Judo Pitbull

Membros
  • Content Count

    1247
  • Joined

  • Last visited

Posts posted by Judo Pitbull


  1. Bem, eu sei que talvez este não seja o sitio ideal, mas quando vi o tópico das melhores fotos de MMA, aliado ao facto que recebi hoje o meu novo material fotográfico, não resisti a colocar aqui alguns dos melhores momentos do Europeu Universitário de Taekwondo, que nós organizamos na Universidade do Minho. Dos 7 elementos presentes na foto, um foi medalha de ouro, dois foram medalha de prata e três de bronze. Apenas um não conseguiu chegar ao pódio.

    Na foto nº1 está a equipa da Universidade do Minho, que básicamente é a Selecção Nacional Portuguesa. Todos eles fazem treinos bi-diários, acordando às 6h00 da manhã para treinarem e depois poderem ir às aulas. No final da tarde, às 18h00 volta a treinar... isto 6 dias por semana.

    A foto nº2 é a final dos -58kg que foi disputada por dois elementos da equipa da UMinho: Pedro Póvoa que ficou em 7º lugar em Pequim e em 8º no último campeonato do mundo e Rui Bragança que ficou em 3º lugar no campeonato da europa de juniores em 2007. O Pedro venceu a final no ponto de ouro, após ter terminado 9-9.

    A foto nº3 é o José Fernandes que viria arrecadar a medalha de bronze nos -68kg. No ano passado ele foi medalha de ouro na Taça Europeia Universitária de Taekwondo que se disputou em Moscovo.

    A foto nº4 é do Rui Bragança -58kg, na meia-final, pontapeando um espanhol na cabeça, algo que agora no taekwondo vale 3 pontos.

    Espero que gostem das fotos... e feliz natal para todos thumbdown

    eutc2009nunogoncalves1.jpg

    eutc2009nunogoncalves2.jpg

    eutc2009nunogoncalves3.jpg

    eutc2009nunogoncalves4.jpg


  2. Para quem pratica judo, este combate deu-nos algo de maravilhoso: aquele osoto-gari. A maneira como ele consegui o clinch e encaixou o osoto, foi de facto algo fantástico. Seria interessante saber se a lesão no ombro teria sido resultante daquela projecção ou não.


  3. Estes ultimos 3 posts foram bastante elucidativos relativamente aos beneficios da co-promoção, havia alguns factos e dados que desconhecia.

    Relativamente à nossa discussão mr. Charlton thumbdown continuo a ter a opinião que não preciso de ser intimo de uma pessoa para determinar certos traços do perfil ppunkk

    E relativamente ao Lula, não quis ofender, aliás simpatizo com homem, apenas o meti ao barulho para estabelecer um padrão de comparação com o Putin e com a importância que ele dá ao Fedor como simbolo.

    P.S.

    Eu tenho o livro que o Putin escreveu à cerca do judo (Judo - History, Theory, Practice)... muito bom fuyou

    O homem é 6º Dan fuyou

    E relativamente às questões politica tb tenho bastante conhecimento do ponto de vista dele e do trajecto iniciado no KGB, passando por homem de confiança de Yeltsin até à tão almejada cadeira do poder fuyou

    Abraço :)


  4. caramba...

    Tu escreveste esse post todo aí q começa do nada e termina num sei aonde só pra responder um troll? hehehe... Ele te pegou!

    Mas deixa eu responder:

    1 - Sobre o lula: ele tem coisa melhor pra fazer.

    2 - Sobre o ego de anderson silva ou do fedor: duvido mto que vc conheça qq um dos dois pra afirmar com tanta certeza. E não, não é pq vc os vê lutar que vc pode se achar íntimo de qualquer um deles pra fazer uma afirmação dessa.

    3 - A dança é uma questão cultural brasileira. Maioria dos brasileiros, mais ainda os afro-descendentes, usam a dança como forma de expressão. O Anderson dança assim como o fedor bebe vódka antas das lutas. Questões culturais.

    4 - Se ele não quer os milhões do UFC, das mulheres e dos outros blá bllá blá eu não sei, não o conheço pessoalmente pra afirmar isso, mas sobre continuar a lutar sambo, ele poderia mesmo assinando com o UFC. Sobre se manter fiel, o q isso tem a ver? ELe continuaria fiel com todos que estiveram com ele desde o início. O tal do vadim chegou na carreira dele mto tarde e só vc lendo o que um dos antigos sócios dele falam do cara pra vc entender como aconteceu a união deles, mesmo assim, todo lutador do UFC tem manager, ele continuaria sendo manager do fedor.

