Leo_ac

A Ciência das Artes Marciais

Recommended Posts

Por Leandro Paiva, colaborador especial do blog e autor do livro Pronto Pra Guerra:

Todos os lutadores possuem recursos técnicos que os distinguem dentre outros competidores. Ricardo Arona, além de seu repertório de projeções, possui o chute baixo com a parte anterior da perna - “Canelada†- como arma imprescindível em seu repertório.

Até aí tudo normal, pois outros lutadores de MMA também costumam utilizar esse golpe. No entanto, diferente de outros atletas, quando dispara sua canelada no tempo certo, o adversário literalmente desaba. Até poderia ser de dor, mas geralmente é pelo desequilíbrio. O fato é que não é comum no MMA derrubar o adversário somente com um chute (a não ser nocauteado, vide Mirko “Cro Copâ€).

Neste vídeo contra Alistair Overeem, aproximadamente aos 4min15s de luta é um exemplo clássico.

Outro exemplo referencial, foi na sua primeira luta contra o ex-rival e ex-desafeto Wanderlei Silva (confira no vídeo aqui).

O que ocorre e como ele consegue esse feito? A ciência explica. Para facilitar, primeiro assistam o este vídeo, no qual consta a base de nossa explicação que virá logo após.

O golpe no vídeo é denominado no Savate (Boxe Francês) de fouetté bas (â€Back Leg Sweep†em Inglês). Traduzindo para o Português, seria algo como “vassourada†ou “varreduraâ€. Os princípios da física para esse golpe e na forma que Arona executa são bem parecidos. Contudo, tecnicamente ele eleva a condição desse tradicional golpe do Savate para outro patamar em função de sua condição física.

No savate o atleta domina um dos braços do adversário e, em seguida, desfere o chute que atinge suas duas pernas e o derruba. Arona faz o mesmo só que sem segurar o adversário e atingindo apenas uma das pernas do oponente para derrubá-lo.

Como citado, o princípio baseado na física é similar, ou seja, deslocar o centro de gravidade de sua base. Vale ressaltar que, no corpo humano, é praticamente impossível localizar com exatidão o centro de gravidade, porque ele é deslocado conforme o atleta muda sua posição corporal.

Entretanto, em modalidades de combate, aparentemente, no momento inicial de um combate (atleta em pé, com cotovelos estendidos ao longo do corpo), dependendo do tipo físico do atleta, o centro de gravidade pode ser localizado na região da cicatriz umbilical (“umbigoâ€) ou ligeiramente acima dele. Nas mulheres, abaixo da cicatriz umbilical, mais próximo dos quadris (a posição precisa do centro de gravidade depende das proporções do indivíduo e tem a magnitude igual ao seu peso).

Centro de Gravidade (C.G) na posição anatômica

Nesse contexto, tecnicamente, seria mais fácil derrubar Overeem que Wanderlei. Lutadores de baixa estatura mantêm seus centros de gravidade perto de suas bases de sustentação (membros inferiores), favorecendo o equilíbrio. Overeem mede 1,95 enquanto Wanderlei mede 1,80 metro.

Resolvida a primeira parte sobre equilíbrio e desequilíbrio vamos para o cerne da questão: como Arona consegue derrubar sem ter a necessidade de dominar tanto o oponente como na técnica aplicada no Savate?

Pelo fato de aplicar velocidade na técnica, mas com quantidade de força no chute bem superior à necessária no Savate, conseguindo deslocar “na marra†o centro de gravidade das bases do adversário. Vale relembrar que Força = massa x aceleração e Aceleração = Velocidade/Tempo. Assim, com sua grande aceleração empregada dificulta o bloqueio do adversário ao golpe e, com a força gerada, desloca-o de suas bases de sustentação simultaneamente. Desse modo, podemos afirmar que, além de forte, Arona também é extremamente potente, afinal: Potência = Força x Velocidade.

