Sign in to follow this  
André Filho

Quando um astro americano desafiou o TERR0R do vale tudo BR (Chuck Liddell VS PeIé Landi / 1998)

Recommended Posts

9 horas atrás, Daniel Mendoza disse:

Bater em lutador que já desistiu, bater depois que já acabou a luta e que ele mesmo desistiu, golpes ilegais, provocações muito além do nível do aceitável, arrumar confusões antes, durante ou depois das lutas incontáveis vezes. Isso falando só das questões em cima do ringue, deixando as confusões fora do ringue de lado. Estive revendo os principais eventos de vale tudo e mma dos anos 90 e começo dos anos 2000 em ordem cronológica há um tempo atrás, e vi muitas lutas do Pelé. É absurdo a quantidade de vezes que o Pelé faz coisas desse tipo, tanto no Brasil como na gringa. Eu não tenho a menor dúvida que ele teria sido muito maior se não fosse essas atitudes que certamente limitaram as chances que teve em eventos maiores. 

Bizarro. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
10 horas atrás, Daniel Mendoza disse:

Bater em lutador que já desistiu, bater depois que já acabou a luta e que ele mesmo desistiu, golpes ilegais, provocações muito além do nível do aceitável, arrumar confusões antes, durante ou depois das lutas incontáveis vezes. Isso falando só das questões em cima do ringue, deixando as confusões fora do ringue de lado. Estive revendo os principais eventos de vale tudo e mma dos anos 90 e começo dos anos 2000 em ordem cronológica há um tempo atrás, e vi muitas lutas do Pelé. É absurdo a quantidade de vezes que o Pelé faz coisas desse tipo, tanto no Brasil como na gringa. Eu não tenho a menor dúvida que ele teria sido muito maior se não fosse essas atitudes que certamente limitaram as chances que teve em eventos maiores. 

vc ta certissímo

ele podia ser um cara hj reconhecido e respeitado em todo canto

mas fez muita merda

arrogante pra caralho

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 horas atrás, Tuninho disse:

Daniel quais eram as atitudes?  

Sempre fui fã do estilo agressivo do Pele e CB, mas estou por fora disso. Ate pq so consegui acompanhar MMA a partir de 2003 no PRIDE, epoca de WAND Vs Saku

Alias PELE Vs (aquele  brazillain killer) Alex Stebiling algo assim kkk.

 

Quem enfrentou (e destruiu, por sinal) o Alex Stiebling foi o Anderson Silva, no Pride.

Share this post


Link to post
Share on other sites
10 horas atrás, Daniel Mendoza disse:

Bater em lutador que já desistiu, bater depois que já acabou a luta e que ele mesmo desistiu, golpes ilegais, provocações muito além do nível do aceitável, arrumar confusões antes, durante ou depois das lutas incontáveis vezes. Isso falando só das questões em cima do ringue, deixando as confusões fora do ringue de lado. Estive revendo os principais eventos de vale tudo e mma dos anos 90 e começo dos anos 2000 em ordem cronológica há um tempo atrás, e vi muitas lutas do Pelé. É absurdo a quantidade de vezes que o Pelé faz coisas desse tipo, tanto no Brasil como na gringa. Eu não tenho a menor dúvida que ele teria sido muito maior se não fosse essas atitudes que certamente limitaram as chances que teve em eventos maiores. 

Irmão, eu não sei até onde essas atitudes do Pelé limitaram sua presença em eventos maiores, não.

Tivemos (e ainda temos) lutadores que fizeram igual, ou até foram piores que o Pelé, e estavam sempre presentes nos maiores eventos, como Tank Abbott, Kimbo Slice, Vinny Pezão, Yoel Romero, Chael Sonnen, Conor McGregor e Colby Covington, que além de não perderem seus empregos, volta e meia são presenteados com disputas de cinturão...

E veja bem, se reparar nos nomes citados, verá que usei exemplos diversos de lutadores que usam golpes ilegais, ou que desrespeitam seus oponentes, ou que têm postura inadequada fora dos ringues.

