Malacarne

Membros
  • Content Count

    4083
  • Joined

  • Last visited

Posts posted by Malacarne


  1. Foda!! Qual é o estilo que o moleque treina? Greco?

    Valeu pelo post, sempre legal ver um exemplo do esporte ajudando moleques a terem um futuro melhor.

    Pena que o governo federal não dê o devido valor a isso.

    Acho qe ele pratica grego e livre! Nao tenho 100% de certeza! vou me informar e depois te falo!!!!

    nao precisa ser federal nao, basta essas prefeituras investir um pouco tenho certeza que econtram um monte de talento! basta querer!!!!

    abraço


  2. https://www.facebook.com/BrazilianSAMBOAssociation?fref=nf

    Atenção atletas e professores da Brazilian Sambo Association:

    A Confederação Brasileira Amadora de Sambo estará realizando no dia 20 de julho, na cidade do Rio de Janeiro, o 2° Brasil Open de Sambo e Combat Sambo!!

    Contatos com o Mestre Eduardo pelo e-mail: dir.tecnico.cbas@sambobrasil.com.br

    Outras modalidades estão convidadas! Participe!!

    10301295_276576509181954_642320822877326945_n.jpg


  3. Eu ainda acho que o MMA moderno é o melhor atleta que leva(não pode ser unidimensional), mas o cara tem que ter uma arte marcial/esporte de combate de origem.... qual a opinião de vocês?

    Moderas desculpe, mas coloquei esse tópico aqui pq achei que a opinião da galera dessa parte do forum mais pertinente:

    http://bleacherrepor...-as-an-mma-base

    ScreenShot2013-08-22at10.38.02AM_crop_north.jpg?w=630&h=420&q=75

    Things used to be better. Like, everything.

    Remember that Ninja Turtles cereal from back in the day? Remember the Ninja Turtles in general?

    Or Sega Genesis, Crystal Pepsi or knocking on doors to get people to go play outside?

    sOr smoking in restaurants or driving without seat belts? Not everyone reading this was born in the '80s, folks.

    Yup, things just plain used to be better.

    Another one of those things, one that belongs right there next to clear soda, free range smoking and gaming with three buttons?

    Jiu-jitsu in MMA.

    Jiu-jitsu in MMA used to be serious. It used to be threatening. It used to be pretty much all a man needed to break his opponent's will and wallow in his successes.

    Not anymore, though.

    Now, the pure jiu-jitsu guys are a dying breed, and the idea that they're the ones to be feared is tragically outdated.

    Look at the official rankings in each weight class. Out of the 90 fighters that make up the top-10s of each division, only a handful could be called jiu-jitsu specialists.

    Really only Demian Maia and RonaldoSouza are "jiu-jitsu guys," and Maia recently had to drop a weight class to rejuvenate his career.

    Sure, there are guys like the Nogueirasand Fabricio Werdum who have flown the flag of the gentle art for years. But they've also relied on good striking—particularly Werdum, who has grown exponentially on his feet in recent years—to get the job done as well.

    The point is that the jiu-jitsu specialist is dying, and as a base it's essentially hopeless. There are a few reasons for that.

    The most prominent would have to be judging; having a tricky guard and hunting for submissions from one's back is pointless in North American MMA. The only part of that sentence a judge would see is "from one's back," and that's where you lose a fight.

    Another issue is that, in terms of specializing in an art, jiu-jitsu is the toughest to specialize in successfully at a high level. Very few pure BJJplayers have the takedowns to outduel a wrestler or the striking to compete with a kickboxer in MMA.

    On the other hand, those specializing in wrestling are usually able to avoid submissions and win with top control, while any striker worth his salt should have enough of a jab to control distance and set up big shots for as long as he needs to.

    The final concern would be the rise of what a great man once called "the anti-jiu-jitsu." To paraphrase, the idea is that most guys getting into MMA without an understanding of jiu-jitsu are simply learning what to do to survive positions and submission attempts.

    They don't learn technique. They learn to keep airways open or pressure off joints just long enough to get away with an explosive move or a display of raw power.

    The great ones, those who have adapted their grappling to MMA, are still able to finish—the Maias, Souzas, Werdums and Nogueiras. The rest? They end up cut and on the way back to crush competition inAbu Dhabi.

