pipo

UFC doa mais US $ 1 milhão para ajudar a financiar pesquisas sobre saúde cerebral

Recommended Posts

https://www.espn.com/mma/story/_/id/30668668/ufc-donates-extra-1m-brain-health-research
 

A maior promoção de artes marciais mistas do mundo está aumentando sua contribuição para um estudo do cérebro de longa duração.

 O UFC está doando US $ 1 milhão a mais para a Cleveland Clinic para ajudar a financiar pesquisas sobre saúde cerebral pelos próximos cinco anos, anunciou a promoção na quinta-feira.  O Centro Lou Ruvo para Saúde do Cérebro da Clínica Cleveland em Las Vegas tem trabalhado no Estudo de Saúde do Cérebro de Atletas Profissionais por 10 anos e o UFC tem sido um dos principais contribuintes do estudo.

 A pesquisa está sendo feita para descobrir mais sobre os efeitos de longo prazo do traumatismo cranioencefálico repetitivo e os fatores potenciais que podem aumentar o risco de certos atletas de desenvolver encefalopatia traumática crônica (CTE).  O UFC contribuiu com mais de US $ 2 milhões em três rodadas de apoio financeiro.  O estudo da Cleveland Clinic é o maior que analisa atletas profissionais expostos a traumatismo craniano - e o primeiro a incluir lutadores masculinos e femininos ativos e aposentados.

 Mais de 100 lutadores atuais ou ex-UFC participaram do estudo, disse o COO do UFC Lawrence Epstein.  O estudo levou a mais de 30 artigos de pesquisa revisada por pares publicados em revistas médicas.

 O objetivo final, disse Epstein, é pegar os dados coletados neste estudo e levá-los às comissões atléticas em um esforço para ajudar a informar uma nova política em perspectiva.  Por exemplo, se um exame do cérebro pudesse ser desenvolvido para determinar se um lutador está sob maior risco de CTE, isso é algo que as comissões poderiam considerar adicionar aos seus requisitos para o licenciamento de atletas.

 "Queremos que esse tipo de análise seja uma parte fundamental da regulamentação dos esportes de combate", disse Epstein.  ... "Não se trata de diagnosticar uma lesão. Trata-se de prevenir a ocorrência de lesões."

 Uma descoberta importante no estudo do cérebro foi publicada em outubro: as lutadoras têm melhor desempenho em testes cognitivos do que os homens com nível de experiência semelhante em esportes de combate e educação.  O estudo também descobriu, de acordo com o Dr. Charles Bernick, que os boxeadores têm um desempenho pior em testes cognitivos do que lutadores de MMA com a mesma quantidade de lutas.

 “Há muitos motivos para isso”, disse o Dr. Aaron Ritter à ESPN.  "Provavelmente pode ser porque as pessoas de MMA não recebem tantos impactos na cabeça."

Share this post


Link to post
Share on other sites

Isso tem muito meu apoio. Os estudos nos EUA são muito avançados em relação as lesões CTE. Começaram e serem discutidas com inúmeros casos de suicídio, loucura, demência, no futebol americano.

 

qndo vejo caras como o Hunt que disse inúmeras vezes que acorda e não lembra do nome, o Ninja que tem dificuldades de se comunicar, o próprio Wand.. é muito louco isso

 

caras como o Diego Sanches, Maldonado, Diaz, Gaetjhe, Struve, Minotauro, Shogum, Overeem (que tem décadas que tá na pancadaria no MMA, K1, etc), Cigano, Roy Nelson, Pettis, Fergunson (que já é louco de nascença), Rory, Clay Guida...... a conta vai chegar pra esses caras

se a gente for listando lembramos de muitos caras.. e muitos da falecido Pride onde não tinha limite de peso, e os carai...

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acho que o mais saudável seriam poucas lutas por ano e principalmente mudanças no sistema e equipamentos de treinos. Talvez uma boa seja investir no desenvolvimento de melhores equipamentos de treinos, capacetes e luvas com mais tecnologia de amortecimento, algo que alivie o impacto e não que espalhe ele na cabeça da pessoa. Que tenha essa tecnologia e que sejam funcionais ainda. Certamente tem jeito, só não deve ser barato. Mas mesmo que esses equipamentos não sejam baratos ou viáveis mercadologicamente, talvez possam fornecer para os seus atletas. Eu ainda tendo a pensar que a longo prazo, os treinos são tão ou mais maléficos para o cérebro que as lutas, em especial academias que fazem muito sparring pesado. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

É o mesmo estudo em que trabalha a Rose filha do Rorion?

