Sign in to follow this  
Eder Jofre55

Kamaru Usman analisa vitória sobre Gilbert Durinho: "Aquele octógono é meu, eu dito as regras"

Recommended Posts

4 horas atrás, Mucado disse:

Ele está usando os recursos disponíveis e que cabem no bolso! Nesse momento parece que é isso que ele pode arcar! Mas está evoluindo e com um bom gerenciamento na escolha das lutas, se desenvolvendo na parte fisica (gás) que parece um grande falha, ele parece ter cabeça pra saber o que precisa fazer pra ir pro topo e deverá ir pra um grande equipe se aprimorar mais!

Ele não parece com o Shogás que acha o suficiente treinar com os amigos em Maringá ou o Cowboy que treina com derrundo Bois em Três Rios/RJ

Posso estar enganado mas se ele for pra qq equipe eles vão cobrar um % da bolsa. Não questiono o potencial dele mas ele precisa ter senso de urgência pra melhorar a parte técnica. Ele tá fazendo um bom trabalho de branding pessoal, senão nem estariamos aqui discutindo isto, em função disto daqui a pouco ele tá chegando nos tops e aí o caldo vai engrossar pra ele. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 minutos atrás, João P disse:

Posso estar enganado mas se ele for pra qq equipe eles vão cobrar um % da bolsa. Não questiono o potencial dele mas ele precisa ter senso de urgência pra melhorar a parte técnica. Ele tá fazendo um bom trabalho de branding pessoal, senão nem estariamos aqui discutindo isto, em função disto daqui a pouco ele tá chegando nos tops e aí o caldo vai engrossar pra ele. 

Vc acha parte se cima dele ruim?

Vou ter que olhar direito

Share this post


Link to post
Share on other sites
Em 2/16/2021 at 9:31 PM, junior-sjc disse:

Daniel, eu vou abusar de você e do @NEGO DÁGUA de novo hehehe

Antes de mais nada, eu achei que o Durinho apresentou a melhor versão dele dentro do octógono nessa luta. Então os méritos do Vitória são todos do Kamaru, sem desculpas. E todos os méritos também para o brasileiro que enfrentou um monstro, entregou luta dura e não venceu por um fio de cabelo também.

Mas eu queria destacar a mudança de estratégia do Usman na volta para o segundo round. A mudança é sutil, mas o Durinho não se adaptou bem a ela, e foi determinante para a vitória.

Todo mundo aqui sabe que os jabs fizeram a diferença. E que já bem executado né! Elástico, longo, com movimento plástico, pesado e com o alcance máximo.

Mas o grande X da questão foi a mudança de posicionamento e do approach do jab, entre o primeiro é o segundo round.

No primeiro round os jabs eram de encontro. O Usman avançava a perna da frente, buscando mais potência e mais reach. É uma postura ofensiva, de quem quer agredir. Só que fazendo isso ele entrava no raio de ação do Durinho, dentro daquele reach onde os cruzados entram com potência total.

Na virada do round, ele fez um ajuste sutil na base. Além de mudar. Base a todo momento, os jabs que ele desferiu eram praticamente estáticos, sem mexer a base e sem caminhar para frente, ou seja, era um jab de contra-golpe. Sem a mesma potência e alcance, mas muito mais certeiros, pois pegava o Durinho andando pra frente. Era como uma parede no meio do deslocamento do brasileiro.

Esse tipo de ajuste não é comum no MMA né? Eu mesmo nunca tinha visto um lutador fazendo esse ajuste, pois nem sempre os lutadores de MMA tem tantos recursos de boxe pra mexer assim no meio de uma luta.

Você conhece outro lutador de MMA com um boxe tão adaptado e lúcido como esse do usman? 

Durinho passou a ficar muito parado em frente o Usman no segundo roubd, ele estava contra atacando bem o jab no primeiro round e se movimentando sem parar na frente, o fato do Usman ter parado de avançar e esperado o Durinho deu a ele a chance de usar golpes de encontro, e com o durinho parado os jab ofensivos passaram a entrar mais tbm. E se tem uma coisa que definitivamente vc não pode fazer diante de alguém com bom jab, é ficar parado. 

