickson que esta me procurando!”. kkkkkk Pedro Rizzo disse também na entrevista que o Marcos estava sempre pronto pra sair na mão! O que vai em desencontro com a versão do Ruas que pediu tempo no boqueirão pra lutar. Constatação à parte: Apesar de poucas lutas no MMA (assim como o Rickson); apesar também de ter perdido para lutador Japonês de Telecatch e lutadores que o Renzo venceu – Ruas foi um grande Lutador e um dos seus grandes méritos (na minha opinião), foi ter se colocado em cena numa época em que predominava o Jiu-Jitsu. Vinda longa ao Marco Ruas!
  9. Parabéns por inserir um pouco de luz nesse forúm, onde se verbera um monte de sandices a respeito do Rickson. Vi um post da Kyara recente tratando sobre a doença do Rickson e um idiota escreveu: “vence o Parkinson, mas não o Sakuraba”. Um mais idiota ainda curtiu esse comentário. Dá para acreditar!? Esses idiotas, que recebem a alcunha de Haters, ficam monitorando a internet, de maneira que é só aparecer um vídeo do Rickson e minutos depois passam a criticá-lo. É incrível a velocidade em que isso ocorre. Essa doença maldita (que só não é mais maldita que esses Haters) que, aliás, possui grande foco por aqui - se instalou no Rickson por questões emocionais, não tenho dúvidas disso! E começou a se desenvolver nele após a morte do seu filho e, porteriormente, se alastrou pelas más energias que esses vagabundos dos haters destilam contra ele na internet. Que Deus proteja o Rickson dessas duas doenças malditas chamadas Parkinson e Haters.
  10. Kron muito lento, sem “sangue nos olhos” e previsível. Devia ter ficado na montanha fumando maconha. Hoje em dia só com maconha e Jiu Jitsu não dá para lutar MMA.
  11. Acho que essa questão envolvendo a estatura do Jones veio à tona em razão da Luta dele com Gustafsson. Acho muito pouco para sustentar que o jogo dele fica vulnerável ou não é tão eficaz se igualar a envergadura. Naquele dia, notadamente, o Jones não estava num grande dia e o jogo dele vem sendo mapeado há muito tempo. Não vejo o Spider ou qualquer outro striker, por exemplo, dar uma coça no Shogun como o Jones deu. Foi umas das maiores surras que eu já vi. E olha que o Shogun é um excelente stricker! Um dos maiores de todos os tempos. Realmente a luta do Cormier como o Spider não é parâmetro pelas razões que você pontuou, mas o Spider perdeu de forma contundente para Chris Weidman, que não arrumaria nada com o Jones.
  12. O homem é um fenômeno: Joelhada, chute, pisão no joelho, jogo de distância excelente, sai do clinch com cotovelada giratória e de frente. Queda e segura queda como quer. Se levar pro solo e ele cair por cima, é cotovelada e soco para todos os lados, um apavoro! Além disso tem queixo, gás, envergadura e joga bem na grade. Olha, se ele lutar sério e fazer os camping sem droga e álcool ( o que, inclusive, acho que ele nunca fez), vai continuar quebrando todo mundo por muito tempo, isso, obviamente, se ele não encerrar a carreira antes ou a polícia pará-lo.
  13. Concordo com você que ele faz valer muito bem à sua estatura, mas penso que contra ele, reside também o fato do jogo dele ser muito estudado, muitos anos de reinado. Difícil, por isso, se manter muito tempo ganhando e, além disso, atropelando todos. Lembro do Aldo, muita gente estudando o jogo, longo tempo de defesa de título e seu jogo acabou ficando burocrático. Vi o Ruas falando dias atrás que o jogo para ganhar do Jones, é chutar as pernas dele. O Marreta foi nesse caminho e chegou perto.
  14. Jones quebrou na porrada excelentes strikers como o Shogun e Lyoto. O Jogo de muay thay dele é fora da curva. Na minha opinião tanto o Adesanya como o Spider não teriam chances com ele. Não vejo que ele apelou para wrestling no pesado, e sim lutou de forma inteligente e, por isso, ganhou rápido. Ele é muito bom em todas as valências e MMA é isso.
