Sign in to follow this  
pipo

Thiago 'Marreta' promete volta por cima no UFC e revela frustração: 'Estou chateado comigo mesmo'

Recommended Posts

 

Em entrevista à Ag. Fight, ‘Marreta’ admitiu que trabalha em busca de uma nova forma de se apresentar dentro do octógono do UFC e revelou frustração


Desde que estreou no UFC em 2013, Thiago ‘Marreta’ sempre foi conhecido por ser um lutador agressivo, com um alto poder de nocaute. E não é por menos, pois o lutador de MMA brasileiro tem 11 triunfos por nocaute na organização. No entanto, atualmente, o atleta atravessa um momento delicado na companhia e acumula quatro derrotas em suas últimas cinco apresentações.

Por isso, os fãs podem ver em breve uma mudança de postura do carioca.

Em entrevista à Ag. Fight, ‘Marreta’ admitiu que trabalha em busca de uma nova forma de se apresentar dentro do octógono e que isso demanda certo tempo até que ele consiga achar a medida ideal.

Com 38 anos, sendo 12 no MMA profissional, o lutador adiantou que não procura mais atuar da maneira quando começou na modalidade e, sendo assim, planeja aliar sua experiência com a agressividade de costume.

“Estou observando o que posso corrigir, adaptar ao meu momento, minha idade. É ver a melhor forma de atuar bem, não querendo ser o que eu era, mas dar o meu melhor no que tenho agora. Mesmo que devagar, tenho visto progresso a cada luta, me sentindo melhor. Não vejo que esteja ladeira abaixo, sendo finalizado ou nocauteado. Tenho que achar um meio termo. É usar a experiência que tenho, mas sem deixar de lado meu poder de nocaute, de definir a luta. Não posso abrir mão disso”, afirmou o atleta.|

 

Por ter alcançado o sucesso em 2019, quando lutou pelo cinturão dos meio-pesados (93 kg) e, mesmo com lesões nos joelhos esteve perto de vencer Jon Jones, ‘Marreta’ admitiu que sabe que sempre vai existir uma expectativa para que ele atinja resultados expressivos, mas tratou de afastar essa pressão em cima dos seus ombros. 

“Estou chateado comigo mesmo, um pouco frustrado, mas tenho consciência que os níveis de luta que enfrentei aquela época não são o mesmo de hoje. Então não podemos comparar. Estou enfrentando os melhores dos meio-pesados e aquela ascensão que tive uma parte foi nos médios e nos meio-pesados. Agora enfrento rivais mais jovens, tops. Então não podemos querer que as coisas sejam da mesma forma. O nível é outro, o momento é outro, venho de lesões, então eu entendo isso”, explicou o carioca.

Apesar da má fase inédita em sua carreira no MMA, o ex-integrante do TUF Brasil 1 evita abaixar a cabeça e não se entrega.

Com a ideia de voltar a atuar em julho deste ano, cerca de três meses após o nascimento de sua filha Alisa com a também lutadora Yana Kunitskaya, ‘Marreta’ mandou um recado para os fãs e prometeu se recuperar.

“Podem ter certeza que vou dar a volta por cima. Desde criança tive obstáculos na minha vida e superei. Tenho certeza que é uma fase que eu tinha que passar, porque sei que se fosse com outras pessoas, elas já tinham parado, por todas as dificuldades que enfrentei e ainda estou enfrentando. Mas não falo porque não gosto de contar história triste. Vou dar a volta por cima mais uma vez e vocês podem confiar”, completou.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Se ele esta chateado com ele mesmo .agora Acho que Vai .kkk

Share this post


Link to post
Share on other sites

Mais uma para o PVT: Marreta chateado com ele mesmo.

 

Brincadeiras a parte, muito difícil lutar no nível que estava lutando antes das lesões.

O estilo de luta dele é um só e depois dessas lesões acho que ele perdeu a confiança. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora, Thiago Dutra disse:

Mais uma para o PVT: Marreta chateado com ele mesmo.

 

Brincadeiras a parte, muito difícil lutar no nível que estava lutando antes das lesões.

O estilo de luta dele é um só e depois dessas lesões acho que ele perdeu a confiança. 

Há outra explicação possível: aquela ascensão pode ter sido  lampejo tbm. Bom lutador e tal, mas acho que o atípico foi ter lutado daquela forma contra o JJ e as vitórias em sequência na divisão de cima - o normal dele é isso aí. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Marreta sempre bate nessa tecla da idade parece comigo e sou consideravelmente  mais novo kkk, @masterblaster sempre fala comigo, não  se limite.

Marreta  na verdade  sempre foi isso aí,  pegou fases boas, teve sorte de encaixa golpes em algumas lutas, mas o Jan pegar ele  condições  normais  da morte.. àquilo foi zebra, a performance  com o Jones também  foi seu dia.

Enfim  foi longe demais pra mim até venceu o Jon Jones  mas ali já foi , perna lesão,  adversários pegaram o jogo é um chutado, não  tem boxe, não  tem chão  ou wrestling.

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 horas atrás, NEGO DÁGUA disse:

Marreta sempre bate nessa tecla da idade parece comigo e sou consideravelmente  mais novo kkk, @masterblaster sempre fala comigo, não  se limite.

Marreta  na verdade  sempre foi isso aí,  pegou fases boas, teve sorte de encaixa golpes em algumas lutas, mas o Jan pegar ele  condições  normais  da morte.. àquilo foi zebra, a performance  com o Jones também  foi seu dia.

