Sign in to follow this  
duduluiz

Derrota choca o mundo. Mas mostra Amanda Nunes sem foco, sem gana, para ter dois cinturões no UFC

Recommended Posts

14 horas atrás, MMAniako disse:

Onde eu assino embaixo?

A maioria que criam as teorias da conspiração para justificar essa derrota da Amanda, não sabem nem que a Peña surgiu muito bem no The Ultimate Fighter com um potencial enorrrrme e teve uma lesão SERÍSSIMA na cartilagem do joelho, quase tendo que encerrar a carreira precocemente.

A versão que vimos da Peña frente a Amanda é a versão muito próxima de quando ela surgiu bem neste reality, ela era chamada de "Caín Velásquez feminina" pelo ótimo cardio e quedas.

A Amanda era favorita pela sequência que vinha, mas não perdeu para qualquer uma!

Cain Velasquez feminina ,pelo amor , nem a sombra do Cain ela se parece.

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, fninja disse:

image.png.030007b9df287897b4ef5c168dfa9e26.png

Se a Amanda tivesse caido desacordada depois desse golpe, eu não estaria reclamando...Nada do que aconteceu nessa hora de trocação, repito, NADA, justifica ela bater naquele estrangulamento patético que ela bateu. Ela não sambou, não ficou grogue...Nada...Deu uma balançada muito de leve...Manteve a consciência e a coordenação motora o tempo todo.

E digo mais, apesar da Julianna ter batido na Amanda, a Amanda causou muito mais estrago na Julianna nessa trocação ai.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não há como comparar a luta da Cyborg com essa. Cyba foi para porradaria e recebeu um golpe potente que a deixou atordoada. A Amanda foi bem diferente. Ela teve a proeza de receber 3 jabs seguidos e executados de forma tosca. Ela não ficou atordoada no primeiro golpe, até porque a Pena não tem punch para isso. O que pegou para a Amanda foi a falta de gás e coração diante da adversidade. 

As teorias conspiratórias não fazem sentido mesmo. Pena teve seus méritos, mas o resultado final foi mais demérito da Amanda, diante do abismo que há entre as duas.

Share this post


Link to post
Share on other sites
8 minutos atrás, brunogandhi88 disse:

Não há como comparar a luta da Cyborg com essa. Cyba foi para porradaria e recebeu um golpe potente que a deixou atordoada. A Amanda foi bem diferente. Ela teve a proeza de receber 3 jabs seguidos e executados de forma tosca. Ela não ficou atordoada no primeiro golpe, até porque a Pena não tem punch para isso. O que pegou para a Amanda foi a falta de gás e coração diante da adversidade. 

As teorias conspiratórias não fazem sentido mesmo. Pena teve seus méritos, mas o resultado final foi mais demérito da Amanda, diante do abismo que há entre as duas.

A Cyborg literalmente caiu de cara no chão...Não tem o que comparar mesmo...É outra história.

A Amanda foi muito pouco atordoada...Não estava a ponto  de bater por qualquer coisa...

"Aconteceu alguma coisa..." Não é igual a "Teoria conspiratória" . Eu não consigo achar aquela luta normal...Porque  em mais de 2000 lutas de UFC que provavelmente já aconteceram, não lembro de ter visto uma desistência assim...

Aquele cara que sentou no banco e pediu pro técnico jogar a toalha, foi melhor que a Amanda...

Share this post


Link to post
Share on other sites
45 minutos atrás, The Joker disse:

A Cyborg literalmente caiu de cara no chão...Não tem o que comparar mesmo...É outra história.

A Amanda foi muito pouco atordoada...Não estava a ponto  de bater por qualquer coisa...

"Aconteceu alguma coisa..." Não é igual a "Teoria conspiratória" . Eu não consigo achar aquela luta normal...Porque  em mais de 2000 lutas de UFC que provavelmente já aconteceram, não lembro de ter visto uma desistência assim...

Aquele cara que sentou no banco e pediu pro técnico jogar a toalha, foi melhor que a Amanda...

