Sign in to follow this  
Eder Jofre55

UFC oferece Chandler vs ‘Do Bronx’ e time do brasileiro exige cinturão

Recommended Posts

5 minutos atrás, negolpo disse:

Quem quer cinturão tá sempre em treinamento!r recusou pela segunda vez

Você sabe o que significa overtraining? Fight camp? 

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 horas atrás, João P disse:

Tá aí um caso emblemático de como não gerenciar um atleta. Som ruim, iluminação ruim, tradutor ruim e pouco esforço do atleta em se expressar bem. Vai vender como? Na boa, torço muito por ele, acredito que ele merece uma chance mas se eu fosse o tomador de decisão no UFC não daria a chance pra ele. Faria outra luta antes, de repente com o Gaethe e faria o título com Poirier e Chandler.

Verdade, o Charles com tantas lutas e bônus não deve ser um pé rapado pra ficar nesse amadorismo! Larga de ser pão-duro e investe na sua imagem, isso traz muito mais retorno!

Porra, o Borracha investiu nisso, vídeos, zoação, etc.... na luta com o Adensaya ele deve ter faturado o mesmo que o Charles fatura em 10 lutas (não considerando bônus de performance).

E agora vai pegar um TOP e se ganhar ja vai pra cinta de novo!

O Charles se for campeão e depois perder a cinta vai ter que vencer denovo umas 8 lutad pra ter chance novamente!

Veja a diferença do cara que investe na Imagem!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Charles é o exemplo perfeito de de lutador incompleto para lutar em um evento de entretenimento, por mais que a gente queira que lutadores lutem por merecimento esportivo isso é literalmente impossível e se isso fosse feito o evento iria falir em pouquíssimo tempo, então podemos ser o lutador mais preparado em sentido físico, técnico e tático, bater em todo mundo por várias vezes seguidas, provar nosso valor como um lutador mas, se não soubermos vender nossas lutas e nossa imagem continuaremos incompletos, e esse é o caso do Charles.
 

Acredito que já passou da hora do Charles investir mais em sua carreira de maneira marketeira, a entrevista com o Ariel Helwani foi triste, sem inglês, sem cuidado com os equipamentos, tradução péssima, essas coisas aos poucos vão colocando o lutador no canto, que adianta ser bom já que não sabemos vender isso? E isso vai muito além de empresa privada, qualquer tipo de negócio precisa de uma venda, isso é totalmente independente a propriedade privada. Ou será que se o UFC fosse um evento puramente esportivo estaríamos aqui agora debatendo isso?

Sobre a recusa da luta, corajosa, faz sentido no mérito mas pode ser um movimento que assassine a oportunidade de ele conseguir uma luta pelo cinturão. Espero que isso não aconteça.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Agora, negolpo disse:

Quem quer cinturão tá sempre em treinamento!r recusou pela segunda vez

pelo q eu entendi se valer a cinta ele topa a luta

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 horas atrás, alfred disse:

Blz,o UFC é uma empresa privada que visa lucros, mas mesmo assim deveria ter uma certa coerência...um cara vindo de 8 vitórias, sendo o maior finalizador da história do evento, e só faz lutas empolgantes...mesmo assim esse cara é preterido pelo evento, que prefere dar vez a alguém que venha de derrota ou que está há tempos sem lutar, tudo isso visando a grana. Daí vem outro que acabou de chegar, faz uma luta com o 6° colocado e o evento já quer lje dar a disputa pela cinta. O charles vai fazer 11 anos de casa, deveriam respeita-lo um pouco mais.

Pensa o seguinte, ele é um funcionário do evento  a 11 anos e ainda não consegue nem se comunicar com o Patrão! 
Já foi o tempo que o cara precisava ser somente casca-grossa, um brucutu, etc!

Pelé, Senna, Guga, todos eles tinham uma imagem trabalhada pra serem ídolos do povo, as crianças nas brincadeiras “brigavam” pra ser o Senna, o Guga!

E numa brincadeira de luta, que criança vai querer ser o Charles?

É esse i pensamento do UFC e se eu fosse o dono faria o mesmo!

Share this post


Link to post
Share on other sites
51 minutos atrás, Mucado disse:

Pensa o seguinte, ele é um funcionário do evento  a 11 anos e ainda não consegue nem se comunicar com o Patrão! 
Já foi o tempo que o cara precisava ser somente casca-grossa, um brucutu, etc!

Pelé, Senna, Guga, todos eles tinham uma imagem trabalhada pra serem ídolos do povo, as crianças nas brincadeiras “brigavam” pra ser o Senna, o Guga!

E numa brincadeira de luta, que criança vai querer ser o Charles?

É esse i pensamento do UFC e se eu fosse o dono faria o mesmo!