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 minutos atrás, Raphael Rezende disse:

Irmão, eu não sei até onde essas atitudes do Pelé limitaram sua presença em eventos maiores, não.

Tivemos (e ainda temos) lutadores que fizeram igual, ou até foram piores que o Pelé, e estavam sempre presentes nos maiores eventos, como Tank Abbott, Kimbo Slice, Vinny Pezão, Yoel Romero, Chael Sonnen, Conor McGregor e Colby Covington, que além de não perderem seus empregos, volta e meia são presenteados com disputas de cinturão...

E veja bem, se reparar nos nomes citados, verá que usei exemplos diversos de lutadores que usam golpes ilegais, ou que desrespeitam seus oponentes, ou que têm postura inadequada fora dos ringues.

mas eram outros tempos, Rapha

eramos marginalizados ao extremo

lutador era visto como bandido da pior qualidade no Brasil na decada de 80, 90

Share this post


Link to post
Share on other sites
16 minutos atrás, Raphael Rezende disse:

Irmão, eu não sei até onde essas atitudes do Pelé limitaram sua presença em eventos maiores, não.

Tivemos (e ainda temos) lutadores que fizeram igual, ou até foram piores que o Pelé, e estavam sempre presentes nos maiores eventos, como Tank Abbott, Kimbo Slice, Vinny Pezão, Yoel Romero, Chael Sonnen, Conor McGregor e Colby Covington, que além de não perderem seus empregos, volta e meia são presenteados com disputas de cinturão...

E veja bem, se reparar nos nomes citados, verá que usei exemplos diversos de lutadores que usam golpes ilegais, ou que desrespeitam seus oponentes, ou que têm postura inadequada fora dos ringues.

Próprio  Renzi, pisou em 1996 na cabeça  de judoca nos EUA e sempre falou muita coisa agressiva, contexto da época  era outro. 

Lutador se vendua brabo, hoje internamente  tem um monte assim.

Quem pratica arte marcial,  geralmente  não é  santo, é  pra arranjar uma namorada,  se livrar do bullyng  ter um contexto  com a galera, dizer que faço  luta mas não  gosto  de briga meio piegas.

Nos gostamos de MMA  na verdade  é  uma rinha humana de 2 homens  se batendo e mais inteligente  dos homens param pra ver. 

Na verdade,  isso desde do início da humanidade é  assim, colégio  , faculdade,  trabalho  todos gostam de ser amigo ou admirar o cara bom de porrada .., isso é  desde do início da humanidade aonde éramos sei lá 6 mil na planície  africana segundo a própria ciência  e contexto religioso, se mostram guerras e brigas , e suas tribos tinham os melhores  guerreiros, as artes  marciais  de combate nasceram  aí. 

Sobre os lutadores é  índole é  o professor  identificar  que esse mau elemento fora daqui ter esss sensibilidade,  mas o professor  que resultado,  título e etc, as vezes incentiva... enfim , estou falando  alguma besteira?

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 minutos atrás, pipo disse:

mas eram outros tempos, Rapha

eramos marginalizados ao extremo

lutador era visto como bandido da pior qualidade no Brasil na decada de 80, 90

Man na boa vc tá  a mais tempo que até hoje...

Vc é lutador?

Trabalha com o que?

Hoje o professor tem certa glamour  por puxa manopla  pra rico...

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
21 horas atrás, Daniel Mendoza disse:

Eu sou extremamente crítico a posturas criminosas e desonestas do Pelé no ringues e após as lutas. E passada de pano usando "época" como desculpa não é aceitável, diversos outros da mesma época não fizeram nem 5% do que ele fez em grandes e pequenos eventos.

Depois ele se faz de injustiçado e alguns compram, mas para mim ele pagou o preço por essas atitudes dele e deixou de receber mais chances por isso em grandes eventos. No pride mesmo ele fez as palhaçada dele pós luta, e não lutou mais lá depois disso. Não acho que seja coincidência.