Ela tá foleando o manual dos nogueiras e achando uma dêsculpa própria da ocasião , fala que tomou uma garrafa de vinho para dormir e na hora da luta ficou grogue que tá valendo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, The Joker disse:

A Cyborg literalmente caiu de cara no chão...Não tem o que comparar mesmo...É outra história.

A Amanda foi muito pouco atordoada...Não estava a ponto  de bater por qualquer coisa...

"Aconteceu alguma coisa..." Não é igual a "Teoria conspiratória" . Eu não consigo achar aquela luta normal...Porque  em mais de 2000 lutas de UFC que provavelmente já aconteceram, não lembro de ter visto uma desistência assim...

Aquele cara que sentou no banco e pediu pro técnico jogar a toalha, foi melhor que a Amanda...

Tem muita gente sugerindo armação, e a explicação me parece bem mais simples (Navalha Ockham). A Amanda veio de salto alto para a luta e fez um primeiro round extremamente confortável, inclusive indo para o grappling, onde estariam as melhores chances da adversária. No segundo round, Pena caiu para dentro na trocação, levou a melhor na troca inicial e feriu o ego da Amanda. Ela não conseguiu aceitar que Pena fosse melhor na troca de golpes e ao invés de ajustar a distância e cadenciar a luta, caiu para dentro da troca franca e continuou levando a pior. Há um mérito da Pena aqui. Ela parece ter melhor absorção do que a Amanda. Nesse processo, a Amanda perdeu o gás e o psicológico, o que culminou com a queda e a finalização fácil. Nada disso é tão inesperado assim, uma vez que a Amanda já mostrou problemas com gás e quebra psicológica diante da adversidade (terceiros rounds contra Zingano e Shev). Pena colocou a Amanda numa situação em que a diferença técnica entre ambas se tornou nula, e prevaleceu quem conseguia manter o ritmo e o queixo por mais tempo. A finalização veio fácil porque a Amanda já estava morta. Vide a luta do Rodolfo Vieira e veja como falta de gás é um baita equalizador de forças, anulando qualquer vantagem técnica. Por isso, atleticismo nunca foi tão importante no MMA como nos dias de hoje. 

Edited by brunogandhi88

Share this post


Link to post
Share on other sites

Nunca saberemos o que de fato ocorreu, mas fato é que a Peña teve sus méritos e venceu.

Dito isso,  a Amanda vai passar o carro na revanche e colocar os pingos nos is. Bola pra frente. 

Edited by Odorico

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 horas atrás, The Joker disse:

Se a Amanda tivesse caido desacordada depois desse golpe, eu não estaria reclamando...Nada do que aconteceu nessa hora de trocação, repito, NADA, justifica ela bater naquele estrangulamento patético que ela bateu. Ela não sambou, não ficou grogue...Nada...Deu uma balançada muito de leve...Manteve a consciência e a coordenação motora o tempo todo.

E digo mais, apesar da Julianna ter batido na Amanda, a Amanda causou muito mais estrago na Julianna nessa trocação ai.

ela bateu pq desistiu da luta, pq sabia que ia apanhar mais se continuasse

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 12/13/2021 at 12:56 PM, duduluiz disse:

Será que é uma opinião de "hater"? Eu concordei com vários pontos citados.

Fonte: https://esportes.r7.com/prisma/cosme-rimoli/derrota-choca-o-mundo-mas-mostra-amanda-nunes-sem-foco-sem-gana-para-ter-dois-cinturoes-no-ufc-12122021

 

Derrota choca o mundo. Mas mostra Amanda Nunes sem foco, sem gana, para ter dois cinturões no UFC

Brasileira perde invencibilidade e cinturão dos galos para Julianna Peña. Lutadora comum e de carreira instável. Dana White desconfia que Amanda nem treinou como deveria. A 'Leoa' foi enorme decepção

 

Foram dois rounds que chocaram o mundo do MMA. Depois de sete anos, Amanda Nunes foi facilmente batida.

A 'Leoa', apelido que escolheu para definir sua vida, estava diferente, ontem, em Las Vegas, no UFC 269. 

