Sign in to follow this  
pipo

Real ou Não: Israel Adesanya eliminou o peso médio; Leon Edwards perdeu a chance?

Recommended Posts

O UFC 263 foi uma noite de respostas claras para muitas perguntas. Israel Adesanya teve uma revanche muito mais fácil contra Marvin Vettori , e acrescentou a seu legado como campeão dos médios. Então, ele fez tudo o que estava ao seu alcance para provar sua grandeza na divisão, ou outra revanche - contra Robert Whittaker - tem grandes riscos para o legado de Adesanya?

 

https://www.espn.com/mma/story/_/id/31627506/ufc-real-not-israel-adesanya-cleared-middleweight-leon-edwards-missed-chance

 

Do outro lado do espectro, o tempo de Brandon Moreno como campeão peso mosca do UFC está apenas começando. Sua atuação contra Deiveson Figueiredo foi talvez a mais chocante da noite em Glendale, no Arizona, e o teto parece alto para o jovem de 27 anos, que é o mais jovem campeão ativo no UFC. Então, deve ser a próxima luta em trilogia, ou Moreno e Figueiredo devem cada um sair por conta própria e ganhar algumas vitórias antes de lutar pela terceira vez?

Apesar de 24 minutos de domínio de Leon Edwards contra Nate Diaz , mais pessoas estão falando sobre Diaz e seu esforço tardio em direção a uma vitória inesperada após a noite de sábado. Isso significa que a vitória de sábado foi uma derrota para Edwards, apesar de ter sido a maior vitória de sua carreira?

E entre as lutas pelo título e os ladrões de show no card principal, a maior parte do que Paul Craig fez em sua vitória sobre Jamahal Hill foi deixada de lado, fora do que parecia ser uma lesão no braço de aparência horrível para Hill. O presidente do UFC, Dana White, disse após o card que o braço de Hill não estava quebrado, mas foi deslocado e voltou ao lugar e ele tinha toda a amplitude de movimento. Então, quão grande foi a vitória de Craig e suas esperanças de subir na classificação dos meio-pesados?

Nosso painel de Ariel Helwani, Brett Okamoto, Marc Raimondi e Jeff Wagenheim analisa algumas das maiores questões que saem do UFC 263 para chegar ao fundo do que é real e o que não é.

 

Israel Adesanya não tem mais nada a provar no peso médio

Raimondi: Adesanya é um dos campeões mais exclusivos e atraentes da história do UFC. Quando se trata de sua trajetória de prospecto a candidato a campeão do UFC, poucos o fizeram como ele.

Adesanya conquistou sua terceira defesa de título do UFC bem-sucedida na noite de sábado, por decisão unânime, derrotando Vettori por completo. Essa luta foi a revanche de uma luta de 2018 que Adesanya venceu por decisão dividida. Agora, outra revanche parece estar no horizonte, já que Adesanya deve defender o próximo contra Whittaker, o homem que Adesanya nocauteou e se tornou o campeão indiscutível em outubro de 2019.

Na superfície, com certeza parece que Adesanya já eliminou a divisão. Olhe para o ranking do UFC, Adesanya venceu os três principais contendores com 185 libras: Whittaker, Paulo Costa e Vettori (duas vezes). Para ser sincero, nenhuma dessas lutas foi tão competitiva. Estenda esse olhar sobre as classificações para os cinco primeiros e Adesanya venceu quatro deles ( Derek Brunson está classificado em 5º). Jared Cannonier, no 4º lugar, é o único membro desse grupo que Adesanya não lutou, e Cannonier vem de uma derrota para Whittaker. 

Normalmente, colocar todas essas coisas juntas significaria que talvez seja a hora de Adesanya subir e tentar sua sorte no meio-pesado. Mas ele já fez isso. Há apenas três meses, Adesanya lutou pelo título das 93kg no UFC 259 e perdeu para Jan Blachowicz . Uma revanche não faria sentido neste momento e provavelmente não por um bom tempo. É por isso que direi "não real" para esta afirmação.