    5 - Notas que ao falar da falta do controle anti-doping na questão do herring o mesmo argumento pode ser usado contra o fedor :). E outra, esse seu argumento é uma tentativa de mma math das mais fracas que eu já vi. Fedor é o melhor do mundo pq é o melhor do mundo. Não pq o herring ganhou do num sei qm q ganhou do num sei qm aí perdeu pro lesnar na decisão enqto o fedor ganhou por desistência.

    6 - Se o Dana fosse algum retardado e não o dono do maior evento de MMA do MUNDO, talvez ele fizesse isso. Qm sabe ele organizasse um desafio numa praia no Leblon. Assim lembraria até as lutas do mestre Rickson!

    Charlton, é verdade, pegou, irritou, conforme irrita ver tanta gente falar por falar (e se calhar eu sou mais um deles, mas ao menos procuro pensar antes de falar).

    Relativamente aos teus pontos, vou-te responder e não com o intuito de tentar ganhar ou perder uma batalha verbal, mas apenas porque gosto de discutir certos temas e debater algumas ideias.

    1 - Ir ao futebol e receber velhas glórias da equipa de 77 do Corinthians de facto é algo bem mais importante com que ocupar o tempo :lol:

    2 - Eu não preciso de ser amigo do Beckam para afirmar que ele é egocêntrico, nem preciso de ser amigo do Edmundo para afirmar que ele era um tipo conflituoso... as acções e o comportamento de ambos ao longo dos anos deixaram isso bem vincado.

    3 - Como eu tinha dito, não tenho nada contra, até gosto de ver e dá um certo brilho ao espectáculo.

    4 - Pelo que eu li, e se estiver errado corrijam-me sff, um dos motivos pelo qual ele não foi para o UFC é devido à sua ligação ao manager e a deste ao M-1, e do próprio Fedor ao M-1. Se ele fosse para o UFC teria de quebrar essas ligações.

    5 - Quanto ao HH é uma simples comparação: O Brock apanhou um lutador claramente em fase descendente e sem "aditivos" e o que conseguiu foi uma vitoria na decisão e após um combate equilibrado. O Fedor apanhou o HH no seu melhor, e num evento sem controle, e destruiu-o. Logo, e quando toda a gente opina e faz comparações, não vejo porque é que é descabida a comparação, visto ambos terem enfrentado o mesmo lutador... ou o cartel e o momento em que se enfrentam os lutadores não é algo importante?

    No que concerne ao dopping, eu vejo o Fedor combater hoje e não vejo alterações fisicas em termos de volume corporal nem em termos de explosão e velocidade, comparativamente aos tempos do Pride. Quando se anda na mama, e basta recordar por exemplo o caso do Kerr, somos muito fortes, o problema é quando já não se pode andar na mama...

    Mas tb é um facto que o Fedor podia andar a mandar bombas, isso não o nego... aliás, quando se anda em desportos de alta competição, e eu tenho à minha beira atletas desses a treinar, não é só a comer arroz com feijão que se vai lá...

    6 - O ponto seis só me vem dar razão :) O Dana não arranjar porque não lhe interessa, e nem seria bom para a própria modalidade... com o Fedor a eventualmente ganhar, teríamos mais um filme como os do boxe com as constantes lutas de unificação de títulos e tretas do género que só desgastam a imagem da modalidade...

    Meu caro Charlton, eu não costumo postar muito, nem andar metido em confusões, mas por vezes, e em certos dias, a paciência vai-se com alguns troll :)

    Abraço :)


  5. O q acontece eh o sguinte , o UFC ofereceu ao fedor a bolsa mais vantajosa q ja ofereceu pra koker lutador , ele sem duvida seria o lutador mais bem pago do UFC.

    Antes desta oferta ser feita o fedor se recusava a assinar pq ele nao poderia lutar Sambo , pois o UFC exige exclusividade .... qnd o UFC aceitou liberar ele pra esses eventos de Sambo e todos esperavam q ele fosse assinar com UFC devido a falencia do Affliction , oq ele faz?

