Fórum Portal do Vale Tudo: Faixa preta de BJJ bate em mulher no RJ - Fórum Portal do Vale Tudo

Ir para

  • 14 Páginas +
  • 1
  • 2
  • 3
  • Último »
  • Novo tópico
  • Responder

Faixa preta de BJJ bate em mulher no RJ

#1 Membro offline   Oldboy 

  • Grupo: Membros
  • Posts: 2281
  • Cadastrado: 10-December 14

Postou 18 March 2017 - 12:52 PM

http://m.oglobo.glob...do-rio-21080724

Na nova cena noturna do Centro do Rio, o Bar do Nanam, um botequim na pouco conhecida Rua Imperatriz Leopoldina, na Praça Tiradentes, virou point. Um lugar que, até bem pouco tempo, costumava reunir boêmios de todas as tribos, sempre num clima de muita paz. Na madrugada de quarta-feira, no entanto, o boteco foi palco de uma cena de assédio, que terminou com o espancamento da pedagoga Camila Wiebusch, de 28 anos, vítima de um homem que seria segurança de uma casa noturna da região. O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam).

Camila, que levou um soco na cabeça e foi derrubada por um golpe de muay thai, ficou desacordada até ser socorrida por amigos. O agressor, identificado pela Polícia Civil como o faixa preta de jiu-jitsu Edson Diniz, fugiu.

— Levei primeiro um soco violento na cabeça, próximo ao olho direito. Depois, não me lembro mais o que aconteceu. Meus amigos disseram que ele me atingiu ainda com uma espécie de rasteira e cai desacordada, batendo com a cabeça no chão — disse Camila.


Os golpes deixaram seu rosto marcado. Um grande hematoma apareceu próximo ao olho direito da pedagoga.

— Meu olho ficou roxo e ainda há cortes na minha testa e na cabeça — afirmou Camila.


O relato da vítima
Fonte: Facebook
Amigos, entre eles o ator Daniel Bouzas, de 33 anos, assistiram a tudo e chegaram a enfrentar o agressor, que acabou fugindo.

— Ele chegou sozinho e deliberadamente queria arranjar confusão, agredir alguém. Não foi rasteira, foi um golpe de muay thai. Camila podia ter morrido — lembrou Daniel.

A confusão começou quando o bar estava fechando, por volta das 4h30m. Edson, que teria trabalhado na noite anterior como segurança numa casa noturna da Praça Tiradentes, abordou a vítima quando ela e alguns amigos jogavam sinuca no Bar do Nanam. "Vou te ensinar a pegar no taco", teria dito o homem, segundo contou Camila e seu amigo.

— Ele ficou me assediando e falando grosseiramente, de forma machista. Pedi para parar, cheguei a falar com os funcionários do bar, mas o homem continuou. Meus amigos tentaram afastá-lo, mas ele não parou. De longe ficava jogando beijinhos e dizendo que não era hora de mulher estar na rua — afirmou Camila, que mora em Botafogo.

O assédio prosseguiu até Camila e os amigos deixaram o bar.

— Fomos para o bar ao lado e ficamos tranquilos. Até que o sujeito voltou e ficou falando gracinhas. Aí eu não aguentei e pedi para ele sair, o xinguei e até o empurrei. Foi quando ele passou a desferir os golpes — contou Camila.

O comerciante Antônio Gonçalves, o Nanam, confirmou toda a história. Disse que a confusão começou em seu bar, mas que a agressão aconteceu na rua.

— Eu já tinha saído na hora que tudo aconteceu. Lamento muito. Se eu estivesse aqui no bar, isso não teria acontecido. Entrei em contato com a Camila, frequentadora do bar. É triste. Mas pode acontecer, principalmente com uma pessoa que nada tem a ver com o lugar — disse Nanam.

