Sign in to follow this  
socorpo

Anabolizantes x Suplementos

Recommended Posts

A palavra anabolizante é sinônimo de esteróide anabólico, que é a testosterona (o hormônio masculino) e todos os seus derivados produzidos em laboratório. Hoje, temos cerca de uma centena de produtos fabricados sinteticamente no laboratório - alguns a partir de testosterona e outros derivados do colesterol -, que funcionam como hormônio, portanto, esteróides anabólicos . A testosterona tem duas funções no corpo humano, uma anabólica (respons ável pelo crescimento e desenvolvimento do homem e na mulher) e outra esteróide (respons ável pelo desenvolvimento das características sexuais masculinas ). As características femininas são determinadas por outro hormônio, o estrógeno.

O que se descobriu é que quando uma pessoa usa a testosterona artificialmente, geralmente injetada, consegue produzir um aumento de força muscular muito grande às custas da elevação acentuada das fibras musculares e, portanto, de todo o volume do músculo. E, em termos de força muscular, esta é sempre proporcional ao volume dele, ou seja, quanto mais volume, mais força.

Os médicos utilizam esses produtos para tratar crianças com atraso no desenvolvimento ou pessoas que ficaram muito tempo acamadas e que com isso perderam a musculatura. Isso faz com que esses medicamentos sejam vendidos nas farmácias .

Infelizmente, desde o final da década de 70, os atletas descobriram esse hormônio e passaram a usa-lo indiscriminadamente. Chegamos ao ponto, principalmente na década de 80, de a grande maioria dos resultados esportivos dos atletas de alto nível serem conseguidos através do uso dos esteróides anabólicos . No começo, eram atletas que faziam competições de força, como arremessadores de disco e dardo. Depois foi a vez de saltadores e velocistas , que ganhavam com os anabolizantes muita massa muscular e, conseqüentemente, muita explos ão. Então chegou-se a um impasse “filos ófico”: de um lado os comitês tinham que coibir esse uso para que as vitórias fossem mais justas ; de outro lado, os atletas começaram a descobrir as comiss ões antidoping.

O anabolizante cai na graça do povo

Com a divulgação da mídia e a atração que os corpos esculturais dos atletas provocava nos indivíduos comuns , os esteróides deixaram o domínio do esporte de alto nível e caíram nas graças do praticante de atividade física, chegando às academias . Hoje, acredito que de cada cem ampolas de anabolizantes produzidas em qualquer laboratório, uma é consumida por atletas profissionais e 99 por freqüentadores de academias . Isso ocorre porque essas pessoas têm muita pressa, querem ver resultados mais rápidos . Eles ingressam nas academias , buscando força e musculação porque, de uma hora para outra, ficaram descontentes com seus físicos .

Infelizmente, muita gente acabou entrando nessa de usar a testosterona, iludidos com o efeito rápido que ela realmente produz. Mas , os efeitos colaterais disso são extremamente graves . Temos hoje mais de sessenta efeitos colaterais listados , que vão desde espinhas no rosto até a morte, passando por les ões irrevers íveis no fígado, a agressividade, vários tipos de câncer e a invers ão das características sexuais : o homem se afemina e a mulher se masculiniza. O que ainda não se sabe é qual dose produz esses efeitos . Há pessoas que tomam isso exageradamente há cinco anos e essas reações ainda não apareceram. Outras tomaram dez ampolas e apresentaram os resultados negativos . Como qualquer droga, há uma sensibilidade individual para cada pessoa.

Anabolizantes x suplementos

A mídia divulgou tanto os malefícios desta droga que hoje em dia há bons professores que oferecem aminoácidos , suplementos e determinadas proteínas e as pessoas têm medo de tomar, achando que estes produtos também são anabolizantes , o que não é verdade. De qualquer maneira, isso acabou sendo bom porque conscientizou os jovens sobre o uso dos esteróides anabólicos . Mesmo esses suplementos não são necess ários para todo mundo e s ó devem ser utilizados quando indicados por um profissional ético. Um jovem que quer desenvolver um físico mais forte e ter um aproveitamento melhor dos exercícios que ele faz na academia pode se beneficiar muito desses suplementos . Já os que freqüentam a academia para perder peso não têm necessidade. Aqueles que praticam exercícios há algum tempo, mas agora estão mais estressados e cansados devido à sobrecarga de atividades , precisam de determinados tipos de suplementos . Não dá mais para generalizar. O complemento certo vai variar muito com a idade, com o que a pessoa quer, o esporte que ela pratica e com as taxas hormonais do seu corpo. Todas essas questões demandam auxílio de um médico que dirá se a pessoa precisa ou não do suplemento, de qual, e o mais importante: qual a dose é necess ária.

Quem vende essas coisas quer vender pelo máximo, mas não há essa necessidade. Às vezes , você pode estar sobrecarregando o seu fígado, que irá metabolizar tudo isso, e também o seu bolso, jogando dinheiro fora. Lembre-se: o excesso sai pela urina. O médico de medicina esportiva tem uma cabeça mais aberta para poder entender o problema dessa pessoa e lhe dar o caminho mais acertado.

Enfim, antes de começar a corrida na busca dos músculos , escolha muito bem a academia, pesquise a formação moral do professor, não aceite nada que venha com esse rótulo de causar maravilhas e, se tiver vontade de tomar algo, procure um professor ético ou um médico especializado em medicina esportiva e diga que deseja melhorar o seu rendimento e esteja sempre atento ao que lhe oferecem

Autor: Dr Osmar de Oliveira

Fonte: http://suplementosesportivos.wordpress.com/

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this