    This is perhaps the greatest issue facing jiu-jitsu as a base: the idea that it's becoming harder and harder to perfect it when so many people are putting so much time into finding its imperfections. Those imperfections are being exploited and causing problems for the men who have come to rely on it for their success.

    Make no mistake. This isn't to be read as a postmortem on jiu-jitsu. There are still a hundred great pieces of the art on display every time the UFC takes to the airwaves. Anything from maintaining mount to finishing with a flying triangle is jiu-jitsu on display, and that's never going to change.

    But as a base? As a base, it's dying.

    After all, if Roger Gracie and Vinny Magalhaes can't make it, who can?

    google translator, desculpem

    As coisas costumavam ser melhor. Como, tudo.

    Lembre-se que Ninja Turtles cereal de volta no dia? Lembre-se do Tartarugas Ninja em geral?

    Ou Sega Genesis, Crystal Pepsi ou batendo nas portas para levar as pessoas para ir brincar lá fora?

    fumar Sor em restaurantes ou dirigir sem cinto de segurança? Lendo este Nem todo mundo nasceu nos anos 80, as pessoas.

    Sim, as coisas simplesmente costumava ser melhor.

    Outra dessas coisas, que pertence ali mesmo ao lado de refrigerante claro, ar livre de fumar e de jogo com três botões?

    Jiu-jitsu no MMA .

    Jiu-jitsu no MMA costumava ser sério. Ela costumava ser uma ameaça. Ela costumava ser praticamente tudo que um homem precisava para quebrar a vontade de seu oponente e chafurdar em seus sucessos.

    Não mais, porém.

    Agora, os caras de jiu-jitsu puros são uma raça em extinção, ea idéia de que eles são os únicos a serem temidos é tragicamente desatualizado.

    Olhe para os rankings oficiais de cada categoria de peso. Dos 90 lutadores que compõem o top-10s de cada divisão, apenas um punhado pode ser chamado de especialistas em jiu-jitsu.

    Realmente só Demian Maia e Ronaldo Souza são "caras de jiu-jitsu", e Maia recentemente teve de deixar cair uma classe de peso para rejuvenescer sua carreira.

    Claro, existem caras como o Nogueiras e Fabricio Werdum que voaram a bandeira da arte suave durante anos. Mas eles também contou com bom impressionante, particularmente Werdum, que tem crescido exponencialmente nos pés, nos últimos anos, para fazer o trabalho bem.

    O ponto é que o especialista em jiu-jitsu está morrendo, e como uma base que é essencialmente impossível. Existem algumas razões para isso.

    O mais proeminente teria de ser julgar; ter um guarda complicado e caça para a apresentação de sua volta é inútil na América do Norte MMA. A única parte que a sentença de um juiz que vê é "a partir de sua volta", e é aí que você perde uma luta.

    Outra questão é que, em termos de especialização em uma arte, jiu-jitsu é o mais difícil de se especializar em sucesso a um nível elevado. Muito poucos jogadores de Jiu-Jitsu puro tem as quedas de outduel um lutador ou o impressionante para competir com um kickboxer no MMA.

    Por outro lado, aqueles especializados em luta livre geralmente são capazes de evitar submissões e ganhar com o controle de cima, enquanto que qualquer atacante que se preze deve ter o suficiente de um jab de controlar a distância e criar figurões durante o tempo que ele precisa.

    A preocupação final seria a ascensão do que um grande homem , uma vez chamado de "o anti-jiu-jitsu." Parafraseando, a idéia é que a maioria dos caras que entram em MMA sem uma compreensão de jiu-jitsu são simplesmente aprender o que fazer para sobreviver posições e tentativas de submissão.

    Eles não aprendem técnica. Eles aprendem a manter as vias respiratórias abertas juntas ou pressão fora apenas o tempo suficiente para fugir com um movimento explosivo ou uma exibição de força bruta.

    Os grandes, aqueles que se adaptaram a sua luta agarrada ao MMA, ainda é capaz de terminar-o Maias, Souzas, Werdums e Nogueiras. O resto? Eles acabam de corte e no caminho de volta para esmagar a concorrência em Abu Dhabi.

    Este é talvez o maior problema que enfrentam jiu-jitsu como base: a idéia de que está se tornando cada vez mais difícil para aperfeiçoá-lo quando tantas pessoas estão colocando tanto tempo para encontrar as suas imperfeições. Essas imperfeições estão sendo explorados e causando problemas para os homens que têm vindo a contar com ele para o seu sucesso.