O bar funciona no endereço há seis anos, mas há dois entrou no roteiro cultural da região, atraindo muitos jovens. O comerciante contou que decidiu transformar o botequim num espaço com shows de música na calçada. As apresentações vão de grupos de rock, passando por forró, samba e até carimbó. O botequim tem um espaço minúsculo, e, no salão apertado, uma mesa de sinuca.

Camila conta que, após as agressões, registrou queixa na Deam do Centro. Ela e os amigos entregaram aos policiais fotografias do agressor, que seria morador da Barra da Tijuca. Depois, ela foi ao Instituto Médico-Legal (IML), onde pretendia fazer exame de corpo de delito. Como os policiais civis estão em greve, não conseguiu. Procurou então atendimento no Hospital Municipal Rocha Maia, em Botafogo.

— Luto contra todo tipo de preconceito, contra o machismo e o assédio. Não posso permitir que o caso fique impune. Quero que ele seja punido pela agressão — disse Camila.

Daniel e outros amigos de Camila estão se mobilizando para pedir punição também.

— O agressor envergonha uma classe de esportistas. Ele tem que ser punido pela Federação de Jiu-Jitsu, afastado dos ginásios, ser banido do esporte. Li que ele dá aulas na Barra da Tijuca. Isso não pode mais acontecer. Que lições ele vai passar para os alunos? — questionou Daniel.

O GLOBO tentou localizar Edson Diniz, mas ele não foi encontrado.
0



#2 Membro offline   Cesare Borgia 

  • Grupo: Membros
  • Posts: 4980
  • Cadastrado: 10-December 14

Postou 18 March 2017 - 01:03 PM

Segundona?

História mal contada e mulher com alta tendência ao feminazismo.

Tem que ver issae.

Este post foi editado por Cesare Borgia: 18 March 2017 - 01:04 PM

0

#3 Membro offline   Oldboy 

  • Grupo: Membros
  • Posts: 2281
  • Cadastrado: 10-December 14

Postou 18 March 2017 - 01:11 PM

Verdade. É segundona. Podem mudar pra lá.

Agora mesmo que a mulher seja uma feminazi . Ela tá com a cara quebrada. Justifica qualquer homem bater em uma mulher?
0

#4 Membro offline   Axiotis 

  • Grupo: Membros
  • Posts: 4792
  • Cadastrado: 22-June 05

Postou 18 March 2017 - 01:31 PM

 Cesare Borgia, on 18 March 2017 - 01:03 PM, said:

Segundona?

História mal contada e mulher com alta tendência ao feminazismo.

Tem que ver issae.

Você é doente...
0

#5 Membro offline   ogro1 

  • Grupo: Membros
  • Posts: 265
  • Cadastrado: 12-December 15

Postou 18 March 2017 - 01:49 PM

Os caras acreditam em tudo que mulher diz...kkk, devem ser facilmente enganados por suas parceiras...kkk, realmente historia mto mal contada, mas se ele agrediu a mulher, perdeu totalmente a razão, se é que já teve, se for comprovado a agressão, terá que pagar pra deixar de ser burro!
0

#6 Membro offline   Luiz Pareto 

  • Grupo: Membros
  • Posts: 2342
  • Cadastrado: 04-December 14
  • Gender:Male

Postou 18 March 2017 - 02:23 PM

Uma hora toma umas caroçadas.
AMANHÃ NÃO TEM NINGUÉM...
0

#7 Membro offline   Cesare Borgia 

  • Grupo: Membros
  • Posts: 4980
  • Cadastrado: 10-December 14

Postou 18 March 2017 - 02:27 PM

 Axiotis, em 18 March 2017 - 01:31 PM, disse:

Você é doente...


Pq ? E a história do cara?

Pra mulher é muito fácil chegar da DP e contar uma história, a justiça sempre pende pro lado da mulher.

Já vi uma vida quase ser destruída por causa de falso estupro, pra mim mulher que inventa estupro tem que receber a mesma pena de estuprador!

