Sign in to follow this  
pipo

Irmãos Tye e Kade Ruotolo trocam ADCC por torneio de US$ 1 mi

Recommended Posts

 

Tye e Kade Ruotolo são mais novos destaques do jiu-jítsu a trocar competição prestigiosa de luta agarrada por campeonato concorrente promovido no mesmo fim de semana e cidade

 

Imagine o seguinte cenário: Simone Biles e Rebeca Andrade decidem não competir nas Olimpíadas de Paris para participar de um novo evento de ginástica, com premiação milionária, realizado na mesma data e cidade. Guardadas as devidas proporções, é o que está acontecendo no mundo da luta agarrada neste momento. Nesta quarta-feira, os irmãos Kade e Tye Ruotolo anunciaram oficialmente que não disputarão o Mundial do ADCC, torneio mais prestigiado do esporte, para participar do Craig Jones Invitational (CJI), marcado para a mesma época, também em Las Vegas, onde lutarão por um prêmio de US$ 1 milhão (cerca de R$ 5,4 milhões).

 

O ADCC, sigla para Abu Dhabi Combat Club, é uma organização fundada pelo xeique Tahnoun Bin Zayed Al Nahyan, dos Emirados Árabes Unidos, e pelo professor de jiu-jítsu Nelson Monteiro em 1998. Desde então, o campeonato se notabilizou por reunir praticantes das mais diversas formas de luta agarrada: jiu-jítsu, luta estilo livre, luta greco-romana, sambo, sumô e judô, entre outros. Nomes como Royler Gracie, Mark Kerr, Roger Gracie, Ronaldo Jacaré, Zé Mario Sperry, Ricardo Arona, Fabricio Werdum, André Galvão, Marcus Buchecha e Gordon Ryan foram campeões do Mundial.A edição de 2024 está marcada para os dias 17 e 18 de agosto, na T-Mobile Arena de Las Vegas. Porém, é aí que entra Craig Jones, um lutador australiano que foi duas vezes medalhista de prata no Mundial do ADCC. O popular e polêmico competidor anunciou em maio que, em protesto contra as baixas premiações dadas pela organização, montaria seu próprio campeonato, o Craig Jones Invitational, marcado para os dias 16 e 17 de agosto, no Thomas & Mack Center, na mesma cidade. Com apenas duas categorias - até 80kg e acima de 80kg - o torneio terá 16 competidores em cada chave e promete pagar US$ 10 mil (cerca de R$ 54 mil), mesmo prêmio dado aos campeões do ADCC, só pela participação. Os campeões receberão US$ 1 milhão cada.

 

A premiação milionária, algo raríssimo no jiu-jítsu, fez vários grandes nomes da modalidade largarem o ADCC para se juntar ao CJI: campeões mundiais como Renato Canuto, Fellipe Andrew, Lucas Barbosa e Victor Hugo, e outros grandes competidores como Nicky Rodriguez, João Gabriel Rocha e Roberto Jimenez. Nomes consagrados no MMA, como Luke Rockhold e Mackenzie Dern (esta numa superluta contra Ffion Davies) também reforçaram o elenco. Os irmãos Ruotolo, porém, são talvez a maior aquisição do CJI. Os dois estão entre os maiores astros do jiu-jítsu na atualidade: Tye foi campeão mundial na faixa-preta em 2022, e Kade venceu o Mundial do ADCC no mesmo ano. A dupla atualmente tem contrato com o ONE Championship, onde Tye é o campeão peso-meio-médio e Kade é o campeão peso-leve de luta agarrada. Eles têm liberação para competir nos Mundiais da Federação Internacional de Jiu-Jítsu (IBJJF) e do ADCC. Porém, citaram o prêmio milionário como um dos motivos para optar pelo CJI desta vez.

- Há alguns motivos. A primeira delas, não quero ser óbvio, mas um milhão de dólares é um milhão de dólares. É muito dinheiro. O ADCC tem a honra e o prestígio, mas com esse CJI chegando, muitos dos melhores nomes e competidores já saíram e foram para essa nova divisão. Outra coisa é que eu e meu irmão podemos competir na mesma divisão de lados diferentes - imagino que meu irmão vai estar de um lado da chave, eu estarei no outro, na (categoria) até 80kg, então se tudo der certo, nos encontraremos na final e fazer uma grande guerra - contou Kade Ruotolo ao podcast "The MMA Hour".

