Sign in to follow this  
hvalentim

Cenas lamentáveis! Gordon Ryan agride André Galvão nos bastidores de evento

Recommended Posts

23 horas atrás, João P disse:

Concordo 100%. Luta de submission se tornou inviável com esta cena (fake ou não). Agora é parada de homem, honra, principalmente para o Galvão. Qq coisa que não seja isto o nome do Galvão vai perder força. Se ele tá cagando pra isto e pensando no cheque de uma luta de submission ele tá minimizando os impactos do que isto já causou no nome dele. Obs: admirava ele e se ele não resolver isto eu não admiro mais e jamais cogitaria pisar numa ATOS. E penso que igual a mim tem vários potenciais alunos que ele vai perder.

Perfeito.

Se um dos pontos principais do Jiu-jitsu é a defesa pessoal, como entrar numa academia Atos sendo que seu principais líder e campeão não consegue se defender de dois tapas na cara em sequência?

Share this post


Link to post
Share on other sites
23 minutos atrás, neurotico disse:

Perfeito.

Se um dos pontos principais do Jiu-jitsu é a defesa pessoal, como entrar numa academia Atos sendo que seu principais líder e campeão não consegue se defender de dois tapas na cara em sequência?

Exato, vai contra tudo que eu acredito nas artes marciais este episódio.

Share this post


Link to post
Share on other sites
28 minutos atrás, NEGO DÁGUA disse:

@João P @Andrey vi Renzo  falando  qye o Gordon  com 1 ano e meio já  finalizava geral em campeonato  sem pano!!! Absurdo ele fenomenal  assim é?

Aquele Danahaer é um baita gênio como treinador. Estes caras dele vem de uma base de Wrestling e fazem um jogo muito efetivo no sem kimono, com muita chave de pé, joelho, calcanhar e uma excelente pegada de costas. O tempo não dá pra saber né...acho o Renzo aquele tipo de cara que dá uma bela aumentada nas histórias, tipo aqueles amigos que saíram, pegaram duas mulher e contam depois que passou o rodo na festa, que pegou várias. Algo bem recorrente da familia, Carlos, Hélio, Rickson e Renzo me vem a cabeça nisto - aliás tô lendo o livro do Robert Drysdale e sobre as origens do jj no Brasil, vale muito a leitura e depois vai virar um documentário. Closed Guard o nome é já tem a versão em português no site da usemataleao, só procurar eles lá no Instagram.

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, NEGO DÁGUA disse:

@João P @Andrey vi Renzo  falando  qye o Gordon  com 1 ano e meio já  finalizava geral em campeonato  sem pano!!! Absurdo ele fenomenal  assim é?

O cara é muito bom, nem tem o que falar.

 

Nogi

Share this post


Link to post
Share on other sites
15 horas atrás, João P disse:

Aquele Danahaer é um baita gênio como treinador. Estes caras dele vem de uma base de Wrestling e fazem um jogo muito efetivo no sem kimono, com muita chave de pé, joelho, calcanhar e uma excelente pegada de costas. O tempo não dá pra saber né...acho o Renzo aquele tipo de cara que dá uma bela aumentada nas histórias, tipo aqueles amigos que saíram, pegaram duas mulher e contam depois que passou o rodo na festa, que pegou várias. Algo bem recorrente da familia, Carlos, Hélio, Rickson e Renzo me vem a cabeça nisto - aliás tô lendo o livro do Robert Drysdale e sobre as origens do jj no Brasil, vale muito a leitura e depois vai virar um documentário. Closed Guard o nome é já tem a versão em português no site da usemataleao, só procurar eles lá no Instagram.

Se não me engano já tem o documentário em inglês, pelo site do documentário já dá pra comprar.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu estive vendo uns vídeos de atletas comentando sobre essa situação.

Ficou feio demais pro Galvão, o papo de profissionalismo, perdão e auto controle que o brasileiro mandou vai totalmente por terra se foi ele mesmo que empurrou primeiro e começou o contato físico e agressão, o tapa foi reação dessa primeira agressão.

Se o americana desde o primeiro tapa e o Galvão não reagisse por ser atleta e condenasse essa agressão fora de um tatame ou ringue, seria até aceitável é digno de respeito olhando por essa prima de profissionalismo. Mas foi ele que agrediu primeiro empurrando, ele que começou.

Ele que ultrapassou a linha do contato físico empurrando e depois arregou. Ficou ridículo pra ele.

Só quem ganha é o americano, já que o brasileiro terá a pressão de lutar para "lavar a honra". Mas não deve ocorrer nada e ele só ficar com essa senhora mancha no histórico.

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Daniel Mendoza disse:

Eu estive vendo uns vídeos de atletas comentando sobre essa situação.

Ficou feio demais pro Galvão, o papo de profissionalismo, perdão e auto controle que o brasileiro mandou vai totalmente por terra se foi ele mesmo que empurrou primeiro e começou o contato físico e agressão, o tapa foi reação dessa primeira agressão.

Se o americana desde o primeiro tapa e o Galvão não reagisse por ser atleta e condenasse essa agressão fora de um tatame ou ringue, seria até aceitável é digno de respeito olhando por essa prima de profissionalismo. Mas foi ele que agrediu primeiro empurrando, ele que começou.

Ele que ultrapassou a linha do contato físico empurrando e depois arregou. Ficou ridículo pra ele.

Só quem ganha é o americano, já que o brasileiro terá a pressão de lutar para "lavar a honra". Mas não deve ocorrer nada e ele só ficar com essa senhora mancha no histórico.

Ficou ridículo pro André Galvão, o vídeo dele falando que ele desculpa o Gordon foi patético, linguagem corporal dele mostrando claramente que ele tava incomodado, amarelando mesmo. Se ele acha que esta postura não vai dar impacto pra ele ele tá muito enganado...se eu fosse aluno da ATOS eu teria vergonha, ele vai perder muito potencial cliente no mundo todo pra equipe dele.

Gostei do vídeo do Babalu dando a opinião dele para o mma debate (abaixo). resume bem o que eu penso.

Quem viveu o mundo das artes marciais da decada de 90 (e antes) não admite esta postura de forma alguma, arrisco dizer até quem viveu o inicio dos anos 2000.

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Daniel Mendoza disse:

Se não me engano já tem o documentário em inglês, pelo site do documentário já dá pra comprar.

o livro é excelente! Vou ver o documentário com certeza.

Share this post


Link to post
Share on other sites
On 3/9/2021 at 2:02 PM, Daniel Mendoza said:

Se não me engano já tem o documentário em inglês, pelo site do documentário já dá pra comprar.

Já lançou o documentário? Na entrevista dele no PVT eu vi que ele não tinha nem previsão, que queria esperar os Festivais de Cinema e tal...

On 3/9/2021 at 3:34 PM, João P said:

o livro é excelente! Vou ver o documentário com certeza.

Comprei esse final de semana, tá pra chegar. To ansioso pra ler, fiquei esperando o lançamento desde as primeiras entrevista do Drysdale falando, espero que valha a pena hahahaha

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora, hvalentim disse:

Já lançou o documentário? Na entrevista dele no PVT eu vi que ele não tinha nem previsão, que queria esperar os Festivais de Cinema e tal...

(...)

Eu seguia a página do documentário no Instagram, e acho que vi algo sobre já ter sido lançado e possível para se comprar no site. Mas posso estar enganado. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this