Se não contasse com sua notável condição física e tivesse de dominar um dos braços do adversário executando da mesma forma que a técnica é empregada no Savate, pode ser que não surtisse o desequilíbrio por dois motivos:

1) Daria tempo para o adversário interpretar a técnica, conseguindo bloquear o chute

ou

2) A dinâmica no MMA é diferente do Savate, oferecendo possibilidade técnica de clinche e prosseguimento da luta, gerando ineficácia da técnica ao encurtar a distância.

Leandro Paiva é professor de educação física e autor do livro Pronto Pra Guerra. Já auxiliou na preparação de atletas de ponta como Ricardo Arona e Bibiano Fernandes. Ele colabora com este blog toda semana. Leia outros textos dele aqui. Para saber mais sobre o autor e o livro entre em http://www.prontopraguerra.com.br/ e conheça também o Pronto pra Guerra TV.

Fonte: http://gustavonoblat.blog.terra.com.br/201...-ricardo-arona/

'' Mais uma ótima matéria sobre MMA no Portal do Terra, entrem lá, tem umas imagens muito boas''.

Edited by Leo_ac

Share this post


Link to post
Share on other sites

É assim que os grandes treinadores de atletas de alto rendimento trabalham.

Conheço alguns mestrandos e doutorandos em Ciência do Esporte trabalhando com treinadores europeus e o resultado desse tipo de pesquisa é extremamente satisfatório.

Infelizmente, ainda são poucos os treinadores no Brasil que se aprofundam e investem nesse tipo de pesquisa. Aqueles que investem conseguem bons resultados, como exemplo mais evidente, estão o volei e o César Cielo. Desvendar a movimentação de atletas talentosos e aplicar esse conhecimento em outros atletas é um baita avanço em qualquer modalidade, principalmente na hora de corrigir os pontos fracos de determinados atletas e anular os pontos fortes do adversário. O MMA ainda está um pouco defasado nessa área, mas avançaremos certamente.

Isso mostra como nossos lutadores brasileiros são talentosos, pois mesmo investindo pouco (ou melhor, nada) em pesquisa e treinamento de alta complexidade, ainda assim nossos lutadores conseguem resultados extraordinários. Talento puro dos brazucas. Mas temos que avançar nisso aí, pois só talento não ganha luta.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Pelo amor de deus... no vídeo que o cara falou o overeem cai sozinho praticamente. ele trocpeça no próprio pé, um auto ashi barai.

rsrsrs

Share this post


Link to post
Share on other sites
Esse professor Paiva é maior babão do Arona!!! :lol:

Deixa o kra brother...vivemos num pais livre, ñ é?

falow

Share this post


Link to post
Share on other sites

Um artigo todo pra falar do leg kick do Arona, é isso?

>_<

Edited by Katana

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Arona da até uma mini corridinha para essa bicuda Baixando totalmente a guarda rsss Impressionante é que funcionava

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nossa, como se o chute dele fose o mais técnico e melhor aplicado. Se tivesse falando do chute do Andy Hug, até Pedro Rizzo, agora Arona??? Fala da guarda e dos socos do Arona tbm...

Share this post


Link to post
Share on other sites
Deixa o kra brother...vivemos num pais livre, ñ é?

falow

Meio contraditória o teu post.

Por vivermos num país livre é que eu tenho direito de falar sobre o trabalho do Paiva e de qualquer um outro!

Foi apenas uma opinião. Toda entrevista dele, ele tem que falar do Mestre Arona!!!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Vou traduzir tudo.

Esse chute do Arona é o Famoso Tiro de Meta.

Fecha os olhos e larga a perna.

Exatamente, chute de futebol, ou seja, sem técnica nenhuma, um chute feio. A potência do chute seria bem maior se utilizasse o quadril.

Ele derrubou os 2 na força mesmo. Vergonha é o autor falando que ele usou técnica no chute. <_<

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now