    Não se engane. Isto não é para ser lido como um post-mortem em jiu-jitsu. Há ainda uma centena de grandes obras de arte em exposição cada vez que o UFC leva para as ondas. Qualquer coisa, desde a manutenção de montar a terminar com um triângulo voador é jiu-jitsu em exposição, e isso nunca vai mudar.

    Mas como base? Como base, ele está morrendo.

    Afinal, se Roger Gracie e Vinny Magalhães não pode fazê-lo, quem pode?


  4. O sucesso do Facebook foi uma combinação de fatores e sócios...

    A descoberta do Brasil foi uma combinação de fatores e sócio...

    A criação da Microsoft foi uma combinação de fatores e sócio...

    A criação da Apple foi uma combinação de fatores e sócio...

    Seu argumento é só voltado para a popularização através do marketing? Sua escala de importância é baseada somente nisso?

    Como o carioca falou ele teve sua importância sim, mas tá longe de ser o terceiro...

    ...acredito que você esta dando uma troladinha de leve....

    fique bem!


  5. Rorion Gracie......putz.....o terceiro Gracie mais importante.........que coisa hein!vivendo e aprendendo!mas vamos colocar isso em ordem.....Carlos Gracie(copiou a dieta do argentino e aprimorou com muitos estudos e experiências),Helio Gracie,George Gracie,Carlson Gracie,Rolls Gracie,Rickson Gracie,Royce Gracie,Renzo Gracie,Royler Gracie.........Carlinhos Gracie,Robson Gracie.....não consigo ir além........tem outros...Carley Gracie,gosto muito de Rillion Gracie......fechei minha lista(sempre bom lembrar de Rolker Gracie o mais fiel filho de Helio Gracie)....esqueci tem o Roger Gracie e uma geração de bons lutadores desta terceira leva....Kron Gracie,Clark Gracie,sempre gostei de Rodrigo Gracie no MMA....mas Rorion nem pensar....ele destruiu a possibilidade de termos uma família Gracie unificada,ele fez tudo para cortar os laços entre seus familiares....o UFC foi uma combinação de fatores e sócios, ele entrou com o nome Gracie,fazer lutas de vale tudo de jiu-jitsu contra todos já se fazia desde a década de 30...do século passado!


  6. http://cbla.com.br/2014/05/14/senior-masculino-2014/

    Convite Campeonato Brasileiro Sênior Masculino 2014

    Postado em 14/05/2014 por CBLA

    C O N V I T E

    A Confederação Brasileira de Lutas Associadas e o Comitê Organizador vêm através deste convidar sua Federação a participar do Campeonato Brasileiro Sênior de 2014 – estilo greco-romano e livre masculino, que será realizado entre os dias 23 e 24 de maio de 2014, no Ginásio da Brigada Paraquedista em Deodoro, na cidade do Rio de Janeiro. A competição seguirá as regras da FILA e terá a representação máxima de 2 atletas por estado em cada categoria.

    Aguardamos a participação de todos,

    Atenciosamente

    Pedro Gama Filho

    Presidente

    OBSERVAÇÕES GERAIS:

    - Todas equipes devem informar com antecedência a necessidade de alojamento no CEFAN, pois as vagas estão limitadas a 100 (cem) participantes.

    - O resultado do campeonato vale para o programa bolsa atleta federal 2014 nos estilos livre masculino e Greco romano. (Campeão, vice campeão e dois terceiros lugares) – Sendo aplicadas todas as regras do próprio programa.

    - É obrigatória a apresentação de atestado médico (não haverá medico local para suprir esta demanda)

    - Sugerimos que os atletas tragam seu passaporte e demais exames médicos

    - Os campeões e vice-campeões poderão ser convocados para participar do treinamento qualificatório para o Campeonato Pan-americano sênior. Data prevista 23/06 a 05/07.

    - Os campos de treinamento serão: Estilo livre, no CT da CBLA e Estilo Greco, no CEFAN.

    - Deverão ser observados os critérios de seleção divulgados em Janeiro de 2014.

    - O Campeonato Brasileiro Feminino será marcado dentro dos próximos dias, em data a ser confirmada.

    INFORMAÇÕES GERAIS E PROGRAMA:

    convite-brasileiro-senior-2014_corrigido-2-2.jpg?w=584&h=826

    convite-brasileiro-senior-2014_corrigido-3.jpg?w=584&h=826