Enfim  foi longe demais pra mim até venceu o Jon Jones  mas ali já foi , perna lesão,  adversários pegaram o jogo é um chutado, não  tem boxe, não  tem chão  ou wrestling.

 

 

 

Nego, teu corpo e tua cabeça te limitam muito mais do que sua idade. Quando você acumula muitas lesões que não consegue tratar, ou quando desanima e fica preguiçoso ou avesso a aprender coisas novas ou mudar seu jogo para melhor, ou mesmo sente o peso da idade, aí já era. Mas enquanto você se sentir disposto e apto, você não vai parar. Isso é uma questão de condicionamento físico e muito mental, principalmente. Porque seu corpo não carrega sua mente, mas sua mente carrega seu corpo. Por isso bato nessa tecla de não se limitar, porque a cabeça pode limitar, e muito.

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 minutos atrás, masterblaster disse:

Nego, teu corpo e tua cabeça te limitam muito mais do que sua idade. Quando você acumula muitas lesões que não consegue tratar, ou quando desanima e fica preguiçoso ou avesso a aprender coisas novas ou mudar seu jogo para melhor, ou mesmo sente o peso da idade, aí já era. Mas enquanto você se sentir disposto e apto, você não vai parar. Isso é uma questão de condicionamento físico e muito mental, principalmente. Porque seu corpo não carrega sua mente, mas sua mente carrega seu corpo. Por isso bato nessa tecla de não se limitar, porque a cabeça pode limitar, e muito.

perfeito

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 4/29/2022 at 9:38 AM, masterblaster disse:

Nego, teu corpo e tua cabeça te limitam muito mais do que sua idade. Quando você acumula muitas lesões que não consegue tratar, ou quando desanima e fica preguiçoso ou avesso a aprender coisas novas ou mudar seu jogo para melhor, ou mesmo sente o peso da idade, aí já era. Mas enquanto você se sentir disposto e apto, você não vai parar. Isso é uma questão de condicionamento físico e muito mental, principalmente. Porque seu corpo não carrega sua mente, mas sua mente carrega seu corpo. Por isso bato nessa tecla de não se limitar, porque a cabeça pode limitar, e muito.

Eu durante muitos anos não me "importei" em treinar mais forte porque tenho 11 cirurgias ortopédicas que me limitam fisicamente em alguns aspectos...foquei muito mais em estudo e trabalho durante estes anos e não me arrependo mas é isto aí, quando a mente tá forte, equilibramos melhor os aspectos da nossa vida e aprendemos a nos adaptar, mudar o jogo e continuar evoluindo em tudo, inclusive no hobby da luta. A maturidade ajuda tbm neste sentido.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 4/29/2022 at 9:38 AM, masterblaster disse:

Nego, teu corpo e tua cabeça te limitam muito mais do que sua idade. Quando você acumula muitas lesões que não consegue tratar, ou quando desanima e fica preguiçoso ou avesso a aprender coisas novas ou mudar seu jogo para melhor, ou mesmo sente o peso da idade, aí já era. Mas enquanto você se sentir disposto e apto, você não vai parar. Isso é uma questão de condicionamento físico e muito mental, principalmente. Porque seu corpo não carrega sua mente, mas sua mente carrega seu corpo. Por isso bato nessa tecla de não se limitar, porque a cabeça pode limitar, e muito.

Sim pura verdade  tenho exemplo  dentro de casa. 

Minha mãe começou a correr  eu acho que próximo aos 50 anos, hj tem 56 ou 57  , começou a me acompanhar  eu corria e ela andava.

Hj passa voando por mim não  tenho condições mesmo.

Ela faz 15 km super forte , corre maratonas  e fica entre 8 ou 10 independente  de idade na categoria  dela sobra.

Um técnico  de corrida falou que ela jovem seria top no Brasil  e na idade dela seria até hj, porém trabalha  muito e não tem como ficar viajando. 

Eu só participei de 2 isso a uns 10 anos e fui super mal só completei  , não  tenho esse pique  não..

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 4/30/2022 at 7:17 PM, NEGO DÁGUA disse:

Sim pura verdade  tenho exemplo  dentro de casa. 

Minha mãe começou a correr  eu acho que próximo aos 50 anos, hj tem 56 ou 57  , começou a me acompanhar  eu corria e ela andava.

Hj passa voando por mim não  tenho condições mesmo.

Ela faz 15 km super forte , corre maratonas  e fica entre 8 ou 10 independente  de idade na categoria  dela sobra.

Um técnico  de corrida falou que ela jovem seria top no Brasil  e na idade dela seria até hj, porém trabalha  muito e não tem como ficar viajando. 

Eu só participei de 2 isso a uns 10 anos e fui super mal só completei  , não  tenho esse pique  não..

Cara, sua mãe está de parabéns, que guerreira! E você já tem o DNA de presente, aproveita o exemplo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Marreta é um cara pra mim que tem que tirar o chapéu...muito esforçado, trabalhador, humilde, um verdadeiro exemplo mas acho que não dá mais pra ele, ele chegou num ponto da carreira com as lesões que teve, idade, batalhas acumuladas que ele nunca mais vai voltar pro prime dele, que aliás ele chegou longe demais em função da clara limitação técnica que ele tem em todos os aspectos do jogo.

Tem que fazer um pé de meia, pegar umas lutas mais tranquilas até o final do contrato e aposentar bem de vida e com saúde ainda pra poder curtir a velhice. Se ele foi inteligente conseguiu construir um bom patrimômio, investiu nas coisas certas não vai ter problemas mais pra frente.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this