pipo

Corey Anderson “em 2 lutas e 6 meses no Bellator, ganhei o dobro que em 15 lutas (e 2 bônus) no UFC..”

Recommended Posts

Contratado pelo PFL, Mutante vai receber salário mensal devido à pandemia e estreia fica para 2021

Campeão da primeira temporada do TUF Brasil teve o vínculo com o Ultimate encerrado no duelo contra Marvin Vettori em julho do ano passado e optou por buscar novos desafios para a carreira

 

Cezar Mutante assinou com o PFL (Professional Fighters League) depois de cumprir seu contrato com o UFC - o vínculo expirou em julho do ano passado, na derrota para Marvin Vettori, por pontos. A estreia do brasileiro, no entanto, prevista para junho, não acontecerá devido à pandemia do novo coronavírus, que provocou o cancelamento da temporada da organização, cujo formato dos eventos é de playoffs.

Mutante, que decidiu mudar de ares em busca de novos desafios, lamenta não poder entrar no cage em 2020. Em entrevista ao Combate.com, o campeão da primeira temporada do TUF Brasil ressalta que vai aproveitar para focar nos treinamentos, com a tranquilidade de quem receberá um salário mensal da organização até 2021.

- O cancelamento da temporada devido à pandemia foi inesperado. Tudo evoluiu muito rápido, essa paralisação do mundo. Tive uma conversa com o CEO do PFL na semana retrasada. Eles explicaram os motivos do cancelamento, vão manter meu contrato e propuseram um salário mensal até o ano que vem. Gostaria muito de lutar esse ano, mas não dá para reclamar, é uma coisa que está fora do meu controle. Vou aproveitar esse tempo para melhorar como atleta, melhorar a minha técnica e chegar preparado. É usar como oportunidade.

 

No plantel do UFC desde 2012, quando venceu Serginho Moraes na decisão do TUF Brasil, no UFC BH, Cezar Mutante enaltece o formato de disputa do PFL, que pagou, por exemplo, bolsa de R$ 4 milhões ao campeão, o catarinense Natan Schulte.

- Eu tinha um relacionamento antigo com o Ray Sefo, que foi meu treinador em 2011. O PFL tinha manifestado interesse em contar comigo na organização. Eu gosto muito formato de campeonato, onde todo ano tem um campeão. É meritocracia, o trabalho é ir lá e vencer. Não tem que fazer trash talk para vender a luta. O MMA está mais entretenimento do que esporte, e no PFL é mais esporte. Cumpri o contrato do UFC até o fim e, na hora de renovar, sentei com meu empresário. O PFL veio com umbom contrato, tem a chance de ser campeão do torneio e decidi assinar. É uma nova etapa na carreira, novos ares, quero lutar na categoria de 205lbs (93kg, meio-pesado), na qual lutei só uma vez na carreira. Estou muito animado.

Grato ao Ultimate pela carreira construída durante quase oito anos, Cezar Mutante enaltece o amadurecimento que teve neste período, formado por nove vitórias, seis derrotas, muitas lesões e um troféu do reality show do UFC.

- Considero como boa a minha trajetória no UFC. Tive altos e baixos. Participei de um evento histórico, que foi o primeiro TUF Brasil, responsável pela popularização em massa do MMA no Brasil. Tive a oportunidade de ter sido campeão do evento, foi uma época muito legal. Fiquei quase oito anos, fiz 15 lutas, mas tive atrasos com lesões, não consegui fazer mais do que gostaria. Fiz seis ou sete cirurgias ortopédicas. Quando entrei no UFC era um iniciante, tinha quatro vitórias e duas derrotas. Eu não tinha maturidade, me desenvolvi como atleta lutando contra os melhores, na maior organização do mundo. Foram oito anos de aprendizado, tenho muito a agradecer ao Ultimate pela carreira que tive.

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 hours ago, pipo said:

o Philipe Lins ganhou o GP dos pesados do PFL e levou U$ 1 milhão (eu sei que é fatiado por fase)

ai foi pro UFC ganhar U$ 80.000,00 por luta pelo desafio.. se você colocar 80 mil x 4 lutas, que foi o que ele fez no PFL para ser campeão, já responde tudo..

eu ia uma porra. tentava ganhar outro GP no PFL e pronto. Se foda

Mas ele ganhou o torneio.     80k  deve o " to show " 

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 minutos atrás, ravi disse:

Mas ele ganhou o torneio.     80k  deve o " to show " 

vc não entendeu.. ele ganhou mais no PFL em cada fase doq 80 mil. Entendeu? Só ganhou menos na primeira luta.. dai em diante já foi maior que sua bolsa no UFC

vou postar aqui pra todo mundo entender melhor.. inclusive a questão dos patrocínios no PFL

 

 

Por ora, os lutadores recebem bolsas por luta como em qualquer outra organização; no torneio, além de suas bolsas individuais, recebem premiações por fase atingida. Quem chegar nas quartas de final leva US$ 50 mil; às semifinais, US$ 100 mil; os finalistas recebem US$ 200 mil, e os campeões levam a bolada de US$ 1 milhão cada. Ao todo, serão US$ 10 milhões em prêmios distribuídos.