    Mete o dedao na cara de todo mundo , e diz q so assina se for com uma co- promocao entre UFC e a M-1 , empresa q agencia o FEdor , a qual ele tbm e socio. Ai qnd o UFC aceitar a co-promocao ( o JAMAIS ira acontecer, pois seria o msm q a OFcina do seu Ze querer uma parceria com a ferrari ) , ele vao arruamar outra exigencia absurda pra naum ir pro UFC .

    A verdade e q o gordinho nao quer lutar com os melhores , que ficar so na manha pegando frango do estilo do Brett. FEdor naum quer ir pro UFC , essa eh a verdade , nao importa q proposta , ele quer ficar invicto.

    Por vezes as pessoas só vêem aquilo que querem, e quando se limitam ao mundo delas, então ainda tudo se torna mais complicado, sobretudo a realidade.

    E a realidade é a seguinte:

    Quantos lutadores brasileiros podem dizer que tiveram o Lula a mexer cordelinhos para um combate ser transmitido na TV Brasileira?

    Quantos lutadores brasileiros tiveram o Lula na bancada a torcer por eles?

    O Fedor não tem um ego como o do AS que faz birrinhas ou se põe a dançar break-dance num ring antes de uma luta (eu pessoalmente até gosto dessa cena de espectáculo e adoro o Sakuraba), ele não é o lutador que precisa de ser o centro das atenções. Ele não precisa do UFC, dos milhões, das mulheres fáceis, do dinheiro, do estilo que vida que muitos lutadores e wanna be's de lutadores ambicionam. Ele vive a sua vida de uma forma simples e por valores (e não quero dizer com isto que o AS ou outros lutadores não os tenham) bem rígidos, e por isso é que ele é um símbolo na Rússia. Por isso é que ele quer continuar a lutar sambo, por isso é que ele se mantém fiel a quem sempre esteve com ele desde o inicio e nunca lhe falhou.

    Se alguém de vocês estivesse no lugar dele, e tivesse o trajecto que ele tem, em que destroçou os melhores entre os melhores, no auge destes, digam-me, iam voltar costas a uma serie de pessoas que sempre estiveram ao vosso lado só para lutar contra um tipo que há um ano atrás toda a gente chamava de "freak show" e mais dois ou três tipos que ainda não provaram nada? O Fedor destruiu o Herring quando esteve tava no top e no Japão (ou seja, sem controles anti-dopping e tudo o que isso implica) e o Brock suou e levou para a decisão... e este Herring não é o de 2002.

    Se o Dana tem tantas certezas, pq é que ele não põe o seu "wonder boy", o sr. cartel 4-1 já provei que sou o maior da minha aldeia, numa luta contra o Fedor e acaba logo de uma vez com este e aplica um golpe fatal na credibilidade da SF?

    Abraço


  6. A minha opinião:

    Cada caso é um caso, e por vezes não é a arte marcial/desporto de combate que faz a diferença, mas sim o individuo, o seu estado de espirito, a sua capacidade de reagir a situações de pressão e conseguir responder aos estimulos da forma mais adequada.

    Em muitos dos tipicos cenários de conflito fisico - estádios, discotecas, bares - o que mais se adequa, para mim, é o boxe. O espaço é exiguo, há muita gente à volta e a ultima coisa que se vai querer é ir para o chão e levar um pontapé na cabeça dado por um amigo do tipo que tá por baixo de nós.

    Eu pratico judo e já treinei com duas pessoas de JJB, sendo um deles cinto castanho e o outro azul, e mete-me alguma confusão quando oiço aqui muita gente falar que se fosse um praticante de JJB levava para o chão (como se fosse a coisa mais simpes do mundo) e finalizava ai (não duvido que o fizessem, e bem rápido). Eu da experiencia que tive, e do que vou vendo em competições, acho muito dificil alguem do JJB levar alguem para o chão com essa facilidade toda (até parece que é tão facil como beber caipirinhas num dia de verão)... e não me falem em baianas, pq as tentativas que me tentavam fazer acabavam quase sempre com ambos a bater com o nariz no tatame e eu a cair-lhes em cima, e malta que era cinto branco e amarelo não caia naquilo.

    Qualquer arte marcial é util numa situação de conflito fisico, nem seja, pelo simples, e no entanto tão importante, facto da auto-confiança que transmitem ao individuo que as pratica.