Apesar das perdas, o organizador do Mundial do ADCC, Mo Jassem, se mantém otimista que o evento será um sucesso. Após realizar a edição de 2022 no Thomas & Mack Center, com capacidade para 13 mil pessoas, o torneio acontecerá em 2024 na T-Mobile Arena, um ginásio maior que costumeiramente sedia cards do UFC, e a expectativa é que 14 mil pessoas compareçam a cada um dos dois dias da competição.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Fico imaginando se esse torneio tem condições de ter um bom lucro. Pq oferecer 1 milhão por campeão é difícil... Vai vender muito ingresso e pay perview?  O One por exemplo oferece umas bolsas legais pra lutadores de renome mas olha o quanto já estão no prejuízo 

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, afterforever disse:

Fico imaginando se esse torneio tem condições de ter um bom lucro. Pq oferecer 1 milhão por campeão é difícil... Vai vender muito ingresso e pay perview?  O One por exemplo oferece umas bolsas legais pra lutadores de renome mas olha o quanto já estão no prejuízo 

deve ter um grande patrocinador por tras

Share this post


Link to post
Share on other sites

e te digo, ADCC é história..

U$ 1 mi é garantir a vida

os irmãos sabem que tem tudo pra vencer.. ano que vem volta pro ADCC

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, pipo disse:

e te digo, ADCC é história..

U$ 1 mi é garantir a vida

os irmãos sabem que tem tudo pra vencer.. ano que vem volta pro ADCC

Acho que tem de correr atrás do que eles querem mesmo. Ganhar dinheiro,conquistar os títulos,lutar MMA,o que for... São novos e tem muito a vencer 

Share this post


Link to post
Share on other sites

O ADCC paga 10 mil pro campeão??

Aí é sacanagem tbm né.. Eu e minha turma de amigos fazemos um bolão no cartola, a 100 reais de cada e paga 2 mil pro campeão kkk

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não sei, já deveria ter aparecido o nome do patrocinador. Mas não sei, está me parecendo uma roubada ou alguma jogada de marketing. 

ADCC tem a tradição, pode pagar melhor certamente, mas o atleta sabe o que vai encontrar e sabe o que vai receber.

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, smd disse:

Não sei, já deveria ter aparecido o nome do patrocinador. Mas não sei, está me parecendo uma roubada ou alguma jogada de marketing. 

ADCC tem a tradição, pode pagar melhor certamente, mas o atleta sabe o que vai encontrar e sabe o que vai receber.

O Craig é respeitado nos EUA. Até a Mackenzie vai lutar

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mais eventos ,mais dinheiro para os profissionais e por aí vai!!  Esporte vai crescendo e isso é bom pra quem luta e quem assiste 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Um deles estreou bem no MMA estes dias no One...e tão certos, correr atrás de onde vão pagar melhor

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 minutos atrás, João P disse:

Um deles estreou bem no MMA estes dias no One...e tão certos, correr atrás de onde vão pagar melhor

Foi o Kade.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 6/21/2024 at 8:05 AM, pipo disse:

e te digo, ADCC é história..

U$ 1 mi é garantir a vida

os irmãos sabem que tem tudo pra vencer.. ano que vem volta pro ADCC

No Brasil sim, lá nos eua duvido que dê pra parar de trabalhar com esse dinheiro 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Goosebumps disse:

No Brasil sim, lá nos eua duvido que dê pra parar de trabalhar com esse dinheiro 

 

Como assim? Se não der pra parar de trabalhar já é meio caminho andado pra poder parar, é muito dinheiro.

Vamos supor que não dê pra parar de trabalhar vencendo o primeiro torneio, é só esperar a segunda edição e vencer tbm, aí já dá pra botar o burro na sombra.

Mas hoje em dia a maioria das pessoas em geral e isso inclui lutadores entenderam que parar de trabalhar não é mais a melhor opção, todo mundo quer se sentir útil, a grana é só pra trazer mais qualidade de vida.

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Goosebumps disse:

No Brasil sim, lá nos eua duvido que dê pra parar de trabalhar com esse dinheiro 

 

imagine se ganhar os U$ 10k do ADCC

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
7 horas atrás, Ultimate Fighter disse:

Como assim? Se não der pra parar de trabalhar já é meio caminho andado pra poder parar, é muito dinheiro.

Vamos supor que não dê pra parar de trabalhar vencendo o primeiro torneio, é só esperar a segunda edição e vencer tbm, aí já dá pra botar o burro na sombra.

Mas hoje em dia a maioria das pessoas em geral e isso inclui lutadores entenderam que parar de trabalhar não é mais a melhor opção, todo mundo quer se sentir útil, a grana é só pra trazer mais qualidade de vida.

 Digo com relação a valores né, com 1 milhao lá acho difícil manter o padrão, custo de vida, preparações, suplementos, tudo que um atleta de alto nível precisa.

aqui esse 1 milhão são 5 milhões, aí já muda a coisa kkk

7 horas atrás, pipo disse:

imagine se ganhar os U$ 10k do ADCC

kkkk verdade, não paga nem o camp e a preparação em geral. mas acredito que as bolsas tenham melhorado, antes todos os tops do wrestling e jiu jitsu queriam ir pro mma. Hoje já não é bem assim 

Edited by Goosebumps

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this