 

Além disso, a PFL adotou a uniformização do equipamento dos lutadores, mas, diferente do UFC, estipulou posições nas camisas, bonés e bermudas para dois patrocinadores particulares por atleta. O valor pago pelo patrocínio é integralmente do lutador.

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, pipo disse:

O Corey já não era visto como top no UFC? Eu não sei mais de nada, então.. o cara saiu de lá no seu auge, é isso foi até noticiado em todo canto.

vc tá indo na contramão doq tá sendo provado diariamente, tem muuuuuita gente ganhando mais no Bellator, One, doq no UFC.

Nos últimos 3 anos de UFC ele tinha 4v e 3d. Estava em boa fase, engatou 4v seguidas, mas nunca encheu os olhos de ninguém.

Nunca um lutador top, de primeira prateleira, saiu do UFC para outros eventos. Tivemos no máximo Rory e DJ e ambos. Rory frustrado por não ser campeão e foi pra ser estrela, algo que não conseguiu no UFC. E DJ quis mudar de ares mesmo, não foi grana.

E você não entendeu o que eu disse. Os medianos pra bons do UFC ganham menos que os tops do Bellator. Então o cara sai de mediano do UFC pra top do Bellator, logo, acaba ganhando mais. É o caso do Corey.

Agora, se comparar a mesma prateleira entre os eventos, UFC continua rendendo mais.

Share this post


Link to post
Share on other sites
16 horas atrás, junior-sjc disse:

É que tem os dois lados da moeda né.

Um lutador do primeiro escalão naturalmente vai ter muito mais patrocinadores que um lutador menos conhecido. Neste caso, é fato que o lutador vai ganhar mais se expor todos esses patrocinadores, ao invés de ter apenas 1 do UFC.

Por outro lado, lutadores menos conhecidos tem aquela grana da Reebok garantida, quase como um salário já pago, não dependendo de correr atrás de outros patrocinadores para cobrir despesas básicas. 

E não é fácil conseguir patrocinadores. Nós sempre falamos: "Ah mas o fulano tinha que ir para o Bellator para poder correr atrás de patrocinadores e ganhar dinheiro". Mas isso nem sempre é uma verdade.

O Corey tem isso porque já é um cara de topo e tem visibilidade. Mas para lutadores menores é quase impossível conseguir boas quantias. Se bem que o UFC paga pouco também via contrato da Reebok. Detalhes abaixo.

De acordo com a tabela, os campeões de cada divisão receberão US$ 40 mil (R$ 120 mil), os desafiantes a cinturão US$ 30 mil (R$ 90 mil), os lutadores com mais de 21 lutas US$ 20 mil (R$ 60 mil), os atletas com 16 a 20 lutas US$ 15 mil (R$ 45 mil), os com 11 a 15 lutas US$ 10 mil (R$ 30 mil), os com seis a 10 lutas US$ 5 mil (R$ 15 mil) e os com uma a cinco lutas pela organização US$ 2,5 mil (R$ 7,5 mil). 

Mas tem esses dois pontos de vista. O Loto mesmo já tinha falado que o que ele ganha do menor patrocinador dele já é muito mais grana que o UFC paga via Reebok. Imagina se juntar todos os outros...

Saudade dessa cotação do dólar...

Share this post


Link to post
Share on other sites
17 horas atrás, pipo disse:

Só em vc ter a liberdade de usar uma bermuda da marca que quiser, buscar parceiros sem trava contratual, já te dar inúmeras novas possibilidades.. 

Então pq a galera não migra em bando pro bellator? Ninguém luta por amor ao UFC, lutam por dinheiro... na hora de renovar o contrato eles vão onde pagam mais.