    Em situações de diversos oponentes, as artes de marciais de striking ou até mesmo o judo, e até me atrevo a dizer o haikido, são mais vantajosas que o JJB. Nós temos treinos, por vezes treinamos a situação em que somos colocados no centro do tatame de depois em cada canto vem a correr um adversário e temos de o projectar de por onde der, agarrado por onde for preciso, e ficar logo pronto para o outro tipo que tá quase em cima de nós... e por vezes quando damos conta o tipo ta mesmo por cima de nós :)

    Em situações de mano-a-mano, ai a percentagem de sucesso do JJB aumenta, mas em minha opinião, e por favor, não me entendam mal, eu não quero entrar em discussões judo vs jjb, voces são indiscutivelmente mais bem preparados em chão do que nós, mas como vocês tão bem e tanto gostam de dizer "a esmagadora maioria das lutas acaba no chão", ao que eu acrescento, "a maneira como se leva para o chão, pode levar a que nem sequer haja prolongamento".

    Uma queda bem aplicada ou deixa o adversário bastante contundido e provavelmente incapaz, como pode pura e simplesmente mata-lo. Basta ver aquele video de uma luta entre uns russos naquilo que parecia ser um casamento e há uma altura em que alguem, sem saber bem como, senão me engano, aplicou uma especie de osoto-gari ou empurrou um tipo e este caiu desamparado no meio do chao e nao se lavantou mais.

    Mais recentemente, e tragicamente, aqui em Portugal, um jovem jogador de hóquei-patins acabou por morrer fruto de um traumatismo craneano provocado por uma queda quando estava a ser assaltado na rua à saida de uns bares. Eu já me aconteceu por duas vezes ter sido projectado com tanta violencia e ter batido com a cabeça no tatame e quando me levantei so vi flashes e para que tava o mundo a rodopiar... não tenho a minima duvida que se aquelas projecções tivessem sido feitas na rua, eu hoje não estava aqui a teclar... ou até estaria, mas com uma palinha nos dentes a carregar no teclado.

    Para além disto tudo, trabalho numa discoteca à noite e a maior parte dos seguranças faz kickboxing, e quando a coisa aperta, no meio da confusão, não à cá projecções, nem mata-leões... é murro nos dentes ou um bom low-kick...

    Meus caros, esta é a minha opinião, vale o que vale.

    Abraço


  7. ZERO!

    Por algumas das razões já aqui apontadas e pelo simples facto de já haver um desporto de grappling semelhante e que cada vez mais se ve amputado devido à Tv: o Judo.

    O judo por causa da TV já teve que introduzir os judogis azuis (que para os japoneses são facas no peito), mudar as cores e a área de combate, mudar a pontuação e mudar até as regras, com a exclusão de técnicas.

    No judo mal o combate vai para o chão, ou há logo um bom controle ou então os arbitros mandam levantar logo... para os leigos, o trabalho de chão é uma seca.

    Eu proprio por vezes nao tenho paciencia para ver certos combates de JJB no chão quando os tipos andam só há procura do ponto...

    Abraço


  8. Perdoe-me alm mas discordo

    acho por demais justa a homenagem mas é inadmissivel que o melhor lutador de jj de todos os tempos tenha perdido para um judoca

    rolls,roger e rickson jamais perderiam para um judoca

    Entendam como quiserem, pensem o que quiserem, mas esta é das declarações mais ridiculas alguma vez aqui postadas.

    Mas pela mesma lógica, eu também não entendo como é que o maior lutador de vale tudo daquela altura (com mais de 400 lutas... pelo menos era o que a maquina de marketing Gracie gritava aos 4 ventos) sempre meteu o rabinho entre as pernas e nunca enfrentou um pro-wrestler de nome Sakuraba... foram 4 de uma enfiada não foi?

    Antes de mandarem bitaites para o ar, lembrem-se das origens do JJB... de quem foi Maeda, onde estudou, o que estudou e o que lutava... um pouco de humildade e respeito só faziam bem.

    Gostava muito de ver o Rickson num combate do genero do que foi entre o Helio e o Kimura, contra por exemplo o Douillet (sim, tem um 1.96m e pesava em competição cerca de 120kg, mas não passava de um judoca, logo fácil para o grande Rickson...)

    Não quero tornar isto num debate Judo vs JJB, já dei a minha opinião em outros topicos, e não quero desvirtuar este, mas há coisas que não podem passar em claro.

