saroe

Membros
  • Content Count

    266
  • Joined

  • Last visited

Community Reputation

0 Neutra

1 Follower

About saroe

  • Birthday 09/09/1981

Contact Methods

  • Website URL
    http://

Profile Information

  • Gender
    Male

Recent Profile Visitors

5028 profile views
  1. Deu sorte que não foi o mano do Vem tranquilo.
  2. Parece que os dias de Conor McGregor como campeão dos pesos-leves do UFC estão contados. Em entrevista ao site "TMZ", Dana White revelou que o irlandês terá retirado o cinturão que detém desde o dia 12 de novembro de 2016, quando nocauteou Eddie Alvarez no UFC 205 - É como eu disse na coletiva de imprensa em Boston: essa luta será pelo título. Não pelo interino, mas pelo cinturão de verdade. Tiraremos o cinturão de Conor McGregor. Perguntado sobre o que o irlandês achava da situação, o presidente da organização disse que McGregor entendia, e deixou no ar a possibilidade de ele enfrentar o vencedor do duelo entre o russo e o americano em agosto ou setembro deste ano. Curiosamente, o UFC tem planos de fazer seu primeiro evento na Rússia justamente no dia 15 de setembro, em Moscou. - Se ele está chateado? Conor entende. Ele ganhou muito dinheiro e quer ficar um tempo sem lutar, mas a divisão precisa andar, e os negócios também. Eu gostaria de ver Conor enfrentar o vencedor de Khabib x Ferguson. Talvez em agosto ou setembro. Não sei. Mas é o que eu sempre digo: Conor nunca deixará de ganhar essa quantidade de dinheiro. E, pode ter certeza, estamos falando de MUITO dinheiro. Fonte:https://sportv.globo.com/site/combate/noticia/dana-white-confirma-que-conor-mcgregor-perdera-o-cinturao-dos-pesos-leves-do-ufc.ghtml
  3. Conor McGregor fez a sua primeira aparição oficial após a derrota para Floyd Mayweather em um "Perguntas e Respostas" com fãs em Glasgow, nesta sexta-feira. E embora tenha analisado todas as opções para o seu futuro, mostrando que ainda não decidiu se sua próxima luta será no boxe ou MMA, o irlandês afirmou no encontro que pretende defender o cinturão peso-leve do UFC e que tal combate teria prioridade à uma próxima "luta do dinheiro". - Ouça, eu tenho o cinturão peso-leve do UFC pra defender e isso significa muito para mim. Eu vou defender esse cinturão. Nathan (Nate Diaz) está lá. Ele está tentando vir aqui e exigir um monte de coisa, se ele começar a se supervalorizar no evento, provavelmente vou defender o título contra a pessoa que vencer o cinturão interino...ou alguém nessa linha, para legitimizar o cinturão novamente. Eu já fiz a maior luta que eu poderia fazer em termos de luta do dinheiro. Agora a pergunta que eu sempre recebo é quando vou defender o cinturão e legitimizar o esporte e os rankings. Talvez agora seja uma boa hora de fazer isso e calar a boca dessas pessoas - declarou Conor, segundo o site "MMA Fighting". O "Notório", no entanto, fez críticas à Tony Ferguson e Khabib Nurmagomedov, que foram escalados para se enfrentarem pelo cinturão interino no UFC 209, mas o combate acabou não acontecendo depois que o atleta russo teve problemas no corte de peso. - Sinceramente, eu senti que na luta entre Tony e Khabib eles estavam fazendo um jogo de frangos para definir quem desistiria antes. Na minha cabeça agora, estou bem interessado em ver essa luta (Ferguson x Lee) e ver como ficará o cenário da divisão dos pesos-leves. Aí eu poderei entrar lá e corrigir essa situação. É nisso que estou pensando - completou. Fonte: https://sportv.globo.com/site/combate/noticia/conor-mcgregor-garante-vou-defender-o-cinturao-dos-leves-do-ufc.ghtml