Parece mais uma birra contra o UFC, pq não entendo essa. O cara sai de mediano do UFC pra top em outro evento... e top no outro evento pode ganhar mais que mediano do UFC. Absolutamente normal.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O fato é que a maioria desses não estaria ganhando tanto se já não tivesse o nome que tem por causa do UFC. Acho que são situações diferentes de qualquer atleta no começo de carreira ir para o Bellator e de um atleta que já fez seu nome e teve destaque no UFC ir para o Bellator. Acredito que os campeões dominantes do Bellator, caso fossem campeões dominantes no* UFC, estariam ganhando tanto quanto ou mais. 

Edited by Daniel Mendoza
correção de uma palavra

Share this post


Link to post
Share on other sites
16 minutos atrás, Axiotis disse:

Nos últimos 3 anos de UFC ele tinha 4v e 3d. Estava em boa fase, engatou 4v seguidas, mas nunca encheu os olhos de ninguém.

Nunca um lutador top, de primeira prateleira, saiu do UFC para outros eventos. Tivemos no máximo Rory e DJ e ambos. Rory frustrado por não ser campeão e foi pra ser estrela, algo que não conseguiu no UFC. E DJ quis mudar de ares mesmo, não foi grana.

E você não entendeu o que eu disse. Os medianos pra bons do UFC ganham menos que os tops do Bellator. Então o cara sai de mediano do UFC pra top do Bellator, logo, acaba ganhando mais. É o caso do Corey.

Agora, se comparar a mesma prateleira entre os eventos, UFC continua rendendo mais.

Rory saiu do UFC como estrela. Ele foi dado como o sucessor do GSP e era o nome canadense na organização que até então era um dos melhores mercados pro UFC.

Mousassi saiu por cima e como estrela.

DJ saiu por que estava insatisfeito com o UFC que sempre vinha com papo de acabar com a categoria mostrando total desorganização e falta de planejamento pra alavancar a categoria.

Corey saiu por cima.

AJ saiu por cima

Nossa, tem vários nomes aí que saíram por insatisfação.

Share this post


Link to post
Share on other sites
53 minutos atrás, Silverchair disse:

Rory saiu do UFC como estrela. Ele foi dado como o sucessor do GSP e era o nome canadense na organização que até então era um dos melhores mercados pro UFC.

Mousassi saiu por cima e como estrela.

DJ saiu por que estava insatisfeito com o UFC que sempre vinha com papo de acabar com a categoria mostrando total desorganização e falta de planejamento pra alavancar a categoria.

Corey saiu por cima.

AJ saiu por cima

Nossa, tem vários nomes aí que saíram por insatisfação.

Rory, Mousassi, Corey e AJ pra mim foi pessoal. Foi esportivo, insatisfação esportiva. Os caras queriam ser campeões e não conseguiram e viam que não iam conseguir. Foi frustração. Melhor ser top e champ no Bellator que ser porteiro no UFC ganhando a mesma coisa ou menos. E tb os caras se acham fodas... querem ganhar quase igual os champs ou igual. Aí o UFC diz, não pago. Você acha que é tão bom quanto? Prova no cage, seja champ, aí conversamos. E é isso que acontece, depois que o cara é champ a bolsa aumenta sem discussão.

DJ, sim. Esse era um campeão com história e recordes. Esse quis mudar de ares e poderia ser champ novamente. Quanto ao seu salário, não sei se é melhor ou pior. Fato que já era muito conhecido no USA e mercados do UFC. No One está ampliando seu nome e gama de fãs. Só nisso acho que vale a pena pra quen está perto de parar. Estrategicamente pode ter sido esse o raciocínio dele. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Imagino q a desigualdade seja igual no Bellator. Pegam os bons lutadores mal pagos do UFC e os dão fortuna, porém pior q o UFC p os q ainda não fizeram nome.   Lembro do Cole Konrad, o promissor campeão dos pesados do Bellator q se aposentou pra ser empresário do ramo alimentício. Outras figuras como o brasileiro Guilherme Viana simplesmente desaparecem, não lutam mais.   Essa ideia de q Bellator paga melhor q UFC é uma grande mentira.  A lógica hierárquica é a mesma.  Ganha mais aquele q vende mais.  Corey simplesmente no UFC não conseguiu ser esse cara

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, Axiotis disse:

Rory, Mousassi, Corey e AJ pra mim foi pessoal. Foi esportivo, insatisfação esportiva. Os caras queriam ser campeões e não conseguiram e viam que não iam conseguir. Foi frustração. Melhor ser top e champ no Bellator que ser porteiro no UFC ganhando a mesma coisa ou menos. E tb os caras se acham fodas... querem ganhar quase igual os champs ou igual. Aí o UFC diz, não pago. Você acha que é tão bom quanto? Prova no cage, seja champ, aí conversamos. E é isso que acontece, depois que o cara é champ a bolsa aumenta sem discussão.