    Boas noites


  9. Many reports have surfaced stating that UFC middleweight champion will be on the shelf for the remainder of the year due to recent surgery on his elbow. However, according to Anderson Silva’s manager, Ed Soares, Silva hasn’t had any surgery and could compete as early as November. Who could Silva’s next opponent be? All signs appear to be former UFC light heavyweight and heavyweight champion Randy Couture.

    “Anderson wants to fight the biggest and the best fighters out there and Randy Couture falls into that category,” Soares told Kevin Iole of Yahoo! Sports.

    Iole confirmed speaking to Soares regarding Silva’s rumored surgery, stating, “I spoke to Ed Soares, Silva’s manager, and contrary to published reports, Silva has not had surgery on his elbow and is not in any way incapable of fighting in November if he’s offered a fight.”

    A Couture/Silva superfight could headline the UFC’s year end pay-per-view card. Couture also spoke about fighting only in interesting fights following his loss to Antonio Rodrigo Nogueira at UFC 102.

    “I’m interested in interesting fights. There are a lot of guys in both divisions that are interesting to fight,” Couture said following the announcement of his new 6-fight, 28-month UFC contract extension.

    Fonte: http://www.fightline.com/news/mma/2009/091...lva/index.shtml

    Palavras do Ed Soares:

    "Anderson quer lutar com os maiores e melhores, e o Randy Couture está nessa categoria."

    Será que o Natural vai conseguir encostar o Spider às grades para fazer o seu Dirty Boxing ou leva-lo para o chão e aplicar o GNP?


  10. Former UFC heavyweight champion Frank Mir is set to return to the Octagon to face French striker Cheick Kongo. Sources close to the situation confirmed to MMAWeekly.com on Thursday that the fight is verbally agreed to, but bout agreements have not been signed.

    Though recent reports suggested the bout could headline UFC 105 in Manchester, England, MMAWeekly.com sources indicated that it would take place on Dec. 12 at UFC 107 in Memphis, Tenn.

    Mir (12-4) recently got knocked off the rails of a three-fight winning streak, losing his interim heavyweight champion designation in a title unification bout against champion Brock Lesnar at UFC 100. It was a rematch of their fight at UFC 81, where Mir welcomed the former WWE superstar to the Octagon by submitting him with a kneebar. He then won the interim designation when he became the first man to stop Antonio Rodrigo Nogueira.

    Kongo (14-5-1) was widely considered to be a step away from a UFC heavyweight title shot before he was unable to get out from under a smothering Cain Velasquez at UFC 99, losing a unanimous decision. Kongo has amassed a 7-3 record during his tenure with the UFC, winning three straight fights prior to the loss to Velasquez.

    Read more: http://sportsillustrated.cnn.com/2009/mma/...l#ixzz0QvxIX1QL

    Parece que o Minotauro vai ter de esperar... desculpa não ter traduzido, mas tou de saida para o trabalho... abraço :rolleyes:


  11. na minha academia ate vende protetor ..

    agora que ramo sera esse q orelha estourada estraga a carreira???

    Todo o género de profissões em que a imagem seja algo fundamental, eu por exemplo, tenho um part-time em que trabalho à noite, e tenho de ter sempre muito cuidado com o pele, mãos, unhas, rosto, cabelo, pois presto um serviço (não, não sou prostituto de luxo :lol: ) em que a imagem é fundamental. Quem trabalha em televisão, moda, diversão nocturna, tem de ter uma imagem mais cuidada...

    Eu na minha profissão de dia, basta-me aparecer de t-shirt caveada e chinelos e tenho logo o meu patrão a chatear-me... e isto para nem falar em tatuagens!

    Ainda existem muitos preconceitos relativamente à imagem, aos simbolos a que individualmente nos associamos, e que as organizações por vezes não querem ser associadas.

    Abraço


  12. Soh tenho 1 coisa pra falar Bob Charlton

    Seu post foi perfeito e eu assino embaixo!

    Já somos dois a assinar... e a isto acrescento:

    A postura de ambos os atletas, antes, durante e após combate, é um exemplo.

    É deste género de promoção, de combate, de respeito que a modalidade precisa para se expandir e deixar de ser vista pelos leigos como um "circo bárbaro".