Acho que quis dizer que no segundo round que passaram a ser de encontro, não?  Quando se fala golpe de encontro, pelo que entendo, é quase sempre um contra golpe, batendo junto ao outro, mas como resposta, pro seu golpe pegar de encontro ao outro. Pq os contra golpes podem ser em um ou dois tempo: um tempo é o golpe de encontro, vc solta e eu solto junto pra pegar enquanto está atavando, e o de dois tempos é o que eu saio do seu golpe primeiro e só depois eu ataco, geralmente pegando no final do seu ataque, quando está mais vulnerável. De forma geral, fora a coincidência onde os dois atacaram exatamente ao mesmo tempo, a maioria dos golpes de encontro são contra golpes, pq o ataque do segundo é lançado como reflexo do ataque do primeiro, para interceptar, pegar de encontro. Como vai pegar com o oponente vindo, seu golpe pode sair menos potente e só mais firme, o que faz com que ele seja mais veloz que o ataque potente do outro. Mas se errar o timing ou a distância vc que vai tomar um golpe com a força potencializada, o ataque do outro acaba virando um contra golpe do seu contra golpe. hahaha  

Eu penso que bater parado, solta o golpe praticamente junto da passada, atrasado ou depois tem diferentes intenções, vantagens e desvantagens. De forma geral muitos atletas usam esses elementos no jab, no MMA não é tão comum ver usos muito rico, geralmente é golpe mais traumático ou no máximo para preparar os golpes mais fortes. A real é que são poucos os lutadores que tem um jab muito afiado e o usam muito bem, mas tem quem explore mais também e que usam ele de diferentes formas na mesma luta ou em distintas lutas. O GSP tinha um jab muito bom, usava diferentes recursos que o jab possibilita, o Israel usava muito bem o jab, os irmãos Diaz tinha bons jabs, Holloway, Cigano em seu auge, tinha um russo que saiu do UFC, que usava muito bem também, tinha um boxe que dava gosto de ver, Mousasi usa bem os jabs também, houveram época que o Alvarez, o Melendez e o Chandler usavam muito bem também o jab, de cabeça me lembro desses usando de diferentes formas o jabs, ajustando de acordo com a necessidade da luta ou respostas do oponente. Mas com certeza tem muitos outros. O problema é que as pessoas subestimam muito os usos e a diversidade de utilidade do jab. Mas tbm pq, para usar ele bem no MMA, a pessoa tem que ter uma boa movimentação, timing e defesa de queda também, né...   

O @Sartori elencou algo chave para entendermos a efetividade nesse caso também que foi essa passada sem distração antes do Durinho para encurtar e bater, e como falou, pode ter sido mais uma leitura do técnico que do prório Usman. Eu acho que o boxe do Usman vem melhorando bastante, mas penso que talvez possa estar supervalorizando um pouco. Não sei se ele está em um nível tão alto quanto me pareceu que deu a entender. Ou pode ser eu que esteja subestimeando, não seria a primeira vez que pago a língua. hehe Eu não revi a luta, mas quero rever depois a luta para observar melhor.

 

Ps: Quando eu falo que pra mim, jiujiteiro indo para o MMA tinha que se preocupar em apenas aprender 1-2 e movimentação, é saber todas as formas de usar o jab e o direto MUITO bem, muito mesmo, se tornar especialista nisso, saber todos os recursos possíveis deles e tudo que o envolve (diferentes formas de usar, controle de distância, posicionamento e timing) para mesclar com quedas depois ou como contra ataque. Pra mim tinha que trabalhar isso sem parar. Se souber esses dois de forma diferenciada mesmo depois de alguns anos de treino, os outros golpes curvos nem precisam ser diferenciados, vão entrar se forem bem preparados por jab ou direto.  

Edited by Daniel Mendoza

Share this post


Link to post
Share on other sites
11 horas atrás, Sartori disse:

Se eu puder me intrometer....

Pode ter sido consciente, não da para saber se ele tem a parte de " conhecimento técnico" sobre distancia em boxe avançada ou se simplesmente foi uma questão mais de feeling da luta, só se ele mesmo respondesse, o técnico dele lembrar sobre o jab ajudou indiretamente também a tomar uma postura mais " antecipadora" com jabs uma vez que falou para abusar dos jabs, uma vez que você tem maior alcance que seu oponente não tem porque você " andar para frente" batendo, muito menos contra oponentes que lutam " avançando"  em direção a você, já que a distancia pode facilmente ir de :

"3" para onde nada acontece para "1" onde ambos se acertam, assim pulando a "2" onde teoricamente só o Usman acertaria os golpes de braço.
Por isso eu comentei que essa " andada" antes do Durinho chutar é muito punitiva, porque você anuncia que esta indo do "3 para o 2" e nessa anunciada o cara pode fazer igual o Usman fez apenas soltando os golpes que pegavam na distancia "2", mas também tinha a possibilidade do Usman antecipar andando para frente e batendo de encontro indo para a distancia " 1", mas chegando com as mãos antes do durinho, que foi o que aconteceu na real naquele knockdown no final né....

