Dr. Sapateiro

Membros
  • Content Count

    606
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutra

2 Followers

About Dr. Sapateiro

Profile Information

  • Gender
    Male

Recent Profile Visitors

4667 profile views
  1. Já na famosa equipe paranaense, Jean finalmente foi chamado para lutar no Pride em 2005. Seu adversário foi Takanori Gomi, principal peso-leve do mundo naquela época, que vinha de seis vitórias seguidas, sendo cinco nocautes e uma finalização. O brasileiro acabou derrotado na decisão dos jurados, mas conta que jamais vai esquecer aquela experiência. - Quando me chamaram pra lutar no Pride com o Takanori Gomi eu fiquei muito feliz. Sempre lutei porque eu gostava, então não era aquela coisa de sentir medo, mas confesso que quando cheguei lá e senti aquela atmosfera, fiquei encantado com toda aquela produção. Acho que aquilo ali me abalou um pouco, mexeu muito com minhas emoções. Chorei muito na minha entrada, estava emocionado. É como se alguém falasse "você chegou nesse nível e agora pode parar", não tinha alguém ali pra me dizer que aquilo era só o início. Fizemos uma grande luta. Posso dizer que foi uma das melhores e mais duras que eu já fiz. Era a Copa do Mundo do MMA. Acho que o UFC nunca vai chegar naquele nível. Ninguém tinha conseguido passar mais de três minutos na frente do Takanori e na época foi um grande mérito eu ter feito três rounds de porrada com ele. Foi um lutão! De volta ao Brasil, Jean Silva (direita) venceu grandes do MMA nacional, como Miltinho Vieira — Foto: Marcelo Alonso Nos anos seguintes, Jean Silva seguiu lutando em diversos eventos, entre eles o Super Challenge, onde venceu Leo Santos e Miltinho Vieira na mesma noite, além de outros shows mundo afora. E foi no início desta década que seu ritmo começou a diminuir, e ele passou a se dedicar a outros negócios, até ter uma experiência que mudou o rumo de sua vida. - Em 2011, voltei para João Pessoa. Lá entrei como administrador de uma construção de um hotel, depois me formei em mestre de obras e fui administrar esse hotel. Fiquei até 2015 como administrador do hotel. Em 2015 fiz uma luta só por hobby, no Shooto Brasil, e foi um lutaça! Acho que ganhei disparado aquela luta, mas foi para a decisão... Era em Recife, com o público do cara, mas não estava nem aí para o resultado, lutei por hobby, deram a vitória para ele. Depois abri uma academia, dei aula pra alguns atletas, e em seguida tive uma experiência muito forte. - Na verdade já tinha tido essa experiência com Jesus. Ele tinha me chamado e dessa vez intensificou, me chamando pra uma nova fase da vida, que não era lutar contra carne e sangue, mas lutar no espírito. Achei estranho, mas fui me entregando de corpo e alma, e Jesus foi fazendo uma transformação em minha vida. Aí Ele me trouxe para Portugal como missionário, vivo aqui como missionário com minha esposa e filho, e nós vivemos nos Açores, na Ilha de São Miguel, no meio do oceano, ministrando a palavra de Jesus para o pessoal aqui numa vida de missionário mesmo. Foi uma grande reviravolta em minha vida. E me sinto muito feliz. Foi uma carreira boa no MMA, mas melhor ainda estou hoje. Não vou nem falar como religioso, vou falar como uma pessoa que conheceu uma verdade, e essa verdade é quem eu sou hoje, como eu vivo hoje como missionário. Sou muito feliz e completo, que era algo que faltava em toda minha carreira. Tinha um vazio dentro de mim. Quando eu descobri que Jesus é que preenche esse vazio, é o que eu vivo hoje. Não sou eu mais, é Deus em mim. E Ele tem me preenchido. Era guerreiro mesmo! Que Deus abençoe e ilumine sua vida.
  2. Boa entrevista! Título pretensioso para caralho! O cara foi super humilde e colocam como se tivesse dado uma esculhambada no Kron.
  3. Dizem que ele é babaca mesmo. Já viu que no meio do JJ ele é isolado? Nunca vi ele de boas com os caras que estão a algum tempo nas competições.
  4. Dr. Sapateiro

    Khabib é recebido por Putin

    É isso aí!!!
  5. Cara, o Aldo já demonstrava muita dor e desconforto na reta final para a pesagem. Será que baixar mais ainda de peso é a resposta? Será que não pode ser muito prejudicial para a saúde dele. Pô, sou fã demais desse cara, espero que ele tenha uma vida boa e confortável até seus últimos dias. Bate em algum outro gringo e se despede da luta Aldo! Vá curtir a família! Treinar outros caras.
  6. Rapaziada, o Vicente Luque é o atleta mais educado que eu já vi no backstage de eventos de MMA. Cara maneiro pacas. Tem toda minha torcida.
  7. Também vou torcer!!! Ciborg merece respeito. Grande atleta, grande representante do esporte.
  8. Lógico. Já vinha no sangue. Deu mole.
  9. "Quando você vende uma luta, cria polêmica, ódio, raiva e não se concentra nas histórias, vidas e valores dos atletas" Puta merda, se por em prática esse pensamento, fará pelo esporte o que ninguém fez! "Dar o valor que o atleta merece" Cansei de ver evento nacional para R$5.000,00 ou mais para paniquet desfilar e pagar R$ 500,00 para o lutador sair na porrada.
  10. Esse cara é gente fina demais!!! Muito educado. Terá sempre minha torcida e boas vibrações. Que Deus o proteja e guarde.