DJ, sim. Esse era um campeão com história e recordes. Esse quis mudar de ares e poderia ser champ novamente. Quanto ao seu salário, não sei se é melhor ou pior. Fato que já era muito conhecido no USA e mercados do UFC. No One está ampliando seu nome e gama de fãs. Só nisso acho que vale a pena pra quen está perto de parar. Estrategicamente pode ter sido esse o raciocínio dele. 

AJ seria favorito na LHW se voltasse hj pro UFC. Todos imaginaram que ele voltaria inclusive. Ele preferiu o Bellator.

Corey vem de derrota pro atual campeão da LHW que ele já ganhou em outro momento. Porteiro? Acho q não, concordo que acho difícil ser campeão mas um top 3 ou 5 seria tranquilo.

Mousassi porteiro? Deve ser sacanagem!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acredito que dependendo do estágio de carreira/potencial outros eventos podem sim pagar mais que o UFC mas uma coisa é fato no exemplo do Corey Anderson hoje ele só ganha mais lá porque fez o nome no UFC, se ele não tivesse feito o nome dele lá ele não teria conseguido negociar a bolsa que hoje ele tem no Bellator. O caso do Lyoto, do DJ, do Lieneker provavelmente tem a mesma trajetória e acrescenta-se a isto o fato ue além da bolsa negociada eles podem passar a ter mais patrocinadores que estão dispostos a pagar mais por eles porque podem ter suas marcas expostas ali na semana da luta e na luta em si.

Pega o exemplo inverso do Chandler, provavelmente ele conseguiu negociar bem com o UFC porque já foi campeão no Bellator e deve estar ganhando mais lá hoje do que estava ganhando no Bellator. Não tem almoço grátis, trajetória mais fácil ou mais difícil...é uma carreira como outra qualquer e dependendo da situação você consegue ou não negociar para ganhar mais em outra empresa.

Share this post


Link to post
Share on other sites
17 minutos atrás, Silverchair disse:

AJ seria favorito na LHW se voltasse hj pro UFC. Todos imaginaram que ele voltaria inclusive. Ele preferiu o Bellator.

Corey vem de derrota pro atual campeão da LHW que ele já ganhou em outro momento. Porteiro? Acho q não, concordo que acho difícil ser campeão mas um top 3 ou 5 seria tranquilo.

Mousassi porteiro? Deve ser sacanagem!

AJ? Hoje? Disse na época quando saiu. Porteiro não falei em mal sentido, falei porteiro do title shot... caras que na hora do vamos ver perde e não disputa a cinta.

Share this post


Link to post
Share on other sites
9 horas atrás, pipo disse:

o Philipe Lins ganhou o GP dos pesados do PFL e levou U$ 1 milhão (eu sei que é fatiado por fase)

ai foi pro UFC ganhar U$ 80.000,00 por luta pelo desafio.. se você colocar 80 mil x 4 lutas, que foi o que ele fez no PFL para ser campeão, já responde tudo..

eu ia uma porra. tentava ganhar outro GP no PFL e pronto. Se foda

Que eu saiba não é fatiado, você recebe uma bolsa por luta mais um milhão se ganhar a temporada.

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Silverchair disse:

AJ seria favorito na LHW se voltasse hj pro UFC. Todos imaginaram que ele voltaria inclusive. Ele preferiu o Bellator.

Corey vem de derrota pro atual campeão da LHW que ele já ganhou em outro momento. Porteiro? Acho q não, concordo que acho difícil ser campeão mas um top 3 ou 5 seria tranquilo.

Mousassi porteiro? Deve ser sacanagem!

Difícil hein?!  Adoro o estilo de luta do AJ, mas a LHW do UFC subiu a régua hein.  Com todo respeito ao Glover, mas ele é uma anomalia.  Chegou pra disputar a cinta sem vencer a nova geração q tá aí.  Rakic, Ankalaev, Procházka, Volkan e Reyes serão o novo protótipo de lutadores tops do UFC.  Caras enormes, com bom nível de pé e luta agarrada (ou defesa de quedas).  Na minha humilde opinião, Glover não vence nenhum desses 5.  AJ é aquele q cara q uma mão entra e tudo muda, mas tecnicamente já não se impõe como em outros tempos onde o único lutador q havia nesse estilo (caras maiores q peso pesados q cortam peso) na categoria era JJ e Gustaff

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now