E apesar de eu achar que ele é essas atitudes dele devam ser tratadas sem nenhum romantismo, isso tudo não tira o mérito dele como lutador e seu papel histórico no vale tudo brasileiro.

Nessa luta ele sentiu demais a desvantagem de tamanho e a extensão da luta, se me lembro bem. Cansou bem, como sempre cansava, mas acredito que em especial pela força a mais que teve que fazer no corpo-a-corpo, sob desvantagem de tamanho. Lutou bem considerando a desvantagem é o cansaço.

É o que disse, colheu o que plantou. E pelo talento e seu auge sendo o melhor da sua categoria no mundo... o que ganhou de grana no MMA e reconhecimento foi bem menor do que era pra ser.

Só é conhecido pela galera hard core do mma no brasil e menos ainda fora do brasil.

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, pipo disse:

mas eram outros tempos, Rapha

eramos marginalizados ao extremo

lutador era visto como bandido da pior qualidade no Brasil na decada de 80, 90

Não enxergo desta forma, não.

Os tempos realmente eram outros, e eu levo isso pra minha visão: não tinha o "mimimi" de hoje, brigas nas ruas era algo "normal", então você via um cara como o Pelé, e não achava sua postura fora da realidade da época.

Pelé fez o que tinha que ser feito, se não foi mais longe, foi por causa de sua preparação, técnica e categoria - na realidade, ele foi bastante longe, foi campeão do WEC, foi campeão do IVC, foi campeão das duas primeiras edições do Brasileiro de Vale Tudo, e superou nomes como Pat Miletich, Macaco, Matt Hughes, Johil de Oliveira, Jorge Pereira, entre outros. Em seu auge, ter oportunidade de lutar no UFC era muito difícil, e passado isso, conseguiu se apresentar no Pride, mas já não era mais seu melhor momento.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, NEGO DÁGUA disse:

Man na boa vc tá  a mais tempo que até hoje...

Vc é lutador?

Trabalha com o que?

Hoje o professor tem certa glamour  por puxa manopla  pra rico...

 

Sou publicitário, Nego.

Trabalho na Unimed

Não me envolvo mais com luta. Nem visto mais meu kimono pra treinar com medo de me lesionar.

Sou atleta de crossfit hoje e levo muito a a sério. Viajo sempre competindo, ai sei que JJ só vai me arromba se eu inventar de treinar de novo

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 horas atrás, Raphael Rezende disse:

Quem enfrentou (e destruiu, por sinal) o Alex Stiebling foi o Anderson Silva, no Pride.

vish falei besteira, obrigado!! 

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 horas atrás, Raphael Rezende disse:

Irmão, eu não sei até onde essas atitudes do Pelé limitaram sua presença em eventos maiores, não.

Tivemos (e ainda temos) lutadores que fizeram igual, ou até foram piores que o Pelé, e estavam sempre presentes nos maiores eventos, como Tank Abbott, Kimbo Slice, Vinny Pezão, Yoel Romero, Chael Sonnen, Conor McGregor e Colby Covington, que além de não perderem seus empregos, volta e meia são presenteados com disputas de cinturão...

E veja bem, se reparar nos nomes citados, verá que usei exemplos diversos de lutadores que usam golpes ilegais, ou que desrespeitam seus oponentes, ou que têm postura inadequada fora dos ringues.

Pode ser que esteja certo sim, meu caro, e que isso não tenha influenciado em nada, ou que outros fatores tenham tido maior influência. Seja por "boicotes internos" como - salve engano - ele já deu e entender em entrevistas ou mesmo limitações dele enquanto lutador: o gás, por exemplo, sempre foi uma questão para o Pelé, e até mesmo esse próprio emocional facilmente abalado, perdendo o controle fácil, o atrapalhou em algumas lutas. E ele também perdeu algumas lutas "chaves" na carreira, isso pode ter limitado essas chances. Mas sei lá, nada me tira da cabeça que se não fossem essas atitudes e fama dele, ele poderia sim ter tido mais chances no Pride, por exemplo ou até mesmo no UFC. No Pride, na primiera luta ele quase venceu no começo  com um golpe, mas não aproveitou e acabou sendo dominado depois no chão, e na segunda, contra o Carlos Newton, ele fez uma boa, e o Newton que já era um lutador renomado, ex campeão do UFC. Apesar de perder "rápido", foi uma boa luta. Nessa o Newton o provocou muito tbm, mas depois da luta o Pelé arrumou confusão e dali já não lutou mais no Pride. E assim, tem diversos atletas piores que ele que tiveram várias derrotas seguidas e seguiram lutando no Pride. Com a CB com a moral que estava, ele não lutar mais lá, eu acho estranho. 