    Valeu a pena esperar tantos anos... :rolleyes:


  13. Não precisa provar nada mesmo. Já é o maior da história até hj.

    Só que não dá para dizer que hj ele é o melhor p4p, pq lutadores como Anderson, GSP e Lyoo estão sendo mais provados.

    Ok, Fedor é Fedor, e todos achamos que ele iria triturar tudo no UFC. Só que achávamos a mesma coisa do Shogum, do Wanderlei, do Minotauro etc.

    Pra mim, o Fedor é o melhor da história. Mas não tenho como saber se ele é o melhor da atualidade, afinal, a fase de todos passa. Até a dele. E se não pegar os melhores, não temos como saber se a fase efetivamente passou ou não.

    E pelo que eu vi contra o AA....

    O problema do Shogun e do Wand, na minha opinião, aquando da transição do Pride para o UFC tem a ver sobretudo com as regras. A estratégia (em inglês strategy, em francês stratégie, em grego Στρατηγική :) ) de combate de ambos teve de se alterar devido a terem perdido uma peça fundamental do seu arsenal de armas, os pisões e os tiros de meta.

    O Fedor por sua vez, raramente (eu não me recordo) usou os pisões e os tiros de meta, logo não estou a vê-lo a ficar "amputado", como os dois homens da Chuteboxe ficaram ao ir para o UFC.

    Quanto ao Mino, bem, fez 3 combates, venceu 2, e a derrota que tem, podia ter acontecido a qualquer um, vejam o caso do Hunt que tb nunca tinho sofrido um KO... acontece.

    Relativamente à entrevista, acho que foi um péssimo trabalho de tradução, o português está muito mau (agradeço a voluntariedade do MMania, mas o português está de facto muito mau), o que ao juntar ao facto de ter sido já previamente traduzido de russo para inglês, leva a que muito da mensagem inicial se tenha perdido.

    Quanto à afirmação de "Eu não tenho nada a provar", eu concordo, ou alguém tem duvidas que se ele vencesse o Brock, Mir e companhia, não haveria sempre alguém novo na zona a desafia-lo?

    Não é o Fedor que tem que mostrar... são os outros que têm de mostrar o que valem... tipos como ele e o Minotauro não tem nada a provar a ninguém, os seus percursos, as batalhas que travaram falam por si, todos nós falamos delas aqui... ou será que eu estarei enganado e são eles que tem que provar quem são a um tipo que veio do "Sports Entertainement" e que tem 5 lutas no seu historial?

    Abraço


  14. O marketing pessoal é extremamente importante. Ainda recentemente no site da Sports Illustrated um dos seus habituais cronistas falava da importancia disso, por causa da guerra dos pay-per-views e de forma a se conseguir vender as lutas, e criar um alvorço e curiosidade à volta das mesmas... nessa interesante cronica até deram o exemplo do Bishop (que levou na boca do Hendo) e de um outro lutador que já não recordo o nome, que era muito bom, um exemplo enquanto artista marcial (postura), mas que perdia imenso por não causar polemica, por não se saber promover.

    É claro que nem todos tem o mesmo talento natural/adquirido de um Rampage, Shamrock, Lesnar, Ortiz ou Wand, para criar aquele alvorço todo sempre que fazem uma luta.

    É preciso ter um cero carisma, atitude (o ar de gozão do Rampage é demais) e ter provas dadas, para não se cair no ridiculo - as ultimas declarações do Brandon Vera para mim são um bom exemplo de cair no ridiculo.

    O Paulão, fez o seu papel, "mandou o barro contra a parede" para ver cola... se o fez da forma mais correcta ou não isso é o que agora nós estamos a discutir <_<

    É minha opinião que ele exagerou nalgumas afirmações, sobretudo atendendo ao facto de que ele não tem o perfil fisico ideal para lutar nos 93kg, perdendo pulmão e velocidade.

    Como já foi aqui dito, quando lutou contra o Melvin tava a levar um desempeno até lá conseguir finalizar... o Mousasi já demonstrou que é muito forte de pé, quer a trocar, quer a derrubar, e quando derrubar, vai procura-lo fazer como fez com o Babalu, junto à vedação para não o deixar conseguir ganhar posição.

    Resumindo, na minha opinião o Paulão fez o papel dele (apesar de não ter gostado das declarações), mas lutando nos 93kg, esta luta vai quase na certa para o Mousasi :lol:

    Abraço


  15. Não é impossível, basta imaginar que o vôvô solta lenha no ground'n pound e o Minota grogue deixa espaço para uma finalização. Vai ser uma luta épica.