  4. O atleta Tim Hague encontra-se em estado crítico após ser duramente nocauteado durante uma luta de boxe na última sexta-feira (16), nos Estados Unidos. A derrota veio após o americano ter sofrido pelo menos quatro knockdowns e continuar no combate contra Adam Braidwood. Apesar das várias vezes em que o juiz interrompeu o duelo e abriu contagem para Hague ainda no primeiro assalto, a luta seguiu para o round seguinte, quando vem o lance derradeiro. Braidwood acerta um upper de esquerda que leva o rival à lona sem poder reagir e o combate finalmente chega ao fim. Ainda dentro do ringue, Hague consegue se sentar, começa a receber os primeiros atendimentos médicos e até se levanta e sai andando enquanto Braidwood é declarado vencedor e concede entrevista. O ex-UFC ainda recebe uma salva de palmas puxada pelo seu oponente enquanto deixa o local. Logo após a luta, Hague foi encaminhado ao hospital e pouco depois levado à UTI por conta da piora em seu estado clínico. Apesar de algumas informações desencontradas afirmarem que o canadense foi declarado com morte cerebral, a irmã do atleta disse ao ‘The Canadian Press’ que Hague está vivo, mas em situação crítica. Aos 33 anos, Tim Hague teve uma carreira no MMA com 21 vitórias e 13 derrotas. O canadense atuou em eventos como UFC, WSOF e King of The Cage em sua carreira. Fonte: http://agfight.band.uol.com.br/ex-ufc-fica-em-situacao-critica-apos-ser-nocauteado-em-luta-de-boxe/
  5. Mesmo com luta marcada contra Dan Henderson para o UFC 204, no dia 8 de outubro, em Manchester (ING), Michael Bisping ainda tenta "cavar" outro combate. O inglês quer enfrentar o ex-campeão dos meio-médios Georges St-Pierre - que já disse que deve voltar ao Ultimate na edição 206, que acontece no dia 10 de dezembro, em Toronto (CAN). - Deixe de ser um covarde, St-Pierre. Eu o desafio oficialmente para lutar em dezembro, em Toronto. Eu luto em outubro, conseguiria lutar em dezembro. São dois meses. Fácil, fácil. Luto com ele até 81kg (peso casado). Aqui e agora, eu o desafio. Georges St-Pierre, coloque suas botas de homenzinho, suas luvas, seu protetor bucal e se junte ao Freddie Roach (treinador do canadense). Se você quer fazer isso, vamos – disse Bisping ao “Daily Star Sport” WERDUM BRINCA SOBRE TER MEDO DE MIOCIC Fabrício Werdum vai enfrentar Travis Browne no UFC 203, no próximo dia 10, em Cleveland (EUA), de olho na luta principal do evento, entre Stipe Miocic e Alistair Overeem, que vale o cinturão dos pesados. Em entrevista à radio SiriusXM Rush, o brasileiro brincou ao dizer que tem medo de Stipe Miocic, que, além de lutador, trabalha como bombeiro. - Bati o Overeem no Pride, o finalizei. Acho que é um boa luta. Seria uma terceira luta, uma revanche (o brasileiro foi derrotado pelo holandês depois). Já contra o Miocic seria uma segunda revanche. Meu grande objetivo é o cinturão. Mas acho que seria bom enfrentar o Miocic de novo, porque eu quero lutar com ele. Eu não lutei com ele da última vez. Durou só dois minutos. Eu o respeito muito. Toda vez que vejo um caminhão de bombeiros aqui perto de casa, fico com muito medo, porque ele é bombeiro (risos). Ele é um cara muito legal e o respeito muito. É um ótimo lutador – disse Werdum. FELDER PEDE AJUDA PARA TRAZER TREINADOR PARA BRASÍLIA Escalado para enfrentar Francisco Massaranduba no UFC de Brasília, dia 24 de setembro, Paul Felder está fazendo uma campanha de financiamento coletivo para trazer um córner para seu duelo. Tradicionalmente, o UFC só as passagens do lutador e de um de seus treinadores. A intenção do fundo é cobrir os gastos de um treinador, como passagem aérea, estadia e alimentação, para que o lutador possa contar com seus córneres no combate. A meta é levantar US$ 7.500. Fonte:http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2016/09/curtinhas-bisping-quer-luta-contra-covarde-st-pierre-em-toronto.html