Eu sinceramente acho que os nomes que você citou nem se comparam com as maiores merdas que o Pelé fazia, a meu ver,  que era isso de bater depois que a luta já acabou. Seja porrada, tapa, cabeçada, golpes 'disfarçados', etc., pra mim era o mais absurdo e condenável, e ele fazia isso demais. De cabeça só me lembro do Gilbert Yvel fazendo coisas do tipo repetidamente. Nenhum que citou é santo e mesmo dentro do ringue aprontaram as suas, mas assim, nisso que citei, nem se comparam com o Pelé. Outros já fizeram isso que citei tbm, mas foram exceções na carreira. O Pelé fazia demais, c vê que o cara levava a luta como se fosse uma briga pessoal, quantidade de vezes que os corners tinham que entrar após as lutas do Pelé para separar confusão dele é absurda para um atleta profissional de alto nível. Não condizia com o esporte, e me refiro ao esporte na época mesmo.

Rolava tretas assim vez ou outras nos eventos, mas com ele era com frequência. Não tem como eventos maiores quererem um atleta que pode fazer isso em um ppv ou sendo televisionado. Hoje compensa pq traz muito luvro, o esporte já se consolidou, mas na época o esporte nãp girava tanta grana como hoje e ainda sofria ainda muito preconceito. Uma coisa é coisa é eventos menor e regional ter essas confusões e figuras que sempre aprontam, coisa que até "outro dia" ainda tinha bastante, seja por rinchas de academia ou o que for, etc., mas outra é um lutador do calibre dele sempre estar envolvido em coisas desse tipo em cima do ringue, até mesmo em eventos a nível mundial. Aí não dá. Acho pouco provável que isso não tenha influenciado, mesmo que não tenha sido o fator mais determinante.

Mas assim, que conste que deixando o juízo de valor das atitudes em cima do ringe de lado, o cara enquanto lutador foi sinistro. Foi o melhor - no mínimo um dos melhores -  do mundo no peso em certa época. Venceu o Pat Miletich quando este era campeão do UFC, visto por lá como uma lenda, e venceu o Matt Hughes no mesmo ano que esse foi campeão do UFC. E apesar de limitações técnicas, etc., coisa que todo lutador tem, teve um papel fundamental na história do vale tudo curitibano e brasileiro, e tinha muitos méritos técnicos e quanto a raça e tenacidade.
 

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 horas atrás, Daniel Mendoza disse:

Pode ser que esteja certo sim, meu caro, e que isso não tenha influenciado em nada, ou que outros fatores tenham tido maior influência. Seja por "boicotes internos" como - salve engano - ele já deu e entender em entrevistas ou mesmo limitações dele enquanto lutador: o gás, por exemplo, sempre foi uma questão para o Pelé, e até mesmo esse próprio emocional facilmente abalado, perdendo o controle fácil, o atrapalhou em algumas lutas. E ele também perdeu algumas lutas "chaves" na carreira, isso pode ter limitado essas chances. Mas sei lá, nada me tira da cabeça que se não fossem essas atitudes e fama dele, ele poderia sim ter tido mais chances no Pride, por exemplo ou até mesmo no UFC. No Pride, na primiera luta ele quase venceu no começo  com um golpe, mas não aproveitou e acabou sendo dominado depois no chão, e na segunda, contra o Carlos Newton, ele fez uma boa, e o Newton que já era um lutador renomado, ex campeão do UFC. Apesar de perder "rápido", foi uma boa luta. Nessa o Newton o provocou muito tbm, mas depois da luta o Pelé arrumou confusão e dali já não lutou mais no Pride. E assim, tem diversos atletas piores que ele que tiveram várias derrotas seguidas e seguiram lutando no Pride. Com a CB com a moral que estava, ele não lutar mais lá, eu acho estranho. 