    Se quando estava a ser atropelado pelo Fedor não deu nenhuem braço, ia agora dá-lo para o Couture... o Natal é só em Dezembro, e o Nogueira não tem estilo de Pai Natal.

    P.S.

    Eu também sonho um dia finalizar a Angelina Jolie... ;)

    O problema é quando um gaijo acorda :)


  16. Não sou especialista em boxe, nem sei avaliar técnicamente um bom boxeur, mas quando vejo alguém trocar de igual para igual com tipos como o Hunt, o Crocop, Shilt, Minotauro, e dar KOs em tipos como o Sylvia e o Arlovski, e vejo tanta gente deixa-lo de fora, deixa-me algo confuso.

    Se o titulo fosse "quais eram os mais técnicos", até poderia compreender, mas há muita gente que é muito boa técnicamente e depois na pratica não é eficaz...

    Eu acredito que há muita gente nessas listas que seja melhor tecnicamente que o Fedor, mas que depois na pratica, num combate a serio de boxe, não iria ser tão eficaz.

    A minha lista (que é misto de tecnica com eficácia)

    - Fedor

    - Belfort

    - Anderson

    - Vov

    - Crocop


  17. nao, até pq ele nunca faria/fez isso.

    algm me corrige?

    é o novo marcelinho

    A questão aqui em causa não é se o Hélio deu ou não, pq sei tb que ele não deu gunthug

    É a questão de questionar a decisão de alguém que todos presumimos ser alguém acreditado, respeitado, responsável, honrado, que neste caso é o mestre que atribuiu a faixa azul ao Junior.

    Sim, porque quando questionamos a faixa azul dele, estamos a questionar o seu mestre e toda a sua capacidade de avaliação e julgamento... fora tudo o resto.

    Abraço


  18. Bem, não sendo do JJB, mas sim do Judo, vou correr o risco de meter "gadanha em ceara alheia" 2handed

    Einstein disse um dia que o tempo é relativo, e a maneira como vivemos esse tempo é de facto relativa.

    No Judo, normalmente, o trajecto temporal até ao cinto negro (excepção feita a quem começa em criança) ronda os 5 a 6 anos, pelo menos cá em Portugal.

    Aqui há uns anos atrás no maior forum mundial de judo online, discutia-se uma questão semelhante e alguém afirmava que no Japão havia quem se já tivesse graduado preto no espaço de 1 a 2 anos. Treinando todos os dias no Kodokan.

    Se o falecido Helio Gracie atribuisse a faixa negra um aluno no final de um ano, haveria alguém que contestasse o merecimento da mesma?

    Quem seriamos nós para contestar a autoridade do Kodokan ou de Hélio Gracie?

    O que quero dizer é que sendo, pelo aqui li, a escola conceituada, não me acredito que fossem dar a faixa azul sem mais nem menos.

    Eu, por exemplo, tenho consciência que o meu cinto castanho não tem o mesmo "peso competitivo" do cinto castanho da maior parte dos tipos de Lisboa e Coimbra (os dois centros do judo nacional) que encontro em competições. Eu treino 2 a 3 vezes por semana com 3 tipos cintos castanhos e 2 cintos negros, o resto é tudo branco e amarelo. Eles nos seus clubes treinam diáriamente com 15 ou 20 castanhos, mais outros tantos cintos pretos, tirando ainda os treinos associativos, em que todos os clubes entram.

    Apesar de ser merecida, e de já ter suado muito para a ter, tenho consciencia que o meu nivel não é o mesmo que o de outros, pois não consigo (não tenho hipoteses) treinar com a mesma intensidade.

    Se o Junior treina com intensidade e for realmente assim tão bom, será que o factor "merecimento" é que deve ser o factor de atribuição da faixa, ou antes antes o factor "tempo"?

    É apenas a minha opinião. 2handed

    Abraço


  19. O próximo vai ser o Arona.

    E relembrando, 2025 ano do Arona na bocha.

    kakakaka

    O Arona com o seu trajecto nestes ultimos três anos, aliando ao facto de ser reconhecido pelas lutas "amarradas" e à quantidade de lutadores com qualidade que abundam nesta divisão, não me parece que nos próximos tempos vá lutar na gaiola... pelo menos do UFC.

    Abraço