 

Muito importante isso, estamos engatinhando quanto a danos cerebrais posteriores a carreira de lutador.

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 horas atrás, Daniel Mendoza disse:

Acho que o mais saudável seriam poucas lutas por ano e principalmente mudanças no sistema e equipamentos de treinos. Talvez uma boa seja investir no desenvolvimento de melhores equipamentos de treinos, capacetes e luvas com mais tecnologia de amortecimento, algo que alivie o impacto e não que espalhe ele na cabeça da pessoa. Que tenha essa tecnologia e que sejam funcionais ainda. Certamente tem jeito, só não deve ser barato. Mas mesmo que esses equipamentos não sejam baratos ou viáveis mercadologicamente, talvez possam fornecer para os seus atletas. Eu ainda tendo a pensar que a longo prazo, os treinos são tão ou mais maléficos para o cérebro que as lutas, em especial academias que fazem muito sparring pesado. 

capacete é pior.

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Pride Event disse:

acho mma mto relativo. tem gente que apanha mto na carreira e outros nao... ja boxe, todo mundo apanha mto. seja na luta ou no treino.

Exceto Floyd Mayweather kkkkk

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Pride Event disse:

capacete é pior.

Os atuais, por isso comentei sobre "algo que alivie o impacto e não que espalhe ele na cabeça da pessoa", como acontece com os atuais capacetes. Eu acho que deve ser possível fazer capacetes com tecnologias onde isso não ocorra. 

15 minutos atrás, André Filho disse:

Exceto Floyd Mayweather kkkkk

Pois é, falem o que quiser dele, mas acho que a melhor forma de lutar é uma que vc tenha uma boa defesa e tome o menor quantidade de danos possíveis. Não a forma que mais entretém o público, não são eles que vão cuidar de vc depois da aposentadoria. Acho o Floyd até um pouco exagerado, mas é inegável que o cara é um monstro, eu admiro demais. Pra mim está sem dúvida entre as melhores defesas da história do boxe. Pra mim ele pode ficar entre os top 10 ou 15 da história, sem o menor problema.

Fica claro a forma que ele tem poucos danos na própria forma que ele fala, velocidade que articula ideias, nas expressões faciais, etc.

Quantos lutadores conseguem se articular como ele depois de 50 lutas de boxe, grande parte dessa contra a elite mundial?  50 profissionais depois de mais de 90 lutas no amador, lutando com a elite do amador tbm desde muito novo. Acho que ele sofreu um knockdown na carreira profissional, e são raros os golpes limpos que tomou. Tem lutador que toma mais golpes duros e limpos em poucas lutas do que o Floyd tomou na carreira toda.

Pega qualquer lutador de boxe com histórico similar que verá uma expressão facial mais 'dura', fala mais embolada, raciocínio mais lento. Não que certamente ele já não tenha tomado muito dano e possa ter problemas também, mas comparado a outros com o mesmo histórico, certamente ele tem uma saúde neurológica muito melhor que a absoluta maioria.


Uma falha que acho muito grande na maioria das escolas de striking, em especial as voltadas para o MMA, é vc não ensinar muito bem as formas de defesa logo no começo. Claro que é importante saber apanhar, mas dar a cara para atacar quando se pode evitar o golpe, pra mim não é 'valentia', é burrice e inconsequência. Tem como lutar de uma forma inteligente e mais saudável. Ainda mais no MMA, que a defesa do striking pode e deveria ser muito enfatizada em mesclar com uma tentativa de queda, em especial para o pessoal das lutas agarradas.   

Share this post


Link to post
Share on other sites
53 minutos atrás, Daniel Mendoza disse:

Os atuais, por isso comentei sobre "algo que alivie o impacto e não que espalhe ele na cabeça da pessoa", como acontece com os atuais capacetes. Eu acho que deve ser possível fazer capacetes com tecnologias onde isso não ocorra. 

Pois é, falem o que quiser dele, mas acho que a melhor forma de lutar é uma que vc tenha uma boa defesa e tome o menor quantidade de danos possíveis. Não a forma que mais entretém o público, não são eles que vão cuidar de vc depois da aposentadoria. Acho o Floyd até um pouco exagerado, mas é inegável que o cara é um monstro, eu admiro demais. Pra mim está sem dúvida entre as melhores defesas da história do boxe. Pra mim ele pode ficar entre os top 10 ou 15 da história, sem o menor problema.