Há algumas coisas que Adesanya ainda precisa provar no peso médio - mesmo que seja simplesmente uma questão de não deixar dúvidas de que ele está entre os melhores lutadores dos pesos médios da história do MMA. Adesanya agora tem 10 vitórias consecutivas de 185 libras. O recordista dessa categoria é Anderson Silva , com 13 vitórias consecutivas na categoria.

Silva é um dos ídolos do MMA de Adesanya e com certeza adoraria estar na mesma conversa que o homem que conquistou o título dos médios por sete anos.

Eu ficaria surpreso se Adesanya não subisse para meio-pesado novamente em algum momento, seja por uma luta pelo título ou uma luta com muito dinheiro contra alguém como Jon Jones . Mas continuar a dominar sua divisão e enfrentar todos os adversários não é nada para se lamentar.

E adivinha? Whittaker venceu três vitórias consecutivas contra os melhores da divisão desde a derrota do Adesanya. Muitas pessoas poderiam acreditar no fato de que Whittaker está melhor do que nunca e não cometerá os mesmos erros em uma segunda luta. Assim como fez contra Vettori, Adesanya terá a chance de responder enfaticamente a quaisquer questões remanescentes.

UFC deve marcar Moreno x Figueiredo 3 na hora

Helwani: Não é real.

Verdade seja dita, eu não me importaria se eles mandassem este de volta imediatamente. As duas primeiras lutas foram fantásticas. Mas acho que caberia aos dois homens se separar um pouco depois de lutas consecutivas. Há muitos oponentes novos para os dois lutarem em seguida. Então, se tudo correr bem, eles se encontrarão novamente com ambos em uma onda de impulso - e talvez seja necessária apenas mais uma vitória.

Lembre-se de que Figueiredo deu um sólido no UFC ao vencer a primeira luta de Moreno apenas três semanas após a defesa do título contra Alex Perez . Então, esperamos que o UFC esteja disposto a retribuir o favor em breve, não tendo Figueiredo lutando muitas vezes antes de tentar recuperar o cinturão.

Mais importante, por enquanto, o UFC precisa descobrir como agendar uma luta de Moreno no México o mais rápido possível, ou se a pandemia em curso impedir isso, uma luta em um mercado com uma forte base de fãs hispânicos como o do sábado à noite em Phoenix. O UFC está faminto por um campeão mexicano há anos, e agora tem um - e ele é carismático e divertido também.

 

Em sua primeira oportunidade contra um grande nome, Edwards não conseguiu capitalizar

Okamoto: Não é real. Existe a tentação de dizer o contrário. Edwards tinha quase perder no minuto final. Foi um susto legítimo. E ele fez deixar de saltar Colby Covington na fila por um tiro do título - o que, tinha a noite foi perfeitamente, ele poderia ter feito. Mas no final do dia, o UFC 263 foi uma noite muito boa para Edwards.

Edwards não se tornou um superastro favorito dos fãs da noite para o dia por sua atuação, mas a vitória sobre Diaz deve resolver um problema que ele tem há vários anos. Ninguém quis lutar com ele. Nunca ofereceu vantagens suficientes. Covington não estava interessado em lutar com Edwards porque, em última análise, ele nunca precisou. Os lutadores que estão no topo dessa categoria têm deixado de ignorar Leon Edwards por muito tempo, mas acho que não podem mais.

Entre a seqüência de nove vitórias consecutivas, a vitória sobre um nome como Diaz e o fato de ele realmente ter dominado aquela luta, apesar de quase perdê-la no final, os maiores nomes da categoria não podem mais ignorá-lo.

Para um cara que tem sido ignorado há anos, essa missão está cumprida para Edwards.

 

A vitória de Paul Craig sobre Jamahal Hill não está sendo apreciada o suficiente

 

Wagenheim: Durante toda a noite de sábado, mal podia esperar pelo UFC 263 para chegar ao card principal. Não foram apenas as duas lutas de título acaloradas no topo da marquise, ou mesmo o retorno do único Nate Diaz.