A questão é que, "pra criança querer ser o Charles" ele precisa ser campeão, e pra ser o Campeão o envento precisa dar a oportunidade a ele. Comparação descabida vc fez.

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 horas atrás, alfred disse:

A questão é que, "pra criança querer ser o Charles" ele precisa ser campeão, e pra ser o Campeão o envento precisa dar a oportunidade a ele. Comparação descabida vc fez.

O Mucado explicou curto e simples. Só não vê quem não entende o MMA  dos dias de hoje.

Edited by Darkknight

Share this post


Link to post
Share on other sites
7 horas atrás, negolpo disse:

Quem quer cinturão tá sempre em treinamento!r recusou pela segunda vez

Não é tão simples. Falar isso da posição de comentarista de fórum é muito diferente de investir tempo e dinheiro para construir uma sequência de vitórias como a dele numa categoria competitiva como a dos leves. Minha crítica ao Charles não tem a ver com a recusa a pegar o Chandler agora porque as circunstâncias não valem o risco (tá atrás dele no ranking, vem de um camp completo, falta de tempo para se preparar), é mais pela falta de cuidado em gerenciar a própria imagem. Ele não se mostra profissional nesse quesito e, infelizmente para ele, é um aspecto do esporte que no modelo do UFC é mais importante do que os resultados no octógono.
Dá uma rápida olhada no resumo do Nate nos últimos anos, por exemplo, ele é um dos cotados para lutar contra o Poirier por uma bolada.
O Chael Sonnen essa semana criticou o Charles por uma declaração que ele deu sobre o Poirier, não por ela não ser interessante em termos de marketing, mas pela falta de timing (ele ainda não tá com o contrato assinado). Segundo ele, todo lutador está (ou deveria estar) a procura do menor desafio pelo maior pagamento.
Se você quer entender melhor isso, basta ver os Caras que o Conor escolheu para se recolocar na posição de desafiante ao título dos leves, incluindo o próprio Poirier que ele já havia vencido no passado.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Eu entendo da seguinte forma. Se vc trabalha em uma empresa americana, ou de qualquer país estrangeiro, vc tem que falar a língua deles senão sua carreira vai ser limitada a cargos operacionais. E ele está lá a 11 anos, não é uma promessa recente. Vejam o Borrachinha, não curto ele, sua personalidade, etc mas tenho que dar o braço a torcer neste esforço que ele vem fazendo, mesmo errando, tendo um péssimo inglês ainda ele tá se expondo, praticando e não tem outra forma de aprender nada na vida que não seja praticando. O esporte se profissionalizou e temos que agradecer por isto porque isto é que traz $ pra mesa para todas as partes.

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, João P disse:

Eu entendo da seguinte forma. Se vc trabalha em uma empresa americana, ou de qualquer país estrangeiro, vc tem que falar a língua deles senão sua carreira vai ser limitada a cargos operacionais. E ele está lá a 11 anos, não é uma promessa recente. Vejam o Borrachinha, não curto ele, sua personalidade, etc mas tenho que dar o braço a torcer neste esforço que ele vem fazendo, mesmo errando, tendo um péssimo inglês ainda ele tá se expondo, praticando e não tem outra forma de aprender nada na vida que não seja praticando. O esporte se profissionalizou e temos que agradecer por isto porque isto é que traz $ pra mesa para todas as partes.

Eu acho que ate o Patricio  entrou n9 jogo pq o Eric do wrestling  o americano  deve ta vai bota pilha  e depois  o Dana abre o cofre pra vc sair do Bellator. 

Chardle  campeão  do UFC  acho difícil  mas supondo ai Pitbull o nocauteou vai ter muito apelo pra vim e caso pra sortr dele elw vença  e Jose Aldo vença  o 61 mais vendao esporte mudou

Share this post


Link to post
Share on other sites
10 horas atrás, Mucado disse:

Pensa o seguinte, ele é um funcionário do evento  a 11 anos e ainda não consegue nem se comunicar com o Patrão! 
Já foi o tempo que o cara precisava ser somente casca-grossa, um brucutu, etc!

Pelé, Senna, Guga, todos eles tinham uma imagem trabalhada pra serem ídolos do povo, as crianças nas brincadeiras “brigavam” pra ser o Senna, o Guga!

E numa brincadeira de luta, que criança vai querer ser o Charles?

É esse i pensamento do UFC e se eu fosse o dono faria o mesmo!

Cara eu concordo e discordo disso.

De fato, não sei quem gostaria de ser o Charles numa brincadeira, talvez um menino que treine BJJ e vê nele o profissional diferenciado que ele é.

Charles não tem apelo midiático e pelo q vcs estão falando, o Inglês dele não funciona.

 

Só que há outros fatores na sua colocação.

É notório que o Colby Colvington desperta o interesse do público e acho que nenhuma criança gostaria de ser como ele, tirando o filho do Hittler, Stalin, Kim Jong Un e etc.