  6. Ser o campeão do UFC muitas vezes tira o foco de um lutador quanto à sua real posição na divisão. Para Eddie Alvarez, que nocauteou Rafael dos Anjos no primeiro round do "UFC: Dos Anjos x Alvarez", no entanto, o agora ex-campeão continua sendo o melhor lutador entre os pesos-leves do UFC. Durante a coletiva de imprensa pós-luta, o novo campeão não deixou de dar uma alfinetada em Conor McGregor, que chegou a ter uma luta marcada pelo cinturão dos pesos-leves contra o próprio brasileiro. - Acho que para mim, de longe, o melhor lutador da divisão é Rafael dos Anjos. Eu tive uma boa noite, e se ele não errasse por pouco alguns golpes, seria eu que estaria nocauteado hoje. Tudo o que lembro é que o Rafael estava machucado. Nós temos o mesmo número de lutas, e esse cara é um guerreiro. Você não pode deixar caras como ele superarem uma situação difícil. Vou pedir a Dana White que me dê uma luta mais fácil da prova vez, como Conor McGregor. Alguns lutadores que não são tão bons e talentosos conseguiram chegar ao topo muito cedo, se esquivando dos melhores nomes, como Rafael dos Anjos. Se Conor McGregor enfrentar Rafael ou a mim, a resposta sobre o quão bom ele é será dada rapidamente. Agora membro da equipe "Fight Factory", Alvarez enalteceu seu treinador, Mark Henry, pela melhora do seu desempenho como atleta. - Mark Henry é o cérebro por trás de tudo. Ele e meus outros técnicos trabalharam e melhoraram tudo no meu jogo. Eu encaro lutar como uma maratona, e não uma corrida de 100m rasos. Nós não ficaremos aqui para sempre, mas acredito que trabalhar duro e com paciencia pode me levar, como me levou, ao topo do mundo. Eu só estou com esses caras há seis meses, e ainda estou aprendendo a me comunicar com eles. Espero conseguir grandes melhoras daqui para frente. Muita gente estava dizendo que eu era apenas um cara do Bellator e que nunca teria sucesso no UFC. Tinha uma filha que não estava muito bem e eu continuava falando para a minha esposa: "Algo de muito bom vai acontecer, porque as coisas agora estão muito ruins". Aproveitar a vida era algo muito difícil para mim, e tive que superar isso, dar um passo a frente e enfrentar. Estou preso nisso, não sou muito bom em outras coisas (risos). Não sou tão bom em nada, só sou muito bom lutador. Tenho quatro filhos. Quando comecei, paguei 250 dólares ao promotor para poder lutar. Lutar um hobby que virou uma carreira. Companheiro de equipe de Frankie Edgar, Alvarez garante que seu colega de time vencerá José Aldo no próximo sábado, durante o UFC 200. - Frankie vai vencer e ser campeão. Ele começou na "Fight Factory" nove anos atrás, quando ainda era uma academia pequena, e ajudou a construí-la até ser o que é hoje. Ele merece ser o campeão pelo tudo que fez. Fonte: http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2016/07/alvarez-diz-que-dos-anjos-e-o-melhor-e-alfineta-conor-mcgregor-em-coletiva.html
  7. Achei essas reportagens: http://mmapremium.com.br/48862/polemica-ex-funcionario-da-lenda-do-mma-acusa-atleta-de-ser-um-pervertido-e-drogado/ http://www.agoraamazonas.com/jornalista-acusa-bj-penn-de-agressao-sexual-e-vicio-em-drogas/
  8. "O UFC está ciente das recentes alegações contra BJ Penn. A organização exige que todos os atletas que competem no UFC ajam de forma ética e responsável, como manda o Código de Conduta do lutador do UFC. O UFC não vai tolerar violações dessa política. Todo atleta é merecedor de uma revisão adequada e esta situação, como acontece em qualquer alegação grave, será investigada por uma entidade independente e também revista pelo UFC. A organização do UFC também irá cooperar com qualquer investigação policial. À luz dessas sérias alegações, o UFC adiou os planos de agendar um combate para BJ Penn até que mais detalhes sejam esclarecidos. O UFC mantém atletas que competem na organização com o mais alto padrão e continuará a tomar as medidas adequadas, se e quando for necessário." Fonte: http://www.ufc.com.br/news/comunicado-oficial-bj-penn Alguém sabe o que aconteceu?