Todos os fãs ficaram empolgados com essas lutas, e claro que eu também. Mas eu não estava menos animado para, talvez, a apresentação final no UFC de Demian Maia , 43 anos , o grappler mais sublime de todos os tempos no MMA. Nesse aspecto, não vou me alongar aqui sobre aqueles níveis difíceis de assistir por mais de 15 minutos. Quer dizer, 1 para 21 nas quedas? Foi uma noite triste para um grande acontecimento.

Mas, felizmente para o fanboy de luta em mim, a luta de abertura do card principal me deu o que eu estava sintonizado - e talvez um pouco mais do que todos nós pedimos coletivamente. Paul Craig colocou em um tatame contra o até então invicto Jamahal Hill, que aprendeu uma lição sobre o perigo de seguir sua arrogância em uma batalha que provavelmente você não vencerá. Eu vou dizer real , porque Craig se alinhou para uma grande luta na próxima vez.

Hill é um atacante habilidoso e poderoso que tinha uma grande vantagem nos pés. No entanto, quando Craig colocou suas cartas na mesa logo no início, puxando para a guarda, Hill não lutou para voltar a ficar em pé. Em vez disso, ele optou por testar seu grappling e, em menos de dois minutos, Craig deixou Hill com sua primeira derrota na carreira e uma lesão de aparência grotesca no braço esquerdo. (E obrigado, árbitro Al Guinee, por tomar seu tempo antes de acenar para a luta, então teríamos uma janela de tempo extra longa para assistir o braço balançando cruelmente para frente e para trás enquanto Hill era incapaz de se defender dos golpes do cara. Ugh.)

Craig está invicto nas últimas cinco lutas, com três vitórias consecutivas. Apesar de não ter sido creditado por finalização contra Hill (o UFC está reconhecendo como nocaute), suas cinco finalizações ainda estão empatadas pela segunda vez na história dos meio-pesados do UFC, uma atrás das seis de Glover Teixeira .

Craig teve uma vitória digna do bônus de desempenho da noite de $ 50.000 que recebeu. Brandon Moreno então veio no co-evento principal e girou uma obra-prima para se tornar o campeão dos pesos mosca masculino - e Moreno fez isso por finalização enquanto ganhava o outro bônus pelo desempenho da noite. Talvez não fosse uma noite tão ruim para lutar, afinal.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Pipo

No lugar dos tops, eu continuaria sem querer lutar contra Leon Edwards.

Não acredito que Moreno vs Daico possa ter um desfecho diferente. A impressão que tive foi que nada que o brasileiro pudesse ter tentado seria suficiente. 
Ele entrou derrotado nessa luta. Não sabia se levantava ou baixava a guarda, caiu com um jab, não fez chão. O ritmo foi muito forte pra ele que não estava acostumado a esse nível de adversário. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
Posted (edited)
4 minutos atrás, Último Imperador disse:

Pipo

No lugar dos tops, eu continuaria sem querer lutar contra Leon Edwards.

Não acredito que Moreno vs Daico possa ter um desfecho diferente. A impressão que tive foi que nada que o brasileiro pudesse ter tentado seria suficiente. 
Ele entrou derrotado nessa luta. Não sabia se levantava ou baixava a guarda, caiu com um jab, não fez chão. O ritmo foi muito forte pra ele que não estava acostumado a esse nível de adversário. 

falei isso do Daico no outro tópico.. ele entrou apático.. não sei se foi o corte, mas isso não diminui o passeio do mexicano..

o Leon vai sofrer mesmo. To com vc, eu não lutaria com ele nunca.. duvido muito até que ele consiga encabeçar um card na Inglaterra

no UFC FIGHT NIGHT 107 - MANUWA VS. ANDERSON, a luta dele foi a 7º antes da luta principal..

UFC FIGHT NIGHT 127 - WERDUM VS. VOLKOV, ele foi o 3°

 

acho que essa luta ele saiu pior doq entrou..