  15. Os números, a dominância, plasticidade dos golpes e, sobretudo, os adversários que enfrentou, colocam o Jon Jones, sem qualquer dúvida, como o melhor nesse quesito e também como o maior que pisou no cage até aqui. Varreu a sua categoria e tirou pra nada o adversário na disputa do pesado do UFC. Isso, que suspeito que esteja abusando de álcool e droga - imagino se levar a sério mesmo o negócio. Mas um lutador formidável não mão, embora não tenha conseguido grandes feitos no MMA, foi o Melvin Manhoef, esse sujeito era bom de porrada. Na trocacão franca era ruim com ele.
  16. Se o KRON aproveitou esse tempo de afastamento para focar no Wrestling - ganha sem maiores dificuldades do seu oponente. Aparentemente ou propositalmente (para se testar talvez), se afastou da sua luta de origem no último embate. A propósito dessa luta, tomara que tenha aprendido como o DEMIAN MAIA apreendeu depois de levar algumas porradas, quando equivocadamente tentou ser arvorar no boxe. O jogo para o estilo do KRON (paradigma), é algo semelhante ao que o SONNEN fazia, tal seja, um pretenso Boxe para confundir o adversário e com o seu excelente Wrestling quedar. De toda sorte, ainda que venha com algo nesse sentido, apesar de ostentar um Jiu Jitsu diferenciado, na minha opinião, fez muito pouco, até aqui, pra quem teve o privilégio de nascer e beber da fonte de lutadores do quilate do pai dele, Royler e o próprio Hélio. De qualquer maneira, a questão é se ele quer também, de modo que a pressão e responsabilidade de ser membro do maior Clã de Artes Marciais do planeta não é pra qualquer um. Vida longa ao KRON e que ele seja feliz - dentro ou fora do Cage.
  17. Uma das maiores coças que eu vi no MMA, foi a que o Jon Jones deu no Shogun (apanhou igual cachorro). Mas isso não tira o mérito do grande lutador que ele foi. Vida longa ao Shogun!
  18. Na dúvida faz a revanche! Ficaram na dúvida entre Jones x Gustafson – fizeram a revanche e deu incontestavelmente Jones. Ficaram na dúvida entre Lyoto x Shogun –Fizeram a revanche e deu incontestavelmente Shogun.
  19. Sim... aquela luta - naquele dia - vimos um Jones completamente diferente, ou seja, não estava no seu melhor dia (o que pode acontecer). Ao contrário, tivemos o seu oponente na sua melhor noite. Mesmo assim, não fez o suficiente para tirar o trono do campeão. Todos do meio (lutadores, comentarista), são unânimes em dizer que para tirar a coroa do campeão precisa de algo mais. Nesse sentido, basta ver a primeira defesa de cinturão do Lyoto com o Shogun (deu Lyoto), porém muitos falaram que deu Shogun, mas como faltou algo mais, permaneceu a coroa com o Lyoto. No segundo confronto ( ao contrário do que aconteceu entre Jones x Gustafson), o Shogun atropelou o lyoto e foi campeão. Shogun e Lyoto que, diga-se de passagem, levaram uma coça também do Jones.
  20. Tudo! A revanche é exatamente pra não ficar qualquer dúvida.
  21. Essa foi a desculpa da época, mas pra mim não colou. Arona ganhou claramente. Os Japoneses na época interferiram nos resultados de várias lutas. De toda sorte, isso não tira o legado do Fedor, apesar dele ter passado trabalho com o Maldonado, Ter perdido para o Pezão entre outros. Desconfio e muito que o Russo era movido a suco, por isso nunca quis o UFC. E digo isso, pois os Russos são especialistas em suco, quem o diga as olimpíadas.
  22. Garfo foi Arona x Fedor. Arona ganhou claramente aquela luta. Quando ao Jones, se ficou alguma dúvida entre ele e o Gustafson - a dúvida foi tirada na segunda luta (atropelo do Jones).