Eu sinceramente acho que os nomes que você citou nem se comparam com as maiores merdas que o Pelé fazia, a meu ver,  que era isso de bater depois que a luta já acabou. Seja porrada, tapa, cabeçada, golpes 'disfarçados', etc., pra mim era o mais absurdo e condenável, e ele fazia isso demais. De cabeça só me lembro do Gilbert Yvel fazendo coisas do tipo repetidamente. Nenhum que citou é santo e mesmo dentro do ringue aprontaram as suas, mas assim, nisso que citei, nem se comparam com o Pelé. Outros já fizeram isso que citei tbm, mas foram exceções na carreira. O Pelé fazia demais, c vê que o cara levava a luta como se fosse uma briga pessoal, quantidade de vezes que os corners tinham que entrar após as lutas do Pelé para separar confusão dele é absurda para um atleta profissional de alto nível. Não condizia com o esporte, e me refiro ao esporte na época mesmo.

Rolava tretas assim vez ou outras nos eventos, mas com ele era com frequência. Não tem como eventos maiores quererem um atleta que pode fazer isso em um ppv ou sendo televisionado. Hoje compensa pq traz muito luvro, o esporte já se consolidou, mas na época o esporte nãp girava tanta grana como hoje e ainda sofria ainda muito preconceito. Uma coisa é coisa é eventos menor e regional ter essas confusões e figuras que sempre aprontam, coisa que até "outro dia" ainda tinha bastante, seja por rinchas de academia ou o que for, etc., mas outra é um lutador do calibre dele sempre estar envolvido em coisas desse tipo em cima do ringue, até mesmo em eventos a nível mundial. Aí não dá. Acho pouco provável que isso não tenha influenciado, mesmo que não tenha sido o fator mais determinante.

Mas assim, que conste que deixando o juízo de valor das atitudes em cima do ringe de lado, o cara enquanto lutador foi sinistro. Foi o melhor - no mínimo um dos melhores -  do mundo no peso em certa época. Venceu o Pat Miletich quando este era campeão do UFC, visto por lá como uma lenda, e venceu o Matt Hughes no mesmo ano que esse foi campeão do UFC. E apesar de limitações técnicas, etc., coisa que todo lutador tem, teve um papel fundamental na história do vale tudo curitibano e brasileiro, e tinha muitos méritos técnicos e quanto a raça e tenacidade.
 

Entendi seu ponto. Realmente isto pode ter sido realmente mas acho que o maior peso pra ele não ter tido mais sucesso foi que o Rudimar deu uma boicotada nele sim (não sei os motivos e não estou julgando) e o auge dele foi final dos anos 90 até 2001, uma época chave da transição de um esporte que não tinha tanta visibilidade, era marginalizado ao extremo para a era Pride que mudou tudo. O Pride tava começando no auge dele e nas lutas que ele fez lá já tinha passado um pouco do auge e realmente ele perdeu algumas ali, teve umas atitudes ruins, na época o Rudimar tava construindo a moral com os japas...enfim, ele foi o cara na hora errada. Idade não tem nada a ver com auge principalmente naquela época de cabeçadas e gp.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
Em 3/17/2022 at 3:19 AM, Daniel Mendoza disse:

Eu sou extremamente crítico a posturas criminosas e desonestas do Pelé no ringues e após as lutas. E passada de pano usando "época" como desculpa não é aceitável, diversos outros da mesma época não fizeram nem 5% do que ele fez em grandes e pequenos eventos.