  9. Apontado por José Aldo como um dos rivais mais duros que já enfrentou, o hoje peso-galo Urijah Faber não esconde que se sentiu mal ao ver o ex-campeão peso-pena do UFC ser nocauteado em apenas 13s por Conor McGregor no UFC 194. Em entrevista ao site "Mixed Martial Arts", o californiano fez questão de ser justo como feito do irlandês, e revela que se impressionou com a forma como ele cumpriu o que prometeu que faria na promoção do evento. - Fiquei muito chateado por José Aldo. Eu não diria que Conor McGregor teve sorte, porque ele se matou de treinar para chegar ao ponto em que conseguiu fazer o que fez, mas certamente foi muito azar do Aldo. Ele certamente poderia ter se apresentado melhor, ou ao menos ter mostrado mais do que poderia fazer. Foi duro para ele, mas é impossível não se impressionar com McGregor. O cara fala na mesma proporção que ganha dinheiro. O que ele fez foi lendário, tendo em vista como a promoção da luta aconteceu e como ele a venceu. Foi lendário mesmo. Mesmo admitindo que José Aldo merece uma eventual revanche pelo cinturão dos penas contra McGregor, Faber acredita que Frankie Edgar será, também por merecimento, o próximo desafiante do irlandês. - Não tem como negar a disputa de cinturão a Frankie Edgar. É muito ruim para o Aldo, e nem acho que ele precise lutar com mais ninguém para ter a sua revanche, e nem precise refazer seu caminho rumo ao topo, mas acho que Frankie é o próximo desafiante. Se eu fosse Aldo, daria um tempo, recuperaria meu psicológico, trabalharia no que achasse necessário e lutaria com McGregor assim que tivesse a chance. Eu não lutaria antes disso. Se estivesse no lugar dele, me recuperaria e correria atrás da minha chance. Aldo merece a revanche, ele conquistou isso pela carreira que tem. O problema é que Frankie também merece essa disputa de cinturão... Faber também falou sobre a luta principal do UFC 197, entre Rafael dos Anjos e Conor McGregor, na qual estará em disputa o cinturão dos pesos-leves, atualmente de posse do brasileiro. Para o veterano, o campeão tem tudo para fazer da vida do irlandês "um pesadelo", mas ressalta que, se se preparar para lutar no chão, McGregor tornará a luta uma disputa sem favoritos. - Para ser honesto, Conor tem poder de nocaute, e lutando no peso de cima pode ser ainda mais perigoso, mas Rafael dos Anjos não é nenhum novato inexperiente. Acho que ele vai aprender com os erros de Aldo e com o que Chad Mendes mostrou contra Conor. Na minha opinião, ele vai tentar levar a luta para o chão, para transformá-la em um pesadelo para McGregor. Se isso acontecer, vai ser uma luta ruim para Conor, a não ser que ele melhore muito, o que eu acho e espero que aconteça, porque, como campeão mundial, ele deve estar treinando wrestling e jiu-jítsu todos os dias. Se ele fizer seu dever de casa, a luta não tem favorito. Fonte: http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2016/01/faber-diz-que-aldo-merece-revanche-mas-se-rende-mcgregor-lendario.html
  10. Ao contrário de Ronda Rousey, que jamais cogitou aceitar enfrentar a brasileira Cris Cyborg a não ser no limite do peso-galo, a atual campeã da categoria no UFC, Holly Holm, não demonstra ter problemas em fazer uma luta com a brasileira em peso-casado, ou mesmo no limite da categoria de cima, o peso-pena. - No UFC atualmente não temos a divisão peso-pena. Se o UFC quiser organizar essa luta, não me oponho. Estou aberta a fazê-la. Não sou contra ter opções para fazer outras lutas. Não sei quanto consigo subir de peso, mas já lutei em divisões maiores no boxe. No MMA as coisas são um pouco diferentes, por causa da luta agarrada e dos chutes. No boxe você não tem a força e o peso de uma pessoa sobre você. Mas acho que sou uma peso-galo grande. Preciso ver como as coisas aconteceriam se essa opção aparecesse - disse a campeã Tendo filmado recentemente com Cris Cyborg uma película nos EUA, Holm mostrou gostar da brasileira. - Eu adoro Cyborg. Ela é incrível. Finalmente tive a oportunidade de conhecê-la este ano. Dou apoio ao que ela quiser fazer. Se ela quiser permanecer na divisão dos penas, ou mesmo se não quiser testar o corte para o meio-termo entre galos e penas, eu estou com ela - disse. Fonte: http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2015/12/holly-holm-luto-com-cris-cyborg-na-categoria-dos-penas-sem-problemas.html