 

É legal tb ressaltar que o Aldo nunca foi um cara midiático mas foi empurrado pela mídia brasileira no início da nossa entressafra quando o Anderson estava em declínio. Isso mostra que ainda que um atleta não saiba se vender, a mídia quando quer, ela empurra e isso vale pro Guga e principalmente, Ronaldinho Gaúcho que é ídolo mundial mas que nunca deu bola pra mídia.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Já me posicionei anteriormente quanto ao fato do Charles, pela atual dinâmica da categoria dos leves, ter que fazer mais 1 luta antes de disputar a cinta, apesar de achar justíssimo que disputasse o título sem ter que fazer esse confronto prévio.

Mas, nesse caso, não consigo entender qual a necessidade do UFC casar uma luta dessas para 13 de fevereiro, sendo que o Chandler acabou de lutar no final de janeiro.

Acho que a equipe dele está certa: tem que valer o cinturão para encarar um desafio tão precoce e duro desses.

Agora, a perspectiva de como o UFC vai lidar com essa negativa dele que me assusta, tem que saber transmitir muito bem essa mensagem sem se queimar com o patrão...

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

No dia que os brasileiros entenderem que isso tudo é entretenimento, as coisas mudam.

uma Porra de um relações públicas, que custa 5 mil por mês, resolvia tamanho amadorismo. Eu faria de graça!!

sinceramente, se um um cara desses ficar de fora total de uma chance ao cinturão, eu acho é pouco.

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 horas atrás, Silverchair disse:

Cara eu concordo e discordo disso.

De fato, não sei quem gostaria de ser o Charles numa brincadeira, talvez um menino que treine BJJ e vê nele o profissional diferenciado que ele é.

Charles não tem apelo midiático e pelo q vcs estão falando, o Inglês dele não funciona.

 

Só que há outros fatores na sua colocação.

É notório que o Colby Colvington desperta o interesse do público e acho que nenhuma criança gostaria de ser como ele, tirando o filho do Hittler, Stalin, Kim Jong Un e etc.

 

É legal tb ressaltar que o Aldo nunca foi um cara midiático mas foi empurrado pela mídia brasileira no início da nossa entressafra quando o Anderson estava em declínio. Isso mostra que ainda que um atleta não saiba se vender, a mídia quando quer, ela empurra e isso vale pro Guga e principalmente, Ronaldinho Gaúcho que é ídolo mundial mas que nunca deu bola pra mídia.

Colby fala merda pelos cotovelos mas luta muito ,detesto a pessoa dele mas como atleta não dá pra desmerecer o cara , é ame ou odeie , isso funciona em qualquer lugar !

Aldo não foi empurrado apenas pela mídia ,ele era o cara a ser batido e o mercado brasileiro estava bombando na época, tinha vários eventos nacionais ,academias lotadas ,a economia ia bem  e o UFC tinha muito interesse nisso , Anderson não precisava falar nada , a maneira como ganhava suas lutas já faziam todo o trabalho !

Ronaldinho poderia ser mudo ,se jogasse o que jogava ia arrebentar de qualquer jeito , Guga transborda carisma e isso vende muito ,além de que um desconhecido ,com a história de vida dele ganhar Roland Garros não é pouca coisa , sem contar que são universos totalmente diferentes do mma!

A mídia pode ajudar muito ,e ajuda muitas vezes , mas o cara tem que ter um algo a mais e mostrar isso ,coisa que infelizmente o Charles não tem ,não sabe se tem ou não acha relevante , ganhar e agradecer a Deus e dizer que enfrenta qualquer um em qualquer hora etc... pra ele basta !

Share this post


Link to post
Share on other sites
10 horas atrás, João P disse:

Eu entendo da seguinte forma. Se vc trabalha em uma empresa americana, ou de qualquer país estrangeiro, vc tem que falar a língua deles senão sua carreira vai ser limitada a cargos operacionais. E ele está lá a 11 anos, não é uma promessa recente. Vejam o Borrachinha, não curto ele, sua personalidade, etc mas tenho que dar o braço a torcer neste esforço que ele vem fazendo, mesmo errando, tendo um péssimo inglês ainda ele tá se expondo, praticando e não tem outra forma de aprender nada na vida que não seja praticando. O esporte se profissionalizou e temos que agradecer por isto porque isto é que traz $ pra mesa para todas as partes.

Perfeito , falar a língua é muito mais do que se fazer entender ,é entender de fato como as coisas funcionam ,como se colocar da maneira que você quer ,o porque do mercado que você trabalha funciona assim ou assado e como você pode aproveitar isso a seu favor ,também não curto o Borrachinha e como atleta ainda o vejo com muitas limitações ,mas o cara tem seus méritos e está se esforçando !

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this