Edited by pipo

Share this post


Link to post
Share on other sites

Vamos descobrir finalmente se esses campeões que lutam com muita frequência estão fazendo o certo do ponto de vista do mercado.
Você luta muitas vezes, você defende o título várias vezes em pouco tempo, mas ainda assim não tem tempo do público digerir que o lutador é de fato um campeão dominante, isso faz com que ele fique menos atrativo, inclusive. Porque pro público em geral a ideia de dominante não é só quantidade de defesas, é tempo de reinado.
Essa alta frequência parece ser boa para o recebimento de bolsas, etc, mas o patrocínios mais gordos podem ser perdidos se você se expõe a risco tão seguidamente e talvez venha a cair logo. Também diminui a ideia de exclusividade que o mercado tem. Você luta muito, é fácil de lhe ver em ação, mas isso gera quanto de expectativa?

Vejam o Whittaker, um campeão nada dominante, mas que ficou tempo suficiente com o cinturão a ponto de que mesmo os mais veteranos fãs de MMA passaram achá-lo dominante. Tempo com o cinturão ajuda. E muita oferta de si mesmo pra se colocar em ação pode desvalorizar o passe.

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, pipo disse:

falei isso do Daico no outro tópico.. ele entrou apático.. não sei se foi o corte, mas isso não diminui o passeio do mexicano..

o Leon vai sofrer mesmo. To com vc, eu não lutaria com ele nunca.. duvido muito até que ele consiga encabeçar um card na Inglaterra

no UFC FIGHT NIGHT 107 - MANUWA VS. ANDERSON, a luta dele foi a 7º antes da luta principal..

UFC FIGHT NIGHT 127 - WERDUM VS. VOLKOV, ele foi o 3°

 

acho que essa luta ele saiu pior doq entrou..

Fala, Pipo! Beleza?

Cara, não entendi essa parte sobre o Leon. Por que ele vai sofrer ou por que não haveria adversário pra lutar com ele?

Pode ser que eu tenha perdido alguma coisa no meio do caminho, mas achei que ele lutou muito contra o Diaz. Reflexos em dia, técnica apurada, é um lutador que vai pra cima, me parece ser um cara de  boa (diferente do escroto que é o COlby)... enfim! Me explica aí.

Abs

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
16 minutos atrás, Odorico disse:

Fala, Pipo! Beleza?

Cara, não entendi essa parte sobre o Leon. Por que ele vai sofrer ou por que não haveria adversário pra lutar com ele?

Pode ser que eu tenha perdido alguma coisa no meio do caminho, mas achei que ele lutou muito contra o Diaz. Reflexos em dia, técnica apurada, é um lutador que vai pra cima, me parece ser um cara de  boa (diferente do escroto que é o COlby)... enfim! Me explica aí.

Abs

 

sim. Penso que nenhum Top hoje queira lutar com ele. Zero apelo

ele é um ótimo lutador, mas não vende.. tenho até pena pq ele merecia voos bem mais altos

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora, pipo disse:

sim. Penso que nenhum Top hoje queira lutar com ele. Zero apelo

ele é um ótimo lutador, mas não vende.. tenho até pena pq ele merecia voos bem mais altos

Ahhh tá... agora entendi!

Um jeito de minimizar este problema da falta de apelo seria voltar a tentar colocá-lo contra o Chimaev, que é um cara que tem que ser testado, mas que a galera está a fim de checar se o hype é real! Seria uma maneira de unir o útil ao agradável. Só não sei o Leon aceitaria, por uma questão de ranking do sueco.

Share this post


Link to post
Share on other sites
23 minutos atrás, pipo disse:

sim. Penso que nenhum Top hoje queira lutar com ele. Zero apelo

ele é um ótimo lutador, mas não vende.. tenho até pena pq ele merecia voos bem mais altos

Vou bater nessa tecla de novo..rs. Se Leon se machucar, em qualquer situação, eles largam o Nate pra disputa. E não duvidem da grana. Digo, do Dana. ?. Ele ficou naquela lista do Ufc que, " estamos só esperando ele perder para joga lo no limbo. Rs. "  foda cara..

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this