  11. Jon Jones ainda tem uma "carreira" pela frente, hehehhehe
  12. A sensação de que foi preterido por Luke Rockhold na disputa de cinturão do peso-médio existe. E, por isso, Ronaldo Jacaré, adversário de Yoel Romero no UFC 194, dia 12 de dezembro, não pensa na possibilidade de ser deixado em segundo plano novamente, caso passe pelo cubano. O lutador da X-Gym brincou, durante um "Media Day", no Rio de Janeiro, que vai cobrar Dana White, presidente do Ultimate, se não for o próximo desafiante ao título. - Com certeza ele (Rockhold) furou a fila, não era para ele ser o próximo. Meu amigo, já passou da hora (de disputar o cinturão). É o seguinte: caso eu vença o Romero, que é o que vai acontecer, vou lá e pego o Dana White (risos). Não dá para pegar o matchmaker, o Joe Silva, que é pequeno. O Dana é um pouco maior (risos). Sou o próximo, não quero saber de mimimi, quem vai perder (Weidman ou Rockhold) e quem vai ganhar. Quero ganhar do Romero, um cara duríssimo. Vou passar por ele e serei o próximo - disparou. O especialista em jiu-jítsu declarou que não tem preferência entre Chris Weidman e Luke Rockhold, que se enfrentam também no dia 12 de dezembro. Entretanto, deixou escapar o interesse em reencontrar o ex-campeão do Strikeforce, para quem perdeu em 2011. - Eu penso em pegar o cinturão, não importa se for o Chris ou o Luke. O que eu quero é ser campeão. Aquela luta contra o Rockhold já passou, mas seria bom ter a oportunidade de enfrentá-lo novamente. Pedi essa luta na época do Strikeforce várias vezes e não sei por que ela nunca aconteceu. Confira a entrevista na íntegra: Yoel Romero A expectativa é grande, vou lutar em um card grandioso, estou motivado e feliz por essa oportunidade. Farei uma grande luta. Quanto mais o tempo passa, mais evoluímos. Essa poderá ser a melhor luta da noite, é o que eu espero.Sempre treinamos para se adequar ao estilo dos adversários, não é fácil encontrar parceiros de treino que façam as coisas que ele faz. Independentemente disso, estou pronto. Em todas as lutas, você analisa as lutas anteriores do adversário. Em todas elas, o Romero caiu, embora pareça que não. Tenho armas para vencê-lo. Palpite Sempre aposto na finaliação. Estou bem no jiu-jítsu por baixo e por cima, estou bem nas transições. Se cair em uma posição ali, vou pegar e ele não vai sair. O plano é esse. Lutador exaltou preparação com Spider, que auxiliou sua preparação no Rio de Janeiro É um estímulo saber que, se eu vencer, poderei disputar o cinturão. O meu foco é 100% no Romero. É um cara tão forte que não deveria nem existir. Estou preparado para complicá-lo com meu jogo. Weidman x Rockhold Eu analiso como uma luta dura ao campeão. O Rockhold mantém o ritmo no decorrer dos rounds. Acredito que isso possa complicar qualquer um, inclusive o campeão, mas acho que o Weidman tem mais chances de manter o título. Treinamentos com Anderson Treinei muito com o Anderson. Ele sabe muito de MMA, me ensinou bastante coisa. Treinei com ele muitas vezes, mas, dessa vez, ele treinou comigo. Suguei bastante do campeão. Quando algúem está disposto a ensinar, você sente. Ele estava com uma disposição de iniciante, me deu vários toques maneiros e vou chegar bem nessa luta. Anderson x Vitor Todo cara que é fã de MMA quer ver essa luta. Eu acho que o resultado seria o mesmo. O Anderson é impressionante. Como amigo, acredito que ele deveria fazer uma luta antes do Belfort para pegar ritmo. Vitor vem de três lutas seguidas, o Anderson teve esse problema, passou o ano parado. Eu não sei o que acontece, mas o Anderson tem uma vivacidade de garoto. Pode fazer qualquer coisa que fez antes de perder o cinturão e se lesionar. Ainda tem 100% de chances de ser campeão. Ronda Rousey Pode acontecer com qualquer um. Ela foi uma