Este post foi editado por Cesare Borgia: 18 March 2017 - 02:28 PM

0

#8 Membro offline   Daniel Mendoza 

  • Grupo: Membros
  • Posts: 3472
  • Cadastrado: 17-January 16

Postou 18 March 2017 - 02:34 PM

Só do cara ficar assediando a menina já é um escroto babaca. Assim como qualquer um que força a barra com mulher na balada ou em bar. O que não falta no Brasil é homem covarde.

No Brasil se naturalizou o assédio, muitos homens não só acham normal como um 'direito' ficar falando merda pra menina que não tá dando ideia pra ele e forçando a barra. Muito homem não aceita não, acha que é 'charme'. Muito cara estúpido. E ainda querem relativizar as coisas. Ridículo isso.

Esses amigos delas também são uns bundões, diga-se de passagem, podiam ter dado uma chegada no cara desde o começo. Iriam acabar apanhando, possivelmente, mas pelo menos não seria a mina, chegou ao extremo da menina ter que tomar uma atitude.
"É impossível para um homem aprender aquilo que ele acha que sabe." - Epictetus

"Meu pai sempre dizia: não levante a sua voz, melhore os seus argumentos." - Desmond Tutu

"Meus punhos chegarão primeiro" - Cigano contra Crocop.
0

#9 Membro offline   Luiz Pareto 

  • Grupo: Membros
  • Posts: 2342
  • Cadastrado: 04-December 14
  • Gender:Male

Postou 18 March 2017 - 02:58 PM

 Daniel Mendoza, em 18 March 2017 - 02:34 PM, disse:

Só do cara ficar assediando a menina já é um escroto babaca. Assim como qualquer um que força a barra com mulher na balada ou em bar. O que não falta no Brasil é homem covarde.

No Brasil se naturalizou o assédio, muitos homens não só acham normal como um 'direito' ficar falando merda pra menina que não tá dando ideia pra ele e forçando a barra. Muito homem não aceita não, acha que é 'charme'. Muito cara estúpido. E ainda querem relativizar as coisas. Ridículo isso.

Esses amigos delas também são uns bundões, diga-se de passagem, podiam ter dado uma chegada no cara desde o começo. Iriam acabar apanhando, possivelmente, mas pelo menos não seria a mina, chegou ao extremo da menina ter que tomar uma atitude.

Era só ter quebrado o Taco na cabeça dele.
AMANHÃ NÃO TEM NINGUÉM...
0

#10 Membro offline   Daniel Mendoza 

  • Grupo: Membros
  • Posts: 3472
  • Cadastrado: 17-January 16

Postou 18 March 2017 - 03:06 PM

Ver postLuiz Pareto, em 18 March 2017 - 02:58 PM, disse:

Era só ter quebrado o Taco na cabeça dele.


Pois é, não tem faixa preta que aguente galera sozinho. Ainda mais com tacos por perto. Faltou hombridade para os amigos delas ali desde o começo de falar "cara, vc tá passando do limite, a menina não quer, tá assustando ela."

Mas independente disso, o cara tá todo errado, espero que seja punido com o maior rigor possível da lei, que sirva de exemplo e que perca emprego de onde dá aula, patrocínio se tiver, etc. Um cara desse não pode ser chamado de mestre nunca. Infelizmente a luta por si só não molda o caráter das pessoas, e por vezes só serve para 'armar' uns espírito de porco sem caráter.
"É impossível para um homem aprender aquilo que ele acha que sabe." - Epictetus

"Meu pai sempre dizia: não levante a sua voz, melhore os seus argumentos." - Desmond Tutu

"Meus punhos chegarão primeiro" - Cigano contra Crocop.
0

#11 Membro offline   acm979 

  • Grupo: Membros
  • Posts: 369
  • Cadastrado: 23-November 14

Postou 18 March 2017 - 03:07 PM

Vocês já pararam para olhar quantos homens matam suas ex-parceiras aqui no Brasil? Todo o dia tem uma história dessa em qualquer site de notícias, entendam que o Brasil tem uma cultura de não respeitar mulher... Não são posses, nem menos para a pessoas andarem por aí querendo subjugar.