Rolaram algumas movimentações " similares" a esse conceito que falei mesmo em momentos que o Durinho não chutou, mas ele se comprometia em ficar em uma distancia não ideal para ele e vantajosa para o Usman.
 

Perfeito Sartori 

Usando o mesmo conceito que vc usou (3 na longa. 2 na média e 1 na curta, sendo que na média só o usman acerta, uma vez que tem total vantagem na envergadura), nós vimos duas lutas diferentes. Uma em cada round.

No primeiro round, o usman saía sempre de 3 ou 2, e terminava o movimento no 1, onde ele era contragolpeado duramente pelos cruzados do Durinho. Ou seja, eram jabs "ao encontro" do Durinho.

No segundo round ele adaptou o jogo, e ficou em 3 e 2, apenas interceptando os avanços Do Durinho, que naquele momento passou a atacar e terminar em 1. Ou seja, passaram a ser golpes "de encontro" ao Durinho.

Veja a mudança de postura de um e de outro. Foi inversamente proporcional. A impressão que eu tive é que o Durinho caiu na armadilha, e o que estava dando certo pra ele, no primeiro round, foi a ruína dele no segundo.

Usman mostrou qi de lita absurdo nessa vitória. Tem que tirar o chapéu para o cara

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, NEGO DÁGUA disse:

Vc acha parte se cima dele ruim?

Vou ter que olhar direito

Não é ruim, tem um bom senso de distância, sabe usar a envergadura, etc mas tbm não é top. Pode se tornar,  se tiver a orientação adequada, não sei com quem ele treina, não o acompanho tanto.

Share this post


Link to post
Share on other sites
46 minutos atrás, junior-sjc disse:

Perfeito Sartori 

Usando o mesmo conceito que vc usou (3 na longa. 2 na média e 1 na curta, sendo que na média só o usman acerta, uma vez que tem total vantagem na envergadura), nós vimos duas lutas diferentes. Uma em cada round.

No primeiro round, o usman saía sempre de 3 ou 2, e terminava o movimento no 1, onde ele era contragolpeado duramente pelos cruzados do Durinho. Ou seja, eram jabs "ao encontro" do Durinho.

No segundo round ele adaptou o jogo, e ficou em 3 e 2, apenas interceptando os avanços Do Durinho, que naquele momento passou a atacar e terminar em 1. Ou seja, passaram a ser golpes "de encontro" ao Durinho.

Veja a mudança de postura de um e de outro. Foi inversamente proporcional. A impressão que eu tive é que o Durinho caiu na armadilha, e o que estava dando certo pra ele, no primeiro round, foi a ruína dele no segundo.

Usman mostrou qi de lita absurdo nessa vitória. Tem que tirar o chapéu para o cara

Excelente leitura. O negão é sinistro.

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, João P disse:

Não é ruim, tem um bom senso de distância, sabe usar a envergadura, etc mas tbm não é top. Pode se tornar,  se tiver a orientação adequada, não sei com quem ele treina, não o acompanho tanto.

Eu vejo um cara que precisa  de lapidação  ao contrário  do Thomas Alneida chegou com hype da zorra e é  extremamente  limitado ,Thomas pode treinar  o que for já  chegou ao teto, Marcus Maluco,Capoeira,Sapatp são  caras que chegaram no teto.

 Eu vejo margem de crescimento  pra ele.

Agora  é  meio retardado  precisa de senso  de urgência .

Acho que trabalhado  dar pra ir.

Durinho  era cru no MMA  chegou  onde chegou falaram era top no jiu jitsu  porem iniciante no MMA  e hj isso nada garante , jiu jitsu  hj é  a arma mais fácil  de ser inutilizada  no MMA  durinho  sofreu e chegou  ao topo.

RDA também  vejo uma margem de crescimento  porem tem que trabalhar  né. 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

se Durinho levasse a preparação mental melhor, o negão aliviava pra ele nos treinos e ele achando que ia dar um pau no cara... o cara na dele... deu no que deu..

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this