grande campeã, levou o MMA feminino a um patamar nunca antes visto. Temos de dar o devido respeito a ela, que foi impressionante ao longo da carreira dela. A Ronda colocou o MMA feminino na história. Seria bom um pouco mais de respeito a ela. Ronaldo Jacaré José Aldo UFC MMA (Foto: Adriano Albuquerque) Ronaldo Jacaré aposta na vitória de José Aldo, que lidera o UFC 195 em duelo contra o irlandês McGregor (Foto: Adriano Albuquerque) José Aldo x Conor McGregor O McGregor é um grande deasfio para qualquer adversário. É canhoto, mão dura, é comprido, tem habilidade de defesa no chão, bom preparo físico e uma confiança impressionante. É bom ter respeito por ele, porque é um oponente difícil, mas o Aldo é outro nível. Vai manter o título e bater no McGregor. Nocautes em treino Eu, particularmente, já caí algumas vezes, isso é normal. Sou contra colocar vídeos de treino nas redes sociais. Não faço isso. São coisas rotineiras, tanto indo quanto voltando Fonte: http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2015/11/jacare-promete-pegar-dana-white-em-caso-de-furada-de-fila-no-ufc.html
  13. Chegando com um dia de atraso ao UFC 193, em Melbourne, na Austrália, por ter esquecido seu passaporte em Las Vegas, Dana White disse, em entrevista ao site "MMA Fighting", que a brasileira Cláudia Gadelha será a próxima desafiante ao cinturão peso-palha da organização. Segundo ele, se não houver novas lesões e tudo correr bem, a brasileira enfrentará a vencedora de Joanna Jedrzejczyk x Valerie Letourneau, que fazem o co-evento principal do torneio, no próximo sábado. Gadelha está em Melbourne e acompanhará o evento de perto. - Cláudia Gadelha e a próxima desafiante. Se tudo correr bem e ninguém se lesionar, ela é a próxima a disputar o cinturão. Ela vem trabalhando muito, melhorando seu estilo de luta e é um talento incrível no peso-palha. O evento, que acontece no Etihad Stadium, pretende quebrar o recorde de público, estabelecido no UFC 129, em Toronto, no Canadá, quando 55.724 pessoas estiveram presentes no Rogers Centre. A bilheteria, no entanto, não superará o recorde de arrecadação, também estabelecido no UFC 129. - Estamos montando o palco no estádio, e a cobertura do estádio vai fechando pouco a pouco, na medida em que montamos os telões. Nós alugamos todas as telas de LED do país, e ainda pegamos emprestado alguns equipamentos de Taylor Swift para fazer um evento da forma que gostaríamos. A meta é termos 70 mil pessoas aqui na hora das lutas. Todos os bilhetes mais caros já foram vendidos, só restam as entradas mais baratas. Temos muitas promoções e muitas coisas acontecendo aqui em Melbourne, e por isso acredito que o estádio esteja lotado. Acredito que a bilheteria seja algo em torno de US$ 6 milhões. Não bateremos o recorde de arrecadação do UFC 129, que foi de cerca de US$ 11 milhões, mas devemos bater o recorde de público. Dana White não poupou elogios a Ronda Rousey, mas deixou claro que Holly Holm, na sua opinião, tem habilidades e experiência suficientes para ameaçar a campeã. - Além de Ronda ser uma grande estrela dentro e fora do octógono, ela trabalha mais que qualquer lutador que eu tenha visto na história desse evento. Ela esteve aqui na Austrália no feriado do Halloween conversando com a imprensa e tudo mais. Ela é a melhor. Você vê o quanto Ronda é grande quando ouve o que as celebridades falam dela. Algumas grandes celebridades ligaram para a produção pedindo para falar sobre ela no "Embedded". Esse evento é muito grande, e nenhuma lutadora na história das lutas femininas fez algo perto disso: um evento em um estádio de futebol com as duas lutas principais estreladas por mulheres. Holly Holm é vista como um grande azarão porque Ronda se transformou em uma espécie de Mike Tyson. Mas Holm tem vantagem de altura e envergadura, seu estilo de luta é de manter distância, e certamente vai aplicar chutes frontais na linha de cintura, vai