Enfrentaria a norte-americana, de ascendência venezuela, Julianna Peña, pelo cinturão dos galos.

 

Peña era a maior zebras nas casas de apostas de Las Vegas.

Por exemplo, quem apostasse dez reais em Amanda, receberia onze reais, se ela vencesse. Agora, quem apostasse em Peña, os mesmos dez reais, e a venezuelana saísse do octógono com o cinturão, embolsaria sete vezes mais, R$ 70,00.

Era uma luta que tinha tudo para ser fácil. Julianna é uma atleta forte, mas com vários defeitos. Principalmente no jiu-jitsu. E que surgiu no Ultimate Fighter. Tem uma carreira instável, de altos e baixos.

 

Deveria ser 'fácil' se Amanda estivesse no seu auge atlético, psicológico, competitiva, energética como sempre. Até ontem. Ela estava com o olhar perdido, sem vitalidade. Dispersa. E longe de sua melhor forma física.

E lutou de forma completamente equivocada, desesperada.

Depois de ótimos chutes baixos que abalaram a rival, ela decidiu algo inacreditável.

Foi para a trocação como se estivesse brigando em um bar. Queria acabar a luta de maneira rápida, não nos cinco rounds, que reservam as disputas de cinturões.

Tática de quem não tem fôlego para 25 minutos de luta.

Amanda teve nove meses para se preparar para o combate, cumprir sua palavra, de se aposentar dona dos cinturões peso galo e pena.

Colocou ontem a disputa do galo, até 71 quilos.

Não conseguia e nem se importava em não conseguir manter a distância ou ritmo. Não usava os chutes. O resultado foi chocante para uma lutadora de seu nível. Tomou uma saraivada de socos. Facilitou o trabalho de Julianna Peña, que aplicou o básico mata-leão, com Amanda de costas no chão. 

Mal entrou na posição, submissa, a brasileira bateu, desistiu.

E ainda sorriu.

Parecia aliviada que a luta tivesse terminado. Definitivamente não parecia a mesma pessoa que comemorava as 12 últimas vitórias com orgulho.

E que estava há sete anos sem perder.

"Ela está no topo há muito tempo. Independente do que vocês acham, ela fez dinheiro para ca... Ela tem um bebê agora, família, essas coisas te mudam.

"Achei que a Amanda parecia cansada, mas não conversei com ela ainda. No fim do dia, numa luta de cinco rounds é sobre quem está em forma melhor, e nós sabemos que Julianna treinou pra ca... A Amanda fez isso?", perguntava Dana White, na coletiva após a luta.

Esperto, o presidente do UFC assegurou que já planeja uma revanche para Amanda Nunes contra Julianna Peña. Por sua história como lutadora.

Mas não pelo que fez ontem no octógono.

Amanda aplaude e sorri, depois da derrota, perda do cinturão e adeus à sete anos de invencibilidade
 

Amanda aplaude e sorri, depois da derrota, perda do cinturão e adeus à sete anos de invencibilidade

UFC

Amanda Nunes terá de decidir. Tem 33 anos. E um potencial extraordinário.

Mas se estiver no auge da forma física.

E com a mesma sede de se manter campeã.

Julianna Peña não foi a maior zebra da história do UFC.

A postura de Amanda Nunes foi a decepção da decepção.

Uma campeã fora de forma, sem ritmo, sem ambição, submissa.

Sem rumo.

E merecidamente voltou para casa sem um dos cinturões que lutou tanto para conseguir.

O maior prêmio de qualquer pessoa é ter uma família fez.

Amanda é casada, tem uma filha, demonstra toda sua felicidade nas redes sociais.

Se ela não consegue conciliar essa felicidade com a vontade de ser campeã em MMA, um dos esportes mais sacrificantes que existe, tem de optar.

E que está exigindo cada vez mais melhor preparo físico e mental.

Respeite seu passado.

E siga sua vida, em vez de se expor a lutas constrangedoras como a de ontem.

Ver Amanda Nunes perder, de uma oponente pior do que ela, foi triste.

E que não combina com seu talento.