Fica claro a forma que ele tem poucos danos na própria forma que ele fala, velocidade que articula ideias, nas expressões faciais, etc.

Quantos lutadores conseguem se articular como ele depois de 50 lutas de boxe, grande parte dessa contra a elite mundial?  50 profissionais depois de mais de 90 lutas no amador, lutando com a elite do amador tbm desde muito novo. Acho que ele sofreu um knockdown na carreira profissional, e são raros os golpes limpos que tomou. Tem lutador que toma mais golpes duros e limpos em poucas lutas do que o Floyd tomou na carreira toda.

Pega qualquer lutador de boxe com histórico similar que verá uma expressão facial mais 'dura', fala mais embolada, raciocínio mais lento. Não que certamente ele já não tenha tomado muito dano e possa ter problemas também, mas comparado a outros com o mesmo histórico, certamente ele tem uma saúde neurológica muito melhor que a absoluta maioria.


Uma falha que acho muito grande na maioria das escolas de striking, em especial as voltadas para o MMA, é vc não ensinar muito bem as formas de defesa logo no começo. Claro que é importante saber apanhar, mas dar a cara para atacar quando se pode evitar o golpe, pra mim não é 'valentia', é burrice e inconsequência. Tem como lutar de uma forma inteligente e mais saudável. Ainda mais no MMA, que a defesa do striking pode e deveria ser muito enfatizada em mesclar com uma tentativa de queda, em especial para o pessoal das lutas agarradas.   

Exatamente, concordo com tudo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O Anderson é um exemplo de um cara que apanhou pouquíssimo na carreira. O cara nunca era atingido. Até sangrando a gente quase não via

 

Tirando essas últimas lutas

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, pipo disse:

O Anderson é um exemplo de um cara que apanhou pouquíssimo na carreira. O cara nunca era atingido. Até sangrando a gente quase não via

 

Tirando essas últimas lutas

Lembrei dele quando comecei a ler sobre as esquivas no boxe. Aliás, se eu você muitos deles, eu já teria parado.

Share this post


Link to post
Share on other sites
13 horas atrás, Daniel Mendoza disse:

Os atuais, por isso comentei sobre "algo que alivie o impacto e não que espalhe ele na cabeça da pessoa", como acontece com os atuais capacetes. Eu acho que deve ser possível fazer capacetes com tecnologias onde isso não ocorra. 

Pois é, falem o que quiser dele, mas acho que a melhor forma de lutar é uma que vc tenha uma boa defesa e tome o menor quantidade de danos possíveis. Não a forma que mais entretém o público, não são eles que vão cuidar de vc depois da aposentadoria. Acho o Floyd até um pouco exagerado, mas é inegável que o cara é um monstro, eu admiro demais. Pra mim está sem dúvida entre as melhores defesas da história do boxe. Pra mim ele pode ficar entre os top 10 ou 15 da história, sem o menor problema.

Fica claro a forma que ele tem poucos danos na própria forma que ele fala, velocidade que articula ideias, nas expressões faciais, etc.

Quantos lutadores conseguem se articular como ele depois de 50 lutas de boxe, grande parte dessa contra a elite mundial?  50 profissionais depois de mais de 90 lutas no amador, lutando com a elite do amador tbm desde muito novo. Acho que ele sofreu um knockdown na carreira profissional, e são raros os golpes limpos que tomou. Tem lutador que toma mais golpes duros e limpos em poucas lutas do que o Floyd tomou na carreira toda.

Pega qualquer lutador de boxe com histórico similar que verá uma expressão facial mais 'dura', fala mais embolada, raciocínio mais lento. Não que certamente ele já não tenha tomado muito dano e possa ter problemas também, mas comparado a outros com o mesmo histórico, certamente ele tem uma saúde neurológica muito melhor que a absoluta maioria.


Uma falha que acho muito grande na maioria das escolas de striking, em especial as voltadas para o MMA, é vc não ensinar muito bem as formas de defesa logo no começo. Claro que é importante saber apanhar, mas dar a cara para atacar quando se pode evitar o golpe, pra mim não é 'valentia', é burrice e inconsequência. Tem como lutar de uma forma inteligente e mais saudável. Ainda mais no MMA, que a defesa do striking pode e deveria ser muito enfatizada em mesclar com uma tentativa de queda, em especial para o pessoal das lutas agarradas.   

