Yuri09

Brasileiro promete aniquilar compatriota em estreia no LFA e solta o verbo contra ex-parceiros de American Top Team

Recommended Posts

Apesar de ter apenas 23 anos de idade, o peso-pena Guilherme Prodígio possui uma rodagem de veterano no MMA. Filho do faixa-preta de Jiu-Jitsu Ocimar Costa, que treina John Lineker, o manauara estreou no amador aos 14 anos de idade, venceu as quatro lutas que fez e aos 16 já lutava entre os profissionais. Seu talento o levou cedo à American Top Team. Hoje na equipe de Urijah Faber e com o cartel de oito vitórias e duas derrotas, ele se prepara para, nesta sexta, dia 20, estrear no LFA, evento que mais exporta atletas para o UFC. 
prodigio.png

 

PVT: Onde está treinando atualmente? 

Guilherme Prodígio: Hoje posso dizer que realizei um sonho de fazer parte da Team Alpha Male/Urijah Faber Ultimate Fitness. Sempre tive seus atletas como inspiração, dentro do cage e fora dele, gostava de assistir programas como “um dia da vida WEC” e acompanhava a rotina do Faber, Chad Mendes. Assistia sempre antes dos meus treinos para ter vontade de treinar, e hoje minha vida está assim! Estou pegando estrada para treinar tendo todas as facilidades alimentares e suplementares que o Estados Unidos oferece. Tenho uma filha americana que fez 7 meses agora, e sinto que o topo se parece com isso. A oportunidade no LFA veio através da Team Alpha Male, aceitei a luta com 15 dias e é tempo mais que o necessário.

PVT: Analisando o seu adversário, que também é brasileiro, como você imagina que a luta vá se desenrolar?

Guilherme Prodígio: Existe um ditado que diz que, quando você pega um pato, se você não o mata, deixa ele todo depenado. Bruno, seu lixo, não vai ficar se defendendo com a nuca. Essa merda de desculpa que você fingiu ter apagado para ganhar sua última luta aqui não vai dar certo, todo mundo viu você apanhando igual a uma gazela; se você fingir que está apagado eu vou pisar na tua cabeça com os dois pés, só de maldade. Vou te mandar de volta pra classe de ‘toma-mijo’ do Lyoto machida. 

PVT: O LFA é o evento que mais exporta lutadores para o UFC. Acredita que esta pode ser a sua hora? 

Guilherme Prodígio: Se o UFC quiser ver uma aniquilação de lutadores da Chute Boxe e da American Top Team dentro do seu evento é só eles me ligar depois desta luta no LFA. Prometo fazer a extinção de lutadores dessas duas academias dentro do UFC. O convite do show é esse: você quer ver um karateka sendo nocauteado numa de luta de MMA com um golpe de Karatê? Assistam no LFA 95 o Guilherme Prodígio.

PVT: Você é considerado uma grande promessa desde muito novo. Como era para você receber essa pressão?

Guilherme Prodígio: Eu vi Darren Till estreando no MMA e depois de um tempo lutando pelo cinturão do UFC. Quase todos meus amigos estão no UFC e todos eles sabem que apanham para mim. É normal, com 17 anos eu já chutava a bunda do Dustin Poirier, finalizava o Thiago Moises, derrubava o Masvidal, fazia o Adriano Morais se perder no jogo de pernas… a diferença é que no final do dia todos pegavam seus carrões e iam embora, e eu pegava minha bicicleta. Eu só era o Prodígio, aquele moleque novo que um dia vai ser campeão. Eu sempre fui o diamante guardado para melhor hora, mas chega uma hora que se você não mostra o diamante, ele mesmo mostra seu brilho!

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Considerando que os únicos 3 oponentes que não tinham cartel negativo que ele enfrentou, ele perdeu para dois, penso que ele deveria ter uma postura mais humilde. Me parece que está construindo cartel ainda e já está com uma postura lamentável. 

Confesso que prefiro um atleta que consegue se alavancar pelos resultados e por vencer bons oponentes, e não por ser desrespeitoso e "antiético" nas entrevistas. Mas que tenha sucesso na jornada dele. Quanto mais bons atletas brasileiros melhor. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Não gosto de pessoas arrogantes. Aliás detesto. Péssima primeira impressão. Já tem minha torcida contra.  Espero que leve um nocaute brutal para por os pés no chão 

Share this post


Link to post
Share on other sites

um cara que vem da arte marcial de berço já começar assim, falando mal de ex companheiros de treino, explanando treino (e que deve ser mentira)

Bom, pelo menos serviu pra gente conhecer ele, pq nunca tinha escutado falar.

Share this post


Link to post
Share on other sites
3 horas atrás, Daniel Mendoza disse:

Considerando que os únicos 3 oponentes que não tinham cartel negativo que ele enfrentou, ele perdeu para dois, penso que ele deveria ter uma postura mais humilde. Me parece que está construindo cartel ainda e já está com uma postura lamentável. 

Confesso que prefiro um atleta que consegue se alavancar pelos resultados e por vencer bons oponentes, e não por ser desrespeitoso e "antiético" nas entrevistas. Mas que tenha sucesso na jornada dele. Quanto mais bons atletas brasileiros melhor. 

Pois é.

Começou com um papo de um grande de um PELA SACO, insultando desnecessariamente seu adversário, além de contar grandes mentiras a respeito de ex-companheiros de treino.

Pra mim, tem mais é que se fuder, pra aprender a não falar merda.

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 horas atrás, Daniel Mendoza disse:

Considerando que os únicos 3 oponentes que não tinham cartel negativo que ele enfrentou, ele perdeu para dois, penso que ele deveria ter uma postura mais humilde. Me parece que está construindo cartel ainda e já está com uma postura lamentável. 

Confesso que prefiro um atleta que consegue se alavancar pelos resultados e por vencer bons oponentes, e não por ser desrespeitoso e "antiético" nas entrevistas. Mas que tenha sucesso na jornada dele. Quanto mais bons atletas brasileiros melhor. 

Concordo, Daniel. Sou fã do Ocimar e do Lineker, mas esse trash talk, pelo menos aqui no Brasil, não pega bem.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Que entrevista desagradável, acredito que o caminho do esporte não é o desrespeito.

Espero que esse rapaz reveja os seus conceitos.

Share this post


Link to post
Share on other sites
16 horas atrás, Yuri09 disse:

Guilherme Prodígio: com 17 anos eu já chutava a bunda do Dustin Poirier, finalizava o Thiago Moises, derrubava o Masvidal, fazia o Adriano Morais se perder no jogo de pernas… 

ÇEI!

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Judo/Jiu-jitsu disse:

ÇEI!

A ultima luta dele foi polêmica no FUTURE MMA, era pra lutar contra Willycat da Chute Boxe, mas o adversário saiu e depois dele ganhar começou a trocar xingamentos com o Willycat que estava na plateia, ameaçou pular a grade do evento e tudo, tem no Youtube.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now