Sua luta, extremamente difícil, para chegar aos dois cinturões.

Hora de Amanda Nunes refletir.

E ser sincera com o que deseja no futuro...

 

Amandão ja fez tudo que tinha que fazer na carreira. Pelo jeito ja deve de estar querendo a aposentadoria. Não ficarei surpreso se ela vencer na revanche e depopois anunciar a sua aposentadoria.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Amanda simplesmente cansou pois partiu pra estratégia sem estratégia dai cansou e entregou a luta. Na revanche sera bem diferente veremos um Amanda com sangue nos olhos.

Semper Fidelis.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Essa luta é interessante para analisarmos o gás dos atletas. Há diferentes tipos de resistência física, e isso vai depender muito do organismo e do background do atleta. Existe um gás do velocista e do maratonista. Há pessoas que conseguem lutar vários rounds sem cansar quando o ritmo da luta é médio ou baixo. Esse mesmo atleta pode ficar totalmente exausto em poucos minutos de luta em alto ritmo. Tem atletas que fadigam num round, mas se recuperam bem no intervalo. A Amanda parece do tipo que fadiga rápido e não se recupera, ainda que sejam poucos minutos de luta em ritmo alto. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
22 horas atrás, brunogandhi88 disse:

Tem muita gente sugerindo armação, e a explicação me parece bem mais simples (Navalha Ockham). A Amanda veio de salto alto para a luta e fez um primeiro round extremamente confortável, inclusive indo para o grappling, onde estariam as melhores chances da adversária. No segundo round, Pena caiu para dentro na trocação, levou a melhor na troca inicial e feriu o ego da Amanda. Ela não conseguiu aceitar que Pena fosse melhor na troca de golpes e ao invés de ajustar a distância e cadenciar a luta, caiu para dentro da troca franca e continuou levando a pior. Há um mérito da Pena aqui. Ela parece ter melhor absorção do que a Amanda. Nesse processo, a Amanda perdeu o gás e o psicológico, o que culminou com a queda e a finalização fácil. Nada disso é tão inesperado assim, uma vez que a Amanda já mostrou problemas com gás e quebra psicológica diante da adversidade (terceiros rounds contra Zingano e Shev). Pena colocou a Amanda numa situação em que a diferença técnica entre ambas se tornou nula, e prevaleceu quem conseguia manter o ritmo e o queixo por mais tempo. A finalização veio fácil porque a Amanda já estava morta. Vide a luta do Rodolfo Vieira e veja como falta de gás é um baita equalizador de forças, anulando qualquer vantagem técnica. Por isso, atleticismo nunca foi tão importante no MMA como nos dias de hoje. 

Perfeito 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 12/14/2021 at 10:45 AM, Lindoso disse:

Eu torço demais para a Amanda perder de novo  ,mas é um abismo técnico de uma para outra , se a Amanda verdadeira entrar no 8 acho q ganha com facilidade 

Digo o mesmo só que da Cyborg pra Amanda, se lutarem mais 10 vezes, 11 a Cyborg leva.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 12/14/2021 at 10:49 AM, Lindoso disse:

Cain Velasquez feminina ,pelo amor , nem a sombra do Cain ela se parece.

Cardio e jogo de quedas.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 12/14/2021 at 12:06 PM, brunogandhi88 disse:

Não há como comparar a luta da Cyborg com essa. Cyba foi para porradaria e recebeu um golpe potente que a deixou atordoada. A Amanda foi bem diferente. Ela teve a proeza de receber 3 jabs seguidos e executados de forma tosca. Ela não ficou atordoada no primeiro golpe, até porque a Pena não tem punch para isso. O que pegou para a Amanda foi a falta de gás e coração diante da adversidade. 

As teorias conspiratórias não fazem sentido mesmo. Pena teve seus méritos, mas o resultado final foi mais demérito da Amanda, diante do abismo que há entre as duas.

Dá pra comparar sim, ambas lutas terminaram por subestimarem as adversárias, e do outro lado haviam adversárias de qualidade.

Edited by MMAniako

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this