atacar os joelhos de Ronda, e além disso é muito experiente. Ela tem 45 lutas no cartel, enquanto Ronda tem 12. Tudo pode acontecer nesta luta. Perguntado sobre o que faz as pessoas gostarem tanto de Joanna Jedrzejczyk, Dana White destacou a personalidade e o instinto assassino da polonesa em cima do octógono. - Joanna tem uma personalidade única, é uma pessoa que mostra ser feliz e determinada, mas tem o instinto assassino de lutadora que as pessoas amam. Os lutadores adoram vê-la lutar. Suas mãos são muito pesadas e ela vai para a luta para acabar com ela. No fim das contas, não importa se você é homem ou mulher, se você luta para nocautear ou finalizar seus adversários, as pessoas vão te amar. No fim, o presidente do UFC disse aguardar ansiosamente a revanche entre Antônio Pezão e Mark Hunt. Na sua opinião, será difícil que essa lute supere a primeira realizada entre os dois, realizada também na Austrália, em dezembro de 2013, que terminou empatada e é tida como uma das maiores da história dos pesos-pesados. - Vai ser difícil essa segunda luta entre Hunt e Pezão superar a primeira. Se ela for 10% do que foi a primeira já terá sido uma grande luta. É uma revanche que eu queria ver há muito tempo. O Combate transmite o UFC 193 ao vivo e com exclusividade neste sábado a partir de 21h (horário de Brasília). O Combate.com acompanha em Tempo Real, com vídeo ao vivo das duas primeiras lutas. Na sexta-feira, canal e site transmitem a pesagem ao vivo. Confira o card: UFC 193 14 de novembro, em Melbourne (AUS) CARD PRINCIPAL - a partir de 1h (horário de Brasília) Peso-galo: Ronda Rousey x Holly Holm Peso-palha: Joanna Jedrzejczyk x Valerie Letourneau Peso-pesado: Mark Hunt x Antônio Pezão Peso-médio: Uriah Hall x Robert Whittaker Peso-pesado: Stefan Struve x Jared Rosholt CARD PRELIMINAR - a partir de 21h15 (horário de Brasília) Peso-leve: Jake Matthews x Akbarh Arreola Peso-meio-médio: Kyle Noke x Peter Sobotta Peso-meio-pesado: Anthony Perosh x Gian Villante Peso-mosca: Richie Vaculik x Danny Martinez Peso-médio: Daniel Kelly x Steve Montgomery Peso-meio-médio: Richard Walsh x Steven Kennedy Peso-meio-médio: James Moontasri x Anton Zafir Peso-mosca: Ben Nguyen x Ryan Benoit fonte: http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2015/11/dana-claudia-gadelha-e-proxima-desafiante-ao-titulo-dos-pesos-palhas.html
  14. A declaração de Chael Sonnen, de que tinha informações de que José Aldo poderia não lutar mais o UFC 194, insinuando que o brasileiro estaria com algum problema para a luta de unificação dos cinturões dos pesos-penas contra Conor McGregor, foi lida pelo chefe da equipe Nova União, Dedé Pederneiras. O treinador e empresário de José Aldo respondeu ao falastrão, ironizando as suas suspeitas e revelando que o brasileiro incrementou seus treinos na última semana. - É, realmente o Aldo está com uma lesão... no saco, mas é de tanto que nego enche o saco dele, Não sei quem é Sonnen... Ah, não! Lembrei! É aquele que disse que o Fedor ia lutar no UFC, não é? Aquele cara que devia estar banido por doping? O Aldo está treinando normal e, até agora, não tivemos problema nenhum. Inclusive o Andy Souwer e mais quatro lutadores de muay thai da Holanda chegaram para reforçar o treino essa semana. Vamos ver quem vai agarrar quem na hora do pau quebrar - disse Pederneiras. A luta entre José Aldo e Conor McGregor é o evento principal do UFC 194, que acontece dia 12 de dezembro, em Las Vegas. Os lutadores disputarão o cinturão dos pesos-penas da organização. Fonte: http://sportv.globo.com/site/combate/noticia/2015/11/dede-para-sonnen-aldo-esta-com-lesao-no-saco-de-tanto-que-enchem.html
  15. O problema não foi liberar o Vítor para lutar, o problema é o Vítor falar que sempre usava o que era permitido, mas pelo jeito ele se entupia, com TRT foi pego com níveis elevado, sendo que dizia que nunca abusava, por isso, que a galera pega no pé dele.