Depois ele se faz de injustiçado e alguns compram, mas para mim ele pagou o preço por essas atitudes dele e deixou de receber mais chances por isso em grandes eventos. No pride mesmo ele fez as palhaçada dele pós luta, e não lutou mais lá depois disso. Não acho que seja coincidência.

E apesar de eu achar que ele é essas atitudes dele devam ser tratadas sem nenhum romantismo, isso tudo não tira o mérito dele como lutador e seu papel histórico no vale tudo brasileiro.

Nessa luta ele sentiu demais a desvantagem de tamanho e a extensão da luta, se me lembro bem. Cansou bem, como sempre cansava, mas acredito que em especial pela força a mais que teve que fazer no corpo-a-corpo, sob desvantagem de tamanho. Lutou bem considerando a desvantagem é o cansaço.

Disse muito, as pessoas fazem as coisas e acham que não vai haver consequências.  A memoria e' curta em muitos mas não em todos. E' a "lei não escrita" que opera no silencio e no passar do tempo. Poderia ter ido longe sim, mas são coisas que nunca foram polidas, e certas companhias não  o ajudaram. Enfim, dinheiro e fama ajudam, obviamente, mas não são a medida do verdadeiro sucesso, pelo menos do sucesso propagada pela narrativas mais comuns.  Valeu!

Edited by Gurkha

Share this post


Link to post
Share on other sites
18 minutos atrás, Gurkha disse:

Disse muito, as pessoas fazem as coisas e acham que não vai haver consequências.  A memoria e' curta em muitos mas não em todos. E' a "lei não escrita" que opera no silencio e no passar do tempo. Poderia ter ido longe sim, mas são coisas que nunca foram polidas, e certas companhias não  o ajudaram. Enfim, dinheiro e fama ajudam, obviamente, mas não são a medida do verdadeiro sucesso, pelo menos do sucesso propagada pela narrativas mais comuns.  Valeu!

Anderson  disse uma vez que o Pelé quis brigar com  ele na rua" Eu tomei sol com protetor, teve gente que fez sucesso e não  tomou banho de sol com protetor r acabou se torrando,"

Pele claramente  não  era boa coisa é já agora com certa idade tá vamos resolver na rua , meter a porrada  e etc, não  sou santo mas vc expor hoje em dia certas atitudes  se for fazer faça..

Ninguém  era santo, Anderson já brigou porém Pele  ers um espécie  de Ryan gracie  de Curitiba,  está isolado  e esquecido  e se exalta do passado que o esporte era um nicho muito  restrito, eu mesmo do o vi apanhar ele dá idade do Anderson ..faltou foi técnica  após uma profissionalização ..

Seu jogo muito baseado ma agressividade talvez tenha resultado dentro de uma academias  e jogo de academia  e luta não  se compara é  outro game. 

Vc ver os tops da chute Boxe chegaram no ufc,  não  tiveram resultado  esperado  Wanderlei  chegou lá ainda jovem  maia novo que o Poatan 30 a 31 anos e demorou a fazer boas lutas. 

Pele nunca chegou perto pós profissionalização,  Anderson  é  um artista ele e Belfort  a meu ver começarem  e foram evoluindo  porém o mental do Anderson  é coisa de outro planeta mas vcs vem  os cara com 45 a 47 anos mostram uma técnica  que vc fala joga um trt  que lutam ainda com qualquer  um..

Anderson  pra mim treino em pé e sempre fui de estudar a vida  toda  cara e uma coisa muito própria e só vejo no mundo o Katel fazer ou fez igual @João P tudo aquilo foi Noguchi?

 Por que s gente aprende  todo dia eu mesmo desconstruir conceitos  de Luta a vida toda por que o Anderson  foi ao Dorea  e morou 6 meses o cara tava ali já tinha uma linha muito  parecida e fora pra você aplicar os conceitos  do boxe valendo chute, joelho, cotovelos precisa adaptar totalmente,  vc ver o Poatan  fazer passo plano?  Ele pega o  cara nas aberturas  de maneira características  a golpe de encontro 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this