Tem mulheres idiotas e mal-caráter, assim como homens... Mas entendam não existem cultura de mulher matar ex-alguma coisa, cometer violência e abuso doméstico. Se informem n é nada de mais tirar um tempo do seu dia pra se colocar no lugar do outro.
0

#12 Membro offline   Luiz Pareto 

  • Grupo: Membros
  • Posts: 2342
  • Cadastrado: 04-December 14
  • Gender:Male

Postou 18 March 2017 - 03:16 PM

 acm979, em 18 March 2017 - 03:07 PM, disse:

Vocês já pararam para olhar quantos homens matam suas ex-parceiras aqui no Brasil? Todo o dia tem uma história dessa em qualquer site de notícias, entendam que o Brasil tem uma cultura de não respeitar mulher... Não são posses, nem menos para a pessoas andarem por aí querendo subjugar.

Tem mulheres idiotas e mal-caráter, assim como homens... Mas entendam não existem cultura de mulher matar ex-alguma coisa, cometer violência e abuso doméstico. Se informem n é nada de mais tirar um tempo do seu dia pra se colocar no lugar do outro.

Tem umas viúvas-negras por aí sim. Mas claro que não se compara com o número de agressoes à mulher.
AMANHÃ NÃO TEM NINGUÉM...
0

#13 Membro offline   antamoeba 

  • Grupo: Membros
  • Posts: 411
  • Cadastrado: 01-December 15

Postou 18 March 2017 - 03:33 PM

 Cesare Borgia, em 18 March 2017 - 01:03 PM, disse:

Segundona?

História mal contada e mulher com alta tendência ao feminazismo.

Tem que ver issae.




Imagina o tamanho do complô para isso não ser verídico: o dono do bar, a menina, todos os amigos da menina e todas as testemunhas teriam que ter se encontrado antes, "fechado" com a mesma mentira pra ferrar a vida do cara e depois dar um jeito de machucar a menina de propósito para aparecer uma agressão.

Ou realmente o filho da puta espancou uma mulher, o que não interessa se ela tenha xingado ele ou não, é inaceitável.

Isso não foi um estupro mal contado cara. Não fala besteira. Não tem nada de feminazi aí. É um covarde que espanca mulher.
E Deus disse:

E⋅dS = ε0-1 ρ dV

B⋅dS = 0

E⋅d = -d/dt B⋅dS

B⋅d = μ0 J⋅dS + μ0ε0 d/dt E⋅dS

e fez-se a luz.

“We've arranged a global civilization in which most crucial elements profoundly depend on science and technology. We have also arranged things so that almost no one understands science and technology. This is a prescription for disaster. We might get away with it for a while, but sooner or later this combustible mixture of ignorance and power is going to blow up in our faces.” - Carl Sagan

(...) "When different experiments give you the same result, it is no longer subject to your opinion. That's the good thing about science: It's true whether or not you believe in it." - Neil deGrasse Tyson
0

#14 Membro offline   Pride Event 

  • Grupo: Membros
  • Posts: 4015
  • Cadastrado: 13-January 15

Postou 18 March 2017 - 03:49 PM

Ta meio estranho isso dai mesmo...é aguardar mais noticias.
0

#15 Membro offline   Henrique1 

  • Grupo: Membros
  • Posts: 770
  • Cadastrado: 13-December 15

Postou 18 March 2017 - 04:24 PM

Estranho, feminazi...

Caralho, estão perdendo a noção por aqui. A mulher está com um hematoma no rosto. O que justificaria isso? Não se bate em mulher e pronto. Pqp

A galera está se contaminando com essas paradas da extrema-direita Brasileira.
0

Compartilhar este tópico:


  • 14 Páginas +
  • 1
  • 2
  • 3
  • Último »
  • Novo tópico
  • Responder

1 usuário(s) está(ão) lendo este tópico
0 membro(s), 1 visitante(s) e 0 membros anônimo(s)