Arona85

Membros
  • Content Count

    3062
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutra

2 Followers

About Arona85

Recent Profile Visitors

The recent visitors block is disabled and is not being shown to other users.

  1. Ao contrário do que o propeio Wand falou, pra mim a musculação em excesso destruiu com o jogo dele. Wand até meados de 2004 por aí não era uma montanha de músculos: ele chutava e dava joelhadas com boa desenvoltura. Quando começou a fazer trabaho de ganho de massa com o Alejara, ficou enorme. No entanto, isso tirou toda a mobilidade dele, que passou a basear seu jogo em pé à base de cruzados. em 2005 quando pegou o Arona ele já não era mais o mesmo. Dali em diante foi ladeira abaixo (tudo bem, venceu o Arona em uma revanche com o resultado pra lá de controverso)
  2. Eu acho que o talento natural faz mais diferença do que o professor no desenvolvimento da técnica. Ainda mais que hoje tem tudo na net, vídeo aula. Tem nego que vai treinar com o Ernesto Hoost, mas não tem o talento natural. Mas pra competição e tal, acho que ter um bom técnico, professor, faz toda a diferença Assim, analisando, a luta em pé depende muito mais de talento natural do que a luta de chão. Vou dar o exemplo do Walid: o cara não tem talento natural pra coisa, mas desenvolveu um jiu-jitsu muito forte, jogando por cima, amassando, botando pressão, muito eficiente. No boxe, o cara é uma piada, não sabe nem bater manopla. (e treinou anos com Claudinho Coelho)
  3. Pô, eu acho que ele simplesmente não tem aptidão física/técnica para a coisa, a ponto de figurar nas cabeças, tanto no jiu, como MMA. É puro esforço, raça e treinamento mesmo. Espírito de guerreiro ele tem, e de sobra. O bicho era muito casca grossa Ás vezes o cara pode não ter sido bom tecnicamente pelas limitações mesmo, mas por ter convivido com lendas , absorveu conhecimento, métodos, etc. Muitas vezes o cara de uma academia chinfrim dá um baile em alunos de grandes mestres.
  4. ok, vou especificar melhor: como lutador de jiu-jitsu, foi muito bom, ainda que, a meu ver, tinha mais raça e vontade do que técnica. como lutador de mma foi fraco..não soube desenvolver bem a luta em pé..disso eu acho que ninguém discorda
  5. Vc está errado. Desde que aboli a carne da minha alimentação (há 1 ano e meio) , minha capacidade cardio respiratória aumentou absurdamente, passei a ter mais disposição durante o dia, minha pele rejuveneceu. Aliás, fiz exames de sangue no final de 2019, e os resultados foram os melhores possíveis..o médico ficou espantado com os resultados. Não virei vegetariano pela saúde, mas pela causa animal. Mas os resultados positivos em minha saúde foram evidentes
  6. Exato. Só foi quedado por tops nesse fundamento, e mesmo assim soube defender a maioria das quedas. O maior problema dele é o boxe: não tem variação ofensivamente, e defensivamente tem a guarda muito vazada. Além de tudo, a absorção aos golpes é ruim
  7. Colby tava melhor, pressionando o Kamaru e conectando mais golpes. A partir do momento em que quebrou o maxilar (méritos do Kamaru)., a coisa mudou de figura. Colby é top demais e ainda vai dar muito trabalho. Não sei se o Woodley aguenta o ritmo do Colby. Se Woodley for passivo, como foi contra o Kamaru, acho difícil de arrumar alguma coisa
  8. Boa!!! Exatamente! Marlon venceu o 1 round claramente 3 round o Marlon não tomou um golpe limpo sequer, e conectou pleo menos uns 5 golpes bem limpos no Aldo, que só andou pra frente, mas não apertou o gatilho. O Aldo tá chorando demais. Tá feio de ver.. lutou sem plano B como tem feito há anos, apenas boxeando. Não chuta, não solta o joelho, não queda. Sempre fui fã, mas ultimamente tá difícil...sei lá, acompanhando o Instagram do Aldo, parece que ele sente mais emoção jogando Fifa do que treinando e lutando.
  9. Cara, impressionante como o Max tornou-se outro lutador após a derrota pro Dustin. Contra o Edgar lutou com o freio de mão puxado e fez o mínimo pra vencer Sábado ficou lá esperando, não puxou o gatilho em momento algum. A subida de categoria fez muito, mas muito mal ao Holloway, que teve sua confiança quebrada pelo Dustin. Talvez nunca mais volte a ser aquele lutador destemido, confiante, assassino.
  10. Amanda terminou de limpar a categoria. Não sobrou nenhuma mulher pra ela bater. Já pode se aposentar e curtir a vida. Eu achava que a Germaine podia engrossar o caldo e defender as quedas, mas Amanda tava com o wrestling muito em dia, e fez parecer fácil..
  11. Estranho mesmo, pois nos treinos ele chuta. Dizem que foi após o acidente de moto, mas não sei que tipo de lesão possa ter ocorrido. Aldo se tornou um lutador previsível demais. Só boxeia, não chuta, não solta joelho, não queda, não faz chão.
  12. Aldo mereceu perder. Falta de senso de urgência no último round, muito por conta de o Dedé não ter dado a real pra ele sobre o 1 round, que foi claro do Marlon Aldo não chutou e fez boxe o tempo todo, sem tentar quedar, com um craque na luta em pé. Marlon acertou bem mais golpes. Jogou estilo Lyoto, numa postura defensiva o tempo todo. Mas tocou muito mais e atingiu os melhores golpes. Faltou senso de urgência pro Aldo ontem e em sua última luta. Me lembrou o Pedro Rizzo, que sempre pecava por não apertar o gatilho
  13. Nossa..Tá um oba oba com a Amanda. Não sei por que, mas tô sentindo cheiro de zebra. Germain ainda tá com aquela desconfiança da galera por ter recusado a luta com a Cyba. Mas nao se enganem, Germaine é a melhor striker feminina da atualidade, bate duro, é extremamente técnica. Olha...se a Amanda não conseguir impor o seu grappling pra cima da holandesa, terá uma noite pra lá de difícil hoje.
  14. Esperto não. Visionário, pioneiro, vanguarda, gênio. Ruas quando estava no auge, não tinha adversários, pois todos se recusavam a lutar com ele. Conseguiu sua vaga no UFC com mais de 30 anos, e foi campeão, mostrando algo que ninguém havia visto até então. Acabou que teve lesões sérias, e não conseguiu manter a invencibilidade. Me desculpe, mas se ser campeão do UFC significa não ter resultados, sua opinião tem uma seríssima falha de avaliação.