Perfeito o post. Em relação ao último parágrafo lembrei na hora do Deivesson lutando...ele precisa urgente desenvolver melhor a defesa dele, entre perdas( showman, confiança, etc) e ganhos acho que seria bem mais positivo pra ele. O estilo da Chute Boxe influencia muita gente tbm, aquele estilo Wanderlei e Ninja do Pride, e não sei até que ponto isto é bom...o esporte evoluiu demais, hoje vemos caras como Adesanya e JJ se destacando exatamente por serem estratégicos, caras como o DJ, Dillashaw com a sua movimentação de ângulos...enfim dá uma bela discussão o tema.

Share this post


Link to post
Share on other sites
22 minutos atrás, João P disse:

Perfeito o post. Em relação ao último parágrafo lembrei na hora do Deivesson lutando...ele precisa urgente desenvolver melhor a defesa dele, entre perdas( showman, confiança, etc) e ganhos acho que seria bem mais positivo pra ele. O estilo da Chute Boxe influencia muita gente tbm, aquele estilo Wanderlei e Ninja do Pride, e não sei até que ponto isto é bom...o esporte evoluiu demais, hoje vemos caras como Adesanya e JJ se destacando exatamente por serem estratégicos, caras como o DJ, Dillashaw com a sua movimentação de ângulos...enfim dá uma bela discussão o 

 

 Certamente daria viu com certeza o estilo  Wanderlei  influencia ou i fluenciou muita gente eu vim saber o que era k1 depois minha referência  em kickboxing  ou thai  era s chute boxe quando  criança. 

Fora  o Wanderlei  ser o nosso heroi mas meu professor  de boxe nunca gostou do estilo dele...ai eu vi Anderson  e me apaixonei  pela técnica  limpa dele.

Direto  com o @masterblaster tenho essa discussão  sobre a suposta  evolução  do esporte. 

Wanderlei  seria hj o que com 25 anos na 84 por sua altura?

Sera que Adesanya  botava o Wanderlei  pra virar HL ? Sei não  

Jones é  um cara muito técnico e qi avançado mas sua vantagem  física  o ajuda e isso não  é  errado mas pense que todo cara alto mostrou falhas no seu jogo Ngannou  tem a sua altuea ,velocidade  e força .

Complicado hj pra mim o boxe está  melhor no conjunto  geral a estratégia  e o preparo fisico.

Mas a técnica  mesmo não  sei..

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Chute boxe inteira vai ter. Treinamento errado ao extremo deles. Achavam que qto mais apanhava mais aguentava.

Lawler um vez disse que não treina sparing pesado. Que tava deixando ele sem queixo e tonto. Foi só parar que melhorou

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 horas atrás, NEGO DÁGUA disse:

 Certamente daria viu com certeza o estilo  Wanderlei  influencia ou i fluenciou muita gente eu vim saber o que era k1 depois minha referência  em kickboxing  ou thai  era s chute boxe quando  criança. 

Fora  o Wanderlei  ser o nosso heroi mas meu professor  de boxe nunca gostou do estilo dele...ai eu vi Anderson  e me apaixonei  pela técnica  limpa dele.

Direto  com o @masterblaster tenho essa discussão  sobre a suposta  evolução  do esporte. 

Wanderlei  seria hj o que com 25 anos na 84 por sua altura?

Sera que Adesanya  botava o Wanderlei  pra virar HL ? Sei não  

Jones é  um cara muito técnico e qi avançado mas sua vantagem  física  o ajuda e isso não  é  errado mas pense que todo cara alto mostrou falhas no seu jogo Ngannou  tem a sua altuea ,velocidade  e força .

Complicado hj pra mim o boxe está  melhor no conjunto  geral a estratégia  e o preparo fisico.

Mas a técnica  mesmo não  sei..

 

 

 

Com certeza, Wand era meu ídolo tbm, n tinha como não ser de quem curtia lutas na época, era um showman, a forma como ele atropelou o Sakuraba foi foda, além de ser um cara extremamente respeitoso com os fãs, mas realmente ele personifica uma era do vale tudo que passou. O Anderson, vale lembrar, que já foi para a Chute Boxe como preta, consagrado já no Muay Thai curitibano, foi pra lá simplesmente por uma transição para o vale tudo e com o seu estilo já 100% moldado. Ele personificou a fase seguinte do UFC pós Pride, com o mma mais evoluído e hoje temos caras como os que eu que citei no post que representam a fase mais atual.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now